Quando cita-se um dos melhores meias do futebol mundial na atualidade é inevitável não se lembrar de Luka Modrić que atualmente joga pelo Real Madrid da Espanha e também atua pela seleção da Croácia.

Luka Modrić nasceu em 09/09/1985 em Zadar, na Croácia, mas a verdade é que quando Modrić nasceu, a região onde este município se localizava pertencia a extinta Iugoslávia. Até aqui, o ano de 2018 tem sido perfeito ao meia croata que foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo FIFA de 2018 e recentemente ele foi eleito o melhor jogador da Europa. Além desses feitos, quais outros ele atingiu ao longo de sua carreira? Além do Real Madrid por quais outros clubes Modrić já jogou?

Juvenil

Como já foi dito acima, Luka Modrić nasceu na cidade de Zadar e além disso, ele foi criado na aldeia de Modrići que é uma parte de Zaton Obrovački, um vilarejo situado na costa sul da montanha Velebit, ao norte da cidade de Zadar na República Socialista da Croácia, que até então era uma república dentro da Iugoslávia. Ele é o filho mais velho de Stipe Modrić de Modrići e Radojka Dopuđ de Kruševo perto de Obrovac, ambos os quais inicialmente trabalharam numa fábrica.

Modrić passou a maior parte de seus primeiros anos na casa de seu avô paterno, no entanto, a sua infância também coincidiu com a Guerra da Independência Croata – em 1991, quando a guerra se intensificou, ele e a sua família foram forçados a fugir da área, porém, nem todos eles tiveram a mesma sorte, pois o avô de Modrić, Luka, foi executado por rebeldes sérvios e além deste ocorrido, a casa onde a sua família vivia foi incendiada e como consequência, Modrić tornou-se refugiado e assim sendo, ele a sua família passaram a viver no Hotel Kolovare por sete anos; mais tarde eles se mudaram para o Hotel Iž, ambos em Zadar.

Como a Croácia estava em guerra com a extinta Iugoslávia no início dos anos 1990, o pai de Modrić se juntou ao exército croata. Naqueles anos, a cidade de Zadar não escapou da guerra e com isso os bombardeios por lá eram frequentes e devido a isso, o futebol era uma das maneiras de escapar desta realidade. Ele lembra que foi um momento difícil para sua família e algo que o moldou como pessoa, mas mesmo com todas estas adversidades, os seus pais não deixaram que isso afetasse a sua infância e foram nestas circunstâncias que Modrić começou a jogar futebol e o seu local predileto para treinar era o estacionamento do hotel no qual ele e a sua família estavam hospedados.

 

A Carreira de Luka Modrić em Números

 

Categorias de base

Luka Modrić aos 10 anos de idade

Em 1992, entrou simultaneamente na escola e numa academia de esportes, a última paga com o pouco dinheiro que a família tinha, às vezes Modrić era ajudado pelo tio. Quando menino, ele foi inspirado a jogar futebol por Zvonimir Boban, jogador que fez história no Dinamo Zagreb e também atuou pelas seleções da Iugoslávia e posteriormente pela seleção croata, e Francesco Totti, que fez história jogando na Roma e também na seleção italiana.

Com o apoio dos familiares, Modrić passou a treinar em um clube local, NK Zadar. Ele estava sob a tutela do treinador Domagoj Bašić e do líder da academia de juniores, Tomislav Bašić. O segundo, é considerado como um “pai desportivo” por ele. Pouco tempo depois, Modrić foi fazer testes em um dos grandes clubes da Croácia, o Hajduk Split, o clube de futebol mais famoso da região da Dalmácia – a qual ele e a sua família viviam -, porém, por ser considerado jovem e franzino demais, ele não foi contratado. Após a disputa de um torneio de jovens realizado na Itália, no qual ele foi um dos destaques, Tomislav Bašić conseguiu a transferência de Modrić para o Dinamo Zagreb, quando ele ainda tinha 16 anos de idade, no final do ano de 2001. Depois de jogar pelas categorias de base do clube, o Dinamo Zagreb optou por emprestá-lo para um clube da Bósnia e Herzegovina.

Zrinjski Mostar

2003-04

Mesmo jogando pelas categorias de base do Dinamo de Zagreb, os dirigentes do clube da capital da Croácia ainda não viam Modrić totalmente preparado para integrar o time profissional e por esta razão o emprestaram para o Zrinjski Mostar da Bósnia e Herzegovina, cuja liga era considerada uma das mais ferozes – caracterizada pelo excesso de contato físico – da Europa.

Durante a sua passagem pelo Zrinjski Mostar, ele estabeleceu o seu estilo de jogo, a versatilidade, e ao final do campeonato bósnio, Modrić foi considerado o jogador do ano deste campeonato com apenas 18 anos de idade e ainda convém lembrar o desempenho dele no campeonato bósnio, 8 gols em vinte e duas partidas. Ao final da temporada 2003-04, ele voltou ao Dinamo de Zagreb, mas mesmo assim, os “Plavi” – Dinamo Zagreb – o emprestou para outro clube e o seu novo clube era o Inter Zaprešić, outro clube croata.

  • Números de Modrić na sua 1ª e única Temporada no Zrinjski Mostar
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2003-04
22 *8 ? ? ? ?

Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

* 8 gols válidos pela Bosnian Premier League

Inter Zaprešić

2004-05

Como já foi dito anteriormente, para dar mais experiência ao meia, o Dinamo Zagreb emprestou Modrić para o Inter Zaprešić. O empréstimo de Luka a este clube era de apenas uma temporada e nesta passagem pelo Inter Zaprešić, ele ajudou o time a chegar a segunda colocação da Prva HNL – Campeonato Croata – e com isso, o clube estava classificado para a fase eliminatória da Copa da UEFA, mas convém lembrar que Modrić não jogo toda a temporada 2004-05 pelo Inter Zaprešić, pois em 18 partidas, ele marcou 4 gols e além disso, ele também ganhou o prêmio de “Esperança do futebol croata do ano de 2004 e antes do término desta temporada, o Dinamo Zagreb solicitou o seu retorno ao time.

  • Números de Modrić na sua 1ª e única Temporada no Inter Zaprešić
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2004-05
18 *4 ? ? ? ?

* 4 Gols válidos pela Prva HNL

Dinamo Zagreb

2004-05

No seu retorno ao Dinamo de Zagreb, Modrić fez 8 partidas antes do término da temporada e diferentemente do que acontecia no Zrinjski Mostar e no Inter Zaprešić, ele não iniciava os jogos entre os titulares e esta foi uma das razões pelas quais ele não marcou gols no seu retorno ao clube da capital croata – Dinamo Zagreb -, mas a melhor fase de Modrić no Dinamo de Zagreb estava para chegar.

  • Números de Modrić na sua 1ª Temporada no Dinamo Zagreb
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2004-05
8 ? ? ? ?

2005-06

Na temporada 2005-06, Modrić assinou um contrato de 10 anos (o seu 1º contrato de longa duração) com o Dinamo Zagreb. Com o dinheiro que ganhou com este contrato, ele comprou um apartamento para a sua família em Zadar e diferentemente das outras temporadas onde ele não tinha espaço no clube da capital croata, desta vez ele disputou 33 partidas nesta temporada e ele finalmente conseguiu um espaço entre os titulares e não foi só isso, ele também contribuiu com o Dinamo Zagreb marcando 7 gols e sendo um dos principais jogadores na conquista do Campeonato Croata desta temporada.

  • Números de Modrić na sua 2ª Temporada no Dinamo Zagreb
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
33 *7 ? ? ? ?

* 7 gols marcados pela Prva HNL

2006-07

Na temporada 2006-07, o jovem meio-campo saiu do banco no final da primeira etapa para fazer o seu 1º gol nesta temporada em 4 de agosto de 2006, partida válida pela 2ª rodada da Prva HNL para vencer o HNK Šibenik por 4-3. Pouco mais de 3 meses depois, Modrić voltou a marcar um tento sobre o mesmo time em confronto válido pela 13ª rodada do Campeonato Croata, mas mesmo com o gol do meia, diferentemente do que aconteceu anteriormente, desta vez os adversários levaram a melhor e venceram os Plavi por 2-1 e por coincidência, esta foi a única derrota do Dinamo de Zagreb nesta temporada e como era de se esperar, o clube foi o campeão da Prva HNL e além de ser o jogador que mais proveu assistências para Eduardo da Silva – ex-Flamengo e Atlético-PR -, ele também ganhou o prêmio Prva HNL de Jogador do Ano.

  • Números de Modrić na sua 3ª Temporada no Dinamo Zagreb
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2006-07
44 *8 10 4 **2708

* 8 gols dos quais 6 foram pela Prva HNL e 2 pela Copa Croácia

** conta-se apenas os minutos jogados pela Prva HNL

2007-08 

Logo no início desta temporada, mais precisamente em 21 de julho de 2007, em confronto válido pela 1ª rodada da Prva HNL, o Dinamo Zagreb goleou o HNK Šibenik por 5-0 e Luka Modrić marcou 2 dos 5 tentos nesta grande estreia dos Plavi no Campeonato Croata.

Paralelamente a disputa da Prva HNL, em 24/07/2007, o Dinamo de Zagreb também disputava a 2ª fase qualificatória da UEFA Champions League diante do NK Domzale da Eslovênia e logo no primeiro jogo no estádio do time adversário, os Plavi contaram com um dos gols de Modrić para os croatas vencerem por 2-1. Como já havia vencido o primeiro confronto, o Dinamo de Zagreb só precisava de um empate para avançar a fase seguinte, mas voltaram a vencer e desta vez ele venceram por 3-1.

Apesar de ter se classificado para a fase seguinte, convém lembrar que na fase seguinte desta competição, os Plavi foram eliminados após sofrer derrotas por 2-1 e 3-2 para o Werder Bremen da Alemanha, mas mesmo com o revés diante dos alemães no último jogo, o Dinamo de Zagreb contou com o jovem de 22 anos para marcar um de seus tentos no segundo jogo desta fase, ao qual mesmo perdendo por 3-2, Modrić marcou um dos tentos dos croatas e assim sendo, o Dinamo de Zagreb dava adeus a fase de grupos da Liga dos Campeões 2007-08.

Enquanto isso, o meia de 22 anos de idade seguia se destacando no Campeonato Croata e em apenas 5 rodadas ele marcou 6 tentos sendo que ele marcou dobletes na vitória por 2-1 sobre o HNK Šibenik e também na vitória por 3-1 sobre o NK Osijek e mesmo com eliminação na UEFA Champios League 2007-08, o Dinamo Zagreb ganhou a chance de disputar a UEFA Europa League.

Vale ressaltar que para disputar a fase de grupos da Copa da UEFA , o Dinamo de Zagreb teria de jogar duas partidas diante do Ajax da Holanda e os 2 confrontos contra os holandeses foi carregado de emoção, pois o clube croata perdeu para os holandeses por 1-0 jogando em casa e no segundo confronto entre as duas equipes o Dinamo Zagreb conseguiu o que parecia impossível; eliminar os holandeses fora de casa e o autor do único gol da vitória dos croatas no tempo regulamentar foi Luka Modrić e logo no início da prorrogação Mario Mandžukić – atualmente joga pela Juventus da Itália – marcou 2 gols, porém antes do termino do tempo extra, Huntelaar marcou mais 2 tentos para o Ajax, mas como os croatas já haviam vencido no tempo regulamentar por 1-0 e com a vitória por 3-2 nesta partida, os Plavi se valeram do critério gol fora de casa e por este motivo se classificaram para a fase de grupos.

Apesar de um jogo emocionante diante do Ajax para se classificar para a fase de grupos da Copa da UEFA, o Dinamo de Zagreb não durou muito nesta competição e terminou esta fase de grupos na penúltima colocação (4º lugar) do grupo e assim sendo, os croatas estavam eliminados da competição. Enquanto isso, o Dinamo Zagreb seguia fazendo uma boa campanha na Prva HNL e Modrić também seguiu marcando gols e em 22 de março de 2008, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Croata, ele voltou a marcar 2 gols num mesmo jogo e por coincidência o adversário era o HNK Šibenik novamente e além dos 2 tentos na goleada por 5-1 sobre este clube, Luka também colocou a bola na cabeça de Dino Dpric para ele marcar o dele neste jogo.

Em 10/05/2008, em jogo válido pela última rodada da Prva HNL, o último jogo de Luka Modrić no Estádio Maksimir, ele foi aplaudido de pé e os torcedores seguraram banners de apoio e falando no jogo, o Dinamo Zagreb aplicou uma goleada de 6-1 sobre o HNK Rijeka. Em suma, após 4 temporadas jogando com a camisa dos Plavi, Modrić marcou 31 gols e proveu 29 assistências contribuindo notavelmente para a temporada 2007-08 quando o Dínamo conquistou a segunda Copa Croata e se tornou campeão por uma margem de 28 pontos sobre o segundo colocado, Slaven Belupo e além disso, o meia também foi o 5º na artilharia da Prva HNL 2007-08.

Após 4 temporadas no Dinamo Zagreb, era certo que o meia de 22 anos não permaneceria jogando por lá e apesar de ter sido especulado por Barcelona, Arsenal e Chelsea, ele já havia acertado a sua transferência para um clube inglês, o Tottenham.

  • Números de Modrić na sua 4ª e última Temporada no Dinamo Zagreb
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2007-08
43 *17 11 3 **3126

* 17 gols dos quais 13 foram pela Prva HNL, 2 pela UEFA Champions League, 1 pela UEFA Europa League e 1 pela Copa Croácia

** conta-se apenas os minutos jogados pela Prva HNL, pela UEFA Champions League e pela UEFA Europa League

Títulos que conquistou no Dinamo Zagreb

  • Prva HNL 2005-06, 2006-07 e 2007-08
  • Copa Croácia 2006-07 e 2007-08
  • Supercopa da Croácia 2006
  • O vídeo abaixo mostra todos os gols de Modrić com a camisa do Dinamo Zagreb
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 10 de agosto de 2009 por spurs bavaria

Tottenham

2008-09

Apesar de passar a jogar pelo Tottenham após o fim da temporada 2007-08, Modrić já era jogador dos Spurs – Tottenham – desde o dia 26 de abril de 2008 quando ele concordou com os termos do contrato e assinou com o clube inglês. Ele foi o primeiro de muitas contratações para o técnico Juande Ramos e também foi a primeira transferência da janela de verão da Premier League, Campeonato Inglês. O presidente do clube naquela época, Daniel Levy, prontamente voou para Zagreb (capital da Croácia), e depois de assinar um contrato de seis anos com o jogador, o Tottenham confirmou que a taxa de transferência paga foi de 16,5 milhões de libras (o equivalente a 85 milhões de reais), igual à taxa recorde estabelecida por Darren Bent em 2007. Até aquele instante, Modrić passava a ser a transferência mais cara na história da Prva HNL.

Em 16 de agosto de 2008, em confronto válido pela 1ª rodada da Premier League, Luka fez a sua estreia com a camisa do Tottenham, porém ele estreou com o “pé esquerdo”, pois os Spurs sofreram uma derrota por 2-1 para o Middlesbrough. Na rodada seguinte da Premier League, Modrić proveu uma assistência para o gol de Jermaine Jenas, mas assim como ocorreu na rodada anterior, o Tottenham sofreu mais uma derrota, desta vez uma derrota por 2-1 diante do Sunderland em pleno White Hart Lane, estádio dos Spurs.

Esta ainda era apenas a 1ª temporada do croata com a camisa do Tottenham e mesmo assim, ele vinha sendo rotulado como um peso leve para esta competição, porém ele deu a seguinte resposta aos críticos: “críticos te levam adiante para mostrar às pessoas que elas estão erradas. Talvez eu pareça leve, mas eu sou uma pessoa muito forte mental e fisicamente, e nunca tive problemas com o meu tamanho”.

Após 8 rodadas sem vencer um único jogo, a diretoria do clube londrino – Tottenham – demitiu o treinador Juande Ramos e com a sua saída, o clube trouxe um outro treinador, Harry Redknapp, e com a chegada deste novo técnico, Modrić passou a atuar na posição na qual ele se sente bem; no meio-campo.

Em 29/10/2008, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Inglês, o meia croata foi um dos destaques dos Spurs no empate em 4-4 diante do Arsenal, pois ele deu o passe para o gol de Aaron Lennon no último minuto de jogo. Redknapp reconheceu o valor de Modrić e com isso, ele planejou moldar o time em torno do craque croata.

Paralelamente a disputa da Premier League, o Tottenham também disputava a Copa da UEFA e em 18/12/2008, em confronto válido pela última rodada da fase de grupos desta competição, o meia croata marcou o seu primeiro gol com a camisa dos Spurs no empate em 2-2 com o Spartak de Moscou da Rússia. Três dias depois, desta vez em partida válida pela Premier League, ele marcou o seu primeiro tento no campeonato nacional na derrota dos Spurs por 2-1 ante o Newcastle.

No primeiro jogo do ano de 2009, mais precisamente em 2 de janeiro de 2009, em confronto válido pela 3ª fase da Copa da Inglaterra (FA Cup), Modrić marcou um dos gols da vitória do Tottenham por 3-1 sobre o Wigan.

Em 21/03/2009, em jogo válido pela 30ª rodada da Premier League, o meia croata foi o autor do único gol da vitória dos Spurs sobre o Chelsea e com este triunfo, o mesmo Tottenham que já ocupou a última posição do campeonato, agora estava na 11ª colocação.

Em 25/04/2009, em partida válida pela 34ª rodada da Premier League, Modrić marcou o seu último tento nesta temporada na derrota por 5-2 diante do líder do campeonato até aquele instante, o Manchester United.

Em suma, na sua primeira temporada com a camisa do Tottenham, o croata disputou 44 partidas, fez 5 gols e proveu 10 assistências.

  • Números de Modrić na sua 1ª Temporada no Tottenham
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
44 *5 10 6 3495

* 5 gols dos quais 3 foram pela Premier League, 1 pela Copa UEFA e 1 pela Copa da Inglaterra

2009-10

Antes do início da temporada 2009-10, o técnico – Harry Redknapp – que tirou o Tottenham da última colocação da Premier League da temporada anterior, deu a seguinte declaração sobre Modrić: “ele é aquele jogador que qualquer treinador gostaria de ter. Ele sempre se dedica e dá o máximo de si nos treinos e nunca reclama, pois ele sempre vai trabalhar com e sem a bola no campo e pode bater um defensor com um truque ou com um passe. Ele pode entrar em qualquer time entre os quatro primeiros “.

Veja Também!  Placar em tempo real Leicester x Tottenham Futebol Ao Vivo Jogo Online - Campeonato Inglês

Em 16 de agosto de 2009, a Premier League 2009-10 teve início e o adversário do Tottenham na estreia era o Liverpool e os Spurs venceram os Reds – Liverpool – por 2-1 e convém lembrar que quem cruzou a bola na medida para o zagueiro Sébastien Bassong marcar o gol que decretou o resultado da partida foi Luka Modrić. As coisas pareciam estar dando certo para o croata, no entanto, em 29/08/2009, em confronto válido pela 4ª rodada da Premier League, o Tottenham venceu o Birmingham por 2-1, mas apesar do bom resultado, o meia croata foi retirado de campo antes do fim da partida com uma suspeita de uma fratura na panturrilha. No dia seguinte, confirmou-se que Modrić havia sofrido uma fratura na fíbula direita e com isso, ele teria de ficar afastado dos gramados por pelo menos 6 semanas.

Em 12/12/2009, em jogo válido pela 16ª rodada da Premier League, o meia croata entrou na partida aos 15 minutos do segundo tempo no lugar de Wilson Palacios, porém mesmo com a sua entrada neste jogo, ele não conseguiu evitar a derrota dos Spurs por 1-0 frente ao Wolverhampton. Por ainda não estar 100%, Redknapp optou por poupar o croata de alguns jogo e assim sendo, duas semanas após o confronto diante do Wolverhampton, o técnico resolveu colocá-lo aos 26 minutos da segunda etapa no lugar de Niko Kranjcar diante do Fulham em partida válida pela 19ª rodada da Premier League, porém mesmo com a entrada de Modrić neste jogo, o placar não se movimentou e com isso, Fulham e Tottenham ficaram no empate em 0-0.

Em 28/12/2009, em partida válida pela 20ª rodada da Premier League, o croata desencantou e marcou o seu primeiro gol nesta temporada na vitória por 2-0 sobre o West Ham. Após este tento, Modrić só voltou a marcar outro gol em 28 de fevereiro de 2010, em confronto válido pela 28ª rodada do Campeonato Inglês, ao qual os Spurs venceram o Everton pelo placar de 2-1.

Em 09/05/2010, em partida válida pela última rodada da Premier League, o croata marcou o seu terceiro e último tento nesta temporada na derrota do Tottenham por 4-2 ante o Burnley, mas mesmo perdendo esta partida, os Spurs terminaram a Premier League na 4ª posição e com isso, o Tottenham ganhou a chance de disputar a UEFA Champions League.

Em 30/05/2010, Modrić assinou um novo contrato com o clube londrino, um contrato no qual ele estendia o vínculo com os Spurs até o ano de 2016 e logo após a assinatura, ele deu a seguinte declaração: “O Tottenham me deu uma chance na Premier League e eu quero alcançar um grande sucesso aqui com a camisa deste clube. Sim, houve sondagens de outros grandes clubes, mas não tenho qualquer interesse em jogar por outro time agora: o fato de terminarmos entre os 4 primeiros na última temporada é uma indicação de onde estamos enquanto clube e sinto que posso continuar a melhorar e a alcançar tudo o que quero alcançar com os Spurs “.

  • Números de Modrić na sua 2ª Temporada no Tottenham
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
32 *3 7 2 2546

* 3 Gols válidos pela Premier League

2010-11

Apesar de ter um início de temporada difícil devido a uma lesão no tendão que fez com que ele perdesse alguns jogos das primeiras rodadas da Premier League, Modrić só marcou o seu primeiro gol nesta temporada em 11 de setembro de 2010, em jogo válido pela 4ª rodada da Premier League, ao qual o Tottenham e o West Bromwich ficaram no empate em 1-1, porém nesta mesma partida, ele foi substituído aos 32 minutos da primeira etapa após a constatação de uma nova lesão, desta vez uma lesão em uma das canelas, mas diferentemente da lesão anterior, esta só o afastou dos gramados por uma semana.

Em 24/11/2010, em confronto válido pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o meia croata marcou um dos tentos da vitória do Tottenham por 3-0 sobre o Werder Bremen da Alemanha. Quatro dias depois, desta vez em partida válida pelo Campeonato Inglês diante do Liverpool, a princípio o croata havia marcado o gol de empate dos Spurs neste jogo, porém, mais tarde este gol foi creditado como um gol contra pelo zagueiro dos Reds, Martin Skrtel.

Em 16 de janeiro de 2011, em jogo válido pela 23ª rodada da Premier League, o Tottenham e o Manchester United se enfrentaram no estádio White Hart Lane e não saíram do empate em 0-0, porém logo após o jogo, o técnico dos Spurs, Harry Redknapp, foi só elogios a Modrić, dizendo: “Ele era inacreditável. Magnífico. Ele é um grande jogador, o baixinho leva a bola nas áreas mais apertadas com pessoas ao seu redor. Ele pode jogar em qualquer time do mundo”.

Paralelamente a disputa do Campeonato Inglês, os Spurs já se encontravam nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões e o adversário dos ingleses nesta fase foi o Milan da Itália e em pleno San Siro, estádio do Milan, o Tottenham derrotou o time italiano pelo placar de 1-0 e no segundo confronto entre as duas equipes no estádio White Hart Lane, ingleses e italianos ficaram no empate em 0-0 e assim sendo, o Tottenham avançou para as quartas-de-finais da UEFA Champions League, porém o adversário da vez era o Real Madrid da Espanha e diferentemente do que aconteceu diante do Milan, o clube londrino perdeu no estádio Santiago Bernabéu por 4-0 e além de perder por um placar elástico fora de casa, o Tottenham também perdeu pelo placar de 1-0 no White Hart Lane e com isso, os Spurs estavam eliminados da Liga dos Campeões.

Em 09/04/2011, em confronto válido pela 32ª rodada da Premier League, Modrić marcou o seu 2º tento neste campeonato na vitória dos Spurs por 3-2 sobre o Stoke City.

Em 15/05/2011, em partida válida pela penúltima rodada da Premier League, o meia croata converteu uma cobrança de pênalti e marcou o seu 4º e último tento nesta temporada na vitória do Tottenham por 2-0 sobre o Liverpool em pleno Anfield Road, estádio dos Reds.

Em suma, nesta temporada, Modrić jogou 32 partidas pela Premier League, marcando três gols, provendo duas assistências e fazendo o maior número médio de passes por jogo para os Spurs com 62,5 e uma taxa de precisão de 87,4%. No final da temporada, Modrić foi eleito o Jogador do ano do Tottenham Hotspur F.C. O então treinador do Manchester United, Sir Alex Ferguson, disse que ele teria escolhido Modrić como o Jogador do Ano naquela temporada.

  • Números de Modrić na sua 3ª Temporada no Tottenham
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
43 *4 3 4 3540

* 4 gols dos quais 3 foram pela Premier League e 1 pela UEFA Champions League

2011-12

Luka Modrić fez uma boa temporada 2010-11 pelo Totttenham a ponto de ser eleito o melhor jogador do ano pelo clube e em meados de 2011, o meia croata passou a ser “perseguido” pelo Chelsea, que fez uma primeira oferta de 22 milhões de libras e depois os Blues – Chelsea – subiram a oferta para 27 milhões de libras, ambas rejeitadas pelo presidente do clube, Daniel Levy.

Após a recusa, o meia croata anunciou que aceitaria uma mudança em Londres e não é só isso, ele também disse que tinha um “acordo” com Levy assim que o clube londrino recebesse ofertas de um “grande clube”. As especulações continuaram durante a janela de transferências de verão e com isso, especula-se que Modrić se recusou a jogar a partida da 1ª rodada da Premier League contra o Manchester United e por falar neste jogo, os Red Devils – Manchester United – derrotaram os Spurs pelo placar de 3-0. O meia croata disse que sua “cabeça não estava no lugar certo” enquanto continuava manifestando a sua vontade de se transferir para o Chelsea. No último dia da janela de transferências, os Blues fizeram uma oferta de 40 milhões de libras que foi novamente rejeitada pelo Tottenham.

Após o fracasso nas negociações com o Chelsea, o treinador dos Spurs, Harry Redknapp, aconselhou Modrić a esquecer isso e disse para ele se concentrar no seu jogo e assim sendo, em 10 de setembro de 2011, em jogo válido pela 3ª rodada da Premier League diante do Wolverhampton, o croata foi escalado entre os titulares. Oito dias depois deste jogo, em mais uma partida válida pela Premier League, Modrić marcou um dos gols na goleada por 4-0 sobre o Liverpool, o seu primeiro tento nesta temporada.

Em 30/11/2011, em confronto válido pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Europa League, o croata marcou o seu 2º tento nesta temporada, porém isso não foi o bastante para o Tottenham evitar a derrota por 2-1 para o PAOK Salonika da Grécia em pleno White Hart Lane.

Em 14 de janeiro de 2012, em jogo válido pela 21ª rodada da Premier League, Modrić marcou o único gol do Tottenham nesta partida e com isso, ele evitou a derrota dos Spurs ante o Wolverhampton em pleno White Hart Lane, empate em 1-1.

Em 31/01/2012, desta vez em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Inglês, o meia croata foi o principal destaque na vitória por 3-1 sobre o Wigan, pois além de dar o passe para Gareth Bale abrir o placar, ele também marcou o segundo gol dos Spurs nesta partida. Pela terceira vez nesta temporada, ele foi incluído na “Equipe da Semana” da Premier League.

Em 02/05/2012, em confronto válido pela 34ª rodada da Premier League, Modrić marcou o seu 5º e último tento com a camisa do Tottenham na goleada por 4-1 sobre o Bolton Wanderers. Ao final desta temporada, o croata foi procurado por um clube espanhol e em 27/08/2012, ele foi anunciado como o mais novo reforço deste clube.

  • Números de Modrić na sua 4ª e última Temporada no Tottenham
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
41 *5 7 2 3548

* 5 gols dos quais 4 foram pela Premier League e 1 pela UEFA Europa League

  • O vídeo abaixo mostra todos os gols de Modric com a camisa do Tottenham
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 30 de agosto de 2012 por twistedbutlogical

Real Madrid

Real Madrid

2012-13

Luyka Modrić sendo apresentado como o mais novo reforço do Real Madrid.

Em 27 de agosto de 2012, o Real Madrid e o Tottenham chegaram a um acordo no qual o clube espanhol aceitou pagar aproximadamente 30 milhões de euros (o equivalente a 140 milhões de reais) para ter o meia croata no seu elenco. Modrić assinou um contrato de cinco anos com o clube espanhol e dois dias depois de assinar com o seu mais novo clube, ele entrava em campo na decisão da Supercopa da Espanha diante do Barcelona aos 38 minutos da segunda etapa no lugar de Mesut Özil e voltando a falar sobre o jogo, o Real Madrid venceu este duelo por 2-1 e assim sendo, a equipe merengue – Real Madrid – deu a Modrić o seu primeiro troféu com o clube 36 horas após o anúncio de sua contratação.

Apesar do início positivo, o meia croata teve lutar pelo seu espaço na equipe merengue e para isso, ele tinha de ganhar a confiança de José Mourinho, técnico do Real Madrid naquela época e atual treinador do Manchester United da Inglaterra, e além disso, a presença do veterano Xabi Alonso e Sami Khedira no meio-campo defensivo, e Özil no meio-campo ofensivo, geralmente mantia Modrić fora do time titular. Portanto, era comum o meia croata jogar fora da sua posição nos primeiros meses na equipe merengue e além disso, ele normalmente entrava no lugar de algum jogador na segunda etapa.

Em 03/11/2012, em confronto válido pela 10ª rodada da La Liga – Campeonato Espanhol – no estádio Santiago Bernabéu, Modrić marcou o seu 1º tento com a camisa do seu novo clube na goleada por 4-0 sobre o Real Zaragoza e diferentemente de outros jogos, desta vez ele jogou como titular do início até o fim do jogo.

Em 04/12/2012, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o croata fez a sua partida mais notável no ano e apesar de não ter marcado um dos gols na goleada por 4-1 sobre o Ajax da Holanda, ele deu o passe para José Callejón, o segundo tento dos Galácticos – Real Madrid – neste confronto.

Em 2 de março de 2013, o Real Madrid enfrentou o Barcelona na 26ª rodada do Campeonato Espanhol e o Modrić foi um dos responsáveis pela vitória dos merengues por 2-1 sobre o maior rival, pois em uma cobrança de escanteio, ele pôs a bola na cabeça do zagueiro Sergio Ramos aos 37 minutos do segundo tempo. Três dias depois de ser um dos personagens principais no “El Clásico” – clássico entre Real Madrid e Barcelona -, o croata voltou a ser decisivo, desta vez em confronto válido pelas oitavas de final da UEFA Champions League diante do Manchester United, ao qual ele entrou na partida aos 14 minutos da segunda etapa no lugar de Álvaro Arbeloa e 7 minutos depois ele empatou o jogo e logo depois o atacante português Cristiano Ronaldo marcou e decretou o resultado da partida, vitória do Real Madrid por 2-1 em pleno Old Trafford e com isso, os espanhóis avançaram para a próxima fase desta competição.

Modric celebrando o gol que marcou diante do Mallorca.

Em 16/03/2013, em jogo válido pela 28ª rodada da La Liga, Modrić marcou um dos gols na goleada por 5-2 sobre o Mallorca e com isso, ele passou a ganhar a confiança de Mourinho e não foi por acaso que nos 2 jogos das semifinais da Liga dos Campeões, o croata jogou como titular, no entanto, os merengues perderam o primeiro confronto para o Borussia Dortmund da Alemanha por 4-1 e mesmo com um triunfo por 2-0 diante dos alemães no segundo jogo, os espanhóis deram adeus a qualquer chances de conquistar “la décima” – o 10º título da Liga dos Campeões -, mas convém lembrar que no segundo jogo diante dos alemães, Modrić foi um dos jogadores que mais se doou em campo, pois ele deu passes aos atacantes e criou várias chances para os merengues.

Em 08/05/2013, em partida válida pela 36ª rodada da La Liga, o meia croata foi um dos principais destaques na goleada do Real Madrid por 6-2 sobre o Málaga porque além de colocar a bola na cabeça de Raul Álbiol para ele inaugurar o placar da partida, ele também marcou o 5º gol da equipe merengue nesta partida e com isso, ele marcou 4 gols e proveu 8 assistências em 53 partidas e conseguiu cavar o seu espaço entre os titulares.

  • Números de Modrić na sua 1ª Temporada no Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
 53 *4 8 10  3283

* 4 gols dos quais 3 foram pela La Liga e 1 pela UEFA Champions League

2013-14

Com a chegada do técnico italiano Carlo Ancelotti, Modrić se tornou um dos jogadores mais frequentes do time sendo parceiro de meio-campo de Xabi Alonso e como consequência, ele era o jogador que fornecia equilíbrio, pois era um dos principais responsáveis pela ligação entre a defesa e o ataque. Não foi por acaso que ele foi o jogador da La Liga 2013-14 que era mais preciso nos passes, pois ele teve uma média de 90% na precisão de passes no campeonato nacional e não é só isso, ele também foi o jogador que mais recuperou bolas no time nesta temporada.

Em 10 de dezembro de 2013, em jogo válido pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o croata marcou o seu primeiro tento nesta temporada na vitória por 2-0 sobre o Copenhague da Dinamarca.

Em 16 de fevereiro de 2014, em partida válida pela 24ª rodada da La Liga, Modrić marcou o seu segundo e último tento nesta temporada na vitória por 3-0 sobre o Getafe.

Em 02/04/2014, o Real Madrid jogou a primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões diante do Borussia Dortmund e diferentemente do que ocorreu na temporada anterior, desta vez os Galácticos levaram a melhor e venceram por 3-0 e convém lembrar que o croata foi o autor do passe para o gol de Cristiano Ronaldo neste jogo, o gol que decretou o resultado deste confronto. Vale ressaltar que vencer a equipe alemã por 3-0 no primeiro jogo foi fundamental para o Real Madrid avançar para a fase seguinte, pois no segundo jogo entre as duas equipes os merengues perderam por 2-0, mas a vantagem obtida no primeiro confronto ajudou os espanhóis a seguirem em frente.

No seu 100º jogo com a camisa do Real Madrid, Modrić colocou a bola na cabeça do zagueiro Sergio Ramos para ele abrir o placar na goleada por 4-0 sobre o Bayern de Munique da Alemanha na segunda partida da semifinal da Liga dos Campeões, ajudando a equipe merengue a chegar à final pela primeira vez em 12 anos e para chegar até aqui, o Real Madrid fez a seguinte trajetória> terminou a fase de grupos na 1ª colocação com 16 pontos – 5 vitórias e 1 empate – em um grupo que contava com o Copenhague da Dinamarca, a Juventus da Itália e o Galatasaray da Turquia.

Das oitavas de final em diante com exceção da final, os Galácticos só enfrentaram equipes alemãs e assim sendo, os espanhóis passaram pelo Schalke 04 nas oitavas de final, passaram pelo Borussia Dortmund nas quartas de final e por fim, eliminaram o Bayern de Munique para chegar até a final.

Em 24/05/2014, o Real Madrid enfrentou o Atlético de Madrid na final no Estádio da Luz em Lisboa, Portugal, e até os 48 minutos do segundo tempo, os Galácticos estavam perdendo o jogo e o título e após um escanteio cobrado por Modrić, Sergio Ramos empatou o jogo e levou a decisão para a prorrogação e daí em diante o Real Madrid foi superior e bateu os Colchoneros – Atlético de Madrid – por 4-1 e com isso, pela 10ª vez na sua história, o Real Madrid era o campeão da UEFA Champions League. Ao final desta temporada, Luka Modrić foi eleito o melhor meio-campo da La Liga 2013-14.

Luka Modrić com o troféu da UEFA Champions League 2013-14.
  • Números de Modrić na sua 2ª Temporada no Real Madrid
Veja Também!  Assistir Atlético-MG x Cruzeiro Futebol AO VIVO – Campeonato Mineiro Sub-20 2019
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
 51 *2 9 10  4061

* 2 gols dos quais 1 foi pela UEFA Champions League e 1 pela La Liga

2014-15

A temporada 2014-15 mal começou e Luka Modrić e o Real Madrid já conquistaram mais um troféu para a sua galeria após vencer o Sevilla por 2-0, trata-se da Supercopa da UEFA, disputa entre o campeão da UEFA Champions League e o campeão da UEFA Europa League. Com a saída de Alonso, o meia croata passou a fazer parceria com o recém-chegado meia alemão Toni Kroos.

Em 27 de setembro de 2014, em confronto válido pela 6ª rodada da La Liga, Modrić marcou o seu primeiro e único gol nesta temporada na vitória da equipe merengue por 2-0 sobre o Villareal em pleno La Cerámica, estádio do time adversário.

Logo no início do mês de novembro de 2014, o croata estendeu o seu vínculo com o Real Madrid até o ano de 2018, porém no final deste mês, ele sofreu uma lesão na coxa defendendo o seu país – Croácia – em partida válida pelas eliminatórias para a Euro 2016 diante da seleção da Itália, a qual as duas seleções ficaram no empate em 1-1 e esta lesão o afastou dos gramados por 3 meses.

No início de março de 2015, Modrić voltou aos gramados e jogou 8 partidas das quais 6 foram pela La Liga e duas pela Liga dos Campeões e ele estava readquirindo ritmo de jogo, porém em 18/04/2015, partida válida pela La Liga na qual o Real Madrid venceu o Málaga por 3-1, o croata teve de deixar o campo aos 15 minutos do segundo tempo com uma lesão no joelho direito e sem condições de voltar a jogar até o final do mês de maio, este era o fim da temporada 2014-15 para o meia croata. Com a lesão, a série de 22 vitórias do Real Madrid na temporada chegou ao fim. Sua ausência e a falta de um substituto de qualidade foram vistas como a principal causa do fracasso do Real Madrid em vencer partidas na Liga e na Liga dos Campeões. Ancelotti disse: “Modrić perdeu a maior parte do ano e isso nos prejudicou”.

  • Números de Modrić na sua 3ª Temporada no Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
 25 *1 5 5 1  2007

* Gol válido pela La Liga

2015-16

Após o fim da temporada 2014-15, o técnico Carlo Ancelotti deixou o comando da equipe merengue e foi substituído pelo treinador espanhol Rafa Benítez – atualmente é o treinador do Newcastle da Inglaterra – e mesmo com a troca no comando dos Galácticos, Modrić continuou sendo um dos principais destaques no meio-campo do time. Diferentemente do que aconteceu na temporada anterior, esta temporada o croata se livrou das lesões mais sérias e em 25 de novembro de 2015, em jogo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o croata marcou um dos gols na vitória por 4-3 sobre o Shakhtar Donetsk da Ucrânia em plena Arena Lviv, mas apesar de ter obtido um triunfo nesta partida, vale ressaltar que a equipe merengue chegou a estar vencendo por 4-0.

A boa campanha na fase de grupos na UEFA Champions League não foi o suficiente para a manutenção de Rafael Benítez no comando do Real Madrid e como consequência em janeiro de 2016, a diretoria da equipe merengue resolveu apostar em um ex-ídolo do clube, Zinedine Zidane. A relação entre Modrić e o novo treinador foi notada na mídia, com o croata sendo descrito como o “mestre do jogo”, e o “homem de ligação”, aquele jogador que liga a defesa ao ataque.

Em 7 de fevereiro de 2016, em jogo válido pela 23ª rodada da La Liga, o croata marcou um dos gols da vitória por 2-1 sobre o Granada em pleno Nuevo Los Cármenes, estádio do clube adversário.

Em 20/04/2016, em uma partida da 34ª rodada do Campeonato Espanhol, Modrić marcou um dos gols na vitória por 3-0 sobre o Villareal no estádio Santiago Bernabéu, vale ressaltar que este foi o terceiro e último tento do croata nesta temporada.

Tanto no Campeonato Espanhol quanto na UEFA Champions League, o meia era presença constante entre os titulares e foi uma das peças mais importantes na conquista da Liga dos Campeões 2015-16 e por falar nesta competição, o Real Madrid fez a seguinte trajetória até a conquista da “undécima” (11º título da história do clube espanhol na UEFA Champions League) > o Real Madrid terminou a fase de grupos da Liga dos Campeões na 1ª colocação com 16 pontos – 5 vitórias e 1 empate – em um grupo que contava com o Malmö da Suécia, o Paris Saint-Germain da França e o Shakhtar Donetsk da Ucrânia.

O adversário das oitavas de final foi a Roma da Itália e os espanhóis não encontraram dificuldades e venceram os 2 confrontos pelo placar de 2-0.

O adversário das quartas de final foi o Wolfsburg da Alemanha e depois de perder por 2-0 na Volkswagen Arena, os merengues conseguiram reverter esta desvantagem no estádio Santiago Bernabéu e venceram os alemães por 3-0 no tempo regulamentar.

O último adversário antes da final foi o Manchester City da Inglaterra e após um empate em 0-0 no Etihad Stadium, os espanhóis contaram com um gol contra do volante Fernando do clube inglês para avançar à final da UEFA Champions League 2015-16.

Assim como ocorreu na temporada 2013-14, Real Madrid e Atlético de Madrid reeditaram aquela final, mas diferentemente daquela final o palco da vez era diferente, estádio Giuseppe Meazza em Milão, na Itália, e com um empate em 1-1 no tempo regulamentar e a persistência no empate na prorrogação, a decisão da UEFA Champions League 2015-16 teve de ser nos pênaltis e mais uma vez, os Galácticos levaram a melhor no “dérbi madrileño” – clássico entre Real Madrid e Atlético de Madrid – e venceram a disputa por pênaltis por 5-3 e pela 11ª vez na sua história, os merengues eram os campeões da Liga dos Campeões.

Luka Modrić e Toni Kroos com o troféu da UEFA Champions League 2015-16.

Ao final da temporada, pela segunda vez na sua carreira, Modrić foi eleito o melhor “meio-campo” do Campeonato Espanhol e além disso, ele também foi incluído na “Seleção” da UEFA da temporada 2015-16.

  • Números de Modrić na sua 4ª Temporada no Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
 44 *3 4 5  3530

* 3 gols dos quais 2 foram pela La Liga e 1 pela UEFA Champions League

2016-17

Logo no início da temporada 2016-17, em 10 de setembro de 2016 em uma partida da 3ª rodada do Campeonato Espanhol, Modrić marcou o seu primeiro e único tento nesta temporada na goleada por 5-2 sobre o Osasuna.

Em 18/10/2016, o croata assinou um novo contrato com a equipe merengue e assim sendo, ele estendeu o seu vínculo com o clube espanhol até o ano de 2020. Devido a uma lesão no joelho esquerdo que ele sofreu em meados do mês de setembro e isso fez com que ele perdesse oito partidas, mas logo no início do mês de novembro, ele já estava de volta aos gramados.

Em 18/12/2016, Modrić foi um dos principais destaques na conquista do título do Mundial Interclubes da FIFA ao prover uma assistência para Karim Benzema abrir o placar na vitória por 4-2 sobre o Kashima Antlers do Japão e não é só isso, como recompensa pela atuação nesta partida, ele recebeu a “Bola de Prata” deste torneio.

Em 12 de março de 2017, em confronto válido pela 27ª rodada da La Liga, o croata jogou a sua partida de número 200 com a camisa do Real Madrid, mas nesta ocasião especial ele comemorou sem marcar gols e sem prover assistências na vitória da equipe merengue por 2-1 sobre o Real Bétis.

As temporadas 2013-14 e 2015-16 ficaram marcadas na história do Real Madrid pelas conquistas da “la décima” e da “undécima”, pode-se dizer que a temporada 2016-17 foi mágica porque além de conquistar o título da UEFA Champions League pela 12ª vez – duodécima -, a equipe merengue quebrou a hegemonia do Barcelona e também foi a campeã da La Liga 2016-17 e voltando a falar sobre o croata, assim como nas temporadas anteriores, novamente ele foi decisivo em mais uma conquista de título da Liga dos Campeões e o caminho do Real Madrid até a final foi o seguinte > os Galácticos terminaram a fase de grupos na 2ª colocação com 12 pontos – 3 vitórias e 3 empates – em um grupo que contava com o Borussia Dortmund da Alemanha, o Légia Varsóvia da Polônia e o Sporting de Portugal.

O adversário da equipe merengue nas oitavas de final foi o Napoli da Itália e apesar da desvantagem de jogar o segundo jogo fora de casa, o Real Madrid venceu a equipe italiana por 3-1 nos 2 confrontos.

O adversário das quartas de final era o Bayern de Munique da Alemanha e logo no primeiro confronto com os alemães, os Galácticos venceram fora de casa por 2-1 e no segundo confronto, os espanhóis foram surpreendidos e perderam no tempo regulamentar por 2-1, mas na prorrogação, o Real Madrid contou com a estrela de Cristiano Ronaldo e venceu este jogo por 4-2.

O adversário das semifinais era o mesmo que o Real Madrid venceu nas finais da Liga dos Campeões 2013-14 e 2015-16, Atlético de Madrid, e após vencer o primeiro duelo no estádio Santiago Bernabéu por 3-0 e perder o segundo duelo por 2-1, os Galácticos estavam em mais uma final de UEFA Champions League.

Em 03/06/2017, o Real Madrid e a Juventus da Itália disputaram o título da UEFA Champions League 2016-17 no Millennium Stadium em Cardiff, no País de Gales e assim como nas duas vezes anteriores nas quais chegou à final, o Real Madrid venceu a Juventus por 4-1 e pela 12ª vez na história do clube espanhol, a equipe merengue era a campeã da Liga dos Campeões e o croata foi um dos destaques desta partida, pois ele deu o passe para Cristiano Ronaldo marcar o 3º tento do Real Madrid neste jogo.

Modrić e CR7 celebrando o terceiro gol do Real Madrid na vitória por 4-1 diante da Juventus na final da UEFA Champions League 2016-17.

Ao final da temporada 2016-17, Modrić foi incluído na equipe da Liga dos Campeões da temporada 2016-17 e se tornou o primeiro croata a vencer a Liga dos Campeões por três vezes. Ele também recebeu o prêmio “UEFA Football Club” de melhor meio-campista da temporada da UEFA Champions League. No concurso para o Prêmio de Jogador do Ano da UEFA, ele ficou em 4º lugar e não é só isso, ele também ficou em 5º no ano de 2017 na disputa pelo Prêmio FIFA Ballon d’Or, prêmio concebido ao melhor jogador do mundo. Pela terceira vez, ele também foi incluído no FIFA World XI, os 11 melhores jogadores do mundo eleitos pela FIFA.

  • Números de Modrić na sua 5ª Temporada no Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2016-17
 41 *1 5 4  3304

* Gol válido pela La Liga

2017-18

Com a saída de James Rodríguez para o Bayern de Munique, Modrić herdou a cobiçada camisa de número 10 da equipe para a temporada 2017-18, substituindo a sua camisa anterior, a de número 19.

Em 21 de novembro de 2017, em jogo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o Real Madrid goleou o APOEL Nicosia do Chipre por 6-0 e o croata marcou o seu primeiro tento da temporada nesta partida.

Em dezembro, ele venceu o Mundial Interclubes da FIFA 2017 com o Real Madrid e recebeu o prêmio “Bola de Ouro”, pois ele foi considerado o melhor jogador da competição por suas atuações diante do Al Jazira dos Emirados Árabes Unidos na semifinal e diante do Grêmio de Porto Alegre na final.

Em 21 de janeiro de 2018, em partida válida pela 20ª rodada da La Liga, Modrić marcou o seu segundo e último tento nesta temporada na goleada de 7-1 sobre o Deportivo La Coruña e paralelamente a disputa do Campeonato Espanhol, o Real Madrid seguia fazendo uma boa campanha na UEFA Champions League 2017-18 e pela 3ª vez seguida, a equipe merengue foi a campeã desta competição e o trajeto até a final foi o seguinte > o Real Madrid terminou a fase de grupos na 2ª colocação com 13 pontos – 4 vitórias, 1 empate e uma derrota – em um grupo que contava com o Tottenham da Inglaterra, o Borussia Dortmund da Alemanha e o APOEL Nicosia do Chipre.

O adversário das oitavas de final foi o Paris Saint-Germain da França e mesmo com a desvantagem de jogar o segundo jogo fora de casa, a equipe merengue venceu o primeiro duelo por 3-1 e também venceu o segundo, mas por “apenas” 2-1.

A equipe adversária do Real Madrid nas quartas de final era a mesma que perdeu a final para os espanhóis na temporada anterior, a Juventus, e quando achava-se que a classificação já estava garantida após uma vitória de 3-0 lá na Itália, os Galácticos foram surpreendidos no Santiago Bernabéu e até o final do segundo tempo a equipe espanhola estava perdendo por 3-0, mas um pênalti salvou o Real Madrid e com a derrota por 3-1, os espanhóis avançaram para as semifinais.

O adversário da semifinal era o Bayern de Munique da Alemanha e os espanhóis levaram a melhor de novo, pois venceram os alemães fora de casa por 2-1 e jogou no Santiago Bernabéu com a vantagem e após o empate em 2-2 com o Bayern, o Real Madrid avançou para a final.

Em 26/05/2018, o Real Madrid e o Liverpool decidiram o título da UEFA Champions League 2017-18 no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia e os espanhóis contaram com duas falhas do goleiro adversário e venceram este duelo por 3-1 e com isso, pela 13ª vez na história do clube, o Real Madrid se sagrava campeão da UEFA Champions League.

Modrić e o troféu da UEFA Champions League 2017-18.

Ao final desta temporada, por suas atuações, o croata foi incluído na equipe da Liga dos Campeões da temporada 2017-18, convém lembrar que esta foi a terceira vez consecutiva que ele é incluído nesta equipe. Mais tarde, recebeu pela segunda vez consecutiva o Prêmio da UEFA como o melhor meio-campista da Liga dos Campeões e não parou por aí, ele também foi incluído no FIFA World XI, pela 4ª vez seguida. Em julho de 2018, foi anunciado que a camisa do Real Madrid de Modrić era a camisa mais requisitada do clube após a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus.

Devido ao sucesso no clube e na performance na seleção de seu país na Copa do Mundo FIFA de 2018, Modrić ganhou o Prêmio de Jogador do Ano da UEFA e o de melhor Jogador do Mundo, em outras palavras, ele ganhou o Prêmio FIFA Ballon d’Or e assim sendo, ele quebrou uma hegemonia pela primeira vez desde 2013 e 2008 e desta vez os prêmios não foram conquistados por Lionel Messi ou Cristiano Ronaldo. Além disso, além de se tornar o primeiro jogador croata a ganhar estes prêmios, ele também é o primeiro jogador a ganhar no mesmo ano a Bola de Ouro e o prêmio da UEFA depois de Ronaldo em 1998 e o prêmio da FIFA depois de Romário. em 1994.

  • Números de Modrić na sua 6ª Temporada no Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
 43 *2 8 5  3339

* 2 gols dos quais 1 foi pela UEFA Champions League e 1 pela La Liga

2018-19

Com a saída de Zinedine Zidane do comando do Real Madrid, quem passa a ser o novo técnico da equipe merengue é Julen Lopetegui, ex-técnico da seleção da Espanha, a partir de agosto de 2018 e devido a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2018, onde a seleção da Croácia chegou até a final do torneio, o novo técnico dos Galácticos optou por poupar Modrić nas 4 primeiras rodadas do Campeonato Espanhol, mas para ele readquirir ritmo de jogo, Lopetegui sempre o coloca no lugar de outro jogador no segundo tempo das partidas.

Em 19 de setembro de 2018, em jogo válido pela 1ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o croata jogou a sua partida de número 100 com o Real Madrid em competições organizadas pela UEFA e para celebrar esta marca, ele deu o passe para o gol de Gareth Bale na vitória por 3-0 sobre a Roma.

Em 22/12/2018, em partida válida pela final do Mundial Interclubes da FIFA de 2018, desta vez sob o comando de Santiago Solari – Lopetegui foi demitido após uma sequência de resultados ruins -, Modrić marcou o seu primeiro gol nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Al-Ain dos Emirados Árabes Unidos e além do tento marcado no jogo, contribuiu com uma assistência para o gol do zagueiro Sergio Ramos e assim sendo, pela 3ª vez consecutiva, o Real Madrid se sagrava campeão mundial.

Em 13 de janeiro de 2019, em jogo da 19ª rodada da La Liga, o croata marcou o seu segundo tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Real Bétis em pleno Benito Villamarín (estádio do Bétis). Na rodada seguinte, em 19/01/2019, fez o segundo gol da vitória por 2-0 sobre o Sevilla no Santiago Bernabéu.

Em 10/03/2019, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol, o camisa 10 dos “Blancos” marcou o seu 4º e último tento nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Real Valladolid fora de casa. Posteriormente, o Real Madrid foi eliminado da Liga dos Campeões e em decorrência deste e de outros resultados, houve mais uma mudança no comando do time, sai Solari e entra Zinedine Zidane novamente.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa merengue, Luka Modrić disputou 46 partidas, fez 4 gols e proveu 8 assistências. Quanto ao Real Madrid, o único título que conquistou nessa temporada foi o do Mundial Interclubes da FIFA. Além da conquista de mais um mundial, os “Blancos” terminaram o Campeonato Espanhol 3º lugar, foi o vice-campeão da Supercopa da UEFA, chegou até as semifinais da Copa do Rei e foi eliminado nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League.

  • Números de Modrić na sua 7ª Temporada pelo Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
 46 *4 8 8  3571

* 4 gols dos quais 3 foram pela La Liga e 1 pelo Mundial Interclubes da FIFA

2019-20

Até aqui, Modrić só jogou duas partidas pelo Real Madrid nessa temporada e logo no primeiro jogo dos “Blancos” nessa temporada (em 17 de agosto de 2019), o croata foi expulso na vitória por 3-1 sobre o Celta de Vigo fora de casa.

Veja Também!  Onde assistir Cruzeiro x Flamengo Futebol AO VIVO na TV e Online – Campeonato Brasileiro

Em 01/09/2019, em jogo da 3ª rodada da La Liga, o camisa 10 da equipe merengue entrou em campo aos 23 minutos da segunda etapa no lugar do sérvio Luka Jović e deu o passe para Bale empatar a partida e assim sendo, Real Madrid e Villareal empataram em 2-2.

  • Números de Modrić na sua 8ª e atual Temporada no Real Madrid
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2019-20
 2  1  0 1 **78

** a temporada 2019-20 está em andamento

Títulos que conquistou no Real Madrid

  • UEFA Champions League 2013-14, 2015-16, 2016-17 e 2017-18
  • Supercopa da UEFA 2014, 2016 e 2017
  • Mundial de Clubes da FIFA 2014, 2016, 2017 e 2018
  • La Liga 2016-17
  • Copa do Rei 2013-14
  • Supercopa da Espanha 2012 e 2017
  • O vídeo abaixo mostra todos os gols de Modrić no Real Madrid até aqui
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 17 de julho de 2018 por Shawccer TV

Os números de Luka Modrić na Seleção da Croácia

Croácia

Seleções de Base

Modrić deu os seus primeiros passos na seleção croata jogando pelas seleções sub-15, sub-17, sub-18, sub-19 e por fim na seleção sub-21 antes de jogar pela seleção principal. A primeira vez que ele vestiu a camisa da Croácia foi em março de 2001, seleção sub-15 treinada por Martin Novoselac. Contudo, apesar do talento e da maturidade psicológica que tinha aos 15 anos de idade, ele ainda não iniciava a partida entre os titulares e também não era um líder até ele se fortalecer e estrear pela seleção sub-18. Novoselac o considera um exemplo para todos os jovens porque ele é o resultado de um trabalho e esforço gradual e contínuo.

Seleção Principal

Em 1 de março de 2006, Modrić fez a sua estreia pela seleção principal da Croácia em um amistoso contra a seleção da Argentina realizado na Basileia, na Suíça, amistoso no qual os croatas venceram os argentinos por 3-2 e a confiança de Zlatko Kranjcar – técnico da Croácia naquela época – no potencial do meia era tanta que ele escalou o meia entre os titulares nesta partida.

Copa do Mundo FIFA de 2006

Mesmo não disputando as Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2006, o técnico Zlatko Kranjcar resolveu dar uma chance ao meia do Dinamo Zagreb na disputa desta Copa do Mundo de 2006 realizada na Alemanha, e a Croácia estava no grupo F juntamente com as seleções do Brasil, Japão e Austrália. O primeiro jogo da fase de grupos da seleção croata foi diante do Brasil e os croatas não resistiram e perderam por 1-0. Na partida seguinte, contra o Japão, Zlatko Kranjcar resolveu dar uma chance para Modrić e o colocou no lugar de Niko Kranjcar aos 33 minutos da segunda etapa, mas mesmo com a sua entrada no jogo, os croatas e os japoneses ficaram no empate em 0-0.

O último jogo da seleção croata, um jogo que valia a passagem da Croácia para a fase de mata-mata da Copa do Mundo FIFA de 2006, contra a seleção da Austrália e até o momento em que a joia do Dinamo Zagreb estava no banco, os croatas estavam vencendo por 2-1, porém aos 34 minutos do segundo tempo, 5 minutos após a entrada de Modrić no lugar de Ivan Olić, a seleção australiana empatou o jogo e eliminou a Croácia desta Copa.

Após a eliminação da Croácia na fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2006 sai Zlatko Kranjcar e para o seu lugar a federação croata resolveu apostar em Slaven Bilić.

Em 16 de agosto de 2006, em um amistoso contra a atual campeã do mundo, a seleção da Itália, Modrić marcou o seu primeiro tento com a camisa da seleção de seu país na vitória por 2-0 sobre os italianos.

  • O Desempenho de Modrić na Copa do Mundo FIFA de 2006
Pd Gm A CA CV Mj
 2  0  0 28

Euro 2008

As atuações de Modrić nas Eliminatórias para a Eurocopa 2008 lhe assegurou uma vaga entre os titulares do time, inclusive uma vitória sobre a Inglaterra em solo inglês. O meia que estava se destacando no Dinamo Zagreb também estava se destacando na seleção croata e isso lhe rendeu o apelido de “Cruyff croata”. Com a vaga para a Euro 2008 ratificada, houve um sorteio para a definição dos grupos e a Croácia caiu em um grupo que contava com as seleções da Alemanha, Áustria e Polônia.

Modrić celebrando o gol que marcou diante da Áustria em partida válida pela 1ª rodada da Euro 2008.

Em 8 de junho de 2008, a Croácia fez a sua estreia na Euro 2008 realizada em 2 países – Áustria e Suíça – diante da seleção da Áustria e Modrić marcou o primeiro gol da Croácia nesta Eurocopa, convertendo uma cobrança de pênalti em 4 minutos de jogo, partida na qual os croatas venceram os austríacos por 1-0. Quatro dias depois, a Croácia venceu a Alemanha por 2-1 e com a vaga para as quartas-de-finais praticamente garantida, Slaven Billić optou por poupar alguns jogadores, dentre eles o meia Luka Modrić, no último jogo da fase de grupos diante da Polônia, ao qual os croatas venceram por 1-0.

O adversário das quartas de final era a seleção da Turquia e este confronto foi disputado do início ao fim, pois após um empate em 0-0 no tempo regulamentar, aos 14 minutos do segundo tempo da prorrogação, Modrić aproveitou um erro do goleiro rival Rüştü Reçber e cruzou para o seu colega Ivan Klasnić para o primeiro tento da partida, porém quando achava-se que os croatas sairiam daquele jogo classificados para a fase seguinte, Semih Şentürk empatou o jogo 2 minutos depois e com isso, o classificado para as semifinais da Euro 2008 seria decidido nos pênaltis . Nas cobranças de pênaltis que se seguiram, o chute de Modrić foi desviado e ele não converteu a primeira penalidade e a Turquia venceu a disputa por pênaltis pelo placar de 3-1.

No final da competição, Modrić foi incluído na UEFA Team of the Tournament – a Seleção do Torneio da UEFA -, tornando-se apenas o segundo croata a alcançar esta honra depois de Davor Šuker.

  • Desempenho de Modrić na Euro 2008
Pd Gm A CA CV Mj 
 3 1  1  1 300

Euro 2012

Nas eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2010, Modrić marcou 3 tentos, contra o Cazaquistão, Andorra e Ucrânia e com isso, ao lado de Ivica Olić, Ivan Rakitić e Eduardo da Silva, ele foi o artilheiro da Croácia nestas Eliminatórias, porém mesmo contando com estes jogadores, a seleção croata não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo FIFA de 2010 realizada na África do Sul, ficando 1 ponto atrás da seleção ucraniana (terminou a fase de grupos na 3ª colocação) e com isso, a Croácia não pôde disputar a Repescagem.

Depois de jogar todas as partidas das Eliminatórias para a Eurocopa 2012 e marcar apenas um gol contra Israel, Modrić iniciou os 3 jogos da Croácia na fase de grupos da Euro 2012 – contra a Irlanda, a Itália e a Espanha – entre os titulares, mas a equipe não conseguiu repetir a mesma campanha que fez nesta mesma fase na Euro 2008.

O seu desempenho mais notável foi diante da seleção da Espanha. O momento mais memorável da partida aconteceu quando Modrić pegou a bola na linha de meio-campo onde ele ignorou o trio de meio-campo da Espanha e seguiu correndo pela direita para chegar à grande área, onde ele passou por um zagueiro e fez um cruzamento na tentativa de deixar Ivan Rakitić em condições de fazer o gol, mas Iker Casillas estava atento e impediu que essa bola chegasse em Rakitić. Apesar da Croácia não ter avançado para a fase de mata-mata, Modrić não foi incluído na Equipe do Torneio, porém ainda assim o  jornal inglês “The Daily Telegraph” o incluiu entre os 11 melhores da Euro 2012.

  • Desempenho de Modrić na Euro 2012
Pd Gm A CA CV Mj
 3  0  1 270

Copa do Mundo FIFA de 2014

Diferentemente das duas Eliminatórias anteriores, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2014, Modrić não marcou sequer 1 gol, mas não deixou de ser um dos titulares da seleção croata. Por falar na seleção da Croácia, desta vez os croatas conseguiram se classificar para a Copa depois de passar pela Islândia na Repescagem (empate em 0-0 fora de casa e vitória por 2-0 em solo croata).

Após o sorteio dos grupos ficou definido que a Croácia estava no grupo A juntamente com as seleções do Brasil – seleção anfitriã -, de Camarões e a do México. A Croácia disputou o jogo de abertura contra o Brasil e apesar de ter saído a frente do placar, a seleção brasileira virou e ganhou este jogo pelo placar de 3-1.  No segundo jogo, a Croácia goleou Camarões por 4-0, mas não avançou para a fase de mata-mata, pois a seleção croata precisava vencer o último jogo da fase de grupos, no entanto a Croácia sofreu uma derrota pelo placar de 3-1 diante do México e assim sendo, este era o fim da linha para a seleção croata em solo brasileiro.

  • Desempenho de Modrić na Copa do Mundo FIFA de 2014
Pd Gm A CA CV Mj
 3  0  0 270

Euro 2016

Logo no 1º jogo das Eliminatórias para a Eurocopa 2016, Modrić encerrou um jejum de 3 anos sem marcar gols pela seleção croata e marcou um dos gols da vitória da Croácia por 2-0 sobre a seleção de Malta e por coincidência ele encerrou este longo jejum no dia do seu 29º aniversário, 9 de setembro de 2014. Depois de voltar a marcar um tento pela seleção de seu país, ele marcou mais um gol pela Croácia na goleada por 6-0 sobre o Azerbaijão. Em 26 de março de 2016, em um amistoso, pela primeira vez na sua carreira, Modrić foi o capitão da Croácia, num empate em 1-1 fora de casa contra a Hungria.

Modrić celebrando o gol que marcou diante da Turquia na 1ª rodada da fase de grupos da Euro 2016.

Em 12/06/2016, a Croácia fez a sua estreia na Euro 2016 – competição realizada na França – diante da Turquia e contou com um chute de fora da área de Modrić para derrotar os turcos na 1ª rodada da fase de grupos desta Eurocopa. Cinco dias depois, a Croácia fez a sua segunda partida pela Euro 2016 e aos 17 minutos do segundo tempo, ele teve de deixar o jogo e dar lugar a Mateo Kovacić, pois ele foi detectado com uma lesão muscular e depois de estar a frente do placar, a Croácia permitiu a reação da República Tcheca e as duas seleções ficaram no empate em 2-2. Com uma vitória e um empate, a seleção croata já havia assegurado a sua vaga para a fase de mata-mata da Euro 2016 e por esta razão o técnico Ante Cacić optou por poupar o meio-campo do Real Madrid e mesmo sem ele em campo, a Croácia venceu a Espanha por 2-1.

O adversário das oitavas-de-finais era a seleção de Portugal e após um empate em 0-0 no tempo regulamentar e Modrić jogando “no sacrifício”, a Croácia não resistiu e viu Ricardo Quaresma sair do banco para marcar o gol da vitória da seleção portuguesa aos 12 minutos do segundo tempo da prorrogação e com isso, os croatas davam adeus a Euro 2016.

  • Desempenho de Modrić na Euro 2016
Pd Gm A CA CV Mj
 3 1  0  0 272

Copa do Mundo FIFA de 2018

Antes de se classificar para a Copa do Mundo FIFA de 2018, a Croácia terminou a fase de grupos das Eliminatórias na 2ª colocação, 2 pontos atrás da Islândia, e por este motivo teve de disputar a Repescagem e entre os croatas e a Copa do Mundo na Rússia só havia um obstáculo, passar pela Grécia e a seleção croata conseguiu fazer isso no primeiro confronto ao derrotar os gregos por 4-1 e além disso, Modrić que até então não havia marcado nenhum gol pelas Eliminatórias, marcou o primeiro gol da seleção croata nesta partida e o seu único tento nas Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2018. Com a vantagem de poder perder por 2 gols, a Croácia jogou o segundo confronto para o gasto e os gregos e os croatas ficaram no empate em 0-0.

Após o sorteio, a Croácia foi colocada no Grupo D juntamente com as seleções da Argentina, da Islândia e da Nigéria. Em 16 de junho de 2018, a seleção croata fez a sua estreia diante da Nigéria em partida válida pela 1ª rodada da fase de grupos da Copa do Mundo e os croatas venceram os nigerianos por 2-0 e Modrić foi o jogador que marcou o primeiro gol da Croácia na Copa do Mundo FIFA de 2018. Ele também marcou um gol na vitória subseqüente da Croácia por 3-0 sobre a Argentina com um chute de fora da área e como consequência ele foi eleito “Man of the Match” (o homem da partida). Depois de também jogar a última partida da fase de grupos, contra a Islândia, as suas atuações fizeram com que as revistas inglesas “FourFourTwo” e a The Daily Telegraph” e o canal ESPN o elegessem como o melhor jogador da fase de grupos desta Copa.

O adversário das oitavas de final era a Dinamarca e depois de sair atrás do placar, a seleção croata empatou o jogo 3 minutos depois e a Croácia teve a chance de vencer a partida na prorrogação, no entanto o goleiro Kasper Schmeichel pegou o pênalti cobrado pelo capitão do time, Modrić, mas não demorou muito para ele se redimir, pois ele converteu a sua cobrança na disputa por pênaltis e a Croácia venceu a Dinamarca nas penalidades pelo placar de 3-2.

Modrić celebrando a vitória na disputa por pênaltis diante da Rússia.

O adversário das quartas de final era a seleção anfitriã, a Rússia, e depois de sair atrás do placar novamente, os croatas empataram o jogo 8 minutos depois e o empate persistiu e com isso a Croácia teve de jogar uma prorrogação pela segunda vez consecutiva e houve ainda mais emoção na prorrogação, mas desta vez em uma cobrança de escanteio, o capitão do time colocou a bola na cabeça do zagueiro Domagoj Vida e os croatas saíram a frente do placar, porém faltando 5 minutos para o fim do jogo, os russos empataram e os croatas teriam de ir para mais uma disputa por pênaltis e assim como ocorreu nas oitavas, Modrić converteu a sua cobrança e a Croácia venceu a Rússia na disputa por pênaltis pelo placar de 4-3.

Na semifinal contra a Inglaterra, em 11/07/2018, a Croácia avançou para a final da Copa do Mundo pela primeira vez em sua história, após uma vitória por 2-1 na prorrogação. Dois dias antes da final diante da França, foi relatado que Modrić correu o maior número de milhas do que qualquer outro jogador e foi o terceiro jogador que mais criou chances de gol, assim como teve mais dribles por partida e ele também foi o jogador que mais deu passes certos nesta Copa. Apesar de a Croácia ter sido derrotada por 4-2 pela França na final, Modrić recebeu a “Bola de Ouro”, em outras palavras, Modrić foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo FIFA de 2018.

  • Desempenho de Modrić na Copa do Mundo FIFA de 2018
Pd Gm A CA CV Mj
 7 2  1  0 694

Liga das Nações da UEFA A

Na disputa desta competição, Luka Modrić foi o titular nos 4 jogos da Croácia que não seguiu adiante, pois com apenas 4 pontos somados – uma vitória, 1 empate e duas derrotas -, terminou em 2º lugar no grupo 4, ficando atrás apenas da Inglaterra. Mesmo vencendo a Espanha por 3-2 na 1ª rodada da fase de grupos, a seleção croata terminou em 3º e último lugar e como consequência, na próxima edição desse torneio terá de jogar a Liga das Nações B.

  • Desempenho de Modrić na Liga das Nações 2018-19
Pd Gm A CA CV Mj 
 4  1  0 360

 

Eliminatórias da Euro 2020

Até aqui, a Croácia disputou 4 partidas no grupo E das Eliminatórias da Eurocopa 2020 e já conseguiu somar 9 pontos; vitórias sobre o Azerbaijão, País de Gales e Eslováquia respectivamente.

  • O vídeo abaixo mostra 10 dos 14 gols de Modrić com a camisa da seleção da Croácia
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 9 de setembro de 2015 por CroBro

Total

Pd Gm A CA CV Mj
120 14 19 6 9735

 

Prêmios individuais
  • Melhor Jogador do Campeonato Bósnio: 2003
  • Futebolista Croata Esperança do Ano: 2004
  • Melhor Jogador do Campeonato Croata: 2007
  • Futebolista Croata do Ano: 2007, 2008, 2011, 2014, 2016, 2017
  • Seleção da Eurocopa: 2008
  • Tottenham Jogador da Temporada: 2010-11
  • Melhor Meia do Campeonato Inglês: 2009-10
  • Líder de Assistências no Campeonato Inglês: 2009-10
  • Seleção da Liga dos Campeões da UEFA: 2013-14, 2015-16, 2016-17, 2017-18
  • Time do Mês ESM (European Sports Media): Fevereiro de 2014, Maio de 2016, Maio de 2017 e Maio de 2018
  • FIFPro World XI: 2015, 2016, 2017
  • Time do Ano da UEFA: 2016, 2017
  • Melhor meia da La Liga: 2013–14, 2015–16
  • Prêmio ESPN Melhor Meia do Ano: 2016, 2017
  • Bola de prata da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2016
  • Melhor Meia da Liga dos Campeões da UEFA: 2016-17, 2017-18
  • Bola de ouro da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2017
  • Melhor jogador da final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2017
  • IFFHS Time do Ano: 2017
  • Melhor jogador da partida da Copa do Mundo de 2018: Croácia 2–0 Nigéria, Argentina 0–3 Croácia, Rússia 2–2 Croácia (Quartas de final)
  • Bola de Ouro da Copa do Mundo FIFA: 2018
  • Melhor Jogador da UEFA na Europa: 2017–18
  • Melhor Jogador do Mundo pela FIFA COM 29% DOS VOTOS: 2018

Considerações Finais

Portanto com base nos dados analisados acima, Modrić é conhecido por sua habilidade de passar a bola com precisão sejam passes de curtas ou longas distâncias, bem como seu controle de bola, primeiro toque, posição de jogo, e sua capacidade de reter a posse e definir o ritmo do jogo, ou seja, ele é um condutor. A sua visão tática e o seu planejamento estratégico fez com que ele fosse comparado a um regente de uma orquestra e não é só isso, ele também passou a ser conhecido como um “mágico do meio-campo”. Quando chegou ao Real Madrid, ele foi apelidado pela mídia espanhola de El Pájaro (“o pássaro”).

E para você? Modrić mereceu ser eleito o melhor Jogador do Mundo?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

1 COMENTÁRIO

  1. Que bela matéria, praticamente uma biografia do cara, sobre merecimento acho que o Salah mereceu mais que ele, mas pro outro lado por ele vencer a UCL, levar a Croácia a final de uma Copa do Mundo foi merecido sim! Sou fã de muitos jogadores croatas e inclusive o Modric!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui