Quando cita-se um dos melhores jogadores de futebol da atualidade ou um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos é impossível não mencionar o nome do português Cristiano Ronaldo que atualmente joga pela Juventus da Itália e pela seleção de Portugal. Além disso, em 05/02/2020 será um dia muito especial para o “melhor do mundo”, já que ele foi eleito o melhor jogador do mundo por 5 vezes e celebra o seu 35º aniversário, porém, o que mais se sabe sobre a carreira e os feitos conquistados por este português talentoso com a bola nos pés?

Juvenil

Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro nasceu no dia 5 de fevereiro de 1985 em Funchal na Ilha da Madeira, em Portugal. Começou a jogar aos 8 anos de idade nas categorias de base do “Clube de Futebol Andorinha de Santo António” ou simplesmente Andorinha. Em 1995, Cristiano Ronaldo assinou contrato para jogar num clube local, o Nacional, que também é conhecido como Nacional da Madeira – atualmente disputa a Segunda Liga: segunda divisão do campeonato português.

Após dois anos (1997) atuando pelas categorias de base do Nacional, foi jogar nas categorias de base do “Sporting Clube de Portugal” , ou simplesmente conhecido como Sporting. Cristiano Ronaldo foi vendido por causa de uma dívida de 450 mil escudos (o euro só entrou em circulação em 1 de janeiro de 2002) do Nacional para com este clube.

A Carreira de Cristiano Ronaldo em Números

 

Sporting

 

(2001 até 2003)

Em 2001 Cristiano Ronaldo ganhava a sua primeira oportunidade na equipe principal do Sporting. Esta oportunidade foi dada pelo romeno László Bölöni – treinador do Sporting naquela época -, o então técnico do Sporting naquela época se impressionou com os dribles daquele jovem português de 16 anos de idade.

Ronaldo juntou-se aos outros jovens jogadores do Sporting, inclusive conseguiu se tornar o único jogador a ter jogado no Sporting nas categorias sub-16, sub-17, sub-18, B, além da equipe principal, tudo numa só temporada.

Um ano depois, no dia 7 de outubro de 2002, numa partida válida pela Primeira Liga, correspondente a primeira divisão do campeonato português, na temporada 2002-03. Cristiano Ronaldo marca seus primeiros 2 gols na partida contra o Moreirense no qual o Sporting Clube de Portugal bateu o adversário pelo placar de 3-0.

  • O vídeo abaixo mostra os primeiros gols da carreira de Cristiano Ronaldo 
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 17 de fevereiro de 2012 por AguaFastio888

A habilidade do português começou a chamar a atenção de treinadores como Gérard Houllier, técnico que comandou o Liverpool de 1998 até 2004 e Arsene Wenger, já comandava o Arsenal no início dos anos 2000. Porém, o Arsenal e o Liverpool não conseguiram contratá-lo, pois quem o fez foi uma outra equipe da “terra da Rainha”: o Manchester United que era comandado pelo escocês Alex Ferguson.

Os primeiros passos como jogador profissional.

Inegavelmente, o ano de 2003 foi especial para o jovem português. Ele fez sua estreia contra o Cazaquistão jogando pela Seleção de Portugal, num amistoso ao qual venceu a partida pelo placar de 1-0. Isso foi em agosto daquele ano.

Na inauguração do novo estádio do Sporting Clube de Portugal, intitulado Estádio José Alvalade, o Sporting derrotou o Manchester United de Alex Ferguson pelo placar de 3-1.

A performance de Cristiano Ronaldo também surpreendeu os jogadores dos Red Devils a ponto dos mesmos convencerem Alex Ferguson e os dirigentes do Manchester United a contratá-lo para o lugar de David Beckham que estava de saída para o Real Madrid da Espanha.

Desempenho de Cristiano Ronaldo jogando pelo Sporting:

  • disputou 31 partidas marcou 5 gols, dos quais 3 desses foram anotados na Primeira Liga e 2 gols pela Taça de Portugal, além disso, esteve em campo por 150 minutos como jogador da equipe portuguesa.

Observação: gols anotados em partidas oficiais.

Títulos que conquistou pelo Sporting

  • Supertaça Cândido de Oliveira 2002

  • O vídeo acima foi publicado no YouTube em 19 de junho de 2015 por GOMES10HD
  • Este vídeo mostra todos os gols de Cristiano Ronaldo com a camisa do Sporting

 

Manchester United

2003-04

Da direita para a esquerda: Cristiano Ronaldo, Alex Ferguson e Kleberson.

Contratado pelo valor de 15 milhões de euros (o equivalente a 58 milhões de reais), segundo o site Wikipedia, ao chegar ao seu novo clube em 2003, Ronaldo pediu a camisa de número 28, a mesma numeração que usava quando atuava pelo Sporting.

Porém, surpreendentemente, a camisa dada a ele foi a de número 7 que foi usada por grandes jogadores que fizeram história pelos Red Devils, tais como George Best, Eric Cantona e David Beckham, pois Ferguson, técnico do Manchester United naquela época, o convenceu a usar a “lendária” camisa 7.

Cristiano fez a sua estreia pela Premier League no dia 16 de agosto de 2003, partida pela qual o português entrou aos 15 minutos do segundo tempo substituindo Nicky Butt na vitória sobre o Bolton Wanderers pelo placar de 4-0, porém, não fez seu primeiro gol pelos Red Devils nesta partida.

Falando em gols, Ronaldo marcou o seu primeiro gol com a camisa do Manchester United diante do Portsmouth no dia 1 de novembro de 2003 em jogo válido pela 11ª rodada da Premier League.

Por fim, a “cereja do bolo” veio com a conquista do primeiro título pelo Manchester United nesta temporada, os Red Devils chegaram a final da FA Cup, Copa da Inglaterra e bateram o Millwall pelo placar de 3-0, sendo que quem inaugurou o placar foi Ronaldo.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 1ª Temporada no Manchester United
PdGmACACVMj na temporada 2003-04
40*67312278

Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

* 6 gols, dos quais 4 foram pela Premier League e 2 pela Copa da Inglaterra

2004-05

Ganhando cada vez mais confiança, sob o comando de “Sir” Alex Ferguson, Ronaldo fez duas das suas melhores atuações na temporada 2004-05 nas partidas contra Aston Villa e Arsenal. Diante do Aston Villa, Ronaldo fez 1 gol e 1 passe para gol (assistência), válida pela vigésima quarta rodada da Premier League.

Diante dos Gunners ,Arsenal, um clássico eletrizante, jogo disputado no dia 1 de fevereiro de 2005, Cristiano Ronaldo empatou o jogo quando o placar do jogo era de 2-1 para o Arsenal e depois fez o gol da virada. O placar da partida foi de 4-2 para os Red Devils, ou seja, Ronaldo foi uma das peças fundamentais na vitória do Manchester United nesta partida, porém os Red Devils levaram o troco para este mesmo Arsenal na mesma temporada, o Manchester United chegou até a final da Copa da Inglaterra e perdeu para o Arsenal na disputa por pênaltis após 120 minutos de 0-0.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 2ª Temporada no Manchester United
PdGmACACVMj na temporada 2004-05
50*9653716

* 9 gols, dos quais 5 foram pela Premier League e 4 pela Copa da Inglaterra

2005-06

Podia-se notar que quanto mais o tempo passava, mais o rendimento do jovem português com a camisa do Manchester United melhorava ano após ano, temporada após temporada.

Na temporada 2005-06, “o gajo”, Cristiano Ronaldo, aumentou a sua média de gols e também aumentou o número das suas “vítimas”, Bolton Wanderers e Portsmouth já o conheciam muito bem, mas mesmo assim cada equipe, além do Fulham levaram 2 gols em uma única partida da até então jovem revelação portuguesa que pouco a pouco se transformava em uma “realidade” no futebol.

Cristiano Ronaldo também foi o autor do gol de número mil do Manchester United no dia 29 de outubro de 2005, na derrota para o Middlesbrough pelo placar de 4-1. Em consequência da melhora no seu rendimento, Cristiano Ronaldo assinou um novo contrato com o clube no qual ele estendia o seu vínculo com o mesmo até 2010.

Ainda convém lembrar que, nesta temporada, mais precisamente no dia 26 de fevereiro de 2006, os Red Devils foram campeões da Copa da Liga Inglesa (EFL Cup) e Cristiano Ronaldo marcou o terceiro gol da partida sobre o Wigan. Partida na qual o Manchester United bateu o adversário pelo placar de 4-0.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 3ª temporada no Manchester United
PdGmACACVMj na temporada 2005-06
47*1281013413

* 12 gols, dos quais 9 foram pela Premier League, 2 pela Copa da Liga Inglesa e 1 pela UEFA Champions League

2006-07

Apesar de ter se desentendido com seu companheiro de equipe, Wayne Rooney, em uma partida na qual eram adversários na Copa do Mundo de 2006 e consequentemente ser vaiado ao longo desta temporada, Cristiano Ronaldo seguia quebrando mais recordes.

Desta vez ele conseguiu fazer mais de 20 gols em uma única temporada, além de dar mais passes para gols (assistências), ou seja, seus números em relação as temporadas anteriores melhoraram em muitos quesitos, principalmente na Premier League e na UEFA Champions LeagueLiga dos Campeões da Europa, pois os Red Devils foram campeões da Premier League 2006-07 e chegaram às semifinais da Liga dos Campeões.

Em uma de suas performances, Cristiano Ronaldo foi aplaudido de pé pela torcida adversária do Blackburn Rovers. Foi eleito “o jogador do mês” por duas vezes seguidas – eleito o melhor jogador dos meses de novembro e dezembro e também tornou-se o terceiro jogador, naquela época, a atingir este feito. Foi o terceiro maior goleador da Premier League, atrás apenas de Didier Drogba e Benni McCarthy, também conseguiu fazer o seu gol (único gol da partida) de número 50 com a camisa dos Red Devils no “derby” de Manchester ao os Red Devils venceram o Manchester City pelo placar de 1-0 em partida válida pela trigésima sétima rodada da Premier League, disputada em 05/05/2007.

Portanto, esta temporada do português fora a sua melhor temporada até aquele momento, pois conquistou um título e foi eleito o terceiro melhor jogador do mundo, atrás apenas de Kaká e Lionel Messi, além de ganhar diversos prêmios individuais.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 4ª Temporada no Manchester United
PdGmACACVMj na temporada 2006-07
53*232054395

* 23 gols, dos quais 17 foram Premier League, 3 pela Copa da Inglaterra e 3 pela UEFA Champions League

2007-08

A princípio, a temporada anterior havia sido a melhor temporada de Ronaldo com a camisa do Manchester United até aquele momento, todavia, a sua melhor temporada vestindo a camisa dos Red Devils foi esta: marcou 42 gols ao final desta temporada. É incontestável afirmar que este foi o auge do português jogando pelo futebol inglês. Foi um dos jogadores mais importantes da sua equipe.

Cristiano Ronaldo fez o seu primeiro gol nesta temporada no clube que lhe deu a primeira oportunidade como jogador profissional, o Sporting, partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões 2007-08 ao qual o Manchester United bateu o Sporting pelo placar de 1-0 no estádio do adversário, José Alvalade , como se não bastasse, conseguiu o seu primeiro e único hat-trick – ocorre quando o jogador faz 3 gols ou mais numa única partida – contra o Newcastle, em jogo válido pela vigésima segunda rodada da Premier League, disputada em 12/01/2008. Os Red Devils venceram pelo placar de 6-0, coincidentemente, após esta partida o Manchester United assumia a liderança do campeonato inglês.

Um mês depois, em 19/03/2008, pela primeira vez foi o capitão do time, cuja vitória sobre o Bolton Wanderers teve participação direta nos 2 únicos gols da partida. Até aquele momento o português havia marcado 33 gols pelo Manchester United, consequentemente quebrou o recorde que pertencia a George Best que fez 32 gols na temporada 1967-68. Ao final desta temporada foi o artilheiro da Premier League com 31 gols e também foi o artilheiro da UEFA Champions League com 8 gols. Sua equipe foi campeã destas duas competições, além do Mundial Interclubes da FIFA de 2008 e ainda convém lembrar que ele conseguiu ganhar mais prêmios individuais nesta temporada do que na última temporada, quando já havia ganho muitos prêmios em categorias individuais.

A trajetória do Manchester rumo ao título da UEFA Champions League foi o seguinte> primeiro colocado do grupo F com 5 vitórias e 1 empate, um grupo que contava com o seu ex-clube, o Sporting de Portugal, Roma da Itália e Dínamo Kiev da Ucrânia. Nas oitavas de finais despachou o Lyon pelo placar agregado de 2-1. Na fase seguinte, as quartas de finais, o Manchester United reencontrava a Roma, mesma equipe adversária da fase de grupos.

Os Red Devils passaram pelo placar agregado de 3-0. Nas semifinais, o adversário era o Barcelona do promissor Lionel Messi, placar agregado de 1-0 e o Manchester United estava na final. O adversário da vez era o compatriota Chelsea e mesmo diante de sua primeira final de um torneio continental, Cristiano parecia não sentir, pois fez o primeiro gol da partida aos 26 minutos do primeiro tempo, porém, os Blues – Chelsea – empatou a partida aos 45 minutos do primeiro tempo com gol de Lampard.

Após o tempo regulamentar o empate persistiu e portanto, o jogo foi para a prorrogação, mas ainda assim o 1-1 persistia e com isso a decisão foi para os pênaltis. Mesmo Cristiano Ronaldo perdendo um dos pênaltis, o Manchester United venceu a decisão por pênaltis e pela terceira vez em toda a sua história se sagrava campeão da Liga dos Campeões da Europa.

Por isso tudo, sem dúvida alguma, depois destas conquistas e dos recordes que quebrou nesta temporada, seria inevitável Cristiano Ronaldo não ser eleito o melhor jogador do mundo do ano de 2008.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 5ª Temporada no Manchester United
PdGmACACVMj na temporada 2007-08
49*428714154

* 42 gols, dos quais 31 form pela Premier League, 8 pela UEFA Champions League e 3 pela Copa da Inglaterra

2008-09

Após todas as conquistas citadas até aqui e os feitos que Cristiano Ronaldo atingiu vestindo a camisa do Manchester United, rumores sobre uma possível transferência para o Real Madrid da Espanha começavam a circular pela Europa e pelo mundo, mas, como eram só rumores, Ronaldo ainda era um “funcionário” do Manchester United e para mostrar que estava com a cabeça no seu atual clube até aquele momento.

Terminou a temporada 2008-09 fazendo 26 gols nas 53 partidas em que disputou. Em 2009 a FIFA que é a entidade máxima do futebol passou a premiar o gol “mais bonito” da temporada com o prêmio FIFA Puskás Award, ou simplesmente Puskás, e o primeiro atleta a levar este prêmio foi o Cristiano Ronaldo com o gol marcado diante do Porto na vitória de 1-0, em jogo válido pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

O seu último gol como atleta do Manchester United foi marcado no “derby” de Manchester em uma partida válida pela trigésima sexta rodada da Premier League, em 10/05/2009. Mesmo esta temporada sendo a última de Ronaldo com a camisa dos Red Devils, ele foi o vice-artilheiro do campeonato inglês 2008-09, ficando atrás de Nicolas Anelka do Chelsea, campeão da Premier League e também campeão da Copa da Liga Inglesa(EFL Cup), foi vice-campeão da Liga dos Campeões da Europa que teve o Barcelona como o campeão da Liga dos Campeões 2008-09 e assim, o ciclo de Cristiano Ronaldo com o Manchester United se encerrava.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 6ª e última Temporada no Manchester United
PdGmACACVMj na temporada 2008-09
53*2612814319

* 26 gols, dos quais 18 foram pela Premier League, 4 pela UEFA Champions League, 2 pela Copa da Liga Inglesa, 1 pela Copa da Inglaterra e 1 pelo Mundial Interclubes 2008

Títulos que conquistou pelo Manchester United

  • UEFA Champions League 2007-08
  • Premier League 2006-07, 2007-08 e 2008-09
  • Mundial Interclubes da FIFA 2008
  • Copa da Inglaterra 2003-04
  • FA Community Shield 2007

  • O vídeo acima mostra todos os gols de Cristiano Ronaldo com a camisa do Manchester United
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 1 de julho de 2015 por FerCR7

 

Real Madrid

2009-10

Os rumores sobre a saída de Cristiano Ronaldo do Manchester United se confirmaram como verdadeiros. O Real Madrid tinha realmente o desejo de contar com o português em seu elenco e assim, o clube espanhol fez uma oferta ao Manchester United no valor de 93,9 milhões de euros (na época era o equivalente a 256 milhões de reais).

Quando a contratação foi confirmada, foi considerada a transferência mais cara da história do futebol naquela época, superando até mesmo a contratação de Zinedine Zidane em 2001 (72 milhões de euros) que trocou a Juventus da Itália pelo Real Madrid. Além de ser considerada a contratação mais cara da história na época, teve contrato válido até o ano de 2015, depois o seu contrato foi prorrogado.

Pelo menos pouco mais de 80 mil torcedores compareceram ao estádio Santiago Bernabéu nas apresentações dos melhores do mundo de 2008 e 2007, Cristiano Ronaldo e Kaká respectivamente.

Cristiano Ronaldo queria a camisa 7, porém, teve de se contentar com a 9, porque a camisa 7 já pertencia a um ídolo do clube que era o atacante espanhol Raúl, naquele instante, mas vale ressaltar que “o gajo” recebeu a camisa de número 9 diretamente das mãos de um dos maiores ídolos merengues de todos os tempos: o argentino Alfredo Di Stéfano que é um dos maiores artilheiros da história do Real Madrid e da Liga dos Campeões da Europa.

Mal chegou ao seu novo clube e logo mostrou serviço, na sua estreia pelo seu novo clube fez o seu primeiro gol com a camisa do Real Madrid diante do Deportivo La Coruña em partida válida pela primeira rodada da “La Liga” (campeonato espanhol), partida disputada no dia 29/08/2009. Ronaldo fez o segundo gol do Real Madrid na partida, o resultado do jogo foi vitória dos merengues (Real Madrid) pelo placar de 3-2.

Não bastasse os recordes que quebrou pelo Manchester United, “o gajo” conseguiu marcar em cada um dos seus 4 primeiros jogos com o clube e se tornou o primeiro jogador a realizar esta façanha, além de também marcar gols na primeira partida da fase de grupos da UEFA Champions League 2009-10 (a “vítima” do português foi o Zürich da Suíça).

As coisas caminhavam bem até aí, mas a sequência de Ronaldo foi interrompida no clube devido a uma lesão no tornozelo no mês de outubro de 2009, lesão que o afastou dos gramados por 7 semanas e uma semana após o seu retorno aos gramados, o português levou o seu primeiro cartão vermelho em uma partida contra o Almería, apesar de não ter levantado nenhum troféu nesta temporada “o gajo” foi o terceiro maior goleador da La Liga, ficando atrás apenas de Lionel Messi do Barcelona e do até então companheiro de equipe Gonzalo Higuaín e também o vice-artilheiro da UEFA Champions League, pois o artilheiro da Liga dos Campeões da Europa foi Lionel Messi.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 1ª Temporada no Real Madrid
PdGmACACVMj na temporada 2009-10
35*3312322915

* 33 gols, dos quais 26 foram pela La Liga e 7 pela UEFA Champions League

2010-11

Ao final da temporada 2009-10 Raúl deixa o Real Madrid e com a saída dele o português passa a ser o dono da camisa de número 7 dos merengues. Ronaldo continuava quebrando mais recordes e pela primeira vez em toda a sua carreira, em uma única partida ele fez 4 gols  (2º hat-trick na carreira atuando por clubes) na vitória diante do Racing Santander pelo placar de 6-1, em partida válida pela oitava rodada da La Liga, partida disputada no dia 23/10/2010.

Outro recorde que CR7 (Cristiano Ronaldo) quebrou: marcar 11 gols em um único mês, 3 gols pelo campeonato espanhol, 1 pela Liga dos Campeões da Europa e 2 gols pela Seleção de Portugal. Posteriormente Ronaldo fez mais tripletes (3 gols num único jogo) do que de costume, estes hat-tricks foram marcados contra Athletic Bilbao, Levante, Villareal e Málaga e ainda assim o português não fez parte do primeiro trio do FIFA Ballon d’Or, uma premiação que passou a ser realizada anualmente para apontar o jogador de futebol que teve o melhor desempenho no ano anterior.

Os feitos de Cristiano Ronaldo na temporada 2010-11 não pararam por aí, pois ele voltou a repetir o feito de marcar 4 gols em um único jogo, este jogo foi diante do Sevilha, em partida válida pela 35ª rodada da La Liga no dia 07/05/2011, mesmo jogando fora de casa os merengues “massacraram” o Sevilha ao vencer a partida pelo placar de 6-2. CR7 (Cristiano Ronaldo) também foi o autor do gol do título da Copa do Rei, a final foi diante do Barcelona, os merengues venceram esta partida na prorrogação pelo placar de 1-0, além de ter ganho dois prêmios individuais na temporada; Pichichi, prêmio entregue ao final de cada temporada da La Liga pelo jornal espanhol “Marca” ao artilheiro do campeonato e a “Bota de ouro da UEFA” por ter feito 53 gols em uma única temporada.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 2ª Temporada no Real Madrid
PdGmACACVMj na temporada 2010-11
54*531874618

* 53 gols, dos quais 40 foram só pela La Liga, 7 pela Copa do Rei e 6 pela UEFA Champions League

2011-12

Não bastasse a última e bem-sucedida temporada do CR7 e este atleta continuava quebrando um recorde atrás do outro, aumentou a sua média de gols em relação a temporada passada de 53 gols para 60 gols em uma única temporada.

Falando em gols, marcou o seu gol de número 100 com a camisa dos merengues (Real Madrid) em pleno Camp Nou pela Supercopa da Espanha, uma competição disputada entre o campeão da La Liga e o campeão da Copa do Rei, porém, o Barcelona foi o campeão desta competição (5-4 no placar agregado).

Pela primeira vez desde a temporada 2008-09 o português ficou entre os concorrentes ao prêmio FIFA Ballon d’Or, mas desta vez foi eleito o segundo melhor jogador do mundo, ficando atrás do argentino Lionel Messi.

Nesta temporada o português “colecionou” muitos hat-tricks, as equipes em que o português marcou 3 ou mais gols numa só partida foram: Real Zaragoza, Rayo Vallecano, Osasuna, Málaga e Sevilha. Real Madrid e Barcelona voltaram a se enfrentar novamente, desta vez pelas quartas de finais da Copa do Rei.

Mesmo com o CR7 fazendo 2 gols, mais uma vez a equipe blaugrana – Barcelona – levou a melhor sobre os merengues. Mesmo não levando a melhor contra o Barcelona nas quartas de finais da Copa do Rei e na Supercopa da Espanha, ainda assim não foi uma temporada perdida para os Galácticos – Real Madrid -, pois foram campeões da La Liga e a equipe merengue foi campeã em grande estilo por atingir a marca de 100 pontos no campeonato.

Mais recordes? Sim, o português seguiu batendo mais recordes! O feito que ele atingiu desta vez foi marcar o seu centésimo gol pela La Liga, campeonato espanhol, a vítima da vez foi o Real Sociedad, partida válida pela trigésima rodada da La Liga, os merengues venceram o jogo pelo placar de 5-1 e Cristiano Ronaldo marcou 2 dos 5 gols do time merengue, um marco (seu gol de número 100 na La Liga) que alcançou em noventa e duas partidas em 3 temporadas, quebrando o recorde anterior que pertencia a Ferenc Puskás.

El Clásico.

A palavra hat-trick passou a ser comum quando se tratava de CR7 e o rival da capital (Atlético de Madrid) também não conseguiu escapar de levar 3 gols do português, em jogo válido pela trigésima terceira rodada, o Atlético de Madrid perdeu pelo placar de 4-1 para o Real Madrid, em partida disputada no dia 24/03/2012.

Após este jogo, Ronaldo já havia igualado o número de gols da última temporada que era de 40 gols. Ao fim desta temporada Cristiano Ronaldo fez 46 gols, mas, surpreendentemente não foi o artilheiro do campeonato espanhol porque o artilheiro desta competição foi Lionel Messi, que ao final da La Liga 2011-12 fez 50 gols, além disso, o português também ficou atrás de Lionel Messi em gols marcados pela UEFA Champions League, pois o argentino fez 14 gols, Mario Gomez que na temporada 2011-12 jogava pelo Bayern de Munique fez 12 gols e o português fez 10 gols.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 3ª Temporada no Real Madrid
PdGmACACVMj na temporada 2011-12
55*601574902

* 60 gols, dos quais 46 foram só pela La Liga, 10 pela UEFA Champions League, 3 pela Copa do Rei e 1 pela Supercopa da Espanha

2012-13

CR7 inicia a temporada de 2012-13 conquistando o seu terceiro título pelo clube espanhol (Supercopa da Espanha) com um gol em cada jogo, porém, vale ressaltar que o placar agregado foi de 4-4, portanto o Real Madrid foi campeão desta competição por ter feito mais gols fora de casa.

Como de costume o português fez mais hat-tricks nesta temporada, a novidade da vez é que pela primeira vez Cristiano Ronaldo fez um hat-trick pela UEFA Champions League, o adversário que levou 3 gols do português foi o Ajax da Holanda, em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Após uma pausa no campeonato espanhol (os clubes jogam até no máximo antes do Natal e depois retornam a disputa depois do dia 1 de janeiro), Ronaldo ganhou a braçadeira de capitão pela primeira vez desde que foi contratado pelo clube merengue.

Na sua primeira partida como capitão da equipe no dia 06/01/2013 o Real Madrid bateu o Real Sociedad pelo placar de 4-3, em partida válida pela décima oitava rodada da La Liga. A propósito, na sua primeira partida como capitão o CR7 foi o autor de 2 dos 4 gols do Real Madrid. No dia 30/01/2013, Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro estrangeiro em 60 anos a ser o capitão do Real Madrid diante do Barcelona (El Clásico), coincidentemente, esta foi a partida de número 500 de Cristiano Ronaldo com a camisa do Real Madrid e 3 dias antes contra o Getafe ele havia marcado o seu gol de número 300 da sua carreira (gol de número 300 atuando por clubes), além de mais um hat-trick neste mesmo jogo (diante do Getafe). Já que estamos falando de hat-tricks, Celta de Vigo e Sevilha foram as vítimas da vez, porém, a equipe que realmente levou o gol de número 200 de Cristiano Ronaldo com a camisa do Real Madrid foi o Málaga, em partida válida pela antepenúltima rodada do campeonato espanhol (trigésima sexta rodada da La Liga), partida disputada no dia 08/05/2013, o Real Madrid bateu o Málaga pelo placar de 6-2, Cristiano Ronaldo fez um dos 6 gols deste jogo.

Veja Também!  GUERRERO DECISIVO! Assista aos Melhores Momentos de Corinthians 1 x 0 Chelsea - Mundial de Clubes 2012 - Jogos Históricos

Como senão bastasse, CR7 ajudou a sua equipe a passar pelo Barcelona na semifinal da Copa do Rei e o recorde que ele bateu desta vez foi marcar gol pela sexta vez seguida no estádio do adversário (Camp Nou), consequentemente, o Real Madrid chegou a final e a equipe que o Real Madrid iria enfrentar na final da Copa do Rei era o Atlético de Madrid, equipe comandada pelo técnico Diego Simeone e apesar de Ronaldo ter marcado o primeiro gol da partida, os Galácticos (Real Madrid) levaram a virada e ainda viram “o gajo” ser expulso na prorrogação e assim sendo, tiveram de se contentar em ser vice-campeões.

O Real Madrid também foi eliminado na semifinal da Liga dos Campeões da Europa pela terceira vez seguida (na temporada 2010-11 os merengues foram eliminados pelo Barcelona, na temporada seguinte pelo Bayern de Munique e nesta temporada foram eliminados pelo Borussia Dortmund).

Vale ressaltar que antes da temporada 2009-10, o Real Madrid passava pela fase de grupos da UEFA Champions League, mas sempre caia nas oitavas de finais e com a chegada de CR7 a equipe chegou mais longe nesta competição nas 3 temporadas seguintes, seria um presságio do que estava por vir? Real Madrid não chegava a final da Liga dos Campeões desde a temporada 2001-02 (última conquista da equipe merengue disputando esta competição), apesar do Real Madrid não ter sido o campeão desta competição, pelo menos o seu jogador (Cristiano Ronaldo) foi o artilheiro desta competição, mas pela La Liga, Ronaldo foi apenas o vice-artilheiro desta competição, porque quem foi o artilheiro da La Liga 2012-13 foi Lionel Messi e além disso, também ficou atrás do argentino no prêmio FIFA Ballon d’Or.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 4ª Temporada no Real Madrid:
PdGmACACVMj na temporada 2012-13
55*55131314631

* 55 gols, dos quais 34 foram pela La Liga, 12 pela UEFA Champions League, 7 pela Copa do Rei e 2 pela Supercopa da Espanha

2013-14

A temporada 2013-14 mal começou e já se especulava uma possível transferência de Cristiano Ronaldo para um outro clube europeu, entretanto, o português optou pela renovação de contrato e ainda por cima estendeu o seu contrato até o ano de 2018 com um salário anual líquido de 17 milhões de euros, tornando-o brevemente o jogador de futebol mais bem pago do mundo. Cristiano Ronaldo ganhou a companhia de Gareth Bale, cuja transação ultrapassou os 100 milhões de euros. Cristiano Ronaldo, Karim Benzema e Gareth Bale passaram a formar um trio que ficou popularmente conhecido como “BBC”.

Na imagem acima pode-se ver os jogadores que formam o trio BBC.

No final do mês de novembro, Ronaldo já havia marcado 32 gols em vinte e duas partidas, incluindo os gols que ele fez pela Seleção portuguesa, sem falar nos hat-tricks contra Galatasaray, Sevilha, Real Sociedad, Seleção da Irlanda do Norte e contra a Seleção da Suécia. Em suma: ao final do ano de 2013, CR7 fez 69 gols em 59 partidas disputadas. O seu desempenho não passou desapercebido, pela primeira vez na sua carreira ele foi recompensado com o prêmio FIFA Ballon d’Or (o prêmio de melhor jogador do mundo que ele ganhou em 2008 possuía outro nome).

Concomitantemente com as suas realizações individuais, mais uma vez Cristiano Ronaldo foi coroado, desta vez com a conquista da “la décima” (décimo título do Real Madrid na Liga dos Campeões da Europa).

A trajetória do Real Madrid até o título da UEFA Champions League foi a seguinte> primeiro colocado do Grupo B da fase de grupos com 5 vitórias e 1 empate num grupo que contava com o Copenhague da Dinamarca, a Juventus da Itália e o Galatasaray da Turquia; passou pelo Schalke 04 da Alemanha nas oitavas com um placar agregado de 9-2; em partida válida pela quarta de final contra o Borussia Dortmund da Alemanha pelo placar agregado de 3-2, sobre esta partida ainda convém lembrar que Cristiano Ronaldo chegou a mais uma marca, disputou a sua centésima partida por esta competição (UEFA Champions League) e ainda igualou a marca de Lionel Messi na artilharia da Liga dos Campeões em uma única competição (14 gols); o adversário na semifinal era o atual campeão da UEFA Champions League (Bayern de Munique), os merengues não tomaram conhecimento e avançaram à final com um placar agregado de 5-0, destaque para o jogo da volta, o Real Madrid bateu o Bayern de Munique em plena Allianz Arena pelo placar de 4-0, Cristiano Ronaldo fez 2 dos 4 gols da partida e consequentemente se tornou o maior goleador da Liga dos Campeões em uma única edição (16 gols); o adversário da final era uma outra equipe da Espanha, ainda convém lembrar que a equipe também era da mesma cidade que o Real Madrid, portanto pode-se concluir que a equipe adversária era o Atlético de Madrid.

Mesmo jogando a Final, CR7 afirmou ter jogado no sacrifício (por este motivo não jogou a final da Copa do Rei, mas mesmo sem ele, os merengues foram campeões) e ainda assim ele fez o último gol da partida de pênalti, ao qual o Real venceu o Atlético pelo placar de 4-1 após empate no tempo regulamentar. Gol anotado aos 15 minutos do segundo tempo da prorrogação, em consequência disso Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro jogador a marcar gols em finais de Liga dos Campeões por duas equipes diferentes.

Após a vitória CR7 deu a seguinte declaração: “na vida não se vence sem sacrifícios e por isso tem que correr riscos!”. Com o triunfo diante dos “colchoneros” (Atlético de Madri), o Real Madrid encerrou um jejum que durava desde a temporada 2001-02.

Troféu da UEFA Champions League 2013-14

A temporada 2013-14 só não foi “completa” porque o Real Madrid ficou em terceiro lugar no campeonato espanhol. Mesmo passando por um período de inatividade devido a uma lesão, Cristiano Ronaldo ainda conseguiu realizar as seguintes façanhas: dividiu o troféu Pichichi com Luis Suárez que é atacante do Barcelona, marcou o seu gol de número 400 em toda a sua carreira (contam-se os gols que ele marcou pelos clubes que atuou e pela Seleção do seu país) diante do Celta de Vigo em partida disputada no dia 06/01/2014. Logo após o fim desta partida, Cristiano Ronaldo dedicou este gol a Eusébio que falecera dois dias antes e também foi o artilheiro da La Liga.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 5ª Temporada no Real Madrid:
PdGmACACVMj na temporada 2013-14
47*5117714030

* 51 gols, dos quais 31 foram pela La Liga, 17 pela UEFA Champions League e 3 pela Copa do Rei

2014-15

Antes do início da temporada começar em muitos países europeus, o campeão da UEFA Champions League disputa o título da Supercopa da UEFA com o campeão da Europa League e os campeões destas competições eram Real Madrid e Sevilha respectivamente, mesmo com a temporada começando CR7 já mostrou o seu “cartão de visitas” ao marcar os 2 gols do Real Madrid na vitória por 2-0 sobre o Sevilha. Posteriormente, ele teve até aqui o seu melhor início no campeonato espanhol, fez 15 gols nas 8 primeiras rodadas desta competição, incluindo um destes jogos no qual fez 4 gols na equipe do Elche, mais os hat-tricks contra Deportivo La Coruña e Athletic Bilbao.

Depois de disputar o Mundial Interclubes 2014 com a equipe merengue no Marrocos, Cristiano Ronaldo ganhou a Bola de Prata que é premiação dada ao segundo melhor jogador do Mundial Interclubes, porém, ganhou a premiação individual mais importante que um jogador de futebol pode ganhar, pela segunda vez consecutiva o português era eleito o melhor jogador do mundo quando ganhou o FIFA Ballon d’Or de 2014, assim, se juntando a jogadores como Johan Cruyff, Michel Platini e Marco van Basten que também foram eleitos os melhores jogadores do ano por 3 vezes.

Após as “férias de inverno” onde os clubes ficam sem jogar do natal até o ano novo, CR7 começou a ter uma queda de rendimento e paralelamente a isso a equipe do Real Madrid sentiu e também entrou em declínio, pois perdeu a primeira partida do ano de 2015 para o Valencia, Cristiano Ronaldo até fez o único gol dos Galácticos, mas mesmo assim o Real Madrid saiu de campo derrotado pelo placar de 2-1.

Com este revés os merengues perderam a invencibilidade após ficarem 22 jogos sem perder e a queda de rendimento não parou por aí, a equipe merengue não obteve êxito nas outras duas competições que disputava naquele momento, foram “apenas” vice-campeões” da La Liga e na competição onde eram os atuais campeões, caíram na semifinal diante da Juventus e mesmo não tendo uma temporada tão bem-sucedida como a última, CR7 foi o artilheiro do campeonato espanhol e também pelo terceiro ano seguido foi o artilheiro da UEFA Champions League dividindo este posto com outros 2 jogadores do Barcelona. Esses 2 atletas da equipe blaugrana eram Messi e Neymar.

Cristiano Ronaldo estava se tornou especialista em aumentar sua média de gols em fins de temporadas e “cansado” de marcar 4 ou 3 gols numa única partida, desta vez ele fez 5. A vítima da vez foi o Granada que sofreu uma derrota acapachante pelo placar de 9-1, partida válida pela vigésima nona rodada da La Liga, disputada no dia 05/04/2015.

Não obstante, Ronaldo fez o seu gol de número 300 com a camisa da equipe merengue em um jogo contra o Rayo Vallecano. Posteriormente, fez mais hat-tricks nas seguintes equipes: Sevilha, Espanyol e Getafe, ou seja, seu trigésimo primeiro hat-trick, assim superando Alfredo Di Stéfano que fez 28 hat-tricks.

Ao fazer um balanço geral de CR7 nesta temporada, mesmo com a sua equipe caindo de produção, ele se recuperou da queda de rendimento que teve no início da temporada, ganhou pela segunda vez seguida o troféu Pichichi, além de conquistar a sua quarta “Bota de ouro da UEFA”, ou seja individualmente Cristiano Ronaldo fez uma ótima temporada, assim a encerrando com a sua melhor marca até aqui: 61 gols marcados.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 6ª Temporada no Real Madrid
PdGmACACVMj na temporada 2014-15
54*6122614640

* 61 gols, dos quais 48 foram só pela La Liga, 10 pela UEFA Champions League, 2 pela Supercopa da UEFA e 1 pela Copa do Rei

2015-16

Esta era a sétima temporada de Cristiano Ronaldo com a camisa merengue e nesta temporada ele se tornou o maior goleador da história do clube pela La Liga e também por todas as competições que disputou. Em partida válida pela sexta rodada do campeonato espanhol, disputada em 12/09/2015, o Real Madrid venceu pelo placar de 6-0 e pela segunda vez na carreira, o português fez 5 gols numa única partida, o adversário que sofreu esses 5 gols de Cristiano Ronaldo e perdeu a partida por este placar elástico era o Espanyol.

Após esta partida, CR7 bateu mais um recorde, no seu jogo de número de 203, ele chegou a marca de 230 gols com a camisa da equipe merengue, assim, superando o recorde anterior que pertencia a Raúl, um dos maiores ídolos da história do Real Madrid. Um mês depois, mais precisamente em 17/10/2015, em partida válida pela oitava rodada da La Liga, Cristiano Ronaldo superou outra marca do ex-atacante Raúl ao marcar o segundo gol da vitória por 3-0 sobre o Levante, com isso, ele chegava a marca de 324 gols com a camisa merengue, sendo que, enquanto Raúl atuou pela equipe madrilenha, ele fez 323 gols.

O português seguiu quebrando mais recordes, desta vez, pela Liga dos Campeões da Europa, cuja competição o Real Madrid foi novamente campeão. A trajetória da equipe merengue até Milão, palco da final do torneio, foi a seguinte> primeira colocação do grupo A com 5 vitórias e 1 empate num grupo que contava com o Malmö da Suécia, Paris Saint-Germain da França e o Shakhthar Donetsk da Ucrânia.

Ainda pela fase de grupos da UEFA Champions League, convém lembrar que, em partida válida pela primeira rodada desta fase, cujo equipe adversária era o Shakhthar Donetsk, Ronaldo fez 3 dos 4 gols do Real Madrid no jogo e com isso, tornou-se o maior artilheiro da história da competição. Além disso, também chegou ao gol de número 500 da carreira em uma partida contra o Malmö da Suécia, partida na qual CR7 fez os 2 gols da vitória por 2-0, jogo disputado em 30/09/2015.

O mesmo Malmö foi presa fácil para o Real Madrid no Santiago Bernabéu, 4 gols de Cristiano Ronaldo na goleada de 8-0 sobre os suecos. Nas oitavas de finais, o Real Madrid passou pela Roma pelo placar agregado de 4-0 com CR7 fazendo gols nas duas partidas; nas quartas de finais, o adversário foi o “enjoado” Wolfsburg da Alemanha, que chegou a abrir uma vantagem de 2-0 no jogo da ida, porém, no Santiago Bernabéu, os “Galácticos” reverteram a diferença com um hat-trick de Cristiano Ronaldo – marcou os 3 gols da vitória – e assim sendo, os merengues passaram para a fase seguinte; nas semifinais, o adversário era o Manchester City da Inglaterra.

A equipe merengue sofreu, mas passou: placar agregado de 1-0 e mais uma vez os Galácticos estavam em uma final de UEFA Champions League; a final era novamente contra a mesma equipe que o Real Madrid bateu na final da Liga dos Campeões da temporada 2013-14, o Atlético de Madrid. Cristiano Ronaldo jogou a final contra os colchoneros abaixo da sua forma física, mas ainda assim foi importante para a sua equipe, pois após 120 minutos de 1-1 a partida foi decidida nos pênaltis e mais uma vez os merengues levaram a melhor, com a última cobrança sendo convertida pelo português e o Real Madrid conquistava a Europa pela décima primeira vez, além de Cristiano Ronaldo, terminar a Liga dos Campeões da Europa como o artilheiro da competição.

Na imagem abaixo, pode-se ver CR7 beijando a taça da UEFA Champions League 2015-16.

Enquanto isso, no campeonato espanhol, CR7 também quebrou outros recordes. Em partida disputada no dia 05/03/2016, Cristiano Ronaldo fez 4 gols na vitória de 7-1 sobre o Celta de Vigo. Após mais este hat-trick, Ronaldo chegava a marca de 252 gols na La Liga e se tornara o segundo maior goleador do campeonato espanhol, atrás apenas de Lionel Messi do Barcelona. Vale Ressaltar que esta era a sexta temporada seguida que Cristiano Ronaldo marcava mais de 50 gols em uma única temporada. A temporada só não foi “completa” porque ele foi o vice-artilheiro da La Liga, atrás apenas do uruguaio Luis Suárez, centroavante do Barcelona.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 7ª Temporada no Real Madrid
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
48*511534293

* 51 gols, dos quais 35 foram pela La Liga e 16 pela UEFA Champions League

2016-17

Mesmo com o início da temporada 2016-17, o Real Madrid não pôde contar com Cristiano Ronaldo nas 3 primeiras rodadas do campeonato espanhol. O motivo da ausência do português no começo do campeonato é que ele estava se recuperando de uma lesão no joelho que ele sofreu na final da Eurocopa 2016 jogando contra a Seleção da França. Em 06/11/2016 o português estendia o seu vínculo com a equipe merengue até 30 de junho de 2021.

Ao se recuperar da lesão, gradualmente, ele foi readquirindo ritmo de jogo e em 19/11/2016 fez mais um hat-trick. A “vítima” do português foi o Atlético de Madrid. Ao marcar 3 gols no rival, em partida válida pela décima segunda rodada da La Liga, CR7 se tornava o maior goleador do “derby” de Madrid com 18 gols marcados. Em 15/12/2016, Ronaldo fazia o seu gol de número 500 em toda a sua carreira profissional por clubes na vitória de 2-0 sobre o América do México no Mundial Interclubes 2016, competição a qual o Real Madrid foi campeão ao bater o Kashima Antlers na final pelo placar de 4-2, sendo que 3 dos 4 gols da equipe merengue foram anotados pelo português. Ao final deste torneio, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do Mundial Interclubes 2016, além de ter sido o artilheiro desta competição com 4 gols marcados.

Visando se concentrar no campeonato espanhol, enquanto a fase de mata-mata da Liga dos Campeões não começava, em 26/02/2017 o Real Madrid bateu o Villareal pelo placar de 3-2, em partida válida pela 24ª rodada da La Liga. O destaque do jogo ficou novamente por conta do português, pois ao converter o pênalti, ele acabava de ultrapassar Hugo Sánchez, e assim, Cristiano Ronaldo se tornava o artilheiro dos pênaltis mais prolífico na história da La Liga. Além disso, este foi o gol de número 5900 do Real Madrid na história do Campeonato Espanhol.

Mesmo já tendo conquistado a Europa por 11 vezes, isso não era o suficiente para o Real Madrid que voltou a ser campeão da UEFA Champions League com a seguinte trajetória> segundo colocado no grupo F que contava com equipes como o Borussia Dortmund da Alemanha, Légia Varsóvia da Polônia e o primeiro clube da carreira de Cristiano Ronaldo, o Sporting de Portugal.

O adversário das oitavas de final era o Napoli da Itália que foi presa fácil para a equipe merengue, pois o placar agregado foi de 6-2, ou seja, duas vitórias do Real Madrid pelo placar de 3-1.

O adversário das quartas-de-finais era o Bayern de Munique da Alemanha e senão fosse o CR7 sendo decisivo novamente, os merengues não teriam passado, pois ganharam dos alemães lá na Allianz Arena e no Santiago Bernabéu venceram na prorrogação, no jogo da volta, Cristiano Ronaldo fez 3 dos 4 gols na vitória por 4-2 e com isso o placar agregado ficou assim: 6-3 para o Real Madrid. Convém lembrar que no primeiro confronto entre as duas equipes lá na Alemanha, o português marcou os 2 gols da vitória por 2-1 e como consequência, ele se tornou o 1º jogador a chegar a marca de 100 gols nas competições de clubes da UEFA e não pára por aí, ao marcar um hat-trick no segundo confronto, ele chegou a marca de 100 gols na Liga dos Campeões.

Na semifinal o adversário era outra equipe espanhola, comandada por Diego Simeone, o Atlético de Madrid.

A equipe que iria disputar a final da UEFA Champions League em Cardiff, no País de Gales era o Real Madrid, pois na partida de ida, disputada em 02/05/2017, bateu os Colchoneros pelo placar de 3-0 com 3 gols do português. Com este hat-trick, Ronaldo se tornava o jogador com o maior número de gols na fase mata-mata da Liga dos Campeões da Europa, 50 gols.

Apesar de ter perdido o segundo jogo por 2-1, por ter construído uma boa vantagem no primeiro jogo, o Real Madrid praticamente selara a vaga para a final no jogo de ida. Ao derrotar a Juventus da Itália na final da UEFA Champions League, além de ter a Europa “aos seus pés” pela décima segunda vez, o Real Madrid quebrava uma escrita que já durava anos.

Foi campeão da Liga dos Campeões da Europa por duas vezes seguidas e a última equipe que conseguiu ser campeã por duas vezes em sequência foi o Milan (1988-89 e 1989-90), os merengues estiveram em 4 das últimas 3 finais desta competição. Cristiano Ronaldo também quebrou mais recordes; pela quinta temporada seguida ele era o artilheiro da UEFA Champions League; fez os 2 dos 4 gols do Real Madrid tornando-se o primeiro jogador a marcar gols em 3 finais de Liga dos Campeões da Europa, além de ter feito o seu gol de número 600 em toda a sua carreira como jogador profissional.

La duodécima: décimo segundo título do Real Madrid na UEFA Champions League.

Portanto, pode-se concluir que a temporada 2016-17 foi realmente “mágica” para o Real Madrid. Além de ser o campeão da Europa, também foi campeão da La Liga e em decorrência disso, Cristiano Ronaldo, novamente viria a ser eleito o melhor jogador do mundo após uma temporada fantástica da equipe merengue.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 8ª Temporada no Real Madrid:
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
46*421254126

* 42 gols, dos quais 25 foram pela La Liga, 12 pela UEFA Champions League, 4 pelo Mundial Interclubes e 1 pela Copa do Rei

2017-18

No início da temporada 2017-18, Cristiano Ronaldo iniciou esta temporada fazendo o que mais sabe fazer, gol. Em 13 de agosto de 2017, no primeiro jogo da Supercopa da Espanha diante do Barcelona, o português marcou o segundo gol da vitória por 3-1 sobre o rival, no entanto assim que marcou o seu tento nesta partida CR7 levou um cartão amarelo por tirar a camisa na comemoração, no entanto o português não gostou e empurrou o árbitro levemente para mostrar sua insatisfação e em decorrência disso, ele levou o segundo amarelo, foi expulso. Ele recebeu uma suspensão de 5 jogos após esta partida. Mesmo sem o seu principal jogador, os Galácticos venceram o Barça por 2-0 no segundo jogo e começaram a temporada 2017-18 com o pé direito.

Em 26/09/2017, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, além de ter jogado o seu 400º jogo com a camisa do Real Madrid e ele celebrou esta ocasião marcando 2 gols no triunfo por 3-1 sobre o Borussia Dortmund em pleno Signal Iduna Park, estádio do clube alemão.

Em 23/10/2017, as atuações de CR7 no primeiro semestre de 2017 fizeram com que ele recebesse o seu 5º prêmio de Jogador do Ano da FIFA, vale ressaltar que ele recebeu este prêmio pela segunda vez seguida.

Em 06/12/2017, em jogo da última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo marcou um dos gols na vitória por 3-2 sobre o Borussia Dortmund no Santiago Bernabéu e ao marcar um tento nesta partida, ele se tornou o primeiro jogador a marcar em todos os seis jogos da fase de grupos. Um dia depois, o português venceu a Bola de Ouro pela 5ª vez, recebendo o prêmio na Torre Eiffel em Paris, na França.

Em 10 de fevereiro de 2018, em jogo da 23ª rodada da La Liga, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro hat-trick desta temporada na goleada por 5-2 sobre o Real Sociedad e além disso, ele também proveu uma assistência neste jogo, para o gol de Lucas Vázquez.

Em 03/03/2018, CR7 marcou 2 gols na vitória por 3-1 sobre o Getafe em jogo da 27ª rodada da La Liga e com isso, ele quebrou mais um recorde, marcou o seu 300º gol na sua partida de número 286 do Campeonato Espanhol e com isso, ele se tornou o jogador mais rápido a alcançar essa marca e apenas o segundo jogador a fazer tantos gols depois de Lionel Messi. Pouco mais de duas semanas depois, ele chegou ao seu 50º hat-trick da carreira, marcando 4 gols na goleada por 6-3 sobre o Girona.

Mesmo com CR7 batendo recordes e mais recordes, o Real Madrid não repetiu o desempenho da temporada passada e terminou a La Liga 2017-18 na 3ª colocação, atrás do Barcelona e do Atlético de Madrid, mas em compensação, os merengues conseguiram um feito que o último clube que conseguiu atingi-lo foi o Bayern de Munique nas temporadas de 1973-74, 1974-75 e 1975-76; ser campeão da UEFA Champions League por 3 vezes seguidas.

A trajetória do Real Madrid até a conquista do seu 13º título da UEFA Champions League (La Tridecima)> os merengues ficaram em 2º lugar com 13 pontos – 4 vitórias, 1 empate e uma derrota – em um grupo que contava com o Tottenham da Inglaterra, o Borussia Dortmund da Alemanha e o APOEL Nicosia do Chipre. Como já foi dito anteriormente, o português marcou gols em todos os jogos da fase de grupos sendo que ele marcou dobletes na vitória por 3-0 sobre o APOEL no Santiago Bernabéu, na vitória por 3-1 sobre o Borussia Dortmund na Alemanha e na goleada por 6-0 sobre o APOEL no Chipre.

O adversário das oitavas-de-finais era o Paris Saint-Germain da França e no primeiro confronto diante dos franceses no Santiago Bernabéu, Cristiano Ronaldo marcou 2 gols na vitória por 3-1 sobre o PSG. No segundo jogo entre os espanhóis e os franceses, mais um triunfo dos Galácticos, desta vez por 2-1 em pleno Parc des Princes e o português marcou um dos tentos desta vitória.

Nas quartas de final o Real Madrid teria de enfrentar o mesmo time que derrotou na final da UEFA Champions League 2016-17, a Juventus. No primeiro confronto entre as duas equipes lá na Itália, o português marcou 2 gols na vitória por 3-0 sobre os italianos sendo que o segundo gol foi antológico, marcou um gol de bicicleta e isso impressionou até mesmo um dos zagueiros do time adversário – Andrea Barzagli – que descreveu esta “pintura” como um “gol de PlayStation” e não foi só o zagueiro que reconheceu este tento, a própria torcida do clube italiano o aplaudiu de pé após o gol.

Para quem achou que a vaga já estava certa se enganou, pois a Juventus estava vencendo os merengues por este mesmo placar (3-0) até o último minuto de jogo, quando o árbitro Michael Oliver marcou um pênalti para o Real Madrid e Cristiano Ronaldo converteu a cobrança e impediu que o jogo fosse para a prorrogação e além disso, ele colocou os Galácticos na semifinal da UEFA Champions League 2017-18.

Veja Também!  Melhores Momentos de Ajax 2 x 3 Tottenham - Champions League - Jogos Históricos

O adversário das semifinais era o Bayern de Munique e nos 2 confrontos diante dos alemães, ao qual o Real Madrid venceu o primeiro por 2-1 fora de casa e empatou com a equipe bávara em 2-2 no Santiago Bernabéu, o português não marcou gols nesses 2 jogos.

Na final da UEFA Champions League 2017-18, em 26/05/2018, o Real Madrid derrotou o Liverpool por 3-1, garantindo a Ronaldo o seu 5º título da Liga dos Campeões da sua carreira, o terceiro título seguido da equipe merengue. CR7 terminou como o artilheiro do torneio pela sexta temporada consecutiva, com 15 gols.

Cristiano Ronaldo segurando o troféu da UEFA Champions League 2017-18

Após a final, enquanto falava com os torcedores do Real Madrid presentes no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia – palco da final -, Cristiano Ronaldo disse que “foi lindo jogar pelo Real Madrid” e isso gerou especulações de que ele estava se despedindo do clube, dito e feito. Em 10/07/2018, por meio de um comunicado oficial, o Real Madrid anunciou um acordo de transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 9ª e última Temporada no Real Madrid
PdGmACACVMj na temporada 2017-18
 44*44 8413678

* 44 gols dos quais 26 foram pela La Liga, 15 pela UEFA Champions League, 2 pelo Mundial Interclubes da FIFA e 1 pela Supercopa da Espanha

Títulos que conquistou pelo Real Madrid

  •  UEFA Champions League 2013-14, 2015-16, 2016-17 e 2017-18
  • Supercopa da UEFA 2014 e 2017
  • Mundial Interclubes da FIFA 2014, 2016 e 2017
  • La Liga 2011-12 e 2016-17
  • Copa do Rei 2010-11 e 2013-14
  • Supercopa da Espanha 2012 e 2017
  • O vídeo abaixo mostra os 450 gols de Cristiano Ronaldo com a camisa do Real Madrid
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 12 de julho de 2018 por Shawccer TV

Juventus

2018-19

Cristiano Ronaldo sendo apresentado como o mais novo reforço da Juventus

Em 10 de julho de 2018, após uma semana de muitas especulações, Cristiano Ronaldo assinou um contrato válido por 4 anos com a Juventus da Itália e para contar com o português, o clube italiano teve de desembolsar 100 milhões de euros (o equivalente a 415 milhões de reais) superando Gonzalo Higuaín, que foi comprado pela própria Juventus por 90 milhões de euros em 2016. Esta transferência foi a mais alta de todos os tempos para um jogador com mais de 30 anos de idade e o maior já pago por um clube italiano. Ao assinar com o seu novo clube, Ronaldo citou a sua necessidade de um novo desafio como sua justificativa para deixar o Real Madrid.

Cristiano Ronaldo fez a sua estreia oficial pela Juventus na 1ª rodada da Serie A – Campeonato Italiano – em 18/08/2018, jogo no qual a “Velha Senhora” – Juventus – venceu o Chievo pelo placar de 3-2, mas não marcou gols neste jogo e nos 2 jogos seguintes.

Em 16/09/2018, em jogo da 4ª rodada da Serie A, o português marcou o seu primeiro gol, que foi imediatamente seguido por um segundo, em uma vitória por 2-1 sobre o Sassuolo no Allianz Stadium, estádio da Juventus; o último foi o 400º gol da sua carreira em campeonatos nacionais. Três dias depois, em sua primeira partida pela Juventus na Liga dos Campeões, ele foi expulso aos 29 minutos do primeiro tempo por “conduta violenta” – pela primeira vez em 154 jogos pela UEFA Champions League -, mas mesmo com um a menos, o clube italiano venceu o Valencia por 2-0 em pleno Mestalla, estádio do clube espanhol.

Em 29/09/2018, em jogo da 7ª rodada do Campeonato Italiano, Cristiano Ronaldo foi um dos principais destaques na vitória por 3-1 sobre o Napoli ao prover assistências para os 3 tentos da “Velha Senhora” nesta partida, para os 2 gols de Mandžukić e para o gol do zagueiro Bonucci.

Em 27/10/2018, em partida válida pela 10ª rodada da Serie A, CR7 marcou os 2 gols na vitória por 2-1 sobre o Empoli de virada fora de casa. Esta foi a segunda vez que o português marcou um doblete com a camisa do seu novo clube.

Em 07/11/2018, em jogo válido pela 4ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro tento com a camisa da Juventus nesta competição, porém mesmo marcando o seu primeiro gol na Liga dos Campeões pelo seu novo clube, a equipe de Turim perdeu para o Manchester United por 2-1 em pleno Allianz Stadium.

Em 27/11/2018, em mais um jogo válido pela fase de grupos da Liga dos Campeões, o português deu o passe para Mandžukić marcar o único gol da vitória da Juventus sobre o Valencia e com isso, Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro na história da UEFA Champions League a vencer 100 partidas e além disso, a vitória sobre a equipe espanhola selou a vaga da equipe de Turim para as oitavas-de-finais da UEFA Champions League 2018-19. Quatro dias depois, mas desta vez em partida válida pela 14ª rodada da Serie A, CR7 marcou um dos gols na vitória por 3-0 sobre a Fiorentina; este foi o seu 10º gol nesta edição do Campeonato Italiano e isso também fez dele o primeiro jogador da Juventus desde John Charles em 1957 a marcar 10 gols em seus primeiros 14 jogos pelo clube.

Depois de ficar em segundo lugar, tanto no prêmio de “Jogador do Ano da UEFA” como em “Melhor Jogador da FIFA” pela primeira vez em 3 anos, atrás de Luka Modrić, Ronaldo também ficou atrás do seu ex-companheiro de equipe no prêmio FIFA Ballon d’Or 2018.

Em 29/12/2018, em jogo da 19ª rodada da Serie A, CR7 marcou os 2 gols da Juventus no triunfo por 2-1 sobre o Sampdoria.

Em 16 de janeiro de 2019, Cristiano Ronaldo conquistou o seu primeiro troféu com o clube, a Supercopa da Itália 2018, depois de ter marcado de cabeça aos 16 minutos da segunda etapa, o único gol da vitória da Juventus sobre o Milan.

Em 02/02/2019, em jogo da 22ª rodada do Campeonato Italiano, CR7 marcou o seu quarto doblete da temporada no empate em 3-3 com o Parma e além de ter feito 2 gols nesta partida, o português também deu o passe para o zagueiro Daniele Rugani marcar o gol dele no jogo. Nas duas rodadas seguintes da Serie A, o português se destacou novamente com gols e assistências; 1 gol e uma assistência na vitória por 3-0 sobre o Sassuolo fora de casa e 1 gol e uma assistência na vitória por 3-0 sobre o Frosinone no Allianz Stadium. Além de isolar-se momentaneamente na artilharia do campeonato, CR7 também passou a ser o “garçom” número 1 da Serie A 2018-19.

Pela partida de ida das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Atlético de Madrid, Cristiano Ronaldo passou em branco e sendo assim, não conseguiu evitar a derrota da Juve por 2-0 no estádio do Wanda Metropolitano em Madri. Mas, no segundo confronto contra os espanhóis em 12/03/2019, grande atuação do novo camisa 7 da Juve que marcou os gols da vitória por 3-0 da sua equipe sobre o Atlético de Madrid e com isso, além de marcar o seu primeiro hat-trick pelo novo clube, também garantiu a vaga nas quartas-de-finais do torneio.

Após 4 jogos seguidos sem atuar (por conta de uma lesão), Ronaldo retornou a equipe na partida de ida das quartas-de-finais da Liga dos Campeões diante do Ajax da Holanda e marcou o único gol da sua equipe no empate de 1–1 fora de casa. No jogo da volta, também marcou, entretanto não evitou a derrota de virada por 2–1 ante a equipe holandesa e viu o Ajax sair classificado em Turim, não alcançando assim o grande objetivo da temporada que era a conquista do título dessa competição.

Após ficar 6 rodadas seguidas sem atuar na Serie A de 2018–19 entre lesão e descanso para os jogos da Liga dos Campeões, regressou a equipe em 20/04/2019 na 33ª rodada do Campeonato Italiano diante da Fiorentina, retornou com a missão de conquistar o título antecipado, e após a vitória da Juve por 2-1 nessa partida, sagrou-se campeão italiano somando mais um scudetto na história do clube assim sendo, conquistou o seu 2º título pelo clube em menos de uma temporada. Com a conquista, Ronaldo tornou-se o único jogador na história a ter vencido as 3 principais ligas do mundo (La Liga, Premier League e Calcio).

Em 27/04/2019, em jogo da 34ª rodada da Serie A, o português alcançou a marca de 20 tentos na competição ao marcar o gol do empate em 1-1 com a Internazionale no estádio Giuseppe Meazza em Milão. Marcou novamente na rodada seguinte do campeonato no empate em 1-1 com o Torino, sendo esse o seu último tento nessa temporada Na penúltima rodada, recebeu o prêmio de melhor jogador da competição, terminando com 21 gols – o que o tornou no 4º maior artilheiro do campeonato, ficando atrás apenas de Fabio Quagliarella da Sampdoria (26 gols), Duván Zapata da Atalanta (23 gols) e de Krzysztof Piątek do Milan (22 gols) – e 8 assistências; um dos jogadores que mais serviu os companheiros no campeonato.

Quanto a Juventus, além de ser a campeã dessa edição do Campeonato Italiano e também da Supercopa da Itália, chegou até as quartas-de-finais da Liga dos Campeões e da Copa da Itália.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 1ª Temporada na Juventus
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
 43*28 10413646

* 28 gols dos quais 21 foram pela Serie A, 6 pela UEFA Champions League e 1 pela Supercopa da Itália

2019-20

Após o término da temporada 2018-19, Massimiliano Allegri não teve o seu contrato renovado e com a saída dele Maurizio Sarri passou a ser o novo treinador da Juventus.

Em 31 de agosto de 2019, em jogo da 2ª rodada do Campeonato Italiano, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro tento nessa temporada na vitória por 4-3 sobre o Napoli.

Em 21/09/2019, em partida válida pela 4ª rodada da Serie A, o português marcou de pênalti um dos gols do triunfo por 2-1 sobre o Hellas Verona e além do tento marcado, também contribuiu com assistência para o gol de Aaron Ramsey. Três dias depois, a FIFA anunciou as premiações dos melhores jogadores da temporada anterior e o português ficou em 3º lugar no The Best FIFA Football Awards 2019, atrás de Lionel Messi e Virgil van Dijk, mais uma vez faltando a cerimônia.

Em 28/09/2019, em jogo da 6ª rodada da Serie A, o camisa 7 da Juve marcou o seu 3º tento nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o SPAL. Três dias depois, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o gajo marcou o 3º gol da vitória por 3-0 sobre o Bayer Leverkusen da Alemanha e ainda convém lembrar que nessa mesma partida, tornou-se no jogador com mais vitórias na história da competição ao alcançar o seu 102º triunfo.

Em 19/10/2019, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Italiano, Cristiano Ronaldo marcou o seu 5º tento nessa temporada na vitória por 2-1 sobre o Bologna.

Em 01/12/2019, em jogo da 14ª rodada da Serie A, o camisa 7 da “Velha Senhora” marcou o segundo gol do empate em 2-2 com o Sassuolo. Nos 2 jogos seguintes da Juve nessa temporada, mais gols do português; 1 gol na vitória por 2-0 sobre o Bayer Leverkusen na Alemanha e o único gol do seu time na derrota por 3-1 ante a Lazio na 15ª rodada da Serie A.

Em 15/12/2019, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Italiano, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na vitória por 3-1 sobre a Udinese, assim como também marcou 1 tento na vitória por 2-1 sobre a Sampdoria fora de casa na rodada seguinte do campeonato.

Em 6 de janeiro de 2020, em jogo da 18ª rodada da Serie A, o português marcou o seu primeiro e único hat-trick nessa temporada até aqui na goleada por 4-0 sobre o Cagliari e vale ressaltar que além dos 3 gols marcados, também proveu assistência para o gol de Gonzalo Higuaín. Nos 4 jogos seguintes da Juve no Campeonato Italiano, 6 tentos do craque; 1 gol na vitória por 2-1 sobre a Roma, os gols da vitória por 2-1 sobre o Parma, o único gol da derrota por 2-1 ante o Napoli e 2 gols de pênalti no triunfo por 3-0 sobre a Fiorentina.

Até aqui, Cristiano Ronaldo disputou 27 partidas, fez 22 gols – 19 pela Serie A 2019-20 o que faz dele o vice-artilheiro do campeonato – e proveu 3 assistências.

  • Números de Cristiano Ronaldo na sua 2ª e atual Temporada na Juventus
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
 27*22 31**2387

* 22 gols dos quais 19 foram pela Serie A, 2 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Itália

** a temporada 2019-20 está em andamento

Títulos que conquistou na Juventus

  • Serie A 2018-19
  • Supercopa da Itália 2018
  • O vídeo abaixo mostra os primeiros gols de Cristiano Ronaldo com a camisa da Juventus
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 3 de fevereiro de 2020 por Genius Production

 

Números de Cristiano Ronaldo jogando pela Seleção Portuguesa

 

Portugal

 

Seleções de Base

Desde os tempos em que Cristiano Ronaldo jogava nas categorias de base do Sporting, ele era visto como um jogador promissor e por esta razão, era frequentemente convocado para as Seleções de base de Portugal, pois já jogou pelas seleções sub-15, sub-17, sub-20 e sub-23, acumulando 34 jogos pelas seleções de base, Ronaldo marcou 18 gols.

O jovem que tinha um futuro brilhante pela frente representou o seu país no campeonato europeu sub-17 de 2002, torneio ao qual Portugal não passou da fase de grupos. Cristiano Ronaldo também esteve presente nas Olimpíadas de Atenas em 2004, apesar da eliminação prematura, fase de grupos, Cristiano Ronaldo fez ao menos 1 gol nesta Olimpíada, terminando a competição com apenas 3 pontos em 3 partidas num grupo que contava com as Seleções da Costa Rica, Marrocos e Iraque.

Seleção Principal 

Coincidência ou não, o primeiro técnico a convocar Cristiano Ronaldo para a Seleção principal de Portugal, foi Luiz Felipe Scolari, o Felipão. Em outras palavras, Ronaldo ganhava a sua primeira oportunidade pela Seleção de seu país num jogo, cujo adversário era o Cazaquistão em agosto de 2003. Logo abaixo um vídeo que mostra a estreia dele com a camisa da Seleção de Portugal.

  • O vídeo abaixo mostra a estreia de Cristiano Ronaldo na Seleção de Portugal
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 11 de janeiro de 2017 por Cristiano Ronaldo Brasil

Euro 2004

Posteriormente, Cristiano Ronaldo foi convocado para a Eurocopa de 2004, competição na qual Portugal jogou em casa, pois era o país sede. O primeiro gol de Ronaldo pela Seleção principal foi na derrota de 2-1 para a Grécia – que viria a ser a campeã – na fase de grupos. Cristiano Ronaldo ajudou a Seleção de seu país a chegar a final ao marcar o primeiro dos 2 gols da vitória de Portugal por 2-1 diante da Holanda.

Porém, a final era contra a mesma equipe que derrotou a Seleção das Quinas (Portugal) na fase de grupos, a Grécia. Jogando a final da UEFA Euro (Eurocopa) no Estádio da Luz, contando com o apoio de 62.865 portugueses, Portugal era o país sede e também enfrentava uma equipe sem muita tradição no cenário europeu. Dificilmente Portugal perderia aquela decisão, pois era o anfitrião, mas foi exatamente isso que ocorreu. Aos 12 minutos do segundo tempo, Charisteas marcou o gol da vitória e do título da Grécia na Euro 2004.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Euro 2004
PdGmACACVMj
 62 21420
O semblante de Cristiano Ronaldo diz tudo sobre a final da Euro 2004.

Copa do Mundo FIFA de 2006

A Seleção das Quinas não encontrou dificuldades no caminho até a Copa do mundo FIFA de 2006. Terminou na primeira colocação do grupo 3 com 9 vitórias e 3 empates e sem derrotas, em outras palavras, os comandados de Luiz Felipe Scolari fizeram uma campanha invejável nas Eliminatórias para a Copa do mundo. Além disso, Cristiano Ronaldo foi o vice-artilheiro de Portugal com 7 gols marcados nas Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2006.

Disputando a sua primeira Copa do mundo, Cristiano Ronaldo queria deixar a sua marca e o fez ao marcar um gol de pênalti, seu único gol na competição, na vitória por 2-0 sobre a Seleção do Irã. A Seleção portuguesa não foi a campeã, mas fez uma das suas melhores campanhas na história da Copa do Mundo ao terminar a competição na quarta colocação.

CR7 defendendo o seu país na Copa do mundo FIFA de 2006.
  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Copa do mundo FIFA de 2006
PdGmACACVMj
 61 01484

Euro 2008

Em 06/02/2007 – um dia após o seu 22º aniversário – em um amistoso contra o Brasil, pela primeira vez na sua carreira, Cristiano Ronaldo foi o capitão da Seleção de Portugal, como solicitado pelo ex-presidente da Federação portuguesa de Futebol, Carlos Silva, que falecera dois dias antes desta partida.

Decidiu-se que nesta Euro 2008, Cristiano Ronaldo usaria a camisa de número 7, sendo que ele já usava esta numeração no Manchester United. Era a primeira vez que ele usaria a “lendária” camisa 7 que pertenceu a Luís Figo. Pelas Eliminatórias que qualificava para a Eurocopa de 2008, Ronaldo foi um dos artilheiros das Eliminatórias com 8 gols, porém na Euro 2008 fez apenas 1 gol. Este único gol marcado de CR7 na competição foi o segundo gol da vitória de 3-1 sobre a República Tcheca na fase de grupos deste torneio. Portugal conseguiu se classificar para a fase mata-mata da Eurocopa, porém, não passaram do adversário das quartas de finais, a Alemanha.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Euro 2008
PdGmACACVMj
 31 2 0270

Copa do Mundo FIFA de 2010

Após a última performance na Eurocopa de 2008, Luiz Felipe Scolari foi substituído pelo português Carlos Queiroz, um técnico que já trabalhou com CR7 quando ele era jogador do Manchester United. O novo treinador da Seleção portuguesa fez de Cristiano Ronaldo o capitão do time em julho de 2008.

Nas Eliminatórias para a Copa do mundo FIFA de 2010 Ronaldo não marcou sequer 1 gol. Portugal não conseguiu repetir o bom desempenho que teve nas Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2006 e para se garantir na Copa do Mundo teve de passar pela seleção da Bósnia e Herzegovina na repescagem e a Seleção das Quinas conseguiu carimbar o seu passaporte para a sua quinta participação em Copas.

O grupo de Portugal na Copa do mundo FIFA de 2010 era composto pelas seguintes seleções: Brasil, Costa do Marfim e Coreia do Norte. A Seleção das Quinas só fez gols em uma partida nesta Copa, na vitória de 7-0 sobre a Coreia do Norte e neste jogo Cristiano Ronaldo finalmente encerrou um jejum de 16 meses sem marcar gols com a camisa da Seleção de seu país. Não obstante, os portugueses foram eliminados nas oitavas de final diante da Espanha.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Copa do mundo FIFA de 2010
PdGmACACVMj
 41 1 1360

Euro 2012

Ao contrário das Eliminatórias para a Copa do mundo FIFA de 2010, desta vez, Cristiano Ronaldo não ficou sem marcar gols – fez 7 gols pelas Eliminatórias para a Euro 2012. Porém, Portugal não teve “sorte” ao cair no “grupo da morte” da Eurocopa de 2012, este grupo contava com as seguinte seleções: Dinamarca, Holanda e Alemanha.

Após perder para a Alemanha na primeira rodada da fase de grupos da Euro 2012 pelo placar de 1-0. Na partida seguinte CR7 perdeu duas chances claras de gol na vitória de 2-0 sobre a Dinamarca, mas ele logo se redimiu no jogo da última rodada desta competição ao marcar os 2 gols na vitória de 2-1 sobre a Seleção da Holanda, ou seja, Portugal estava classificado para as quartas de finais.

Desta vez, o adversário da Seleção da Quinas era a República Tcheca e mais uma vez, Ronaldo foi decisivo ao marcar o único gol da partida e consequentemente, ajudar a sua seleção a se classificar para as semifinais desta competição. O adversário de Portugal na fase seguinte era a campeã da última edição da Eurocopa, além de ser a atual campeã da Copa do mundo FIFA de 2010, a Espanha.

A seleção portuguesa não passou pela seleção espanhola, mas soube se impor em campo, a ponto de Cristiano Ronaldo “carimbar” a trave por 3 vezes durante a partida e após 120 minutos de 0-0, levar a decisão para os pênaltis, porém, mesmo assim, a Espanha passou por Portugal. Juntamente com outros 5 jogadores, Cristiano Ronaldo foi o artilheiro deste torneio com 3 gols marcados.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Euro 2012
PdGmACACVMj
 53 0 1480

Copa do Mundo FIFA de 2014

Cristiano Ronaldo definitivamente se tornou o protagonista pela Seleção de seu país e além de quebrar recordes pelos clubes que ele joga ou jogou, também passou a quebrar recordes pela Seleção portuguesa.

Em jogo disputado no dia 17/10/2012, num empate de 1-1 contra a Irlanda do Norte, fez o seu jogo de número 100 com a camisa da Seleção das Quinas. Posteriormente, em 06/09/2013, a mesma Irlanda do Norte levou o primeiro hat-trick (ocorre quando um jogador faz 3 ou mais gols em uma única partida) de CR7 com a camisa da Seleção de Portugal, no entanto, mesmo com Cristiano Ronaldo inspirado, os portugueses tiveram de disputar a vaga para a Copa do mundo FIFA de 2014 pela repescagem.

O adversário na repescagem era a Seleção da Suécia, cujo protagonista era Zlatan Ibrahimovic. Na primeira partida (jogo de ida), Portugal bateu a seleção sueca pelo placar de 1-0, porém, o jogo da volta foi eletrizante e cheio de reviravoltas, mas ainda assim, Portugal passou pela Suécia pelo placar de 3-2 e carimbou o seu passaporte para a Copa do Mundo FIFA de 2014.

  • Esta partida empolgou até mesmo o narrador português Nuno Matos como pode-se observar no vídeo abaixo.
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 20 de novembro de 2013 por XDComps

Com a vaga para a Copa do mundo garantida, Cristiano Ronaldo foi o artilheiro de Portugal nas Eliminatórias para a Copa com 8 gols marcardos. Num total, ele havia feito 47 gols com a camisa da Seleção portuguesa até aquele momento, o que fez com que ele igualasse um recorde que pertencia a Pauleta, ex-atacante de Portugal. Não obstante, ao marcar 2 gols num amistoso contra a Seleção de Camarões, num jogo disputado em 05/03/2014, partida na qual os portugueses venceram pelo placar de 5-1, CR7 se tornou o maior artilheiro da Seleção de seu país.

Ronaldo jogou a Copa do mundo de 2014 com uma lesão à coxa e em decorrência disso, arriscou a sua carreira, mas mesmo com a sua presença em campo, Portugal não passou da fase de grupos da Copa do mundo FIFA de 2014.

Entretanto, mesmo não estando 100% ele fez um gol por esta competição na vitória de 2-1 sobre a Seleção de Gana, no entanto, este não foi qualquer gol e sim o gol de número 50 com a camisa da seleção de seu país , além disso, também foi o primeiro jogador de Portugal a marcar gols por 3 Copas seguidas.

Devido a derrota de 4-0 para a Alemanha na estreia e um empate em 2-2 contra os Estados Unidos, os portugueses tiveram de dar adeus ao torneio antes do esperado.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Copa do mundo FIFA de 2014
PdGmACACVMj
 31 1 0270

Euro 2016

Mais recordes pela seleção portuguesa? Sim, senhor (a)! A vítima da vez foi a Seleção da Armênia. Pela primeira vez na história, Cristiano Ronaldo fez 5 gols em uma única partida com a camisa da seleção portuguesa.

Portugal não encontrou dificuldades no caminho até a Euro 2016. No início do torneio, Ronaldo teve dificuldades para marcar gols tanto diante da Islândia como diante da Áustria, vale ressaltar que CR7 deu 20 chutes a gol na competição até aquele instante.

Na terceira e última partida da fase de grupos desta Eurocopa, Cristiano Ronaldo completou 128 jogos com a camisa de Portugal, assim, quebrando um recorde que pertencia a Luis Figo, porém, no jogo contra a Hungria ele errou um pênalti e isso fez falta, pois a partida terminou empatada e este era o terceiro empate de Portugal na competição e devido a isso Portugal terminou a fase de grupos na terceira colocação, mas, no entanto, passaram para a fase de mata-mata do torneio devido ao novo formato recém-expandido da competição.

Portugal sofreu para passar pelas seleções da Croácia nas oitavas de finais e Polônia nas quartas de finais, mas, passou. Ainda convém lembrar que passou pela Polônia nos pênaltis.

Nas semifinais da Euro 2016 o adversário era o País de Gales e do outro lado, CR7 teria pela frente o seu companheiro de equipe, Gareth Bale. Nesta partida Cristiano Ronaldo batia mais um recorde, pois tornava-se o primeiro jogador a aparecer em 3 semifinais desta competição vestindo a camisa da seleção portuguesa. Diante da vitória de 2-0 sobre o País de Gales, Ronaldo foi decisivo pelo fato de ter feito o primeiro gol e ter dado o passe para o segundo.

Somando-se todas as Euros que disputou CR7 já havia marcado 9 gols no total e assim, igualou um recorde que pertencia a Michel Platini. Na final o adversário era o anfitrião, a França. Infelizmente, Cristiano Ronaldo não pôde jogar toda a decisão, pois foi forçado a sair ainda aos 25 minutos do primeiro tempo.

Resultado de uma dividida com Dmitri Payet e assim, teve de ser substituído por Quaresma. Surpreendemente, o substituto Eder marcou o gol do título na prorrogação e a seleção portuguesa segurou a pressão dos franceses, conseguindo se sagrar campeã de uma Eurocopa pela primeira vez na história, além de ter feito a França sentir o mesmo gosto que os próprios portugueses sentiram na Euro 2004.

Veja Também!  HISTÓRICO! Assista aos Melhores Momentos de Milan 3 (2) x (3) 3 Liverpool - Champions League - Jogos Históricos
Como capitão, Cristiano Ronaldo levantou a taça da Euro 2016, competição disputada na França.
  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Euro 2016
PdGmACACVMj
 73 3 1625

 

Feitos que atingiu antes do início da Copa do mundo FIFA de 2018

Após o sucesso da Euro 2016, Cristiano Ronaldo seguiu quebrando mais recordes antes do início da Copa do mundo FIFA de 2018. Em jogo disputado em 13/11/2016 pelas Eliminatórias para a Copa do mundo, partida na qual Portugal derrotou a Letônia pelo placar de 4-1, CR7 fez 2 dos 4 gols da vitória e ainda por cima perdeu um pênalti neste jogo, contudo, estes gols fizeram com que ele atingisse a incrível marca de 68 gols, assim, fazendo com que ele igualasse as marcas de Gerar Müller e Robbie Keane como o 4º maior goleador internacional europeu de todos os tempos.

Em 28/03/2017, pela primeira vez em toda a sua carreira, Ronaldo teve a oportunidade de jogar uma partida oficial (mesmo sendo um amistoso) literalmente em casa, Ilha da Madeira. Mesmo não vencendo o amistoso contra a Suécia, Cristiano Ronaldo bateu mais um recorde ao marcar um dos 2 gols da derrota para os suecos pelo placar de 3-2, desta vez se igualando a Miroslav Klose como o 3º maior goleador internacional europeu de todos os tempos.

Copa das Confederações FIFA 2017

Ronaldo ainda viria a se tornar o 2º maior goleador internacional europeu com 75 gols, desta vez igualando-se a Sándor Kocsis, após a disputa da Copa das Confederações de 2017 e por falar em Copa das Confederações, logo no jogo de abertura frente ao México em 17/06/2017, o camisa 7 da seleção portuguesa não marcou gols no empate em 2-2 com os mexicanos, mas deu o passe para Ricardo Quaresma fazer o gol dele neste jogo. Três dias depois, ele marcou o único tento da vitória dos portugueses sobre a anfitriã Rússia. Em 24/06/2017, no último jogo de Portugal na fase de grupos desta Copa das Confederações, ele marcou um gol de pênalti na goleada por 4-0 sobre a Nova Zelândia e com este triunfo, a seleção portuguesa terminou esta fase na liderança do grupo B.

Em 28/06/2017, em partida válida pela semifinal da Copa das Confederações FIFA 2017, a seleção portuguesa lutou até o último minuto do tempo regulamentar e fez o mesmo na prorrogação, no entanto, os portugueses perderam por 3-0 para o Chile na disputa por pênaltis e assim sendo, os portugueses tiveram de se contentar com a disputa do 3º lugar contra o México. Mesmo sem o seu principal jogador, Portugal venceu a seleção mexicana por 2-1 na prorrogação e com isso, encerrou esta Copa das Confederações em 3º lugar.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Copa das Confederações FIFA 2017
PdGmACACVMj
421367

Mais feitos de Cristiano Ronaldo

Em 31/08/2017, numa partida disputada pelas Eliminatórias para a Copa contra as Ilhas Faroe, partida na qual Cristiano Ronaldo fez 3 gols e consequentemente, ultrapassou Pelé e Hussein Saeeid como o 5º maior goleador internacional de todos os tempos com 78 gols. Estes gols o levaram a marca de 14 gols nas Eliminatórias para a Copa do mundo FIFA de 2018, fazendo com que ele se igualasse a Predrag Mijatovic.

Além disso, o último hat-trick de CR7 fez com que ele chegasse a marca de 29 gols em Eliminatórias, tornando-o o maior goleador das Eliminatórias europeias, a frente de Andriy Schevchenko e o maior goleador nas Eliminatórias da Copa do Mundo e finais combinadas, com 32 gols, a frente de Miroslav Klose.

Copa do Mundo FIFA de 2018

Na preparação para a Copa do Mundo FIFA de 2018 que realizar-se-ia na Rússia, Cristiano Ronaldo jogou 3 dos 7 amistosos e diante da seleção do Egito em 23 de março de 2018, ele marcou os 2 gols na vitória por 2-1 sobre os egípcios. Em 07/06/2018, a seleção portuguesa jogou a sua última partida antes do início da Copa do Mundo diante da Argélia e Portugal venceu mais este jogo, derrotou os argelinos pelo placar de 3-0 e CR7 colocou a bola na cabeça do meia Bruno Fernandes para ele fazer o gol dele neste jogo.

Em 15/06/2018, na estreia da seleção portuguesa na Copa do Mundo FIFA de 2018 diante da Espanha, Ronaldo se tornou o jogador mais velho a marcar três gols em uma partida da Copa do Mundo, vale ressaltar que este foi um jogo eletrizante, com duas reviravoltas, pois Portugal começou com a vantagem no placar, a Espanha virou e no fim das contas, empate em 3-3. Além de ter marcado um hat-trick nesta partida, Cristiano Ronaldo também se tornou o primeiro jogador português a marcar um gol em 4 Copas do Mundo e se tornou também o 4º jogador a marcar gols em 4 Copas. Seu hat-trick também fez com que ele se igualasse com Ferenc Puskás como o maior artilheiro europeu de todos os tempos, com 84 gols pela seleção.

Cristiano Ronaldo celebrando um dos 3 gols que marcou no empate em 3-3 com a Espanha

No segundo jogo de Portugal da fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2018, em 20/06/2018, Ronaldo marcou o único gol da vitória dos portugueses diante do Marrocos, quebrando o recorde de Puskás. No último jogo da fase de grupos desta Copa do Mundo diante da seleção do Irã, o camisa 7 perdeu um pênalti no empate em 1-1 com os iranianos e com isso, Portugal terminou a fase de grupos na 2ª colocação do grupo B e teria de enfrentar o 1º colocado do grupo A, o Uruguai.

Em 30/06/2018, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo FIFA de 2018, Portugal foi eliminado pela seleção uruguaia após uma derrota por 2-1 no tempo regulamentar.

  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Copa do Mundo FIFA de 2018
PdGmACACVMj
 44 0 2360

 

Liga das Nações da UEFA A

Após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo FIFA de 2018, Ronaldo pediu para não ser convocado por um momento para os jogos da seleção portuguesa porque queria se dedicar ao seu novo clube – se transferiu do Real Madrid para a Juventus – e com isso, perdeu 6 partidas, incluindo toda a fase de grupos da Liga das Nações da UEFA e com isso, só retornou a seleção para disputar a fase final desse torneio e também para ajudar nas Eliminatórias da Euro 2020.

Em 5 de junho de 2019, na semifinal da Liga das Nações da UEFA contra a Suíça, grande atuação de CR7 que marcou os gols da vitória da seleção portuguesa por 3-1 sobre os suíços. Ao marcar o gol de abertura da partida, ele se tornou o primeiro jogador a marcar em 10 competições internacionais consecutivas, quebrando o recorde de nove que ele havia compartilhado anteriormente com Asamoah Gyan, do Gana. Na final do torneio, 4 dias depois, Portugal derrotou a Holanda por 1-0.

Cristiano Ronaldo segurando o troféu da Liga das Nações da UEFA 2018-19
  • Desempenho de Cristiano Ronaldo na Liga das Nações da UEFA 2018-19
PdGmACACVMj
 23 0180

Eliminatórias da Euro 2020

Em 10/09/2019, em partida válida pela 6ª rodada das Eliminatórias da Eurocopa de 2020, o camisa 7 da seleção portuguesa teve grande atuação na goleada por 5-1 sobre a Lituânia onde marcou 4 dos 5 gols dos portugueses. Como consequência, CR7 ultrapassou Robbie Keane (23 gols) como o jogador com mais gols nas Eliminatórias europeias, estabelecendo um novo recorde com 25 gols. Naquela ocasião, Ronaldo também estabeleceu um novo recorde como o jogador que marcou contra as seleções, enquanto também completava seu 8º hat-trick internacional.

Em 14/10/2019, em partida válida pela 8ª rodada das Eliminatórias da Euro 2020, Cristiano Ronaldo chegou a marca de 700 gols na sua carreira, porém mesmo marcando um gol, Portugal perdeu para a Ucrânia por 2-1. Um mês depois, em mais um jogo válido pelas Eliminatórias, marcou o seu 9º hat-trick internacional na goleada por 6-0 sobre a Lituânia.

Em 17/11/2019, em jogo da última rodada das Eliminatórias da Eurocopa de 2020, o camisa 7 marcou o seu 99º gol com a camisa da seleção portuguesa na vitória por 2-0 sobre a seleção de Luxemburgo e além disso, levou Portugal a se classificar para a disputa da Euro 2020.

Ao término dessa edição das Eliminatórias, Portugal somou 17 pontos em 8 jogos – 5 vitórias, 2 empates e uma derrota – e com isso, terminou em 2º lugar no grupo B ficando atrás apenas da Ucrânia.

Títulos que conquistou pela Seleção de Portugal

  • Eurocopa 2016
  • Liga das Nações da UEFA 2018-19
  • O vídeo abaixo mostra todos os gols de Cristiano Ronaldo com a camisa da seleção de Portugal
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 20 de novembro de 2019 por Dominio FIFA

Total

PdGmACACVMj
16499372312961
Prêmios individuais
  • Bola de Ouro da FIFA: 2013, 2014
  • Melhor jogador do mundo pela FIFA: 2008
  • Ballon d’Or: 2008, 2016, 2017
  • The Best FIFA Football Awards: 2016, 2017
  • Onze d’Or: 2008, 2017
  • Onze d’Argent: 2007, 2009, 2012
  • Onze de Bronze: 2011, 2018
  • Melhor jogador do mundo pela FIFPro: 2008, 2013, 2014, 2016, 2017
  • Melhor jogador do mundo pela revista World Soccer: 2008, 2013, 2014, 2016, 2017
  • Melhor Jogador da UEFA na Europa: 2013–14, 2015–16, 2016–17
  • Melhor Jogador de Clubes da UEFA: 2007–08
  • Bota de Ouro da UEFA: 2007–08, 2010–11, 2013–14, 2014–15
  • Avançado do ano da UEFA: 2007–08, 2016–17, 2017–18
  • Prémio FIFA Ferenc Puskás: 2009
  • Futebolista do Ano em Portugal: 2007, 2008, 2009, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2017, 2018
  • Globo de Ouro (Melhor desportista português do ano): 2007, 2008, 2009, 2011, 2012, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018
  • Jogador do ano da FPF: 2015, 2016, 2017, 2018, 2019
  • Melhor jogador jovem do mundo pela FIFPro: 2004, 2005
  • Melhor jogador do mundo pela Eurosport: 2016
  • Melhor jogador do mundo pela Goal 50: 2008, 2012, 2014, 2016, 2017
  • Melhor jogador do mundo pela revista FourFourTwo: 2008, 2013, 2014, 2016
  • Melhor jogador do mundo pelo portal dongqiudi: 2016, 2017
  • Melhor jogador do mundo pela ESPY Awards: 2018
  • Jogador do ano pelo Bleacher Report: 2013
  • Jogador do ano pelo The Guardian: 2014, 2016
  • Jogador do ano pelo Marca: 2014, 2016
  • Melhor jogador da história da Premier League pela Press Association
  • Jogador do ano pela Globe Soccer Awards: 2011, 2014, 2016, 2017, 2018, 2019
  • Jogador do ano pelo L’Équipe: 2016
  • El País – Rei da Europa: 2008, 2013, 2014, 2016
  • Prêmio de goleador internacional mais efetivo do ano pela IFFHS: 2013, 2014, 2016, 2017
  • IFFHS melhor marcador dos campeonatos de primeira divisão do mundo: 2014, 2015
  • Jogador do século da FPF
  • Trofeo Bravo: 2004
  • Sir Matt Busby Player of the Year: 2003–04, 2006–07, 2007–08
  • Futebolista Jovem do Ano pela PFA: 2006–07
  • Futebolista do Ano pela FWA: 2006–07, 2007–08
  • Futebolista do Ano pela PFA: 2006–07, 2007–08
  • Melhor jogador da Premier League: 2006–07, 2007–08
  • Jogador do mês na Premier League: Novembro de 2006, Dezembro de 2006, Janeiro de 2008, Março de 2008
  • Troféu EFE: 2012–13
  • Troféu Alfredo Di Stéfano: 2011–12, 2012–13, 2013–14, 2015–16
  • Troféu Pichichi: 2010–11, 2013–14, 2014–15
  • Melhor atleta eleito pela ESPY Awards: 2014, 2016
  • Melhor avançado do ano pelo portal Goal.com: 2016
  • Prêmios LFP: 2012–13, 2013–14, 2014–15
  • Jogador do mês da La liga: Novembro de 2013, Maio de 2015, Maio de 2017
  • El Mundo – Melhor jogador estrangeiro da La Liga: 2013
  • MVP da La Liga: 2012–13
  • Melhor avançado da La Liga: 2013–14
  • Melhor jogador da La Liga: 2013–14
  • Melhor gol da La Liga: 2013–14
  • Atleta europeu do ano: 2016, 2017
  • Melhor gol da UEFA: 2017–18
  • Melhor gol da Liga dos Campeões da UEFA: 2015–16, 2017–18, 2018–19
  • Globe Soccer Awards golo do ano: 2018
  • Melhor jogador da história: Enquete da revista France Football, Emissora Al Jazira
  • Jogador da década pela Goal 50 (2008–2018)
  • Goal.com – Juventus Player of the Season: 2018–19
  • Melhor jogador do Campeonato Italiano: 2018–19
  • Melhor golo da Liga das Nações da UEFA: 2018–19
  • Prémio jogador lenda pelo jornal Marca: 2019
  • Gran Galà del Calcio: 2018–19
  • Jogador do Mês da Serie A: Janeiro de 2020
Coletivo
  • Equipe do ano da FIFA: 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019
  • Equipe do ano da UEFA: 2004, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019
  • FIFPro World XI: 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019
  • Equipe do Ano pela PFA: 2005–06, 2006–07, 2007–08, 2008–09
  • Equipe ideal da UEFA Champions League: 2006–07, 2007–08, 2008–09, 2010–11, 2011–12, 2012–13, 2013–14, 2015–16, 2016–17, 2017–18, 2018–19
  • Equipe ideal do Campeonato Europeu: 2004, 2012, 2016
  • Equipe do ano pela European Sports Magazines: 2006–07,2007–08, 2008–09, 2009–10, 2010–11, 2011–12, 2012–13, 2014–15, 2015–16, 2016–17
  • Equipe do ano pelo L’Équipe: 2011, 2012, 2013, 2014, 2016, 2017, 2018
  • Equipe de sempre da Seleção Portuguesa de Futebol
  • Equipe de sempre do Campeonato Europeu
  • Melhor equipe do século XXI pela UEFA
  • All-Star Team do Campeonato do Mundo: 2018
  • Equipe ideal da Liga das Nações da UEFA: 2018–19
Torneios
  • Bota de ouro da Premier League: 2007–08
  • Melhor Jogador da UEFA Champions League: 2007–08, 2013–14, 2015–16, 2016–17[334]
  • Melhor jogador da International Champions Cup: 2013
  • Melhor jogador do Troféu Santiago Bernabéu: 2017
  • Homem do Jogo da final da UEFA Champions League: 2016–17
  • Melhor atacante da UEFA Champions League: 2007–08, 2016–17, 2017–18
  • Homem do jogo da Supertaça da UEFA: 2014
  • Bota de prata do Campeonato Europeu: 2016
  • Bola de ouro do Campeonato do Mundo de Clubes: 2016
  • Homem do jogo da final do Campeonato do Mundo de Clubes: 2016
  • Troféu Alipay – Melhor Marcador da Fase Final da Liga das Nações da UEFA: 2018–19
Artilharia
  • FA Cup de 2004–05: (4 gols)
  • Premier League de 2007–08: (31 gols)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2007–08: (8 gols)
  • La Liga de 2010–11: (40 gols)
  • Taça do Rei de 2010–11: (7 gols)
  • Campeonato Europeu de Futebol de 2012: (3 golos)
  • Supertaça da Espanha de 2012: (2 golos)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2012–13: (12 golos)
  • La Liga de 2013–14: (31 golos)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2013–14: (17 gols)
  • Supertaça da UEFA de 2014: (2 gols)
  • La Liga de 2014–15: (48 golos)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2014–15: (10 golos)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2015–16: (16 golos)
  • Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA de 2016: (4 golos)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2016–17: (12 golos)
  • Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA de 2017: (2 golos)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2017–18: (15 golos)
  • Supertaça da Itália de 2018: (1 golo)
  • Fase Final da Liga das Nações da UEFA de 2018–19: (3 golos)
Líder em assistências
  • FA Cup de 2003–04: (4 assistências)
  • Premier League de 2006–07: (9 assistências)
  • Campeonato Europeu de Futebol de 2008: (3 assistências)
  • Liga dos Campeões da UEFA de 2013–14: (6 assistências)
  • Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA de 2014: (2 assistências)

Recordes e marcas mundiais

  • Maior número de golos marcados no Campeonato do Mundo de Clubes: 7 gols
  • Maior número de golos marcados nas finais do Campeonato do Mundo de Clubes: 4 golos (partilhado com Lionel Messi)
  • Único jogador que marcou em três Campeonato do Mundo de Clubes: 2008, 2016, 2017 (compartilhado com Lionel Messi)
  • Único jogador que ganhou 2 Botas de Ouro do Campeonato do Mundo de Clubes
  • Maior número de aparições no World FIFPro XI: 12 vezes (2007–2018) (compartilhado com Lionel Messi)
  • Maior intervalo de tempo entre o primeiro e o último prêmio Ballon d’Or: 9 anos (2008, 2017)
  • Maior número de golos internacionais em um ano (clube e equipe nacional): 32 golos (2017)
  • Único jogador a marcar um hat-trick na final da Campeonato do Mundo de Clubes (2016)
  • Primeiro jogador a atingir 40 golos em uma liga profissional em duas temporadas consecutivas
  • Primeiro jogador a marcar em cada minuto de um jogo
  • Único jogador na história que marcou 60 ou mais golos em um ano civil quatro vezes (consecutivamente de 2011 a 2014)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em quatro temporadas consecutivas
  • Único jogador a marcar mais de 50 golos em cinco temporadas consecutivas
  • Único jogador a marcar mais de 50 golos em seis temporadas diferentes (consecutivamente)

Recordes e marcas pela Europa

  • Único jogador a marcar em todas as partidas da fase de grupos em uma única temporada da UEFA Champions League (2017–18)
  • Único jogador a marcar mais de 15 golos na UEFA Champions League em um ano civil (3 vezes: 2013, 2015, 2017)
  • Maior vencedor do prémios do Melhor Jogador da UEFA na Europa: 3
  • Maior Numero de Artilharias da UEFA Champions League: 7
  • Único jogador a terminar o artilheiro da Liga dos Campeões da UEFA em seis temporadas consecutivas (2012–13 – 2017–18)
  • Maior Artilheiro na história das 5 principais ligas da Europa: 405 golos
  • Mais golos marcados contra um único adversário na UEFA Champions League 10 golos contra a Juventus
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos na fase eliminatória da UEFA Champions League
  • Primeiro jogador a marcar mais de 40 golos na fase eliminatória da UEFA Champions League
  • Primeiro jogador a marcar 100 golos na UEFA Champions League
  • Primeiro jogador a marcar 100 golos em competições europeias (97 golos de UCL, 1 golo de qualificação da UEFA Champions League, 2 golos da Supertaça Europeia * quando o recorde foi alcançado)
  • Mais golos nas quartas-de-final da UEFA Champions League: 20 golos
  • O primeiro jogador da história a superar mais de 30 golos em seis temporadas consecutivas em uma grande liga européia
  • Mais hat-tricks em uma única temporada da UEFA Champions League: 3 hat-tricks em 2015–16
  • Maior número de participações em Equipas do Ano da UEFA: 12 vezes
  • Mais participações consecutivas na Equipa do Ano da UEFA: 11 vezes consecutivas (2007–2017)
  • Maior número de golos marcados na fase de grupos da UEFA Champions League numa única época: 11 golos
  • Mais golos na UEFA Champions League num ano civil: 19 golos em 2017
  • Primeiro jogador a marcar pelo menos 10 golos em cinco temporadas da UEFA Champions League (feito consecutivamente)
  • Primeiro jogador a marcar pelo menos 10 golos em seis temporadas da UEFA Champions League (feito consecutivamente)
  • Primeiro jogador a marcar pelo menos 10 golos em sete temporadas da UEFA Champions League (feito consecutivamente)
  • A maioria dos hat-tricks na fase de grupos em uma única temporada da UEFA Champions League: 2 hat-tricks (compartilhado com Luiz Adriano e Lionel Messi)
  • Maior número de golos marcados na história da UEFA Champions League: 121 golos
  • Maior número de penalidade marcada na história da UEFA Champions League: 15 pênaltis
  • Maior número de golos marcados numa época da UEFA Champions League: 17 golos (2013–14)
  • Primeiro e único jogador a ganhar o European goloden Shoe em 2 ligas diferentes
  • Maior número de golos marcados na fase eliminatória da UEFA Champions League: 60 golos
  • Mais vitórias consecutivas na UEFA Champions League: 14 vitórias
  • Mais jogos consecutivos marcando na UEFA Champions League: 12
  • Único jogador para estar entre os finalistas de todas as edições do Melhor Jogador da UEFA na Europa (2010–2017)
  • Melhor marcador de sempre em competições europeias (incluindo as eliminatórias da UEFA Champions League e Supertaça Europeia): 125 golos
  • O primeiro jogador da história a superar 30 golos em cinco temporadas consecutivas em uma grande liga europeia
  • Jogador mais rápido para marcar 200 golos numa das 5 melhores ligas da Europa (La Liga)
  • Jogador mais rápido para marcar 250 golos numa das 5 melhores ligas da Europa (La Liga)
  • Mais golos marcados nas meias-finais da UEFA Champions League: 13 golos
  • Primeiro jogador a marcar 400 golos nas 5 melhores ligas da Europa (Premier League, La Liga, Serie A)

Recordes e marcas na Espanha

  • Mais penalidades marcadas na história da La Liga: 63 pênaltis
  • Mais penalidades perdidas na história da La Liga: 11 pênaltis
  • Primeiro jogador a marcar mais de 25 golos em cinco temporadas consecutivas da la Liga (partilhadas com Lionel Messi)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 25 golos em seis temporadas consecutivas da la Liga (partilhadas com Lionel Messi)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 25 golos em sete temporadas consecutivas da la Liga (partilhadas com Lionel Messi)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 25 golos em oito temporadas consecutivas da la Liga (partilhado com Lionel Messi)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 25 golos em nove temporadas consecutivas da la Liga (partilhadas com Lionel Messi)
  • Único jogador na história da Liga para marcar mais de 20 golos em 8 épocas consecutivas (partilhado com Lionel Messi)
  • Único jogador na história da Liga para marcar mais de 20 golos em 9 épocas consecutivas (partilhado com Lionel Messi)
  • Único jogador a marcar mais de 40 golos em duas épocas consecutivas da la Liga
  • Primeiro jogador a marcar mais de 30 golos em cinco temporadas consecutivas da la Liga
  • Primeiro jogador a marcar mais de 30 golos em seis temporadas consecutivas da la Liga (2010–11 – 2015–16)
  • A maioria dos hat-tricks no futebol espanhol: 37 hat-tricks
  • Único jogador na história da Liga para marcar mais de 2 hat-tricks em 8 temporadas consecutivas
  • O primeiro jogador a marcar contra todos as equipas da La Liga em uma única temporada
  • O primeiro jogador a marcar em seis El Clásico consecutivos
  • O primeiro jogador a marcar 20 golos fora em uma única temporada em La Liga
  • Maior número de golos marcados em três jogos consecutivos da La Liga: 9 golos
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em quatro temporadas consecutivas no futebol espanhol
  • A maioria dos hat-tricks na La Liga: 34 hat-tricks
  • Único jogador a ganhar 3 prêmios LFP em uma temporada (2013–14): Melhor jogador, Melhor atacante e Melhor golo
  • Jogador mais rápido da la Liga a marcar 150 golos no campeonato (140 jogos)
  • Jogador mais rápido da la Liga a marcar 200 golos no campeonato (178 jogos)
  • Jogador mais rápido para marcar 300 golos oficiais
  • Melhor taxa de conversão de penalidade La Liga (de pelo menos 30 PK): 93%
  • Melhor Media de golo de sempre em La Liga (mais de 100 jogos): 1,05
  • Primeiro jogador a marcar mais de 40 golos em 3 temporadas da La Liga (partilhado com Lionel Messi)
  • Maior numero de hat-tricks em uma temporada: 8 hat-tricks (compartilhado com Lionel Messi)

Recordes e marcas na Inglaterra

  • Primeiro jogador a ganhar os quatro principais prêmios da PFA e FWA

Recordes e marcas pelo Real Madrid

  • Mais golos marcados no Dérbi de Madrid: 21 gols
  • Único jogador do Real Madrid a marcar um hat-trick em um jogo da fase eliminatória da Liga dos Campeões (Compartilhado com Ronaldo Nazário)
  • Mais rápido hat-trick na UEFA Champions League para o Real Madrid: 11 minutos
  • Melhor marcador do Real Madrid, 461 golos
  • Melhor marcador do Real Madrid na UEFA Champions League 106 golos
  • Melhor marcador do Real Madrid na La Liga: 321 golos
  • Maior número de golos marcados em uma temporada em todas as competições pelo Real Madrid: 61 golos
  • Maior número de golos marcados em uma única temporada da La Liga pelo Real Madrid: 48 golos
  • A maioria dos hat-tricks em uma única temporada para o Real Madrid: 8 hat-tricks
  • Jogador mais rápido do Real Madrid para atingir 50 golos no campeonato
  • Jogador mais rápido do Real Madrid para atingir os 100 golos da la liga
  • Jogador mais rápido do Real Madrid para atingir 200 golos oficiais
  • Jogador mais rápido do Real Madrid para atingir 250 golos oficiais
  • O primeiro jogador do Real Madrid a marcar nos primeiros quatro jogos da liga de uma temporada
  • O primeiro jogador do Real Madrid a superar 30 golos em duas temporadas consecutivas da la Liga
  • O primeiro jogador do Real Madrid a superar 30 golos em três temporadas consecutivas da la Liga
  • O primeiro jogador do Real Madrid a superar 30 golos em quatro temporadas consecutivas da la Liga
  • O primeiro jogador do Real Madrid a superar 30 golos em cinco temporadas consecutivas da la Liga
  • Primeiro jogador do Real Madrid a fazer golos todos os dias da semana
  • Maior número de golos marcados nos jogos da Supertaça europeia: 2 golos
  • O primeiro jogador do Real Madrid a ganhar 2 European goloden Shoes
  • O primeiro jogador do Real Madrid a ganhar 3 European goloden Shoes
  • O primeiro jogador do Real Madrid a ganhar 4 European goloden Shoes
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em uma temporada
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em 2 temporadas (fez consecutivamente)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em 3 temporadas (fez consecutivamente)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em 4 temporadas (fez consecutivamente)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em 5 temporadas (fez consecutivamente)
  • Primeiro jogador a marcar mais de 50 golos em 6 temporadas (fez consecutivamente)

Recordes e marcas pelo Manchester United

  • Maior número de golos em uma temporada da Premier League pelo Manchester United: 31 golos
  • Venda recorde de um jogador do Manchester United: £ 80 milhões
  • Primeiro e único jogador do Manchester United a ganhar o European goloden Shoe
  • Primeiro e único jogador do Manchester United a ganhar o Melhor jogador do mundo pela FIFA
  • Primeiro e único jogador do Manchester United a ganhar o Prémio FIFA Ferenc Puskás

Recordes e marcas pela Juventus

  • Jogador mais rápido a marcar 10 golos pela Juventus

Recordes e marcas por Portugal

  • Maior número de golos marcados nas Eliminatórias do Campeonato do Mundo da Europa: 30 golos
  • Mais internacionalizações: 154
  • Melhor marcador de Portugal em todos os tempos: 88 golos
  • Melhor marcador de Portugal nos jogos do Campeonato Europeu: 9 golos
  • Jogador mais jovem a atingir 100 internacionalizações: 27 anos, 8 meses e 11 dias
  • Único jogador a marcar para Portugal em 4 Campeonatos  diferentes

Considerações finais

Portanto pode-se concluir que Cristiano Ronaldo é um dos maiores jogadores da atualidade e o português também está entre  um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos por tudo o que conquistou até aqui, seja pelos prêmios individuais que conquistou, seja pelos títulos que conquistou por onde passou. E para encerrar duas perguntas: quantos recordes Cristiano Ronaldo ainda vai quebrar? Até onde ele pode chegar?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
 

Deixe uma resposta