Quando cita-se um dos melhores goleiros da atualidade, o nome de Ter Stegen que defende o Barcelona da Espanha e também atua pela seleção da Alemanha, deve ser levado em conta.

Marc-André ter Stegen nasceu em 30/04/1992 em Mönchengladbach, na Alemanha. Antes de defender o Barcelona, o arqueiro iniciou a carreira no clube local. Porém, o que mais se sabe sobre a carreira de Marc-André ter Stegen? Por quais clubes ele jogou? Quais feitos ele atingiu até aqui?

Juvenil

Marc-André ter Stegen começou a dar os seus primeiros passos no futebol com apenas 2 anos de idade quando ele e o irmão mais velho – Jean Marcel ter Stegen – jogavam futebol na garagem da casa onde ele e a família viviam.

Aos 3 anos de idade, o avô de Marc-André ter Stegen o matriculou em uma escola de futebol de um clube local, no entanto, ter Stegen não atuava como goleiro e sim como atacante e além disso, marcava muitos gols, mas quando a equipe ficou sem um goleiro, ter Stegen se voluntariou para atuar no gol e desde então, passou a jogar nessa posição.

Aos 4 anos de idade – em 1996 -, os pais matricularam Marc-André ter Stegen na academia de juniores do Borussia Mönchengladbach e deste ponto em diante, ele permaneceu no clube até chegar a equipe principal.

 

A Carreira e os Números de Ter Stegen nos clubes em que jogou

 

Borussia Mönchengladbach

Categorias de Base

Marc-André ter Stegen joga pelo Borussia Mönchengladbach desde julho de 1996 e desde então, permaneceu por lá. Na temporada 2007-08, o goleiro jogou 5 partidas como titular na B Junioren Bundesliga West (Campeonato Alemão Júnior). Na temporada seguinte, ter Stegen jogou mais partidas como titular e assim sendo, em 2009 ele assinou o seu primeiro contrato como profissional e na temporada 2010-11, ter Stegen fez a sua estreia pela equipe principal do Gladbach.

2010-11

Na primeira metade da temporada 2010-11, ter Stegen se firmou na equipe b do Borussia Mönchengladbach, chegando a se tornar uma das estrelas daquela equipe e como consequência, ele começou a ser relacionado para os jogos da equipe principal do Gladbach.

Enquanto Marc-André ter Stegen estava desfrutando de uma temporada relativamente bem-sucedida nos campeonato juniores, não podia se dizer o mesmo da equipe principal. O Borussia Mönchengladbach estava em má fase, o que levou o clube a zona de rebaixamento da Bundesliga (Campeonato Alemão), e em 14 de Fevereiro de 2011, o treinador Michael Frontzeck foi substituído por Lucien Favre. Ainda convém lembrar que ao assumir o comando do Gladbach, Favre teria um grande desafio pela frente, pois a equipe havia somado apenas 16 pontos em vinte e duas rodadas.

Os resultados logo melhoraram, mas as atuações do goleiro Logan Bailly não estava agradando aos torcedores e ao treinador, mas vale ressaltar que ele teve boas performances, tais como o jogo contra o Werder Bremen, mas esta foi apenas uma boa atuação de Bailly, porém as partidas nas quais ele não teve um bom desempenho é que geraram problemas para Bailly porque ele não “passava segurança”.

Os torcedores do Borussia Mönchengladbach passaram a criticar Bailly, inclusive, com alguns torcedores acusando-o de se esforçar na sua carreira de modelo do que na sua carreira de jogador de futebol. O progresso de ter Stegen na equipe b do Gladbach não passou despercebido pelos torcedores, e o novo técnico foi inundado com pedidos para dar uma oportunidade ao jovem goleiro.

Por fim, em 10/04/2011, Favre acabou perdendo a paciência com Bailly e o colocou no banco na partida contra o Colônia – válido pela 29ª rodada da Bundesliga – e assim sendo, ter Stegen fez a sua estreia como jogador profissional e no seu primeiro jogo da carreira, o Borussia Mönchengladbach venceu o Colônia por 5-1 e desse jogo em diante, o jovem arqueiro alemão manteve a titularidade na equipe pelo restante da temporada e além disso, nas últimas 5 partidas da Bundesliga 2010-11, ele ficou sem sofrer gols em 3 e com 3 vitórias, 1 empate e apenas uma derrota nessas partidas, o Gladbach terminou o Campeonato Alemão em 16º lugar e com isso, teria de decidir a sua permanência na primeira divisão em 2 jogos contra o Bochum.

Em 19/05/2011, no primeiro confronto contra o Bochum, o Borussia Mönchengladbach venceu por 1-0 no Stadion im Borussia-Park. Posteriormente, no segundo confronto entre as duas equipes, empate em 1-1 e com isso, o Gladbach garantiu a permanência na 1ª divisão do futebol alemão.

Dentre as 8 partidas que jogou nessa temporada, destaque para o jogo diante do Borussia Dortmund, ao qual o Gladbach venceu por 1-0 com uma série de defesas de ter Stegen.

  • Números de ter Stegen na sua 1ª Temporada no Borussia Mönchengladbach
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2010-11
8 4 4 720

Pd – Partidas disputadas, Gs – Gols sofridos, Jssg – Jogos sem sofrer gols, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2011-12

O status de ter Stegen como o primeiro goleiro do Borussia Mönchengladbach foi consolidado quando Bailly foi emprestado ao time suíço Neuchâtel Xamax e com isso, a camisa de número 1 foi delegada ao jovem goleiro de 19 anos, que havia usado a camisa de número 21 na temporada anterior.

Durante a janela de transferências do verão europeu, o Bayern de Munique teve sucesso na busca por um novo goleiro e assim sendo, contratou Manuel Neuer, até então goleiro do Schalke 04. Por coincidência, na 1ª rodada da Bundesliga 2011-12, Bayern e Gladbach se enfrentaram na Allianz Arena, em Munique e diferentemente do que se pensava, a partida não foi como os especialistas previram, além disso, o destaque dessa partida foi ter Stegen que teve uma grande atuação, enquanto Neuer cometeu o erro que condenou o Bayern a uma derrota por 1-0 em plena Allianz Arena.

Após o triunfo por 1-0 sobre o Bayern de Munique em plena Allianz Arena, o Borussia Mönchengladbach provou que estava pronto para enfrentar qualquer adversário e também estava pronto para disputar o título da Bundesliga 2011-12 e contando com um excelente goleiro e com o Marco Reus, ao final dessa temporada, o Gladbach não obteve o título do Campeonato Alemão, no entanto terminou o campeonato em 4º lugar e com isso, o clube obteve vaga para disputar as pré-eliminatórias da UEFA Champions League 2012-13 e além disso, o Gladbach também chegou a semifinal da Copa da Alemanha 2011-12, ao qual foi eliminado nos pênaltis pelo Bayern de Munique por 4-2 após um empate em 0-0 no tempo regulamentar e na prorrogação.

Em suma, na sua segunda temporada como profissional do Borussia Mönchengladbach, o jovem goleiro de apenas 20 anos disputou 39 partidas sendo que ele sofreu 26 gols e “não foi vazado” – não sofreu gols – em 18 jogos, uma média de 0,66 gols sofridos por partida, o que fez dele, o segundo goleiro menos vazado – sofreu 24 gols – da Bundesliga 2011-12, ficando atrás apenas de Manuel Neuer do Bayern que sofreu apenas 22 gols em 34 rodadas.

  • Números de ter Stegen na sua 2ª Temporada no Borussia Mönchengladbach
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2011-12
39 26 18 1 3600

 

2012-13

Após as saídas de Reus para o Borussia Dortmund e Dante para o Bayern de Munique, ter Stegen passou a ser a principal estrela do Borussia Mönchengladbach e em decorrência da venda de jogadores importantes na campanha da Bundesliga 2011-12, o Gladbach não conseguiu repetir o mesmo desempenho da temporada anterior e desta vez, terminou o Campeonato Alemão em 8º lugar e além disso, foi eliminado na fase pré-eliminatória da UEFA Champions League 2012-13, foi eliminado na 2ª fase da Copa da Alemanha e chegou até a fase de 16 avos da UEFA Europa League sendo eliminado por uma equipe italiana (Lazio).

Em fevereiro de 2013, foi relatado pelo jornal alemão “Bild” que ter Stegen havia assinado um pré-contrato com o Barcelona da Espanha, porém ele mesmo negou que havia feito um acordo com o clube catalão.

Veja Também!  DE VOLTA AO G4 - Assista aos melhores momentos de Coritiba 1 x 0 Oeste - Campeonato Brasileiro Série B 2019

Em suma, na sua terceira temporada como goleiro do Borussia Mönchengladbach, Marc-André ter Stegen disputou 45 partidas, sofreu 63 gols sendo que nessa temporada, ele só não sofreu gols em 13 jogos; média de 1,4 gols sofridos por partida.

  • Números de ter Stegen na sua 3ª Temporada no Borussia Mönchengladbach
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2012-13
45 63 13 2 4067

 

2013-14

Após os rumores sobre uma possível transferência de ter Stegen para o Barcelona, o jovem arqueiro de 21 anos permaneceu no Borussia Mönchengladbach, pelo menos na temporada de 2013-14.

Em 6 de janeiro de 2014, ter Stegen rejeitou um novo acordo com o Gladbach e consequentemente, isso levantou especulações sobre o seu futuro.

Em 03/05/2014, em jogo da 33ª rodada da Bundesliga, o Borussia Mönchengladbach jogou contra o Mainz 05 no Stadion im Borussia-Park, ao qual o Gladbach venceu por 3-1 e após o fim da partida, ter Stegen se despediu dos torcedores e deu a seguinte declaração: “Joguei 18 anos por esse clube. Embora as coisas continuem para mim e para o Borussia após o verão, é um sentimento estranho, pois sei que o Borussia sentirá a minha falta. Em contrapartida, claro que estou animado para meu novo trabalho. Eu tenho que agradecer muito ao clube. Eu vivi muitas coisas aqui, mas especialmente muitas coisas boas. Borussia estava comigo todos esses anos, com um enorme apoio.” [1]

Em suma, na sua última temporada como goleiro do Borussia Mönchengladbach, Marc-André ter Stegen disputou 35 partidas, sofreu 43 gols sendo que em 10 jogos ele não sofreu gols; média de 1,22 gols sofridos por partida. Quanto ao Gladbach, terminou o Campeonato Alemão em 6º lugar e como consequência, o clube obteve a vaga para a fase de play-off da UEFA Europa League 2014-15.

  • Números de ter Stegen na sua 4ª e última Temporada no Borussia Mönchengladbach
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2013-14
35 43 10 1 3180

 

  • O vídeo abaixo mostra os melhores momentos de Ter Stegen com a camisa do Borussia Mönchengladbach
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 14 de agosto de 2014 por Eduardo Chettick

 

Barcelona

2014-15

Marc-André ter Stegen sendo apresentado como o mais novo reforço do Barcelona

Com as saídas de Víctor Valdés e de José Manuel Pinto, o Barcelona estava a procura de um novo goleiro e em 19 de maio de 2014, o clube catalão – Barcelona – anunciou a contratação do arqueiro de 22 anos durante a janela de transferências do verão europeu. Três dias depois, após os exames médicos, o goleiro alemão assinou um contrato de 5 temporadas com a equipe catalã, um contrato que o manterá no clube até junho de 2019. A taxa de transferência foi de 12 milhões de euros (o equivalente a 52 milhões de reais) – e a clausula de compra dele foi fixada em 80 milhões de euros; cerca de 346,5 milhões de reais.

Após a transferência, ter Stegen disse que este era o momento certo para mudar de ares e que ele pretendia se estabelecer no seu novo clube. Dias depois de assinar com o Barcelona, ​​ter Stegen foi apresentado no estádio do Camp Nou e descartou qualquer tipo de comparação com Valdés, e além disso, o goleiro alemão deu a seguinte declaração: “Eu sou quem eu sou e é isso”.

As coisas pareciam estar dando certo para ter Stegen, no entanto, uma lesão adiou a sua estreia pelo seu novo clube. Devido a essa lesão, Luis Enrique, técnico do Barcelona naquela época, fez de Claudio Bravo o titular do time na La Liga (Campeonato Espanhol).

Apesar de Bravo ser o goleiro titular do Barcelona no Campeonato Espanhol, ter Stegen se tornou o goleiro titular da equipe na Copa do Rei e também na Liga dos Campeões e assim sendo, em 17/09/2014, em confronto válido pela 1ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o arqueiro alemão iniciou a partida entre os titulares e além disso, o Barcelona venceu o APOEL Nicosia do Chipre por 1-0 no Camp Nou.

Em 30 de maio de 2015, ter Stegen foi mais uma vez escalado entre os titulares e esta foi a primeira final – Copa do Rei – que ele disputou com a camisa do Barcelona. Quanto ao resultado dessa partida, o Barça venceu o Athletic Bilbao por 3-1 e pela 27ª vez na história, a equipe catalã sagra-se campeã da Copa do Rei.

Uma semana depois – em 06/06/2015 -, o goleiro alemão estava em campo para jogar mais uma final; a final da UEFA Champions League 2014-15. A trajetória do Barcelona rumo ao título da Liga dos Campeões ocorreu da seguinte forma> na fase de grupos da Liga dos Campeões, o Barcelona estava no grupo F juntamente com o Ajax da Holanda, com o Paris Saint-Germain da França e com o APOEL Nicosia do Chipre e ao final desta fase, o Barça somou 15 pontos – 5 vitórias e apenas uma derrota – em 6 rodadas e assim sendo, terminou a fase de grupos em 1º lugar.

Nas oitavas de final, o Barcelona enfrentou o Manchester City da Inglaterra e com um placar agregado de 3-1 – vitórias por 2-1 na Inglaterra e por 1-0 no Camp Nou respectivamente -, a equipe catalã se classificou para a fase seguinte.

Nas quartas de final, o Barcelona voltou a enfrentar uma equipe que já havia enfrentado na fase de grupos – o PSG da França – e não teve dificuldades para se classificar para a semifinal, pois o Barça passou pelo Paris Saint-Germain com um placar agregado de 5-1 (vitórias por 3-1 na França e por 2-0 no Camp Nou respectivamente).

Nas semifinais, o clube catalão enfrentou o Bayern de Munique da Alemanha e com um placar agregado de 5-3 – vitória por 3-0 na Espanha e em seguida, uma derrota por 3-2 na Allianz Arena -, o Barcelona obteve a classificação para a final da UEFA Champions League 2014-15. Ainda convém lembrar que ter Stegen ganhou o prêmio “Best Save” após uma defesa espetacular, na qual ele evitou um gol do Bayern em cima da linha no segundo confronto entre as duas equipes na Alemanha.

Em 06/06/2015, o Olympiastadion em Berlim na Alemanha, foi o palco da final entre o Barcelona e a Juventus da Itália em um jogo no qual o clube catalão levou a melhor e venceu a equipe de Turim – Juventus – por 3-1 e com isso, pela 5ª vez na história, o Barça era o campeão de uma edição de Liga dos Campeões.

Ter Stegen segurando o troféu da UEFA Champions League 2014-15 ao lado do zagueiro argentino Javier Mascherano

Em suma, na sua 1ª temporada como goleiro do Barcelona, ter Stegen disputou 21 jogos, sofreu 16 gols e não foi vazado em 10 partidas; média de 0,76 gols sofridos por partida. Ainda convém lembrar que além da conquista do título da Copa do Rei e da UEFA Champions League, o Barça também foi o campeão da La Liga 2014-15, porém como já foi dito acima, Claudio Bravo foi o goleiro titular da equipe catalã no Campeonato Espanhol e ao final do campeonato, o arqueiro chileno foi o vencedor do “Troféu Zamora”, prêmio concebido ao goleiro menos vazado do Campeonato Espanhol.

  • Números de ter Stegen na sua 1ª Temporada no Barcelona
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2014-15
21 16 10 1890

 

2015-16

No primeiro jogo do Barcelona na temporada 2015-16, em 11 de agosto de 2015, na decisão da Supercopa da UEFA diante do Sevilla, ter Stegen iniciou a partida como titular. Até os 11 minutos da segunda etapa, o Barcelona estava vencendo por 4-1, porém o goleiro alemão sofreu 3 gols e com isso, o título da Supercopa da UEFA foi decidido na prorrogação com um gol de Pedro e com o triunfo por 5-4, pela 5ª vez na sua história, o Barça era o campeão desse torneio.

Em 12/09/2015, em jogo da 3ª rodada da La Liga, pela primeira vez desde que assinou com o Barcelona, o goleiro alemão fez a sua estreia nesse campeonato e assim sendo, a equipe catalã venceu o Atlético de Madrid por 2-1 em pleno Vicente Calderón.

Veja Também!  CAMPEÃS INVICTAS - Assista aos melhores momentos de Corinthians 3 x 0 São Paulo - Campeonato Paulista Feminino 2019

Em março de 2016, ter Stegen se queixou da “política de rodízio de goleiros de Luis Enrique” no Barcelona: “A longo prazo, esses 25 jogos por temporada não são suficientes para mim. A decisão é tomada pelo técnico. Espero que a qualidade que eu mostrei recentemente seja recompensada.”

Em suma, na sua 2ª temporada como goleiro do Barcelona, Marc-André ter Stegen disputou 26 partidas, sofreu 27 gols e só não foi vazado em 9 jogos; média de 1,03 gols sofridos por partida. Quanto ao Barça, foi o campeão da La Liga 2015-16, da Copa do Rei 2015-16, do Mundial Interclubes FIFA de 2015 e da Supercopa da UEFA, no entanto, foi eliminado nas quartas-de-finais da UEFA Champions League pelo Atlético de Madrid.

  • Números de ter Stegen na sua 2ª Temporada no Barcelona
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2015-16
26 27 9 2412

 

2016-17

Antes do início da temporada 2016-17, ter Stegen se lesionou e em decorrência disso, ele não pôde jogar os 2 confrontos da decisão da Supercopa da Espanha de 2016. Por outro lado, a sua titularidade estava garantida para o restante da temporada, pois em 25 de agosto de 2016, Claudio Bravo se transferiu para o Manchester City da Inglaterra.

Em 13/09/2016, na estreia do Barcelona na fase de grupos da UEFA Champions League 2016-17, enquanto a equipe catalã vencia o Celtic da Escócia por 1-0, ter Stegen cometeu uma falta dentro da área e como consequência, o árbitro deu o pênalti para a equipe escocesa, mas nada que abalasse o goleiro alemão que defendeu a penalidade cobrada por Moussa Dembélé. Quanto ao resultado do jogo, o Barcelona massacrou o Celtic; vitória por 7-0. Duas semanas depois – em 28/09/2016 -, pela primeira vez na sua carreira, ter Stegen jogou contra o seu ex-clube – Borussia Mönchengladbach – e mesmo a partida sendo no Stadion im Borussia-Park, a equipe blaugrana – Barcelona – venceu o clube alemão por 2-1.

Em 02/10/2016, em jogo da 7ª rodada da La Liga, o arqueiro alemão teve um mau desempenho quando cometeu 2 erros cruciais e isso custou a derrota do Barcelona por 4-3 diante do Celta de Vigo. Mesmo se desculpando após o jogo, ter Stegen disse que não iria mudar o seu estilo de jogo.

Em 23 de abril de 2017, em jogo da 33ª rodada da La Liga, o arqueiro alemão provou ser decisivo em mais um “El Clásico” – clássico entre Real Madrid e Barcelona – e foi fundamental no triunfo por 3-2 sobre o rival ao produzir impressionantes 12 defesas e com isso, o Barcelona ainda tinha esperanças de ser o campeão da La Liga 2016-17, pois com esse resultado a equipe catalã só ficou a apenas 3 pontos do Real Madrid. Posteriormente, os “Blancos” – Real Madrid – se sagraram campeões do Campeonato Espanhol dessa temporada.

Em suma, na sua terceira temporada como goleiro do Barcelona, Marc-André ter Stegen disputou 46 partidas, sofreu 47 gols sendo que ele não foi vazado em 17 jogos; média de 1,02 gols sofridos por partida. Quanto ao Barcelona, foi o campeão da Copa do Rei, foi o vice-campeão do Campeonato Espanhol, chegou até as quartas-de-finais da Liga dos Campeões sendo eliminado pela Juventus.

  • Números de ter Stegen na sua 3ª Temporada no Barcelona
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2016-17
46 47 17 2 4140

 

2017-18

Em 29 de maio de 2017, ter Stegen assinou um novo contrato com o Barcelona no qual ele estendia o seu vínculo com a equipe catalã até o ano de 2022 e além disso, o arqueiro alemão teve a sua clausula de compra elevada para 180 milhões de euros, em outras palavras, se algum clube quiser tirar o goleiro alemão do Barça terá de desembolsar 793,1 milhões de reais.

Em 14/10/2017, em jogo da 8ª rodada da La Liga, ter Stegen produziu impressionantes defesas diante do Atlético de Madrid no estádio Wanda Metropolitano, incluindo 2 chutes de Antoine Griezmann, mas mesmo jogando fora de casa e com uma grande atuação do goleiro alemão, o Barça e o time colchonero – Atlético de Madrid – empataram em 1-1 e com isso, o clube catalão se manteve invicto na temporada 2017-18.

Em 28/10/2017, em jogo da 10ª rodada do Campeonato Espanhol, ter Stegen teve outra grande atuação e uma dessas defesas que ele executou foi aos 40 minutos do segundo tempo, quando o arqueiro alemão estava cara a cara com Aritz Aduriz e ele mergulhou no canto esquerdo do gol. Quanto ao resultado da partida, o Barcelona venceu o Athletic Bilbao por 2-0.

Até aquele instante – 20/11/2017 -, o Barcelona era o time que menos havia sofrido gols nas 5 grandes ligas europeias; a equipe catalã sofreu apenas 4 gols em 12 rodadas.

Em 22/11/2017, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, ter Stegen evitou uma derrota do Barcelona ao defender um chute de Paulo Dybala no último minuto de jogo, um chute semelhante ao qual o argentino marcou um dos gols da vitória da Juventus por 3-0 nas quartas de final da Liga dos Campeões da temporada anterior. Com o empate em 0-0 entre as duas equipes dessa vez, esse resultado garantiu o 1º lugar do Barça nesse grupo e além disso, a equipe catalã se classificou para a fase de mata-mata da UEFA Champions League 2017-18.

Em 23/12/2017, em jogo da 17ª rodada da La Liga, o arqueiro alemão teve outra grande atuação em mais um “El Clásico”, ao qual a equipe blaugrana venceu o rival por 3-0 em pleno Santiago Bernabéu. Nessa temporada, ter Stegen tornou-se o primeiro jogador a estar em campo sem perder por 39 jogos consecutivos.

Em suma, na sua 4ª temporada como goleiro do Barcelona, ter Stegen disputou 48 partidas, sofreu 39 gols sendo que em 24 jogos, ele não sofreu gols; média de 0,81 gols sofridos por partida. Quanto ao Barcelona, foi o campeão da La Liga 2017-18 e da Copa do Rei 2017-18 e além disso, o clube catalão chegou até as quartas-de-finais da Liga dos Campeões, sendo eliminado de forma surpreendente pela Roma da Itália.

  • Números de ter Stegen na sua 4ª Temporada no Barcelona
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2017-18
48 39 24 4320

 

2018-19

No primeiro jogo do Barcelona na atual temporada, aos 45 minutos do segundo tempo da decisão do título da Supercopa da Espanha de 2018, ter Stegen defendeu um pênalti cobrado por Wissam Ben Yedder e com essa grande contribuição do arqueiro alemão, o Barça venceu o Sevilla por 2-1.

Marc-André ter Stegen estava sendo poupado nos jogos da Copa do Rei, porém devido a uma lesão sofrida por Cillissen que é o reserva imediato do goleiro alemão, ele atuou nas duas partidas da semifinal desse torneio. Convém lembrar que ele foi decisivo novamente no segundo confronto da semifinal, ao qual o Barcelona venceu o Real Madrid por 3-0 em pleno Santiago Bernabéu e como consequência, a equipe catalã se classificou para a final da Copa do Rei 2018-19.

Até esse instante, ter Stegen disputou 48 partidas, sofreu 39 gols e não foi vazado em 23 jogos; média de 0,81 gols sofridos por partida. Além disso, o Barça se encontra nas semifinais da UEFA Champions League 2018-19 e venceu o primeiro duelo da semifinal diante do Liverpool da Inglaterra por 3-0.

  • Números de ter Stegen na sua 5ª e atual Temporada no Barcelona
Pd Gs Jssg CA CV Mj na temporada 2018-19
48 39 23 1 *4320
Veja Também!  Onde assistir Rússia x Bélgica Futebol AO VIVO – Eliminatórias da Eurocopa

* esta temporada ainda está em andamento

Títulos que conquistou no Barcelona

  • Mundial de Interclubes da FIFA de 2015
  • UEFA Champions League 2014-15
  • Supercopa da UEFA 2015
  • La Liga 2014-15, 2015-16 e 2017-18
  • Copa do Rei 2014-15, 2015-16, 2016-17 e 2017-18
  • Supercopa da Espanha de 2018
  • O vídeo abaixo mostra 25 grandes defesas executadas por Ter Stegen com a camisa do Barcelona
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 21 de março de 2019 por BLANCO

 

Os Números de Ter Stegen na seleção da Alemanha

 

Alemanha

Seleções de Base

Em 2009, ter Stegen fez parte da equipe vencedora do Campeonato Europeu Sub-17, mas além de ter jogado pela seleção sub-17 da Alemanha, ele também atuou pelas seleções sub-16, sub-18, sub-19 e sub-21.

Seleção Principal

As grandes atuações de ter Stegen com a camisa do Borussia Mönchengladbach chamou a atenção de Joachim Löw, o técnico da seleção principal da Alemanha, e assim sendo, o treinador da seleção alemã o convocou para o amistoso contra a Suíça e assim sendo, o goleiro fez a sua estreia com a camisa da seleção alemã em 26 de maio de 2012. Quanto ao jogo, a Alemanha foi derrotada pela Suíça por 5-3 e essa era uma das poucas chances que ter Stegen teve para convencer o técnico a convocá-lo para a disputa da Euro 2012. Posteriormente, o jovem goleiro não estava presente na lista final para a disputa da Eurocopa daquele ano.

Quatro meses após a sua primeira convocação para a seleção principal, ter Stegen voltou a ser lembrado por Joachim Löw para o amistoso diante da Argentina em 15/08/2012. Apesar de não ter iniciado a partida entre os titulares, aos 30 minutos do primeiro tempo, Ron-Robert Zieler foi expulso ao cometer uma falta dentro da grande área e com isso, para não ficar sem goleiro, Löw colocou ter Stegen no lugar de Thomas Müller e no minuto seguinte, o jovem goleiro de 20 anos pegou um pênalti cobrado por Lionel Messi, mas mesmo assim, a Alemanha não foi párea para a Argentina e perdeu esse jogo por 3-1.

Depois do amistoso contra a Argentina, ter Stegen não foi convocado para a seleção principal, mas jogou o Campeonato Europeu sub-21 pela seleção de base da Alemanha; campeonato no qual a Alemanha chegou até as semifinais sendo eliminada pela seleção de Portugal.

Euro 2016

Depois das convocações no ano de 2012, ter Stegen recebeu foi convocado para um amistoso no ano seguinte (2013) e posteriormente, ele foi convocado para um amistoso no ano de 2014, mas só passou a ser convocado com frequência para as Eliminatórias da Euro 2016, no entanto, o “agora” goleiro do Barcelona não era o titular, pois o titular era Manuel Neuer.

Como era de se esperar, a Alemanha não teve dificuldades em se classificar para a Eurocopa de 2016 que foi realizada na França. A seleção alemã estava no grupo C, juntamente com as seleções da Irlanda do Norte, da Polônia e da Ucrânia e ao somar 7 pontos – duas vitórias e 1 empate -, a Alemanha se classificou para a fase de mata-mata da Euro 2016.

Nas oitavas de final, a Alemanha enfrentou a Eslováquia e venceu sem dificuldades, triunfo por 3-0, na fase seguinte, vitória sobre a Itália por 6-5 nos pênaltis após um empate em 1-1 e por fim, derrota para a seleção anfitriã – França – por 2-0 e com isso, o sonho do quarto título da Eurocopa teve de ser adido para 2020.

Observação: Ter Stegen é o reserva imediato de Manuel Neuer na seleção alemã.

Copa das Confederações FIFA de 2017

Por ser a atual campeã da Copa do Mundo naquele momento, a Alemanha disputou a Copa das Confederações FIFA de 2017 na Rússia e entre os jogadores convocados para a disputa desse torneio, ter Stegen foi um desses jogadores, mas mesmo com o Neuer fora da equipe, o goleiro titular da Alemanha na estreia desta Copa das Confederações diante da Austrália foi Bernd Leno. Por falar em estreia, mesmo jogando com um time alternativo (sub-23), a seleção alemã levou a melhor e venceu a seleção australiana por 3-2. Nas duas partidas seguintes da fase de grupos desse torneio, ter Stegen iniciou a partida como o goleiro titular; empate em 1-1 com o Chile e vitória por 3-1 sobre Camarões respectivamente.

Com uma campanha de duas vitórias e 1 empate na fase de grupos desta edição da Copa das Confederações, a Alemanha se classificou em 1º lugar no seu grupo e na semifinal, a seleção alemã enfrentou o México e venceu por 4-1 e com este triunfo, se classificou para a final.

Na final, a Alemanha enfrentou o Chile novamente, mas desta vez valia título e aos 20 minutos da primeira etapa, Lars Stindl marcou o gol da vitória da Alemanha e com isso, a seleção alemã se sagrou campeã da Copa das Confederações FIFA de 2017.

  • Desempenho de Ter Stegen na Copa das Confederações FIFA de 2017
Pd Gs Jssg CA CV Mj nesta Copa das Confederações
4 4 360

Copa do Mundo FIFA de 2018

Antes de obter a classificação para a Copa do Mundo FIFA de 2018, convém lembrar que Ter Stegen jogou 4 partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo como o titular, pois Neuer estava lesionado e como era de se esperar, a seleção alemã obteve a vaga para a Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia.

Da esquerda para a direita: Manuel Neuer e Marc-André Ter Stegen

Em 15 de maio de 2018, Joachim Löw divulgou os nomes dos 23 jogadores convocados para a disputa desta edição da Copa do Mundo e o nome de ter Stegen estava presente nessa lista e com Neuer recuperado de lesão, o goleiro do Barcelona viu os 3 jogos da fase de grupos do banco. Diferentemente do que se esperava, a Alemanha somou apenas 3 pontos nessa fase e como consequência, não se classificou para a fase de mata-mata da Copa do Mundo FIFA de 2018 e com isso, o sonho de conquistar o 5º título mundial, teve de ser adiado para 2022.

Liga das Nações da UEFA A

Após a eliminação precoce na Copa do Mundo FIFA de 2018, a Alemanha disputou 4 partidas pela Liga das Nações da UEFA e apesar de ter sido convocado para todas essas partidas, ter Stegen não jogou nenhuma delas, mas em compensação jogou um amistoso diante do Peru como o goleiro titular – amistoso no qual a Alemanha venceu a seleção peruana por 2-1 – e recentemente – em 20/03/2019 -, jogou o segundo tempo do amistoso diante da Sérvia, ao qual as duas seleções empataram em 1-1.

  • O vídeo abaixo mostra as melhores defesas de Ter Stegen com a camisa da seleção alemã
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 14 de maio de 2018 por zina yasin

 

TOTAL

Pd Gs Jssg CA CV Mj 
22 22 9 1719

 

Títulos que conquistou pela Alemanha

  • Campeonato Europeu Sub-17 de 2009
  • Copa das Confederações FIFA de 2017
Prêmios individuais
  • Medalha Fritz Walter de ouro sub-19 2011
  • Melhor defesa da temporada UEFA 2014–15
  • Elenco da temporada da Liga dos Campeões da UEFA da temporada 2014–15
  • Melhor jogador da final da Copa das Confederações de 2017

Considerações Finais

Com base em todos os dados, números e tudo o que foi descrito até aqui, pode-se concluir que Ter Stegen é um goleiro ágil, consistente, com reflexos rápidos, bom em situações de um contra um e além disso, assim como Alisson Becker e Ederson Moraes, Ter Stegen sabe jogar com a bola nos pés e tem uma personalidade forte. Considerado um jogador altamente promissor em sua juventude, ele se estabeleceu como um dos melhores goleiros do futebol mundial.

E para vocês? Marc-André ter Stegen é um dos melhores goleiros da atualidade? Merecia ser o goleiro titular da seleção da Alemanha atualmente?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui