Quando cita-se um dos melhores atacantes do futebol europeu, o nome de Thomas Müller do Bayern de Munique da Alemanha e que também atua pela Seleção da Alemanha, deve ser levado em conta.

Thomas Müller nasceu em 13/09/1989 em Weilheim in Oberbayern, sul da província de Bavaria, na Alemanha. Müller só jogou por duas equipes em toda a sua carreira como profissional: Bayern de Munique e Seleção Alemã. Porém, o que mais se sabe sobre Thomas Müller? Quais feitos ele atingiu na sua carreira?

Juvenil

Thomas Müller jogando pelo TSV Pähl

Nascido em Weilheim, Thomas Müller começou a dar os seus primeiros passos no futebol quando ele ingressou em uma equipe da cidade vizinha – Pähl – em 1993, o TSV Pähl. Desde então, jogou por lá até o ano 2000, quando ele começou a jogar nas categorias de base do Bayern de Munique.

O início de Müller no Bayern não foi fácil pelo seguinte, o trajeto mais curto entre Weilheim e Munique é de 52 quilômetros, em outras palavras, ele costumava fazer essa jornada até se firmar no Bayern.

 

A Carreira de Thomas Müller em Números

 

Bayern de Munique

Categorias de Base

Pouco a pouco, Thomas Müller foi progredindo nas equipes juvenis do Bayern de Munique até que no ano de 2007, disputou a Bundesliga (Campeonato Alemão) Sub-19 e foi peça importante para a equipe bávara – Bayern – no vice-campeonato dessa competição, em outras palavras, o Bayern terminou a Bundesliga 2006-07 em 2º lugar, perdendo para o Bayer Leverkusen na decisão do campeonato.

Em março de 2008, Thomas Müller estreou na equipe b do Bayern, quando substituiu Stephan Fürstner em uma partida do Regionalliga contra o SpVgg Unterhaching. Além de ter estreado nessa partida, também fez um dos gols da vitória do time bávaro. Paralelamente a estreia pela equipe b do Bayer, Müller também estava jogando pelo time sub-19 do Bayern na temporada 2007-08.

2008-09

Na temporada 2008-09, a equipe b do Bayern disputou a recém-formada 3.Liga – 3ª divisão do futebol alemão – e Thomas Müller se estabeleceu como um jogador-chave da equipe; jogou 32 dos 38 jogos do time nesse campeonato e marcou 15 gols e com isso, se tornou o 5º maior goleador da 3.Liga.

Naquela época, o treinador do time era Jürgen Klinsmann – técnico que comandou a seleção alemã na Copa do Mundo FIFA de 2006 – que viu potencial em Müller e passou a relacioná-lo para os treinos do time principal do Bayern. Em 15 de agosto de 2008, na estreia da equipe bávara na Bundesliga 2008-09, Klinsmann promoveu a estreia do jovem meia-atacante de 17 anos quando o colocou em campo aos 34 minutos do segundo tempo no lugar de Miroslav Klose. Quanto ao resultado do jogo, Bayern e Hamburgo empataram em 2-2 em plena Allianz Arena, em Munique. Apesar de ter feito a sua estreia pela equipe principal do Bayern, Müller não gostou do seu desempenho, mas ainda assim jogou mais 3 partidas pelo time principal do clube nessa edição da Bundesliga.

Em fevereiro de 2009, Müller assinou o seu primeiro contrato como profissional, um contrato por duas temporadas e que entraria em vigor a partir da temporada 2009-10. Além de Müller, Holger Badstuber que atuava pela equipe B do Bayern, assinou um contrato com o time bávaro por duas temporadas.

Em 10/03/2009, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League – Liga dos Campeões – contra o Sporting de Portugal, o jovem meia-atacante de 19 anos entrou em campo aos 27 minutos do segundo tempo no lugar de Bastian Schweinsteiger e nos últimos minutos de jogo, marcou o seu primeiro gol como profissional e assim sendo, o Bayern de Munique venceu a equipe portuguesa por 7-1. Como já havia vencido o primeiro confronto por 5-0, o time bávaro se classificou para a fase seguinte dessa competição e foi eliminado pelo Barcelona da Espanha.

Em suma, na sua 1ª temporada como profissional, Thomas Müller disputou 5 partidas e fez 1 gol. Quanto ao Bayern de Munique, foi o vice-campeão da Bundesliga, ficando atrás apenas do Wolfsburg e foi eliminado nas quartas-de-finais da Liga dos Campeões e também da Copa da Alemanha.

  • Números de Thomas Müller na sua 1ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
 37 *16  1  1 2860

Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

* 16 gols dos quais 15 foram pela 3.Liga e 1 pela UEFA Champions League

2009-10

Müller estava preparado tanto para ser emprestado para outra equipe como também estava preparado para se transferir para um outro time, mas com a chegada do técnico Louis van Gaal, o jovem meia-atacante de 19 anos e Badstuber passaram a ter mais oportunidades desde o início da temporada.

Nas primeiras partidas do Bayern nessa temporada, Müller costumava ser o 12º jogador do time, pois sempre entrava no decorrer dos jogos e assim sendo, em 12 de setembro de 2009, em jogo da 5ª rodada da Bundesliga, van Gaal fez duas mudanças no time e uma delas, Müller entrou no lugar do meia turco Hamit Altintop e foi decisivo ao marcar o seu primeiro doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – como profissional na goleada por 5-1 sobre o Borussia Dortmund em pleno Signal Iduna Park (estádio do Borussia Dortmund). Três dias depois, mas desta vez em partida válida pela 1ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o jovem meia-atacante de 20 anos recém-completados repetiu a atuação que teve no jogo anterior e marcou o seu segundo doblete consecutivo na vitória por 3-0 sobre o Maccabi Haifa de Israel.

Ao final do mês de setembro, Thomas Müller foi eleito o melhor jogador do mês da Bundesliga e isso lhe rendeu elogios do seu homônimo, o lendário ex-atacante do Bayern e da seleção alemã Gerd Müller. Após os 2 dobletes seguidos – diante do Borussia Dortmund e do Maccabi Haifa respectivamente -, o jovem meia-atacante de 20 anos passou a ser escalado entre os titulares do time. A única vez em que não foi o titular foi contra o Bordeaux da França em 03/11/2009 em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, pois diante da mesma equipe na rodada anterior, Müller havia sido expulso e a equipe francesa venceu o time bávaro por duas vezes; por 2-1 fora de casa e por 2-0 em Munique.

Em 10 de fevereiro de 2010, em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Alemanha, o camisa 25 da equipe bávara – Thomas Müller – marcou o seu terceiro doblete nessa temporada na goleada por 6-2 sobre o Greuther Fürth. Ainda em fevereiro, Müller assinou um novo contrato com o Bayern no qual ele estendeu o seu vínculo com o clube até o ano de 2013.

Em 03/04/2010, em jogo da 29ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou um dos gols do triunfo por 2-1 sobre o Schalke 04 em plena Veltins-Arena.

Em 17/04/2010, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou o seu 4º e último doblete da temporada na goleada por 7-0 sobre o Hannover 96 e além de ter feito 2 gols, proveu a assistência para 1 dos 2 gols de Ivica Olić.

Em 01/05/2010, em jogo da penúltima rodada (33ª) da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu primeiro “hat-trick” – ocorre quando um jogador faz 3 ou mais gols numa mesma partida – da carreira na vitória por 3-1 sobre o Bochum. Com este resultado, o Bayern garantiu efetivamente o título da Bundesliga 2009-10. Duas semanas depois, Bayern e Müller estavam em ação novamente, desta vez em uma partida que valia o título da Copa da Alemanha contra o Werder Bremen e sem dificuldades, o time bávaro se sagrou campeão dessa competição e venceu o Werder Bremen por 4-0.

Para terminar a temporada com “chave de ouro”, só faltava o título da UEFA Champions League e o Bayern conseguiu chegar na final, porém a equipe bávara não foi párea para a Internazionale da Itália no estádio do Santiago Bernabéu em Madrid, na Espanha e perdeu esse jogo por 2-0. Müller era um dos titulares e teve uma chance importante logo após o intervalo, quando a equipe italiana vencia ainda por 1-0, mas o goleiro Júlio César defendeu o chute do jovem meia-atacante de 20 anos.

Em uma pesquisa realizada pela revista alemã “Kicker”, Thomas Müller foi eleito pelos jogadores do futebol alemão como o “jogador revelação” da temporada 2009-10. Müller credita a Van Gaal por ter tido o maior papel a desempenhar na sua ascensão.

Em suma, na sua 2ª temporada como profissional, Thomas Müller disputou 52 jogos, fez 19 gols – 13 destes, marcou no Campeonato Alemão, tornando-se no 7º maior goleador do campeonato – e proveu 16 assistências sendo que 11 destas pela Bundesliga e com isso, além de ter sido um dos artilheiros do campeonato nacional, também foi o 5º jogador que mais proveu assistências na Bundesliga 2009-10. Quanto ao Bayern de Munique, como já foi dito anteriormente, se sagrou campeão de duas competições – Campeonato Alemão e Copa da Alemanha – e foi o vice-campeão da UEFA Champions League 2009-10.

  • Números de Thomas Müller na sua 2ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
 52 *19  16  4 1 4039

* 19 gols dos quais 13 foram pela Bundesliga, 4 pela Copa da Alemanha e 2 pela UEFA Champions League

2010-11

Depois de atuar pela Seleção Alemã na Copa do Mundo FIFA de 2010, Müller se reapresentou ao Bayern e assinou uma nova prorrogação de contrato com o clube, no qual estendia o seu vínculo com a equipe bávara até o ano de 2015. Assim como a maioria dos jogadores do Bayern, o jovem meia-atacante de 20 anos perdeu grande parte da pré-temporada, porém mesmo assim ele foi escalado como titular na decisão da Supercopa da Alemanha em 7 de agosto de 2010 e marcou o primeiro gol do triunfo do Bayern por 2-0 sobre o Schalke 04. Com este resultado, o Bayern de Munique iniciava a temporada 2010-11 como o campeão da Supercopa da Alemanha.

Em 20/08/2010, na estreia do Bayern na Bundesliga 2010-11, o camisa 25 marcou o primeiro gol da vitória por 2-1 sobre o Wolfsburg na Allianz Arena. Na rodada seguinte, o time bávaro foi derrotado pelo Kaiserslautern por 2-0 fora de casa e além do resultado ruim, Müller levou uma bronca de Van Gaal depois de perder uma chance clara de gol.

Em 15/09/2010, na estreia do Bayern na fase de grupos dessa edição da UEFA Champions League, Müller marcou o primeiro gol da equipe bávara na vitória por 2-0 sobre a Roma da Itália. Seis dias depois, mas desta vez em jogo válido pela 4ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou um dos gols do triunfo por 2-1 sobre o Hoffenheim fora de casa.

Após o tento marcado diante do Hoffenheim, Thomas Müller teve de lidar com uma “seca de gols” e com essa queda de rendimento, Van Gaal o colocou no banco, mas mesmo passando a ser reserva, em 03/11/2010, em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, ele entrou em campo aos 30 minutos da segunda etapa no lugar de Bastian Schweinsteiger e 15 minutos depois, marcou o gol que selou o resultado dessa partida, goleada do time bávaro por 4-0 sobre o Cluj da Romênia fora de casa.

Em 20/11/2010, em jogo da 13ª rodada da Bundesliga, Van Gaal escalou o camisa 25 como titular novamente, porém o Bayern de Munique e o Bayer Leverkusen ficaram no empate em 1-1, mas na rodada seguinte contra o Eintracht Frankfurt, Müller teve uma grande atuação na goleada por 4-1 sobre a equipe de Frankfurt ao marcar 1 dos 4 gols do seu time e além disso, deu o passe para Anatoliy Tymoshchuk marcar 1 dos seus 2 gols nessa partida.

Em 19/12/2010, em confronto válido pela 17ª rodada da Bundesliga, o jovem meia-atacante de 21 anos marcou um dos gols da vitória por 5-3 sobre o Stuttgart em plena Mercedes-Benz Arena e além de ter feito 1 gol nesse jogo, também contribuiu com duas assistências para 2 dos 3 gols de Mario Gómez. Três dias depois, contra o mesmo Stuttgart, mas desta vez em jogo válido pelas oitavas-de-finais da Copa da Alemanha, o Bayern venceu novamente, mas agora por 6-3 na Mercedes-Benz Arena novamente e além de ter feito 1 dos 6 gols do seu time, o camisa 25 também contribuiu com uma assistência para o gol de Mario Gómez nesse jogo.

No primeiro jogo do Bayern após a pausa de inverno em 15 de janeiro de 2011 em jogo da 18ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o único gol da equipe bávara no empate em 1-1 com o Wolfsburg na Volkswagen Arena. Nas duas partidas seguintes do time bávaro nessa temporada – contra o Kaiserslautern em jogo da 19ª rodada do Campeonato Alemão e contra o Alemannia Aachen em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Alemanha -, Müller marcou 3 gols; 1 gol na goleada por 5-1 sobre o Kaiserslautern e 2 gols na vitória por 4-0 sobre o Alemannia Aachen. Posteriormente, a equipe bávara foi eliminada pelo Schalke 04 na semifinal da Copa da Alemanha.

Em 15/03/2011, no segundo confronto contra a Internazionale da Itália na Allianz Arena, o jovem meia-atacante de 21 anos marcou um dos gols do Bayern nessa partida, mas mesmo assim a equipe italiana conseguiu vencer o time bávaro por 3-2 como visitante e seguindo o critério do gol fora de casa – o Bayern venceu a Internazionale no primeiro confronto por 1-0 fora de casa -, o time italiana se classificou para a fase seguinte dessa competição.

Da direita para a esquerda: Thomas Müller e Franck Ribéry

Em 30/04/2011, em jogo da 32ª rodada da Bundesliga, Müller foi o principal destaque da goleada por 4-1 sobre o Schalke 04 ao marcar um doblete e além disso, também contribuiu com uma assistência para o gol de Mario Gómez nessa partida.

Em suma, na sua 3ª temporada com a camisa da equipe bávara, Thomas Müller disputou 48 partidas, fez 19 gols e proveu 19 assistências sendo que 11 destas pela Bundesliga, tornando-o no segundo jogador que mais proveu assistências no campeonato, juntamente com o seu parceiro de clube – Franck Ribéry -, com o Arturo Vidal do Bayer Leverkusen e com Mario Götze do Borussia Dortmund, ficando atrás apenas de Christian Tiffert do Kaiserslautern que proveu 17 assistências. Quanto ao Bayern de Munique, apesar da conquista do título da Supercopa da Alemanha no início da temporada, chegou até a semifinal da Copa da Alemanha, foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões e terminou o Campeonato Alemão em 3º lugar.

  • Números de Thomas Müller na sua 3ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
 48 *19  19  2 3942

* 19 gols dos quais 12 foram pela Bundesliga, 3 pela UEFA Champions League, 3 pela Copa da Alemanha e 1 pela Supercopa da Alemanha

2011-12

Antes do fim da temporada 2010-11, o mentor de Müller – Louis van Gaal – estava sendo constantemente criticado pela inflexibilidade no quesito tático, pelas transferências e também pela política da seleção dos jogadores e assim sendo, foi demitido do cargo de treinador do Bayern de Munique e com isso, o clube foi comandado por um técnico interino nos últimos jogos do clube na temporada 2010-11. Para o lugar de Louis van Gaal, o clube resolveu apostar as suas fichas em Jupp Heynckes.

No primeiro jogo do Bayern nessa temporada em 1 de agosto de 2011 em partida válida pela 1ª fase da Copa da Alemanha, Müller foi o titular e o principal destaque da vitória por 3-0 sobre o Eintracht Braunschweig ao marcar 1 dos 3 gols do seu time e além do tento marcado, sofreu os pênaltis que foram convertidos por Mario Gómez e Bastian Schweinsteiger respectivamente.

Em 23/08/2011, no segundo confronto da fase pré-eliminatória da UEFA Champions League contra o Zurich da Suíça, o camisa 25 foi um dos destaques do seu time na partida ao prover a assistência para o gol de Mario Gómez, o gol da vitória da equipe alemã. Com um placar agregado de 3-0 – vitória por 2-0 no jogo de ida e vitória por 1-0 no jogo da volta -, o Bayern obteve a vaga para a fase de grupos dessa edição da UEFA Champions League.

Em 18/09/2011, em jogo da 6ª rodada da Bundesliga, Müller marcou o seu primeiro tento no campeonato na vitória por 2-0 sobre o Schalke 04 em plena Veltins-Arena. Na rodada seguinte, marcou o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o Bayer Leverkusen na Allianz Arena.

Depois de marcar 1 dos 3 gols diante do Bayer Leverkusen em 24/09/2011, o camisa 25 só voltou a balançar as redes em 26/10/2011 em confronto válido pela 2ª fase da Copa da Alemanha, ao qual o Bayern goleou o Ingolstadt por 6-0, Müller marcou o primeiro gol do seu time nessa partida.

Em 8 de fevereiro de 2012, em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Alemanha, Müller foi um dos destaques do time bávaro na vitória por 2-0 sobre o Stuttgart fora de casa ao prover assistências para os 2 gols; para os gols de Franck Ribéry e de Mario Gómez respectivamente. Posteriormente, o Bayern chegou à final dessa competição e foi derrotado pelo Borussia Dortmund pelo placar de 5-2.

Após o gol marcado na goleada sobre o Ingolstadt na 2ª fase da Copa da Alemanha, desde então, o camisa 25 passou por um “seca de gols” e em 11/02/2012, em jogo da 21ª rodada da Bundesliga, ele pôs fim a este incômodo jejum e fez um dos gols da vitória por 2-0 sobre o Kaiserslautern na Allianz Arena.

Em 13/03/2012, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League contra o Basel da Suíça, Müller marcou o segundo gol da goleada do Bayern por 7-0 sobre o time suíço. Com o placar agregado de 7-1 – o Bayern de Munique perdeu por 1-0 para o Basel fora de casa -, a equipe de Munique avançou para a fase seguinte dessa competição.

Em 31/03/2012, em jogo da 28ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 chegou a marca de 100 jogos pelo Campeonato Alemão e ele celebrou este feito com uma vitória do seu time por 1-0 sobre o Nuremberg.

Em 05/05/2012, em partida válida pela última (34ª) rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou o seu primeiro e único doblete dessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Colônia fora de casa.

Müller celebrando o gol que marcou na final da UEFA Champions League 2011-12

Em 19/05/2012, o Bayern de Munique teve uma oportunidade única: ser o campeão da UEFA Champions League 2011-12 atuando no seu estádio. Porém, mesmo com um gol de Müller aos 38 minutos do segundo tempo, os bávaros levaram um gol do Chelsea da Inglaterra 5 minutos depois e assim sendo, as duas equipes tiveram de jogar a prorrogação e com a persistência do empate, Bayern e Chelsea decidiram o campeão da Liga dos Campeões 2011-12 nos pênaltis e nessa disputa, a equipe inglesa levou a melhor e venceu o time bávaro em Munique por 4-3 nas penalidades.

Veja Também!  Assista aos gols, lances e melhores momentos de Suécia 1 x 1 Espanha - Eliminatórias Eurocopa 2020

Em suma, em mais uma temporada com a camisa da equipe bávara, Thomas Müller disputou 53 partidas, fez 11 gols e proveu 20 assistências. Quanto ao Bayern de Munique, foi o vice-campeão de tudo o que disputou: Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões.

  • Números de Thomas Müller na sua 4ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
 53 *11  20  3 3913

* 11 gols dos quais 7 foram pela Bundesliga, 2 pela UEFA Champions League e 2 pela Copa da Alemanha

2012-13

No primeiro jogo do Bayern nessa temporada – 12 de agosto de 2012 -, Müller marcou um dos gols do triunfo por 2-1 sobre o Borussia Dortmund e com isso, a equipe bávara iniciava essa temporada com a campeã da Supercopa da Alemanha de 2012.

Em 25/08/2012, na estreia do Bayern nessa edição da Bundesliga, o camisa 25 marcou o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o campeão da 2ª divisão do futebol alemão, o Greuther Fürth. Na rodada seguinte do Campeonato Alemão em 02/09/2012, o jovem meia-atacante de 22 anos foi o destaque da goleada por 6-1 sobre o Stuttgart na Allianz Arena ao marcar um doblete no jogo e além disso, também contribuiu com assistências para os gols de Mario Mandžukić e de Bastian Schweinsteiger.

Em 22/09/2012, em jogo da 4ª rodada da Bundesliga, Müller marcou o seu 5º tento nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Schalke 04 na Veltins-Arena e além de ter feito 1 gol na partida, também deu o passe para Toni Kroos fazer o gol dele.

Em 20/10/2012, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Alemão, o meia-atacante de 23 anos marcou o seu segundo doblete nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Fortuna Düsseldorf e além dos 2 gols, deu o passe para Luiz Gustavo marcar o gol dele no jogo. Até aquele momento, o Bayern jogou 8 partidas pelo campeonato nacional e venceu as 8. Três dias depois, o time bávaro estava em campo novamente, mas desta vez para jogar contra o Lille da França em confronto válido pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões e com um gol de pênalti de Müller aos 20 minutos do primeiro tempo no recém-construído Grand Stade Lille Métropole, o Bayern venceu o time francês fora de casa.

Em 13/12/2012, após as boas atuações na primeira metade da temporada 2012-13, Müller se disse leal ao Bayern, alegando que estava em casa em Munique e que :” Não há outro clube para jogar quando você sair do FC Bayern… na verdade, é difícil encontrar outro clube melhor do que este.” Seis dias depois desse comentário, Müller assinou uma nova extensão de contrato com o time bávaro por mais duas temporadas, mantendo-o na Allianz Arena até o ano de 2017.

Em 27 de janeiro de 2013, em jogo da 19ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu primeiro tento após a pausa de inverno no triunfo por 2-0 sobre o Stuttgart em plena Mercebes-Benz Arena. Na rodada seguinte, em 02/02/2013, marcou novamente na vitória por 3-0 sobre o Mainz 05.

Em 19/02/2013, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League contra o Arsenal da Inglaterra, Müller foi um dos destaques do triunfo da equipe de Munique por 3-1 em Londres ao marcar 1 dos 3 gols do time e além de fazer um gol, deu o passe para Toni Kroos fazer o gol dele nessa partida. Posteriormente, a equipe inglesa venceu o time bávaro na Alemanha por 2-0, porém seguindo o critério do gol fora de casa, a equipe alemã avançou para a fase seguinte.

Em 02/04/2013, no primeiro confronto das quartas-de-finais da Liga dos Campeões contra a Juventus da Itália, o camisa 25 marcou o seu 5º tento nessa competição no triunfo por 2-0 sobre a equipe italiana na Allianz Arena. Posteriormente, o Bayern venceu a Juventus pelo mesmo placar em solo italiano e assim sendo, avançou para as semifinais.

Em 23/04/2013, no primeiro confronto da semifinal contra o Barcelona da Espanha válido pela UEFA Champions League, a equipe bávara contou com uma ótima atuação de Müller que marcou o seu 3º doblete nessa temporada, para vencer o time espanhol por 4-0 na Allianz Arena e além dos 2 gols marcados nessa partida, proveu a assistência para o gol do centroavante Mario Gómez. No segundo confronto entre as duas equipes em 01/05/2013, o meia-atacante de 23 anos marcou o último tento dos bávaros no triunfo por 3-0 sobre o Barcelona em pleno Camp Nou, na Espanha. Com este resultado, pela 2ª temporada consecutiva, o Bayern se encontrava em uma decisão de Liga dos Campeões e diferentemente da temporada anterior, desta vez o Bayern levou a melhor e pela 5ª vez na sua história se sagrou campeão de uma edição da UEFA Champions League.

A trajetória do Bayern de Munique até a conquista do título da UEFA Champions League 2012-13 foi a seguinte> após o sorteio, definiu-se que o Bayern teria de enfrentar o Valencia da Espanha, o Lille da França e o BATE Borisov de Belarus. Müller marcou gols na vitória por 1-0 sobre o Lille na 3ª rodada, no empate em 1-1 com o Valencia na 5ª rodada e por fim, na goleada por 4-1 sobre o BATE Borisov na última rodada da fase de grupos e ao fim desta fase, o time alemão somou 13 pontos – 4 vitórias, 1 empate e uma derrota – e terminou na liderança do grupo F e assim sendo, se classificou para a fase de mata-mata da UEFA Champions League 2012-13.

Nas oitavas-de-finais, o time bávaro enfrentou o Arsenal da Inglaterra e após uma vitória por 3-1 fora de casa e uma derrota por 2-0 para os ingleses na Allianz Arena, seguindo o critério do gol fora de casa, o Bayern se classificou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, o Bayern de Munique enfrentou a Juventus da Itália e com um placar agregado de 4-0 – duas vitórias pelo placar de 2-0 -, a equipe bávara seguiu adiante.

Nas semifinal, o Bayern enfrentou o Barcelona da Espanha e com um placar agregado de 7-0 – vitória por 4-0 na Allianz Arena e por 3-0 no Camp Nou -, a equipe alemã se classificou para a final da UEFA Champions League 2012-13.

Em 25/05/2013, o estádio do Wembley em Londres na Inglaterra, foi o palco de uma final alemã – Bayern de Munique x Borussia Dortmund – e nessa disputa entre “conhecidos”, a equipe bávara levou a melhor e venceu a equipe de Dortmund por 2-1 e com isso, pela 5ª vez na sua história, o Bayern de Munique se sagrava campeão da UEFA Champions League.

Thomas Müller – segurando o troféu da UEFA Champions League 2012-13 – e os jogadores do Bayern de Munique celebrando a conquista do título sobre o Borussia Dortmund

Apesar de não ter feito um dos gols do Bayern na final, Thomas Müller foi o artilheiro do time nessa competição e o 3º maior goleador com 8 gols ao lado de Burak Yilmaz do Galatasaray da Turquia e de Lionel Messi do Barcelona, ficando atrás apenas de Cristiano Ronaldo do Real Madrid – marcou 12 gols e foi o artilheiro da Liga dos Campeões 2012-13 – e de Robert Lewandowski do Borussia Dortmund (marcou 10 gols).

Em 01/06/2013, em confronto válido pela final da Copa da Alemanha, Müller marcou o seu último tento nessa temporada de pênalti na vitória por 3-2 sobre o Stuttgart e além do gol marcado, deu o passe para 1 dos 2 gols de Mario Gómez nessa final. Com a conquista de mais um título, o Bayern encerrou essa temporada com um histórico triplete (campeão da Bundesliga 2012-13, da Copa da Alemanha 2012-13 e da UEFA Champions League 2012-13), além da conquista do título da Supercopa da Alemanha no início da temporada.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 47 partidas, fez 23 gols e proveu 17 assistências. Além de ter sido um dos artilheiros da Liga dos Campeões, Müller também foi o 7º maior goleador da Bundesliga 2012-13 e também foi o 3º jogador que mais proveu assistências no campeonato nacional.

  • Números de Thomas Müller na sua 5ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
 47 *23  17  2 3571

* 23 gols dos quais 13 foram pela Bundesliga, 8 pela UEFA Champions League, 1 pela Supercopa da Alemanha e 1 pela Copa da Alemanha

2013-14

Após a conquista dos títulos da UEFA Champions League 2012-13 e da Copa da Alemanha 2012-13, Jupp Heynckes anunciou a sua aposentadoria do futebol e para o lugar dele, o Bayern de Munique contratou o espanhol Pep Guardiola.

Em 27 de julho de 2013, no primeiro jogo do novo treinador um revés por 4-2 para o Borussia Dortmund e com isso, a equipe de Dortmund se sagrou campeã da Supercopa da Alemanha de 2013.

Em 05/08/2013, em partida válida pela 1ª fase da Copa da Alemanha, Müller marcou o seu primeiro e único hat-trick dessa temporada na goleada por 5-0 sobre o BSV Rehden e além dos 3 gols marcados, deu o passe para Arjen Robben fazer o gol dele nesse jogo. Quatro dias depois, o camisa 25 teve a oportunidade de fazer mais um gol, porém Ter Stegen defendeu o pênalti cobrado por ele, mas segundos depois, a bola bateu na mão do zagueiro Álvaro Domínguez e como consequência, mais um pênalti anotado para o time bávaro e dessa vez, David Alaba converteu e com isso, a equipe de Munique venceu o Borussia Mönchengladbach por 3-1. Depois disso, Müller declarou: “Ainda estou feliz em cobrar os pênaltis, mas acho que David Alaba é o principal homem dos chutes no momento”.

Em 25/09/2013, em confronto válido pela 2ª fase da Copa da Alemanha, o camisa 25 marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Hannover 96 e além dos 2 tentos marcados, deu o passe para o gol de Franck Ribéry. Três dias depois, marcou o único gol da vitória do Bayern sobre o Wolfsburg em partida válida pela 7ª rodada da Bundesliga.

Em 02/10/2013, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Müller marcou o segundo gol do Bayern na vitória por 3-1 sobre o Manchester City da Inglaterra fora de casa.

Em 19/10/2013, em jogo da 9ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu segundo doblete nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Mainz 05 na Allianz Arena.

Em 02/11/2013, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou um dos gols da vitória por 2-1 sobre o Hoffenheim fora de casa. Nas duas rodadas seguintes do campeonato, o meia-atacante de 24 anos marcou 1 tento em cada partida; nos triunfos por 3-0 sobre o Augsburg e sobre o Borussia Dortmund respectivamente.

Em 21/12/2013, em partida válida pela final do Mundial Interclubes da FIFA, o camisa 25 foi um dos titulares do time e ficou em campo até os 31 minutos do segundo tempo, quando foi substituído pelo croata Mario Mandžukić. Quanto ao resultado do jogo, o Bayern venceu o Raja Casablanca do Marrocos por 2-0 e assim sendo, foi o campeão desta edição do Mundial Interclubes da FIFA.

Em 23 de fevereiro de 2014, em jogo da 22ª rodada da Bundesliga, Müller marcou o seu terceiro doblete nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Hannover 96 fora de casa.

Em 08/03/2014, em jogo da 24ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu 4º doblete nessa temporada na goleada por 6-1 sobre o Wolfsburg em plena Volkswagen Arena e além dos 2 tentos marcados na partida, também contribuiu com uma assistência para 1 dos 2 gols de Mario Mandžukić.

Em 17/05/2014, em partida válida pela final da Copa da Alemanha, Müller marcou o segundo gol do Bayern de Munique no último minuto da prorrogação em um jogo no qual o time bávaro venceu o Borussia Dortmund por 2-0 e com isso, pela 10ª vez na sua história, o Bayern encerrava uma temporada com um doblete (campeão do campeonato nacional e da Copa do seu país). Além disso, Thomas Müller foi o artilheiro da Copa da Alemanha 2013-14 com 8 gols marcados em 5 jogos.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 51 jogos, fez 26 gols e proveu 14 assistências. Ele proveu 10 assistências na Bundesliga 2013-14 e assim sendo, foi o 6º jogador que mais proveu assistências no campeonato. Quanto ao Bayern de Munique, além de ter sido o campeão do Campeonato Alemão, da Copa da Alemanha e do Mundial Interclubes da FIFA de 2013, foi o vice-campeão da Supercopa da Alemanha de 2013 e chegou até a semifinal da Liga dos Campeões sendo eliminado pelo Real Madrid da Espanha que foi o campeão do torneio.

  • Números de Thomas Müller na sua 6ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
 51 *26  14  3 3575

* 26 gols dos quais 13 foram pela Bundesliga, 8 pela Copa da Alemanha e 5 pela UEFA Champions League

2014-15

Logo após o término da temporada 2013-14, Müller assinou um novo contrato com o Bayern de Munique no qual estendeu o vínculo com o clube até o ano de 2019 e rejeitou uma oferta de contrato do Manchester United da Inglaterra.

Em 13 de agosto de 2014, no primeiro jogo do Bayern nessa temporada, Müller jogou o primeiro tempo da decisão da Supercopa da Alemanha, no qual o Borussia Dortmund venceu a equipe bávara por 2-0 e com isso, o time de Dortmund foi o campeão da Supercopa da Alemanha de 2014. Quatro dias depois, em partida válida pela 1ª fase da Copa da Alemanha, o camisa 25 marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Preußen Münster e além do gol marcado, deu o passe para Claudio Pizarro marcar o gol dele nesse jogo.

Em 22/08/2014, na estreia do Bayern nessa edição da Bundesliga, Müller marcou um dos gols da vitória por 2-1 sobre o Wolfsburg na Allianz Arena.

Em 23/09/2014, em jogo da 5ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu 3º tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Paderborn e além do gol, proveu assistência para 1 dos 2 gols de Mario Götze no jogo.

Em 08/11/2014, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou o seu primeiro e único hat-trick dessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Eintracht Frankfurt em plena Commerzbank Arena (estádio da equipe de Frankfurt).

Em 14 de fevereiro de 2015, em jogo da 21ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu primeiro doblete nessa temporada no “massacre” por 8-0 sobre o Hamburgo e além dos 2 gols marcados, proveu assistências para 1 dos 2 gols de Mario Götze, para 1 dos 2 gols de Arjen Robben e para o único gol de Robert Lewandowski nessa goleada.

Em 07/03/2015, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou o seu segundo doblete nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Hannover 96 fora de casa. Quatro dias depois – em 11/03/2015 -, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League contra o Shakhtar Donetsk da Ucrânia, Müller marcou o seu terceiro e último doblete nessa temporada na goleada por 7-0 sobre a equipe ucraniana e com os 2 tentos marcados nessa partida, Müller igualou-se com um ex-companheiro – Mario Gómez – como o jogador alemão que mais fez gols na história da Liga dos Campeões. Como o time alemão e o time ucraniano empataram em 0-0 no primeiro confronto na Ucrânia, a equipe alemã avançou para a fase seguinte.

Em 21/04/2015, no segundo confronto das quartas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Porto de Portugal, o camisa 25 foi um dos destaques da goleada por 6-1 sobre a equipe portuguesa ao fazer 1 dos 6 tentos do time bávaro e além do gol marcado, também proveu assistências para os 2 gols de Lewandowski nesse jogo. Ainda convém lembrar que com o tento marcado sobre os portugueses, Thomas Müller se tornou no jogador alemão com mais gols marcados em edições de Liga dos Campeões e além disso, com um placar agregado de 7-4 – derrota por 3-1 em Portugal e vitória por 6-1 na Alemanha -, o Bayern se classificou para a semifinal da UEFA Champions League 2014-15.

Em 12/05/2015, no segundo confronto da semifinal da UEFA Champions League contra o Barcelona, o camisa 25 marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre a equipe espanhola, porém mesmo com este resultado positivo, o Bayern não se classificou para a final porque perdeu o jogo de ida por 3-0 e com isso, a equipe bávara estava fora da final da UEFA Champions League 2014-15.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 48 partidas, fez 21 gols sendo que 13 foram pela Bundesliga 2014-15 e isso o tornou no 6º maior goleador do campeonato, além disso, também foi o 5º maior goleador da UEFA Champions League 2014-15. Além de fazer 21 gols em toda a temporada, ele também proveu 18 assistências sendo 10 pela Bundesliga tornando-o no 3º jogador que mais proveu assistências no campeonato ao lado do brasileiro Roberto Firmino do Hoffenheim e ficando atrás apenas de Kevin De Bruyne do Wolfsburg (21 assistências) e de Zlatko Junuzović do Werder Bremen (12 assistências).

Quanto ao Bayern de Munique, além de ter sido o campeão de mais uma edição da Bundesliga, foi o vice-campeão da Supercopa da Alemanha e chegou até as semifinais da Liga dos Campeões e da Copa da Alemanha.

  • Números de Thomas Müller na sua 7ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
 48 *21  18  2 3579

* 21 gols dos quais 13 foram pela Bundesliga, 7 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Alemanha

2015-16

Müller começou essa temporada jogando a decisão da Supercopa da Alemanha em 1 de agosto de 2015, a qual após um empate em 1-1 no tempo regulamentar e na prorrogação, foi vencida pelo Wolfsburg por 5-4 nos pênaltis.

Em 14/08/2015, na estreia do Bayern nessa edição da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Hamburgo. Nas 3 rodadas seguintes do Campeonato Alemão, Müller marcou 4 gols; 1 gol no triunfo por 2-1 sobre o Hoffenheim fora de casa, 2 gols na vitória por 3-0 sobre o Bayer Leverkusen e 1 gol na vitória por 2-1 sobre o Augsburg respectivamente.

Em 16/09/2015, na estreia do Bayern na fase de grupos desta edição da UEFA Champions League, Müller marcou o seu terceiro doblete nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Olympiacos da Grécia fora de casa.

Em 04/10/2015, em jogo da 8ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu 4º doblete nessa temporada na goleada por 5-1 sobre o Borussia Dortmund na Allianz Arena. Nos 2 jogos seguintes do time bávaro na Bundesliga, o meia-atacante de 26 anos marcou 2 gols; o único gol da vitória por 1-0 sobre o Werder Bremen fora de casa e na goleada por 4-0 sobre o Colônia.

Veja Também!  Onde assistir CRB x Operário-PR Futebol AO VIVO – Campeonato Brasileiro Série B

Em 27/10/2015, em partida válida pela 2ª fase da Copa da Alemanha, Müller foi o principal destaque da vitória por 3-1 sobre o Wolfsburg ao marcar o seu 5º doblete na temporada e além disso, deu o passe para o gol de Douglas Costa no jogo.

Em 04/11/2015, em confronto válido pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o camisa 25 marcou o seu 6º doblete nessa temporada na goleada por 5-1 sobre o Arsenal da Inglaterra na Allianz Arena.

Em 24/11/2015, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, Müller marcou o terceiro gol do Bayern na goleada por 4-0 sobre o Olympiacos na Allianz Arena e com isso, Thomas Müller se tornou o jogador mais jovem a chegar a marca de 50 vitórias na história da Liga dos Campeões, batendo o recorde de Lionel Messi por 14 meses.

Em 09/12/2015, em partida válida pela última rodada (6ª) da fase de grupos da UEFA Champions League, o camisa 25 entrou em campo no lugar de Franck Ribéry logo após o intervalo e depois de 15 minutos, proveu assistência para 1 dos 2 gols de Robert Lewandowski no triunfo por 2-0 sobre o Dinamo Zagreb da Croácia fora de casa e nos minutos finais do jogo, Müller teve a chance de ampliar o placar, mas a sua penalidade foi defendida por Eduardo, mas mesmo com essa chance desperdiçada, Müller terminou a fase de grupos como um dos artilheiros da competição com 5 tentos marcados em 6 jogos.

Em 18/12/2015, Müller assinou um novo contrato com o Bayern, mantendo-o no clube até o ano de 2021. No dia seguinte, em jogo da 17ª rodada da Bundesliga, o último jogo antes da pausa de inverno, Müller converteu uma cobrança de pênalti aos 40 minutos do primeiro tempo e assim sendo, este foi o gol da vitória do time bávaro sobre o Hannover 96 em plena HDI Arena.

Em 20 de fevereiro de 2016, em jogo da 22ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu 7º doblete nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre o Darmstadt.

Em 12/03/2016, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou o seu 8º doblete nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Werder Bremen. Quatro dias depois, mas desta vez em jogo da volta das oitavas-de-finais contra a Juventus da Itália, Müller foi um dos heróis da classificação do Bayern para as quartas-de-finais ao marcar o segundo gol do empate em 2-2 no tempo regulamentar e como as duas equipes repetiram o mesmo placar do primeiro confronto, tiveram de decidir a vaga na prorrogação e o time alemão levou a melhor e venceu por 4-2.

Em 19/04/2016, em confronto válido pela semifinal da Copa da Alemanha, Müller marcou o seu último doblete nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Werder Bremen e com este resultado, o time bávaro se classificou para mais uma final desse torneio. Posteriormente, o Bayern foi o campeão dessa edição da Copa da Alemanha ao vencer o Borussia Dortmund na final nos pênaltis por 4-3 após a persistência do empate em 0-0 nos 120 minutos de jogo.

Em 30/04/2016, em jogo da 32ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu último tento nessa temporada no empate em 1-1 com o Borussia Mönchengladbach na Allianz Arena. Três dias depois, no segundo confronto contra o Atlético de Madrid da Espanha em Munique, três minutos depois do gol de Xabi Alonso, Müller teve a chance de ampliar o placar, mas teve o seu pênalti defendido por Jan Oblak e assim sendo, a equipe bávara venceu a equipe espanhola por 2-1, porém como havia perdido o primeiro confronto por 1-0 e somando-se a isso a regra do gol fora de casa, o Atlético de Madrid se classificou para a final da UEFA Champions League 2015-16.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 49 partidas, fez 32 gols – tornando-se no 3º maior goleador da Liga dos Campeões com 8 gols ao lado de Luis Suárez do Barcelona, ficando atrás apenas de Cristiano Ronaldo do Real Madrid (16 gols) e do seu companheiro de clube, Robert Lewandowski (9 gols) e também no 3º maior goleador da Bundesliga 2015-16 com 20 gols, ficando atrás apenas de Lewandowski (30 gols) e de Pierre-Emerick Aubameyang (25 gols) – e proveu 12 assistências.

Quanto ao Bayern de Munique, além de ser o campeão do Campeonato Alemão, da Supercopa da Alemanha e da Copa da Alemanha, chegou até as semifinais da UEFA Champions League 2015-16.

  • Números de Thomas Müller na sua 8ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
 49 *32  12  6 3820

* 32 gols dos quais 20 foram pela Bundesliga, 8 pela UEFA Champions League e 4 pela Copa da Alemanha

2016-17

Após o término da temporada 2015-16, Pep Guardiola deixou o comando do Bayern para assumir o comando do Manchester City da Inglaterra e para o lugar do treinador espanhol, o time bávaro resolveu apostar as suas fichas no italiano Carlo Ancelotti e logo no primeiro jogo do novo treinador em 14 de agosto de 2016, Müller marcou o seu primeiro gol nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Borussia Dortmund. Com este resultado, o Bayern de Munique era mais uma vez o campeão de uma edição da Supercopa da Alemanha.

Na estreia do Bayern nessa edição da Bundesliga em 26 de agosto de 2016, o camisa 25 da equipe bávara foi um dos destaques da goleada por 6-0 sobre o Werder Bremen ao prover 3 assistências nesse jogo; para 1 dos 3 gols de Robert Lewandowski, para o gol de Philipp Lahm e para o gol de Franck Ribéry respectivamente.

Em 13/09/2016, na estreia do Bayern na fase de grupos da UEFA Champions League 2016-17, Thomas Müller celebrou o seu 27º aniversário marcando o segundo gol do time bávaro na goleada por 5-0 sobre o Rostov da Rússia na Allianz Arena.

Após o gol marcado diante do Rostov na 1ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Müller só voltou a balançar as redes em 19/10/2016 em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões novamente quando marcou o primeiro tento do Bayern na goleada por 4-1 sobre o PSV Eindhoven da Holanda em Munique.

Após o gol diante do PSV em uma partida válida pela fase de grupos da UEFA Champions League, o camisa 25 teve de lidar com um jejum que só se encerrou em 10/12/2016, em jogo da 14ª rodada do Campeonato Alemão ao marcar o 4º gol do time bávaro na goleada por 5-0 sobre o Wolfsburg e ainda convém lembrar que além de ter colocado um fim na seca de gols nessa partida, também contribuiu com uma assistência para 1 dos 2 tentos que Lewandowski marcou nessa goleada.

Em 15 de fevereiro de 2017, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Arsenal, Müller entrou em campo aos 41 minutos do segundo tempo no lugar de Lewandowski e 2 minutos depois, marcou o último gol da goleada por 5-1 sobre a equipe inglesa. Posteriormente, mesmo com o jogo da volta sendo em Londres na Inglaterra, o Bayern repetiu o mesmo placar do primeiro confronto e com isso, sem dificuldades avançou para a fase seguinte.

Em 01/04/2017, em jogo da 26ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 jogou como titular e marcou o seu primeiro e único doblete nessa temporada na goleada por 6-0 sobre o Augsburg e além dos 2 gols marcados, proveu assistência para 1 dos 3 gols de Lewandowski.

Em 29/04/2017, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Alemão, Müller marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 6-0 sobre o Wolfsburg em plena Volkswagen Arena e além de ter marcado 1 dos 6 tentos da sua equipe nessa partida, contribuiu com assistências para 1 dos 2 gols de Robert Lewandowski e para o gol de Arjen Robben.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 42 jogos, fez 9 gols e proveu 17 assistências sendo 12 destas pela Bundesliga 2016-17 tornando-o no 2º jogador que mais proveu assistências no campeonato ao lado de Ousmane Dembélé do Borussia Dortmund, ficando atrás apenas de Emil Forsberg do RB Leipzig (19 assistências). Quanto ao Bayern de Munique, foi mais uma vez o campeão do Campeonato Alemão e também foi o campeão da Supercopa da Alemanha, mas por outro lado, chegou até a semifinal da Copa da Alemanha e também foi eliminado nas quartas-de-finais da UEFA Champions League.

Desde a sua primeira temporada como profissional, Müller não havia marcado menos de 10 gols em uma temporada e desta vez, isso ocorreu na temporada 2016-17 e isso gerou muitas críticas a Carlo Ancelotti, pois vários especialistas do futebol alemão, dentre eles o lendário Lothar Matthäus, culparam o treinador italiano pela dificuldade em que Müller encontrou em marcar gols nessa temporada. Além disso, Ancelotti costumava escalar Thiago Alcântara como o jogador que ficava atrás do centroavante, posição na qual o Müller jogava antes da mudança de técnico e além disso, o camisa 25 teve de amargar o banco em alguns jogos importantes do clube nessa temporada, algo que não ocorria com os treinadores anteriores.

  • Números de Thomas Müller na sua 9ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2016-17
 42 *9  17  0 3004

* 9 gols dos quais 5 foram pela Bundesliga, 3 pela UEFA Champions League e 1 pela Supercopa da Alemanha

2017-18

No primeiro jogo do Bayern nessa temporada em 5 de agosto de 2017 contra o Borussia Dortmund na decisão da Supercopa da Alemanha, Müller começou no banco, mas aos 22 minutos da segunda etapa, entrou no lugar de Kingsley Coman, porém mesmo com esta e mais duas mudanças, as duas equipes empataram em 2-2 e na prorrogação, esse placar se repetiu e assim sendo, as duas equipes decidiram o título da Supercopa da Alemanha de 2017 nos pênaltis e o time bávaro levou a melhor e venceu essa disputa por 5-4.

Em 12/08/2017, em confronto válido pela 1ª fase da Copa da Alemanha, além de iniciar como titular, o camisa 25 também capitaneou o time e no seu primeiro jogo como capitão, goleada por 5-0 sobre o Chemnitzer.

Em 16/09/2017, em jogo da 4ª rodada da Bundesliga, Müller marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Mainz 05 e além do gol marcado, deu o passe para 1 dos 2 gols de Lewandowski nessa partida.

Após a derrota para o Paris Saint-Germain da França por 3-0 na 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League em 27/09/2017, chegou-se a um consenso que não havia mais clima para a permanência de Ancelotti no comando da equipe bávara, pois o treinador “perdeu o vestiário” e além dessa derrota para o PSG, o clube não venceu o Wolfsburg na Allianz Arena na 6ª rodada da Bundesliga.

Com a saída de Ancelotti, o Bayern fez um convite para Jupp Heynckes sair da aposentadoria e comandar o clube até o fim dessa temporada e ele aceitou a oferta de imediato.

Em 18/10/2017, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Müller marcou o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o Celtic da Escócia. Três dias depois, em jogo da 9ª rodada do Campeonato Alemão, Müller entrou em campo no lugar de James Rodríguez logo após o intervalo e com apenas 7 minutos em campo, deu o passe para Corentin Tolisso marcar o gol da vitória do time bávaro sobre o Hamburgo, porém 3 minutos após o gol, o camisa 25 teve de deixar o campo devido à uma lesão muscular.

No seu retorno aos gramados em 02/12/2017, em jogo da 14ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 foi um dos destaques da vitória por 3-1 sobre o Hannover 96 ao contribuir com assistências para os gols de Arturo Vidal e de Kingsley Coman nessa partida.

Em 20/12/2017, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa da Alemanha, Müller marcou o seu primeiro tento após a recuperação da lesão no triunfo por 2-1 sobre o Borussia Dortmund e assim sendo, o Bayern avançou para a fase seguinte dessa competição.

Em 21 de janeiro de 2018, em jogo da 19ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 da equipe bávara marcou o seu primeiro doblete nessa temporada no triunfo por 4-2 sobre o Werder Bremen e além dos 2 tentos marcados, proveu assistência para 1 dos 2 gols de Robert Lewandowski nessa partida.

Em 20/02/2018, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League contra o Besiktas da Turquia, Müller marcou o seu segundo e último doblete nessa temporada na goleada por 5-0 sobre os turcos na Allianz Arena e além dos 2 gols marcados, deu o passe para 1 dos 2 gols de Lewandowski na partida. Posteriormente, o Bayern venceu o Besiktas novamente fora de casa por 3-1 e com isso, avançou para a fase seguinte dessa competição.

Em 17/04/2018, em confronto válido pela semifinal da Copa da Alemanha, Müller marcou o seu primeiro e único hat-trick nessa temporada na goleada por 6-2 sobre o Bayer Leverkusen e assim sendo, o Bayern de Munique se classificou para a final da Copa da Alemanha 2017-18, no entanto, a equipe bávara perdeu a final para o Eintracht Frankfurt por 3-1. Quatro dias após a goleada sobre o Bayer Leverkusen, o Bayern estava em campo novamente, mas desta vez em jogo válido pela 31ª rodada da Bundesliga, Müller marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Hannover 96 em plena HDI Arena e além do tento marcado, deu o passe para Sebastian Rudy marcar o gol dele nesse jogo.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 45 partidas, fez 15 gols e proveu 18 assistências sendo que 14 destas foram pela Bundesliga 2017-18 e com isso, Müller foi o líder em assistências do campeonato nessa temporada. Quanto ao Bayern de Munique, além de ter sido o campeão da Bundesliga e da Supercopa da Alemanha, foi o vice-campeão da Copa da Alemanha e chegou até as semifinais da UEFA Champions League.

  • Números de Thomas Müller na sua 10ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
 45 *15  18  5 3111

* 15 gols dos quais 8 foram pela Bundesliga, 4 pela Copa da Alemanha e 3 pela UEFA Champions League

2018-19

Após o término da temporada 2017-18, Jupp Heynckes retornou a sua aposentadoria e para o seu lugar, o time bávaro resolveu apostar as suas fichas em Niko Kovač e assim sendo, no primeiro jogo sob o comando do treinador croata em 12 de agosto de 2018, Müller foi escalado entre os titulares e deu o passe para Robert Lewandowski marcar 1 dos seus 3 gols na goleada por 5-0 sobre o Eintracht Frankfurt na decisão da Supercopa da Alemanha de 2018. Logo no início da temporada, o Bayern acrescentava mais um título para a sua galeria.

Em 24/08/2018, na estreia do Bayern nessa edição da Bundesliga, o camisa 25 marcou de cabeça o seu primeiro tento nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre o Hoffenheim na Allianz Arena e além do gol marcado, contribuiu com uma assistência para o gol de Arjen Robben. Na rodada seguinte em 01/09/2018, marcou um dos gols da vitória por 3-0 sobre o Stuttgart em plena Mercedes-Benz Arena e além de ter feito 1 gol nesse jogo, também deu o passe para o gol de Leon Goretzka.

Em 30/10/2018, em confronto válido pela 2ª fase da Copa da Alemanha, Müller marcou o segundo gol da vitória por 2-1 sobre o SV Rödinghausen e com isso, o Bayern avançou para a fase seguinte desse torneio.

Em 24/11/2018, em jogo da 12ª rodada da Bundesliga, o camisa 25 marcou o seu primeiro e único doblete nessa temporada no empate em 3-3 com o Fortuna Düsseldorf.

Em 12/12/2018, em partida válida pela última rodada (6ª) da fase de grupos da UEFA Champions League, Müller jogou a sua 105ª partida pelo Bayern nessa competição e com isso, igualou-se a um recorde que pertence a seu compatriota e ex-companheiro de time Philipp Lahm. Porém, não houve motivo para celebrar essa ocasião porque além do empate em 3-3 com o Ajax da Holanda fora de casa, Müller foi expulso com um cartão vermelho direto pela primeira vez em sua carreira. Isso resultou em uma suspensão de dois jogos e com a ausência de Müller diante do Liverpool da Inglaterra nas oitavas-de-finais, empate em 0-0 fora de casa e derrota por 3-1 em plena Allianz Arena.

Em 15/12/2018, em jogo da 15ª rodada da Bundesliga, Müller jogou a sua 300ª partida pelo Bayern nesse campeonato e para celebrar essa ocasião, vitória por 4-0 sobre o Hannover 96 fora de casa.

Após os 2 gols marcados no empate em 3-3 com o Fortuna Düsseldorf na 12ª rodada do Campeonato Alemão, o camisa 25 voltou a balançar as redes em 2 de março de 2019 em jogo da 24ª rodada do Campeonato Alemão na goleada por 5-1 sobre o Borussia Mönchengladbach em pleno Stadion im Borussia-Park (estádio do Gladbach). Na rodada seguinte, marcou um dos gols da goleada por 6-0 sobre o Wolfsburg e além de ter feito 1 gol nesse jogo, contribuiu com uma assistência para o gol de Serge Gnabry.

Em 24/04/2019, em confronto válido pela semifinal da Copa da Alemanha, Müller marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre o Werder Bremen fora de casa e além de ter feito 1 gol nesse jogo, também deu o passe para 1 dos 2 gols de Robert Lewandowski.

Em 18/05/2019, Müller conquistou o seu 7º título consecutivo da Bundesliga, com o Bayern terminando o Campeonato 2 pontos a frente do Borussia Dortmund. Este foi o 8º título de Müller na Bundesliga. Uma semana depois, o camisa 25 jogou os 90 minutos da decisão da Copa da Alemanha diante do RB Leipzig, vencida pelo Bayern pelo placar de 3-0 e com isso, Müller conquistou o título da Copa da Alemanha pela 5ª vez na sua carreira.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time bávaro, Thomas Müller disputou 45 jogos, fez 9 gols e proveu 16 assistências. Quanto ao Bayern de Munique, foi o campeão de todas as competições em solo alemão, no entanto, foi eliminado nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões.

  • Números de Thomas Müller na sua 11ª Temporada no Bayern de Munique
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
 45 *9  16  1 1 3251

* 9 gols dos quais 6 foram pela Bundesliga e 3 pela Copa da Alemanha

2019-20

Até aqui, Müller disputou 6 jogos pelo Bayern nessa temporada e embora não tenha feito sequer 1 gol, proveu 3 assistências sendo que duas destas na goleada por 6-1 sobre o Mainz 05; assistências para os gols de Lewandowski e de Alphonso Davies.

  • Números de Thomas Müller na sua 12ª e atual Temporada no Bayern de Munique
Veja Também!  A Carreira de Mesut Özil em Números
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2019-20
 6  3  1 **384

** a temporada 2019-20 está em andamento

Títulos que conquistou no Bayern de Munique

  • UEFA Champions League 2012-13
  • Supercopa da UEFA de 2013
  • Mundial Interclubes da FIFA de 2013
  • Bundesliga 2009-10, 2012-13, 2013-14, 2014-15, 2015-16, 2016-17, 2017-18 e 2018-19
  • Copa da Alemanha 2009-10, 2012-13, 2013-14, 2015-16 e 2018-19
  • Supercopa da Alemanha de 2010, 2012, 2016, 2017 e de 2018
  • O vídeo abaixo mostra 100 dos 110 gols que Thomas Müller marcou na Bundesliga
  • Este vídeo foi publicado em 25 de janeiro de 2018 por Bundesliga

 

Números de Thomas Müller na Seleção da Alemanha

 

Alemanha

Seleções de Base

Assim como muitos outros jogadores, Thomas Müller também teve passagens pelas seleções de base do seu país. A primeira vez que jogou pela seleção alemã foi em 2004, quando atuou pela seleção sub-16. Em agosto de 2009, ele foi convocado para a equipe sub-21 e a sua estreia pela seleção sub-21 foi para se esquecer, derrota por 3-1 ante a Turquia em um amistoso. Depois deste jogo contra a Turquia, Müller jogou 6 partidas pela seleção sub-21 e marcou um tento no “massacre” por 11-0 sobre San Marino.

Em outubro do mesmo ano (2009), as atuações de Müller na equipe principal do Bayern fizeram com que o técnico da seleção principal da Alemanha, Joachim Löw, considerasse convocá-lo, apesar da relutância inicial do conselho do Bayern de Munique, porém ele foi convocado no mês seguinte para um amistoso contra a Costa do Marfim. No entanto, isso coincidiu com a morte do ex-goleiro da seleção alemã Robert Enke, o que levou ao cancelamento dos amistosos da seleção alemã naquela época.

Com menos oportunidades de experimentar novos jogadores, e com a equipe sub-21 tendo jogos crucias nas Eliminatórias do Campeonato Europeu Sub-21 de 2011, Löw e o técnico da seleção sub-21 – Rainer Adrion – acharam que naquele momento Müller era necessário no time sub-21, e Müller teve de jogar as partidas da Eliminatórias do Campeonato Europeu Sub-21.

Seleção Principal

De volta a seleção principal da Alemanha para as sessões de treinamento em Sindelfingen em janeiro de 2010, Müller foi um dos jogadores selecionados para a partida seguinte, um amistoso contra a seleção da Argentina em março e assim sendo, em 03/03/2010, Müller fez a sua estreia pela seleção principal da Alemanha entre os titulares na Allianz Arena, o mesmo estádio pelo qual Müller já estava acostumado a jogar, porém esta foi uma estreia para se esquecer, pois a Argentina derrotou a Alemanha pelo placar de 1-0. Ele foi substituído aos 21 minutos do segundo tempo pelo companheiro estreante Toni Kroos.

Copa do Mundo FIFA de 2010

Antes do início da Copa do Mundo FIFA de 2010, Müller foi um dos 27 jogadores convocados para esta edição da Copa, juntamente com outros 7 jogadores do Bayern de Munique. Apesar do susto antes do início da Copa no qual foi tentar uma bicicleta em um dos treinos e acabou se machucando, ainda assim Müller foi um dos jogadores selecionados para a lista final de 23 jogadores de Joachim Löw.

Thomas Müller recebeu a camisa de número 13, normalmente usada por Michael Ballack que estava lesionado e anteriormente usada pela lenda Gerd Müller.

Em 03/06/2010, Müller jogou a sua segunda partida com a camisa da seleção principal da Alemanha ao substituir Piotr Trochowski logo após o intervalo de um amistoso no qual a Alemanha venceu a Bósnia e Herzegovina por 3-1. Convém lembrar que o novo dono da camisa 13 da seleção alemã sofreu o pênalti que foi convertido por Bastian Schweinsteiger aos 32 minutos da segunda etapa.

Em 13/06/2010, a Alemanha estreou na fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2010 na África do Sul com uma goleada por 4-0 sobre a Austrália e um dos destaques dessa partida foi Thomas Müller que surpreendentemente iniciou entre os titulares e além de fazer 1 dos 4 gols da seleção alemã, também contribuiu com uma assistência para o gol de Lukas Podolski. Após a estreia, a Alemanha perdeu para a Sérvia por 1-0 na rodada seguinte, mas na última rodada da fase de grupos, vitória por 1-0 sobre Gana e com isso, a Alemanha somou 6 pontos e garantiu a 1ª colocação do grupo D.

Nas oitavas-de-finais, a Alemanha enfrentou a Inglaterra e com uma grande atuação do camisa 13 que marcou 2 gols na goleada por 4-1 sobre a seleção inglesa. Além dos 2 gols marcados, Müller também proveu assistência para o gol de Lukas Podolski nessa goleada e assim sendo, a Alemanha se classificou para a fase seguinte dessa competição.

Nas quartas-de-finais, a Alemanha enfrentou a Argentina e logo aos 3 minutos do primeiro tempo, bem no início do jogo, de cabeça, Müller abriu o placar e a seleção alemã venceu a seleção argentina por 4-0. Apesar do triunfo, devido ao segundo cartão amarelo nessa Copa do Mundo, o camisa 13 estava suspenso para a partida seguinte diante da Espanha.

Sem poder contar com Müller, a Alemanha perdeu para a Espanha por 1-0 na semifinal e com isso, teve de se contentar com a disputa do 3º lugar. O adversário da Alemanha pelo posto do 3º lugar da Copa do Mundo FIFA de 2010 era o Uruguai e aos 19 minutos da primeira etapa, o camisa 13 abriu o placar para os alemães que venceram essa partida por 3-2 e assim sendo, a Alemanha foi a 3ª colocada da Copa do Mundo FIFA de 2010 na África do Sul. O sucesso da seleção alemã foi o culminar de uma série de mudanças feitas após o fracasso da equipe na Eurocopa de 2000. Os alemães enfatizaram um estilo mais aberto e de ataque, não associado anteriormente à Alemanha, e incluíram jogadores jovens de destaque, incluindo Müller, Sami Khedira e Mesut Özil.

Com 5 gols marcados nessa edição da Copa do Mundo, Müller terminou como o artilheiro do torneio ao lado de David Villa da Espanha, Diego Forlán do Uruguai e de Wesley Sneijder da Holanda. Ele também ganhou o prêmio de Melhor Jogador Jovem contra os nomeados André Ayew, de Gana, e Giovani dos Santos, do México.

Em outubro de 2010, ele foi um dos nomeados na lista final do prêmio FIFA Ballon d’Or, juntamente com 4 de seus companheiros de equipe na Alemanha. Refletindo sobre seu sucesso na Copa do Mundo FIFA de 2010, Müller disse: “Eu basicamente tive sorte, cheguei à forma no momento certo”.

  • Desempenho de Thomas Müller na Copa do Mundo FIFA de 2010
Pd Gm A CA CV Mj
 6 5  3  2 473

Euro 2012

A classificação da Alemanha para a Eurocopa de 2012 que realizar-se-ia na Polônia e na Ucrânia foi tranquila e com um recorde; 10 vitórias em 10 jogos das Eliminatórias da Euro 2012, um aproveitamento de 100%. As partidas em que Müller se destacou nas Eliminatórias foram na goleada por 4-0 sobre o Cazaquistão – fez 2 gols – e na goleada por 6-2 sobre a Áustria na qual o camisa 13 proveu 3 assistências.

Em 9 de junho de 2012, a Alemanha estreou com uma vitória por 1-0 sobre Portugal na fase de grupos da Euro 2012. Nas duas rodadas seguintes, triunfos por 2-1 sobre a Holanda e a Dinamarca respectivamente e com isso, a seleção alemã garantiu o 1º lugar do grupo B.

Nas quartas-de-finais, a Alemanha enfrentou a Grécia e venceu por 2-1, porém na semifinal, a seleção alemã foi eliminada do torneio com uma derrota por 2-1 ante a Itália.

  • Desempenho de Thomas Müller na Euro 2012
Pd Gm A CA CV Mj
 5  0  0 306

Copa do Mundo FIFA de 2014

Müller marcou os seus primeiros 2 gols nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014 em 22 de março de 2013 na vitória por 3-0 sobre o Cazaquistão fora de casa. Além desses 2 tentos nas Eliminatórias da Copa, o camisa 13 marcou mais 2 gols; nas vitórias por 3-0 sobre a Áustria e as Ilhas Faroe respectivamente. Ao término das Eliminatórias, a Alemanha somou 28 pontos – 9 vitórias e 1 empate – e com isso, se classificou para a Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil.

Em 16 de junho de 2014, na estreia da Alemanha na fase de grupos dessa edição da Copa do Mundo, o camisa 13 marcou o seu primeiro hat-trick com a camisa da seleção alemã e assim sendo, goleada por 4-0 sobre Portugal e não por acaso, foi eleito “the man of the match” (o homem do jogo). Além disso, ele também foi o alvo da cabeçada de Pepe aos 37 minutos do primeiro tempo, o que resultou na expulsão do zagueiro português.

Na rodada seguinte da fase de grupos, Müller deu o passe para o gol de Mario Götze no empate em 2-2 com a seleção de Gana. Por fim, na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2014, o camisa 13 marcou o único gol da vitória da Alemanha sobre os Estados Unidos e como resultado, além da Alemanha garantir o 1º lugar do grupo G, isso também acabou com os rumores de que haveria um conluio entre Löw e Klinsmann – técnico da seleção norte-americana – para que essa partida terminasse empatada já que isso beneficiaria as duas seleções, como algo que ocorreu na Copa do Mundo FIFA de 1982.

Nas oitavas-de-finais, a Alemanha enfrentou a Argélia e após um empate em 0-0 no tempo regulamentar, logo no início da prorrogação Müller deu o passe para André Schürrle marcar o primeiro gol da vitória da seleção alemã por 2-1 e com isso, a Alemanha avançou para a fase seguinte do torneio.

Nas quartas-de-finais, a seleção alemã enfrentou a França e levou a melhor e venceu por 1-0 e assim sendo, a Alemanha seguiu adiante.

Nas semifinais, a Alemanha enfrentou a seleção anfitriã – o Brasil – e Thomas Müller foi o autor do primeiro gol do “massacre” alemão por 7-1 sobre o Brasil no estádio do Mineirão em Belo Horizonte. Müller já havia marcado 5 gols em cada uma das duas primeiras Copas do Mundo, tornando-o o 3º jogador a atingir este feito (depois de Teófilo Cubillas e do companheiro de equipe Miroslav Klose). Além disso, com este gol marcado diante do Brasil, Thomas Müller igualou-se ao compatriota Helmut Rahn com 10 gols em Copas do Mundo.

Em 13/07/2014, o estádio do Maracanã no Rio de Janeiro foi o palco da final entre a Alemanha e a Argentina no qual a seleção alemã se sagrou campeã com um gol de Götze na prorrogação e com isso, pela 4ª vez na sua história, a Alemanha se sagrava campeã de uma edição de Copa do Mundo.

Thomas Müller segurando o troféu da Copa do Mundo FIFA de 2014

Além de tudo isso, ainda convém lembrar que Müller foi um dos escolhidos para fazer parte da lista de 10 jogadores para o prêmio Bola de Ouro da FIFA como melhor jogador do torneio. Tendo desempenhado um papel importante no triunfo da equipe na Copa do Mundo, Müller recebeu a Bota de Prata como o segundo melhor marcador do torneio, com 5 gols, ficando atrás apenas de James Rodríguez da Colômbia que marcou 6 gols.

  • Desempenho de Thomas Müller na Copa do Mundo FIFA de 2014
Pd Gm A CA CV Mj
 7 5  3  0 682

Euro 2016

Müller disputou 9 dos 10 jogos da Alemanha nas Eliminatórias da Euro 2016 e marcou 9 tentos e assim sendo, foi o 3º maior goleador das Eliminatórias, ficando atrás apenas de Robert Lewandowski da Polônia (13 gols) e de Zlatan Ibrahimović da Suécia (11 gols). Quanto a seleção alemã, ao término desta fase – Eliminatórias -, terminou em 1º lugar no grupo D com um total de 22 pontos – 7 vitórias, 1 empate e duas derrotas – e assim sendo, garantiu a vaga para a fase de grupos da Euro 2016 que realizar-se-ia na França.

Em 12 de junho de 2016, na estreia da Alemanha na fase de grupos da Euro 2016, o camisa 13 atuou como titular na vitória por 2-0 sobre a Ucrânia. Na rodada seguinte, jogou como titular novamente no empate em 0-0 com a Polônia e por fim, na última rodada da fase de grupos, Müller deu o passe para Mario Gómez marcar o único gol do triunfo da Alemanha sobre a Irlanda do Norte e com 7 pontos somados em 3 jogos, a seleção alemã terminou em 1º lugar no grupo C.

Nas oitavas-de-finais, a Alemanha jogou contra a Eslováquia e não encontrou dificuldades e venceu por 3-0 e com isso, a seleção alemã avançou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, a Alemanha enfrentou a Itália e após um empate em 1-1 no tempo regulamentar e também na prorrogação, as duas seleções tiveram de decidir a vaga para a fase seguinte nos pênaltis e mesmo com o Müller tendo a sua penalidade defendida por Buffon, a seleção alemã venceu por 6-5 e se classificou para a semifinal dessa edição da Eurocopa. Uma curiosidade, esta foi a primeira vez que um jogador da seleção alemã perde um pênalti desde que Uli Stielike não converteu a sua penalidade na Copa do Mundo de 1982.

Na semifinal, a seleção alemã enfrentou a seleção anfitriã – a França – e diferentemente do que ocorreu nos 2 jogos anteriores, desta vez a seleção adversária levou a melhor e bateu os alemães por 2-0 e com isso, o sonho de conquistar o título da Eurocopa pela 4ª vez, teve de ser adiado para 2020.

  • Desempenho de Thomas Müller na Euro 2016
Pd Gm A CA CV Mj
 6  1  0 570

Copa do Mundo FIFA de 2018

Assim como ocorreu nas Eliminatórias anteriores, a Alemanha sobrou mais uma vez e com um aproveitamento de 100% – venceu as 10 partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018 -, terminou em 1º lugar no grupo C com uma vantagem de 11 pontos sobre o 2º colocado do grupo (Irlanda do Norte) e assim sendo, a seleção alemã obteve vaga para a fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia. Quanto a Thomas Müller, foi o artilheiro da Alemanha nas Eliminatórias ao lado de Sandro Wagner, cada um fez 5 gols em 10 partidas.

Em 17 de junho de 2018, a Alemanha fez a sua estreia na fase de grupos dessa edição da Copa do Mundo com uma derrota por 1-0 ante o México. Na rodada seguinte, vitória por 2-1 sobre a Suécia e com isso, a seleção alemã seguia viva na disputa por uma vaga na fase de mata-mata do torneio. Por fim, no jogo da última rodada da fase de grupos contra a Coreia do Sul, Löw optou por colocar Müller no banco, mas precisando da vitória, o colocou em campo no lugar do jovem Leon Goretzka aos 18 minutos da segunda etapa, porém mesmo com esta e mais duas alterações, a Alemanha foi surpreendida e perdeu para a seleção sul-coreana por 2-0 e com isso, estava fora da Copa do Mundo FIFA de 2018.

  • Desempenho de Thomas Müller na Copa do Mundo FIFA de 2018
Pd Gm A CA CV Mj
 3  0  1 207

Liga das Nações da UEFA A

Após a queda ainda na fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia, Thomas Müller seguiu sendo convocado por Joachim Löw e na estreia da Alemanha na fase de grupos da Liga das Nações da UEFA, o camisa 13 jogou como titular no empate em 0-0 com a França na Allianz Arena em Munique, na Alemanha. Nos 3 jogos seguintes da seleção alemã na Liga das Nações da UEFA, Müller não iniciou mais como titular e assim sendo, passou a ser opção para o segundo tempo.

Em 19/11/2018, em jogo da última rodada (4ª) da fase de grupos da Liga das Nações, Thomas Müller entrou em campo aos 22 minutos do segundo tempo no lugar de Serge Gnabry, mas mesmo com o intuito de buscar a vitória, a Alemanha só ficou no empate em 2-2 com a Holanda e com isso, foi eliminada da Liga das Nações da UEFA. Além da eliminação, esta foi a última vez até aqui que Thomas Müller disputou uma partida pela seleção alemã.

  • Desempenho de Thomas Müller na Liga das Nações da UEFA 2018-19
Pd Gm A CA CV Mj
 4  0  0 172

 

Fim da Linha?

Em 5 de março de 2019, Joachim Löw confirmou que Thomas Müller, Jérôme Boateng e Mats Hummels não faziam parte dos seus planos para um futuro próximo, pois era hora de “renovar” a seleção alemã. Müller disse após a decisão que estava “zangado e surpreso” com a decisão que Löw tomou, deixar ele e os 2 zagueiros de fora da renovação da seleção alemã.

Títulos que conquistou pela seleção da Alemanha

  • Copa do Mundo FIFA de 2014
  • O vídeo abaixo mostra um resumo geral – gols e assistências – de Thomas Müller com a camisa da seleção alemã
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 20 de março de 2019 por Goal TV

TOTAL

Pd Gm A CA CV Mj
100 38 36 5 7374
Prêmios individuais
  • Melhor Jogador Jovem do Campeonato Alemão: 2010
  • Seleção do Campeonato Alemão: 2010
  • Melhor Jogador Jovem da Copa do Mundo FIFA: 2010
  • Chuteira de Ouro da Copa do Mundo FIFA: 2010
  • Líder em assistências da Copa do Mundo FIFA: 2010 (3 assistências)
  • Revelação do Ano (World Soccer): 2010
  • Trofeo Bravo: 2010
  • Artilheiro da Copa Audi: 2009 (2 gols)
  • Artilheiro da Copa da Alemanha: 2010 (4 gols)
  • Artilheiro da Copa do Mundo FIFA: 2010 (5 gols)
  • Artilheiro da Copa da Alemanha: 2014 (8 gols)
  • Equipe do ano do jornal L’Équipe: 2013
  • Melhor jogador da partida da Copa do Mundo de 2014: Alemanha 4–0 Portugal
  • Melhor jogador da partida da Copa do Mundo de 2014: Alemanha 1–0 Estados Unidos
  • Bola de Prata da Copa do Mundo de 2014 (segundo melhor jogador)
  • Chuteira de Prata da Copa do Mundo de 2014 (5 gols)
  • Onze d’or da Copa do Mundo: 2014
  • 31º melhor jogador do ano de 2016 (The Guardian)
  • 57º melhor jogador do ano de 2016 (Marca)
  • Líder em assistências da Bundesliga: 2017–18 (14 assistências)
Artilharias
  • Artilheiro da Copa Audi: 2009 (2 gols)
  • Artilheiro da Copa da Alemanha: 2009-10 (4 gols)
  • Artilheiro da Copa do Mundo FIFA: 2010 (5 gols)
  • Artilheiro da Copa da Alemanha: 2013-14 (8 gols)

Considerações Finais

Com base em todos os números apresentados até aqui pode-se concluir que Thomas Müller é um “criador de gols” e também um jogador que faz gols e não é por acaso que ele é descrito como um jogador polivalente, pois é capaz de jogar em várias posições ofensivas, seja como meio-campista, meia-atacante ou segundo atacante.

E para vocês? Thomas Müller é um dos melhores meia-atacantes da atualidade? Pode fazer parte do processo de renovação da seleção alemã?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui