Quando cita-se um dos jogadores que faz parte de uma das melhores gerações do futebol belga um desses jogadores que merece ser mencionado aqui é Kevin De Bruyne que joga pelo Manchester City da Inglaterra e também atua pela Seleção da Bélgica.

Kevin De Bruyne nasceu em 28/06/1991 em Drongen, na Bélgica. Na última temporada 2017-18, o meia belga foi o jogador que mais proveu assistências na Premier League 2017-18 e por este motivo ele é descrito como um dos jogadores mais completos da atualidade, porém além do Manchester City por quais equipes ele jogou? Quais feitos ele atingiu ao longo de sua carreira?

Juvenil

De Bruyne dando uma entrevista quando ele tinha apenas 11 anos de idade.

Kevin De Bruyne começou a dar os seus primeiros passos no futebol quando ele ainda tinha apenas 4 anos de idade, mas somente aos 6 anos de idade – 1997 – é que ele passou a jogar por um clube, o KVV Drongen, um clube local. Dois anos depois ele deixou a sua cidade, a sua família e também deixou o KVV Drongen para jogar nas categorias de base do Gent e por lá ele seguiu se destacando e em 2005, De Bruyne passou a jogar pelas categorias de base do Genk e depois de tudo isso, ele foi recompensando pelo seu progresso e no ano de 2008, De Bruyne finalmente foi promovido ao primeiro esquadrão do Genk.

 

A Carreira de De Bruyne em Números e os clubes em que jogou

 

Genk

2008-09

Em 9 de maio de 2009, em partida válida pela penúltima (33ª) rodada da Jupiler Pro League, De Bruyne fez a sua estreia como jogador profissional ao substituir o meia brasileiro Ederson Tormena – jogador que teve passagens pelo Inter de Porto Alegre e pelo Juventude – aos 36 minutos da segunda etapa, porém quando ele entrou o Genk estava perdendo por 2-0 para o Charleroi e 3 minutos após a entrada de Kevin nesta partida, o time adversário marcou mais um tento e assim sendo, o Charleroi bateu o Genk por 3-0 neste confronto. Uma semana depois, De Bruyne teve a sua segunda chance ao substituir Stein Huysegems e quando ele entrou no jogo, o Anderletch já ganhava o jogo por 2-0 e este foi o resultado desta partida e estes também foram os primeiros passos de De Bruyne na equipe principal do Genk.

  • Números de De Bruyne na sua 1ª Temporada no Genk
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
 2  0  0 15

Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2009-10

No primeiro jogo da temporada 2009-10, em 25 de julho de 2009, em partida válida pela decisão do título da Supercopa da Bélgica, De Bruyne teve a oportunidade de jogar o segundo tempo desde o início, no entanto mesmo com ele em campo, os “smurfs” – Genk – perderam por 2-0 para o Standard Liège e com isso, o Genk teve de se contentar com o vice-campeonato.

Em 08/08/2009, em jogo válido pela 2ª rodada da Jupiler Pro League (Campeonato Belga), o jovem meia de 18 anos teve a sua primeira oportunidade entre os titulares no empate em 2-2 diante do Zulte Waregem. Aos poucos, De Bruyne estava tendo mais chances entre os titulares e em 7 de fevereiro de 2010, o Genk enfrentou o mesmo time que o derrotou na decisão da Supercopa da Bélgica – o Standard Liège – em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Belga e pela primeira vez na sua carreira, De Bruyne fez o seu primeiro gol na carreira na vitória do Genk por 1-0 sobre o Standard Liège.

Ao final da fase de pontos corridos da Jupiler Pro League, os “smurfs” não conseguiram terminar entre os 6 primeiros colocados e por esta razão não disputavam mais o título e como consequência, o Genk também não tinha mais chances de se classificar para a UEFA Champions League 2010-11, mas ainda havia um alento; uma chance de se classificar para a Europa League e para obter esta classificação, o Genk teria de terminar na primeira posição em um grupo que contava com as seguintes equipes além do próprio Genk: Charleroi, Germinal Beersch e o Standard Liège. O único jogo em que o meia de 18 anos fez gol foi em uma partida da 4ª rodada dos playoffs II, na vitória por 3-0 sobre o Charleroi e além de ter marcado um gol neste jogo, De Bruyne deu o passe para o gol de Erik Matoukou.

Ao final da fase dos playoffs II, o Genk terminou na primeira posição do grupo, mas o clube ainda não estava classificado para a Liga Europa e para obter esta classificação faltava a última etapa: 2 jogos com o primeiro colocado dos playoffs II do grupo A – o Genk fazia parte do grupo B – e também tinha de jogar duas partidas com um dos 6 primeiros colocados do Campeonato Belga e logo na primeira rodada da Jupiler Pro League Playoff Europa League, De Bruyne foi o nome do jogo, pois os smurfs estavam perdendo por 2-0 para o Westerlo e a joia de 18 anos diminuiu o placar e ainda por cima deu o passe para Samuel Yeboah empatar a partida e assim decretar o resultado do jogo, Genk e Westerlo ficaram no empate em 2-2.

Em 07/05/2010, no segundo jogo contra o Westerlo nas Eliminatórias para a disputa da Europa League, De Bruyne se destacou novamente ao prover uma assistência para João Carlos e o Genk venceu esta partida por 3-0. Nos 2 jogos seguintes, o Genk derrotou o Sint-Truiden por 2-1 e 3-2 respectivamente e assim sendo, os smurfs conseguiram obter a classificação para a Liga Europa 2010-11.

  • Números de De Bruyne na sua 2ª Temporada no Genk
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
 40 *3  4  2 1995

* 3 gols dos quais 2 foram pelo playoff II e 1 pela Jupiler Pro League

2010-11

Em 29 de julho de 2010, o Genk iniciou a temporada 2010-11 com o pé direito ao golear o Inter Turku da Finlândia por 5-1 e De Bruyne foi um dos destaques do clube belga nesta goleada, pois ele abriu o placar e proveu uma assistência para Jelle Vossen marcar o dele. Com esta vantagem, o Genk estava praticamente classificado para última fase preliminar da Liga Europa e por este motivo, o técnico Frank Vercauteren optou por poupar De Bruyne e alguns outros jogadores para o segundo jogo contra o time finlandês. No entanto, na fase seguinte da Europa League 2010-11, os belgas foram eliminados pelo Porto.

Em 08/08/2010, em partida válida pela 2ª rodada da Jupiler Pro League, a joia de 19 anos marcou o seu primeiro gol nesta temporada na goleada por 4-0 sobre o Gent e na rodada seguinte da Jupiler Pro League, De Bruyne foi o destaque na goleada por 5-0 sobre o Charleroi ao marcar 2 gols nesta partida e dar o passe para Jelle Vossen marcar o seu neste jogo. Além destes 3 gols, a joia de 19 anos marcou mais um tento no Campeonato Belga em 22 de janeiro de 2011 na vitória dos smurfs por 3-2 sobre o KV Kortrijk na 23ª rodada e além do gol, ele deu o passe para Marvin Ogunjimi fazer o dele e ao final da fase de pontos corridos, o Genk terminou na 2ª colocação e com isso o time entrava forte na disputa do título da Jupiler Pro League e também na disputa de uma vaga na UEFA Champions League 2011-12.

Por ter terminado o campeonato de pontos corridos entre os 6 primeiros colocados, o Genk ganhou a chance de disputar os playoffs I e logo na 1ª rodada desta fase, os smurfs venceram o KSC Lokeren por 2-1 e De Bruyne se destacou novamente, mas desta vez ele não marcou gols e sim proveu assistências para os 2 tentos de Elyaniv Barda.

Em 14/05/2011, em jogo válido pela penúltima rodada dos playoffs I, De Bruyne marcou o seu 6º e último gol nesta temporada na vitória do Genk por 3-2 sobre o Gent e ainda por cima, ele deu os passes para os gols de Dániel Tõzsér e de Marvin Ogunjime e com este triunfo, pela terceira vez em toda a sua história, o Genk era o campeão da Jupiler Pro League. Ao final desta temporada, a joia de 19 anos marcou 6 gols e proveu 17 assistências.

  • Números de De Bruyne na sua 3ª Temporada no Genk
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
 35 *6  17  2 1 2567

* 6 gols dos quais 4 foram pela Jupiler Pro League, 1 pela Europa League e 1 pelo playoff I

2011-12

A temporada 2011-12 mal havia começado e o Genk já conquistou um título. Em 21 de julho de 2011, o primeiro jogo da temporada, o Genk e o Standard Liège disputaram o título da Supercopa da Bélgica e os smurfs levaram a melhor e venceram por 1-0. Cinco dias após este triunfo, o Genk enfrentou o Partizan da Sérvia em partida válida pela fase preliminar da Liga dos Campeões e no primeiro confronto entre os belgas e os sérvios, os smurfs levaram a melhor e venceram por 2-1 e De Bruyne foi novamente decisivo, pois ele foi o autor do passe para o segundo gol da partida, gol de Marvin Ogunjimi. O jogo da volta foi em solo sérvio e os belgas resistiram a pressão e saíram de lá com a classificação para a última fase preliminar da UEFA Champions League. Ainda convém lembrar que o Genk foi eliminado na fase seguinte nos pênaltis pelo Maccabi Haifa de Israel.

Em 29/10/2011, em jogo válido pela 12ª rodada da Jupiler Pro League, a joia de 20 anos marcou o seu primeiro hat-trick – ocorre quando um jogador faz 3 ou mais gols num mesmo jogo – da carreira na vitória por 5-4 sobre o Club Brugge.

Em 28 de janeiro de 2012, em mais uma partida do Campeonato Belga – 23ª rodada da Jupiler Pro League -, ele marcou 2 tentos na goleada por 5-0 sobre o OH Leuven. Três dias depois, no último dia da janela de transferências de inverno, o Genk e o Chelsea da Inglaterra chegaram a um acordo e assim sendo, De Bruyne passou a ser jogador do time inglês, mas permaneceria no clube belga pelo restante da temporada 2011-12 e além disso, De Bruyne disse o seguinte ao site do clube: “Chegar a um time como o Chelsea é um sonho, mas agora tenho que me dedicar e trabalhar ainda mais para alcançar o nível necessário”.

Em 18/02/2012, em partida válida pela 26ª rodada da Jupiler Pro League, De Bruyne marco o seu primeiro gol depois de assinar com o Chelsea na vitória do Genk por 2-1 sobre o RAEC Mons fora de casa.

Em 21/03/2012, na última rodada da fase de pontos corridos do Campeonato Belga, o mais novo jogador dos Blues – Chelsea – marcou o seu último tento com a camisa do Genk na vitória por 3-1 sobre o Gent e com isso, os smurfs terminaram o campeonato na 5ª colocação e no Playoff I, o clube terminou na 3ª colocação e devido a isso, teve de se contentar com a classificação para a Europa League.

  • Números de De Bruyne na sua 4ª e última Temporada no Genk
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
 36 *8  15  3 2994

* marcou os 8 gols na Jupiler Pro League

Títulos que conquistou no Genk

  • Copa da Bélgica 2008-09
  • Jupiler Pro League 2010-11
  • Supercopa da Bélgica de 2011

 

  • O vídeo acima mostra os melhores momentos de Kevin De Bruyne com a camisa do Genk
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 4 de agosto de 2011 por TV966

 

Werder Bremen

2012-13

Kevin De Bruyne sendo apresentado como o mais novo reforço do Werder Bremen.

Mesmo tendo jogado a pré-temporada com a camisa do Chelsea, em 2 de agosto de 2012, o clube inglês anunciou que De Bruyne iria jogar em um clube da Bundesliga, o Werder Bremen, em um contrato de empréstimo de uma temporada.

Em 24/08/2012, em jogo válido pela 1ª rodada da Bundesliga – Campeonato Alemão -, o belga fez a sua estreia com a camisa do Werder Bremen, porém o primeiro jogo dele pelo seu novo clube foi para se esquecer; derrota por 2-1 para o Borussia Dortmund.

Em 15/09/2012, em jogo da 3ª rodada da Bundesliga, De Bruyne marcou o seu primeiro gol com a camisa do Werder Bremen na derrota por 3-2 ante o Hannover 96. Na rodada seguinte do Campeonato Alemão, ele marcou o seu 2º tento com a camisa do seu novo clube no empate em 2-2 com o Stuttgart.

Até aqui, todas as vezes que De Bruyne marcou um gol com a camisa do Werder Bremen, o clube ainda não havia vencido e a primeira vez que ele marcou e o Werder Bremen venceu foi em 18/11/2012, em partida válida pela 12ª rodada da Bundesliga, a qual os “Werderaner” – Werder Bremen – venceu o Düsseldorf por 2-1.

Em 9 de fevereiro de 2013, o novo camisa 6 dos Werderaner marcou o seu primeiro gol neste ano na 21ª rodada da Bundesliga, a qual o Werder Bremen aplicou uma goleada por 4-1 sobre o Stuttgart e além de ter feito um gol nesta partida, ele também deu o passe para Mehmet Ekici marcar o dele neste jogo. Duas semanas depois, ele voltou a marcar um gol, mas desta vez De Bruyne marcou o gol de honra dos Werderaner que sofreram uma goleda de 6-1 diante do Bayern de Munique.

De Bruyne encerrou a sua passagem pelo Werder Bremen marcando 4 gols nas última 3 rodadas da Bundesliga: fez um dos gols no empate em 2-2 com o Hoffenheim, fez um dos gols no empate em 1-1 com o Eintracht Frankfurt e marcou 2 tentos na derrota do Werder Bremen por 3-2 diante do Nuremberg respectivamente.

  • Números de De Bruyne na sua 1ª e única Temporada no Werder Bremen
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
 34 *10  10  4 3086

* marcou os 10 gols em jogos válidos pela Bundesliga

  • O vídeo abaixo mostra os melhores lances – gols, assistências e dribles – de De Bruyne no Werder Bremen da Alemanha
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 6 de junho de 2018 por Werder Bremen

 

Chelsea

2013-14

Como já foi dito anteriormente, De Bruyne é jogador do Chelsea desde o dia 31 de janeiro de 2012 e estima-se que o clube inglês teve de desembolsar 7 milhões de libras esterlinas (o equivalente a 41 milhões de reais) e ele inclusive, jogou a pré-temporada antes do início da temporada 2012-13, mas os Blues – Chelsea – optaram por emprestá-lo ao Werder Bremen e ele fez uma boa temporada 2012-13 como jogador do clube alemão e ainda convém lembrar que ele foi eleito o melhor jogador jovem da Bundesliga 2012-13.

Depois de uma boa passagem pelo Werder Bremen, outros 2 clubes alemães (Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund) manifestaram interesse na contratação do belga, no entanto, o treinador José Mourinho – técnico do Chelsea naquela época, atualmente é técnico do Manchester United – garantiu a De Bruyne que ele fazia parte do plano dos Blues para o futuro, e o jogador voltou oficialmente ao Chelsea em 1 de julho de 2013 e parece que a carreira do belga finalmente ia deslanchar, porém em um amistoso na pré-temporada ele teve de deixar o campo mais cedo, pois assim se lesionou logo após fazer um gol, mas ele conseguiu se recuperar a tempo antes do início da temporada.

Veja Também!  Onde assistir Guarani x Paraná Futebol AO VIVO – Campeonato Brasileiro Série B 2019

Em 18/08/2013,na estreia dos Blues na Premier League, De Bruyne estava entre os titulares e ele retribuiu a confiança dada por Mourinho e deu o passe para Oscar abrir o placar e o Chelsea começou o Campeonato inglês com o “pé direito” ao vencer o Hull City por 2-0, mas apesar de ter feito um bom jogo, o belga passou a frequentar o banco e em algumas partidas, José Mourinho não estava nem o relacionando mais e em 18/01/2014, o Wolfsburg da Alemanha fez uma oferta por ele e assim sendo, De Bruyne voltou a atuar pelo futebol alemão.

  • Números de De Bruyne na sua 1ª e única Temporada no Chelsea
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
 9  1  1 425

 

  • O vídeo abaixo mostra como foi a estreia de De Bruyne com a camisa do Chelsea 
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 19 de dezembro de 2017 por Sports X Mada

 

Wolfsburg

2013-14

Em 18 de janeiro de 2014, o Wolfsburg, clube que disputa a Bundesliga, desembolsou 22 milhões de euros (o equivalente a 92 milhões de reais) para ter De Bruyne no seu elenco. Uma semana depois, em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Alemão, porém esta foi uma estreia para se esquecer, pois o seu novo clube perdeu para o Hannover 96 por 3-1, mas vale ressaltar que ele estreou pelo Wolfsburg entre os titulares.

Em 12/02/2014, paralelamente a disputa da Bundesliga, o Wolfsburg seguia vivo na Copa da Alemanha e naquele instante se encontrava nas quartas-de-finais diante do Hoffenheim, De Bruyne sofreu o pênalti que foi convertido pelo lateral Ricardo Rodríguez – atualmente joga pelo Milan da Itália – e com isso, o clube da Baixa Saxônica – Wolfsburg – abriu o placar e venceu esta partida por 3-2 e assim sendo, o Wolfsburg estava classificado para a semifinal da DFB-Pokal (Copa da Alemanha). Apesar de ter obtido esta classificação, pouco menos de 2 meses depois o clube da Baixa Saxônica foi eliminado na semifinal pelo Borussia Dortmund.

Em 12/04/2014, em jogo válido pela 30ª rodada da Bundesliga, De Bruyne foi um dos destaques na goleada por 4-1 sobre o Nuremberg ao prover assistências para os gols de Ivica Olić e de Ivan Perišić. Uma semana depois, em mais um jogo da Bundesliga, ele marcou o seu primeiro gol pelo clube da Baixa Saxônica na vitória por 3-1 sobre o Hamburgo em pleno Volksparkstadion, estádio do Hamburgo. Nas duas últimas rodadas do Campeonato Alemão, ele voltou a marcar gols na vitória por 2-1 sobre o Stuttgart fora de casa e também na vitória por 3-1 sobre o Borussia Mönchengladbach na última rodada. Com estes 2 triunfos, o Wolfsburg se classificou para a Europa League 2014-15.

  • Números de De Bruyne na sua 1ª Temporada no Wolfsburg
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
 18 *3  7  2 1 1599

* marcou os 3 gols em jogos válidos pela Bundesliga

2014-15

Levou um tempo para De Bruyne marcar o seu 1º gol nesta temporada, mas antes disso acontecer ele tinha provido apenas duas assistências em 8 jogos e ele encerrou este jejum sem gols em 2 de outubro de 2014 e em grande estilo, um gol de voleio no empate em 1-1 com o Lille da França em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Europa League na Volkswagen Arena, estádio do Wolfsburg. Na rodada seguinte da Liga Europa, em 23/10/2014, o belga marcou o seu primeiro doblete – 2 gols num único jogo – na vitória do clube da Baixa Saxônica por 4-2 sobre o Krasnodar da Rússia fora de casa.

Em 01/11/2014, De Bruyne pôs um fim na seca de gols na Bundesliga em jogo da 10ª rodada diante do Stuttgart, ao qual ele marcou um dos gols na goleada por 4-0 sobre o adversário e além de ter marcado um tento nesta partida, ele também proveu assistências para os gols do zagueiro Robin Knoche e do meia Ivan Perišić.

Em 30 de janeiro de 2015, em jogo válido pela 18ª rodada da Bundesliga, o belga foi o principal destaque na goleada por 4-1 sobre o Bayern de Munique por ter marcado 2 tentos neste jogo e além disso, ele também deu o passe para o holandês Bas Dost fazer o dele nesta partida. Vale ressaltar que esta foi a primeira derrota dos Bávaros – Bayern de Munique – desde abril de 2014.

Em 01/03/2015, em partida válida pela 23ª rodada da Bundesliga, pela primeira vez na sua carreira, De Bruyne proveu 3 assistências na mesma partida na vitória por 5-3 diante do seu ex-clube, o Werder Bremen, e os jogadores que fizeram os gols com as assistências do belga foram Maximilian Arnold e Bas Dost (2).

Paralelamente a disputa do Campeonato Alemão, o Wolfsburg já se encontrava nas oitavas de final da UEFA Europa League e o jogo de ida diante da Internazionale da Itália era na Volkswagen Arena e De Bruyne foi o destaque deste confronto ao marcar 2 tentos na vitória dos alemães por 3-1 sobre os italianos e além dos gols, ele também proveu uma assistência para o gol do Naldo neste jogo. Três dias depois, desta vez em partida válida pela Bundesliga, ele marcou um gol na vitória por 3-0 sobre o Freiburg e não acabou por aí, além de ter marcado um tento neste jogo ele também sofreu um pênalti que foi convertido por Ricardo Rodríguez e deu o passe para o gol do meia Maximilian Arnold.

Ao final do Campeonato Alemão, De Bruyne entrou para a história deste campeonato como o jogador que mais proveu assistências (21) numa única edição da Bundesliga e ainda convém lembrar que o Wolfsburg terminou a Bundesliga na 2ª colocação, ficando atrás apenas do Bayern de Munique e como consequência, o clube da Baixa Saxônica estava classificado para disputar a fase de grupos da UEFA Champions League 2015-16.

Para coroar esta temporada dos sonhos de De Bruyne no Wolfsburg, em 30/05/2015, em jogo válido pela final da Copa da Alemanha, ele marcou um dos gols na vitória por 3-1 sobre o Borussia Dortmund e com isso, o Wolfsburg era o campeão da Copa da Alemanha 2014-15.

O belga encerrou a sua 2ª temporada no clube da Baixa Saxônica com 16 gols e 27 assistências ao todo e além disso, ele também foi eleito o “melhor jogador do futebol alemão do ano de 2015”.

  • Números de De Bruyne na sua 2ª Temporada no Wolfsburg
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
 51 *16  28  7 4551

* 16 gols dos quais 10 foram pela Bundesliga, 5 pela Europa League e 1 pela Copa da Alemanha

2015-16

Logo no início da temporada 2015-16, em 1 de agosto de 2015, na decisão da Supercopa da Alemanha – título disputado entre o campeão da Bundesliga e o campeão da Copa da Alemanha -, De Bruyne foi um dos destaques na conquista do título da Supercopa diante do Bayern de Munique, pois ele deu o passe para Nicklas Bendtner empatar o jogo nos últimos minutos de jogo e por conseguinte, o jogo foi para a prorrogação e com a insistência do empate, a decisão foi para os pênaltis e o belga novamente não decepcionou e ainda por cima, ele converteu a sua cobrança e o clube da Baixa Saxônica levou a melhor nas penalidades e vencer por 5-4 e com isso, o Wolfsburg era o campeão da Supercopa da Alemanha 2015.

De Bruyne segurando o troféu da Supercopa da Alemanha 2015.

Ainda no mês de agosto, começaram a surgir especulações sobre uma possível saída de De Bruyne para o futebol inglês, mas como ele se sentia bem no Wolfsburg, ele disse que não forçaria a saída do clube alemão, mas admitiu que não poderia ignorar o interesse do Manchester City, dizendo: “Se uma oferta vier, eu ficarei sabendo. E quanto é, mas eu ainda não ouvi nada … Eu não iria para a Inglaterra apenas para provar que eu posso jogar lá. Eu não tenho que ir para a Inglaterra … Se eu for para lá é porque para mim e para a minha família é uma boa escolha. Essa é a chave para mim. ”

Em 10/08/2015, o Manchester City fez uma segunda oferta pelo De Bruyne – a primeira foi recusada – no valor de 47 milhões de libras (o equivalente a 240 milhões de reais), mas ainda assim, o clube da Baixa Saxônica recusou esta proposta e logo depois, o diretor esportivo do Wolfsburg naquela época, Klaus Allofs, deu a seguinte declaração: “acho que os outros clubes definitivamente viraram a cabeça de Kevin … Algumas figuras enormes estão fazendo as rondas e eu posso entender porque Kevin está deixando tudo em aberto.”

Em 27/08/2015, o clube inglês fez uma terceira e última oferta, o valor desta oferta era de 58 milhões de libras e assim sendo, Kevin De Bruyne passou a ser o mais novo reforço do Manchester City da Inglaterra.

  • Números de De Bruyne na sua 3ª Temporada e última Temporada no Wolfsburg
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
 4 *1  2  1 375

* marcou este gol em partida válida pela Copa da Alemanha

Títulos que conquistou no Wolfsburg

  • Copa da Alemanha 2014-15
  • Supercopa da Alemanha de 2015

 

  • O vídeo abaixo mostra os melhores lances de De Bruyne – gols, dribles e assistências – com a camisa do Wolfsburg
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 9 de junho de 2015 por Matti Da Dribblare

 

Manchester City

2015-16

De Bruyne sendo apresentado como o mais novo reforço do Manchester City.

Em 30 de agosto de 2015, o Manchester City anunciou a chegada de Kevin De Bruyne e como já foi dito anteriormente, os Cityzens – Manchester City – desembolsou 58 milhões de libras (o equivalente a 290 milhões de reais) e com isso, o belga se tornava a segunda transferência mais cara da história do futebol britânico aquele instante e para quem ficou curioso, a transferência mais cara na história do futebol britânico até então era a de Ángel Di María para o Manchester United em 2014.

Em 12/09/2015, em jogo válido pela 5ª rodada da Premier League, De Bruyne fez a sua estreia pelo seu mais novo clube ao substituir o atacante argentino Sergio Agüero aos 25 minutos do primeiro tempo, pois o atacante se lesionou e por este motivo teve de deixar o campo mais cedo e apesar de De Bruyne não ter marcado gols e nem dado passe para gol nesta partida, os Cityzens venceram o Crystal Palace por 1-0 em pleno Selhurst Park, estádio dos Eagles (Crystal Palace). Uma semana depois, em mais um confronto válido pela Premier League, o belga marcou o seu primeiro gol pelo Manchester City, porém mesmo com o primeiro gol dele pelo seu novo clube, os Cityzens perderam para o West Ham em pleno City of Manchester Stadium (estádio do Manchester City) por 2-1.

Em 22/09/2015, em confronto válido pela 3ª fase da Copa da Liga Inglesa, o Manchester City goleou o Sunderland por 4-1 e De Bruyne foi um dos destaques desta vitória com 1 tento e não foi só isso, ele também deu o passe para o gol de Sterling neste jogo. Esta era a segunda partida consecutiva que o belga marcava um gol. De Bruyne voltou a marcar gols nos 2 jogos seguintes – jogos válidos pelo Campeonato Inglês -, na derrota por 4-1 diante do Tottenham e além de marcar 1 gol na goleada dos Cityzens por 6-1 sobre o Newcastle, ele ainda proveu duas assistências para Agüero marcar 2 dos seus 5 gols nesta partida.

Em 02/10/2015, De Bruyne foi anunciado como um dos jogadores nomeados da longa lista do prestigioso prêmio FIFA Ballon d’Or ao lado de companheiros como Sergio Agüero e Yaya Touré, no entanto, só depois de 18 dias (20/10/2015) que ele foi revelado pela FIFA como um dos 23 jogadores que iam concorrer a este prêmio.

Paralelamente a disputa da Premier League, os Cityzens também disputavam a UEFA Champions League e em 21/10/2015, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos diante do Sevilla da Espanha, o belga marcou o gol da vitória por 2-1 sobre os espanhóis e com isso, o Manchester City estava a 1 ponto atrás do líder do grupo, a Juventus da Itália, faltando 3 rodadas para o final da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Em 28/11/2015, em confronto válido pela 14ª rodada da Premier League, De Bruyne marcou um dos gols da vitória do Manchester City por 3-1 sobre o Southampton e além disso, ele deu os passes para os gols de Fabian Delph e de Aleksandar Kolarov. Três dias depois, desta vez em partida válida pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa, pela primeira vez desde que chegou ao seu novo clube, ele marcou 2 gols num mesmo jogo e a “vítima” do belga foi o Hull City que sofreu uma goleada de 4-1 diante dos Cityzens e como consequência, o Manchester City estava classificado para as semifinais desta competição.

O ano de 2016 mal começou e no dia 9 de janeiro, em jogo válido pela 3ª fase da Copa da Inglaterra, De Bruyne marcou um dos gols na vitória por 3-0 sobre o Norwich City.

Em 27/01/2016, no segundo confronto das semifinais da Copa da Liga Inglesa diante do Everton, o belga entrou na partida aos 21 minutos da segunda etapa no lugar de Yaya Touré e 4 minutos depois ele marcou o segundo gols dos Cityzens na partida e como senão bastasse, ele proveu uma assistência para o gol de Agüero, o tento que decretou o resultado desta partida, vitória do Manchester City sobre o Everton por 3-1, mas apesar de mais uma grande atuação, De Bruyne sofreu uma lesão no joelho direito e com isso, ele ficou fora dos gramados por 2 meses.

Após ficar um tempo afastado dos gramados devido a uma lesão, em 02/04/2016, De Bruyne voltou a jogar e logo no seu primeiro jogo no retorno aos gramados, ele começou entre os titulares e marcou o segundo gol na goleada do Manchester City por 4-0 sobre o Bournemouth em pleno Dean Court, estádio dos Cherries (Bournemouth), e para preservá-lo para os jogos seguintes, aos 12 minutos do segundo tempo, o técnico Manuel Pellegrini o substituiu pelo autor do último tento do jogo, o lateral sérvio Aleksandar Kolarov.

Em 06/04/2016, quatro dias depois da goleada sobre o Bournemouth no Campeonato Inglês, desta vez em jogo válido pelas quartas de final da Liga dos Campeões (o primeiro confronto), De Bruyne marcou o primeiro gol dos Cityzens no empate em 2-2 com o Paris Saint-Germain em pleno Parc des Princes, estádio do clube francês. Pouco menos de uma semana depois, no segundo jogo das quartas de final, o belga marcou o único gol da partida e com isso, o Manchester City estava classificado para as semifinais da UEFA Champions League. Até aqui, esta foi a melhor campanha da história dos Cityzens na Liga dos Campeões.

Em 08/05/2016, em jogo válido pela penúltima rodada da Premier League – a 37ª rodada -, o belga marcou o seu último tento nesta temporada no empate em 2-2 com o Arsenal, mas mesmo não perdendo para os Gunners – Arsenal – fora de casa, este resultado tirou as chances dos Cityzens de poder jogar a fase de grupos da Liga dos Campeões sem ter de jogar os playoffs, fase eliminatória.

  • Números de De Bruyne na sua 1ª Temporada no Manchester City
Veja Também!  Assistir ao gol de Hernanes que fez Botafogo 0 x 1 São Paulo - Campeonato Brasileiro de 2019
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
 41 *16  13  3 3112

* 16 gols dos quais 7 foram pela Premier League, 5 pela Copa da Liga Inglesa, 3 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Inglaterra

2016-17

Em 16 de agosto de 2016, o primeiro jogo decisivo do Manchester City na temporada 2016-17 – partida válida pela rodada de play-off da UEFA Champions League -, De Bruyne não marcou tentos na goleada de 5-0 sobre o Steua Bucareste em plena Romênia, mas convém lembrar que ele deu o passe para o gol de Nolito nesta partida.

Em 10/09/2016, em confronto válido pela 4ª rodada da Premier League, o belga foi o principal destaque no “derby de Manchester” – clássico entre os 2 clubes da cidade: Manchester City e Manchester United – ao inaugurar o placar da partida e antes do fim do primeiro tempo, ele deu o passe para Kelichi Iheanacho marcar o gol dele na partida e com isso, os Cityzens derrotaram os Red Devils por 2-1 em pleno Old Trafford e além disso, ao final da partida ele foi eleito o melhor jogador deste jogo. Uma semana depois, em mais uma partida válida pela Premier League, ele repetiu a atuação do derby de Manchester e fez 1 gol e proveu uma assistência – para o gol de Ilkay Gündogan – na goleada por 4-0 sobre o Bournemouth.

Após a pausa da Premier League em razão dos amistosos internacionais, em 15/10/2016, em jogo válido pela 8ª rodada do Campeonato Inglês, o Manchester City enfrentou o Everton e as duas equipes ficaram no empate em 1-1 e ainda convém lembrar que os Cityzens só não perderam este jogo porque Nolito saiu do banco para empatar sendo que Agüero e De Bruyne tiveram chances de marcar, porém os 2 tiveram seus pênaltis defendidos pelo arqueiro holandês Maarten Stekelenburg.

Paralelamente a disputa da Premier League, os Cityzens estavam disputando a UEFA Champions League e em 01/11/2016, em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos deste torneio, De Bruyne marcou um dos gols da vitória do Manchester City por 3-1 sobre o Barcelona e com isso, os comandados de Pep Guardiola ainda seguiam vivos na Liga dos Campeões.

Após passar por um jejum de pouco mais de 2 meses e meio sem marcar gols, em 21 de janeiro de 2017 em confronto com o Tottenham pela 22ª rodada da Premier League, o belga marcou um dos gols no empate em 2-2 com os Spurs – Tottenham – e além disso, ele também teve participação no outro gol dos Cityzens, pois ele deu o passe para o gol do atacante alemão Leroy Sané e como consequência, ao final do jogo ele foi eleito o jogador da partida. Na rodada seguinte da Premier League, De Bruyne voltou a marcar um tento na goleada dos Cityzens por 4-0 sobre o West Ham.

Após uma nova seca de gols, ele voltou a marcar um gol em 06/05/2017, em jogo válido pela 36ª rodada da Premier League, ao qual o Manchester City goleou o Crystal Palace por 5-0 e não foi só isso, além de marcar um dos 5 tentos dos Cityzens nesta partida, ele também proveu duas assistências, passe para o gol do compatriota Vincent Kompany e ele também cruzou um bola na cabeça de Otamendi. Dez dias depois, em partida adiada da Premier League diante do West Bromwich, De Bruyne marcou um dos gols em mais uma vitória do Manchester City, por 3-1, e além de marcar um dos tentos deste triunfo, ele também deu o passe para o gol do atacante brasileiro Gabriel Jesus.

Na última rodada do Campeonato Inglês, ao qual o Manchester City goleou o Watford por 5-0, o belga não marcou gols, mas como já era costume ele proveu duas assistências nesta partida, cruzou uma bola na cabeça do zagueiro Vincent Kompany e deu o passe para o gol de Kun Agüero e assim sendo, ao final da Premier League, ele foi o jogador que mais proveu assistências no campeonato, 21 assistências.

  • Números de De Bruyne na sua 2ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2016-17
 49 *7  23  6 3909

* 7 gols dos quais 6 foram pela Premier League e 1 pela UEFA Champions League

2017-18

Apesar de não ter feito gols ou provido assistências nas 3 primeiras rodadas da Premier League, em 9 de setembro de 2017, em um confronto diante do Liverpool, De Bruyne não marcou gols mas deu passes para os gols de Kun Agüero e de Gabriel Jesus na goleada por 5-0 sobre os Reds. Na rodada seguinte, ele contribuiu com uma assistência, no gol de Agüero, na goleada dos Cityzens por 6-0 sobre o Watford em pleno Vicarage Road, estádio do Watford.

Paralelamente a disputa da Premier League, o Manchester City disputava a UEFA Champions League e em 26/09/2017, em jogo válido pela 2ª rodada da fase de grupos, o belga marcou o seu primeiro gol nesta temporada na vitória dos Cityzens por 2-0 sobre o Shakhtar Donetsk da Ucrânia. Quatro dias depois, desta vez em partida válida pela 7ª rodada da Premier League, De Bruyne fez valer a lei do ex – ocorre quando um jogador marca um gol diante de um ex-clube – e fez o único gol do jogo diante do Chelsea em pleno Stamford Bridge, estádio dos blues (Chelsea). Após uma pausa na Premier League em razão dos amistosos internacionais, em 14/10/2017, em confronto válido pela 8ª rodada da Premier League, De Bruyne proveu duas assistências, para os gols de Gabriel Jesus e de Leroy Sané, na goleada por 7-2 sobre o Stoke City.

Em 05/11/2017, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 17 (De Bruyne) marcou um dos gols na vitória dos Cityzens por 3-1 sobre o Arsenal. Na rodada seguinte da Premier League, o belga voltou a marcar um tento em nova vitória do Manchester City, desta vez por 2-0 sobre o Leicester em pleno King Power Stadium, estádio dos Foxes (Leicester).

Em 29/11/2017, em confronto pela 14ª rodada da Premier League diante do Southampton, De Bruyne foi o principal destaque da partida, pois além de marcar um dos gols na vitória por 2-1 sobre os Saints – Southampton -, ele também deu o passe para o gol de Raheem Sterling neste jogo, o gol que selou o resultado deste confronto. Quatro dias depois, em mais uma partida pela Premier League, o belga foi um dos destaques na vitória por 2-1 sobre o West Ham ao dar o passe para o tento de David Silva, mais um gol que decidiu o resultado de uma partida teve a participação do camisa 17.

Em 13/12/2017, em jogo válido pela 17ª rodada da Premier League, De Bruyne marcou um dos gols na goleada dos Cityzens por 4-0 sobre o Swansea fora de casa. Na rodada seguinte, o belga marcou mais um tento em nova goleada do Manchester City – 4-1 -, e a nova vítima dos Cityzens foram os Spurs (Tottenham). Ainda convém lembrar que este foi o 16º triunfo consecutivo dos comandados de Pep Guardiola, um feito em tanto até aquele momento.

Em 27/12/2017, o penúltimo jogo do ano de 2017 válido pela 20ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 17 não marcou o gol da vitória diante do Newcastle, mas ele fez o que mais sabe fazer, deu o passe para o gol de Sterling nesta partida.

Em 9 de janeiro de 2018, o segundo jogo dos Cityzens no ano novo e o primeiro jogo da semifinal da Copa da Liga Inglesa diante do Bristol City, De Bruyne marcou um dos gols na vitória do Manchester City por 2-1 neste confronto.

Em 20/01/2018, em confronto pela 24ª rodada da Premier League diante do Newcastle, o belga deu o passe para um dos gols de Agüero que marcou um hat-trick neste jogo na vitória por 3-1 sobre os Magpies (Newcastle). Antes de outras grandes atuações pelos Cityzens, em 22/01/2018, De Bruyne assinou um novo contrato de longo prazo com o clube, mantendo-o no Manchester City até o ano de 2023. Um dia depois de estender o seu vínculo com os Cityzens, o belga foi um dos principais destaques da classificação do Manchester City para a final da Copa da Liga Inglesa ao marcar um dos gols na vitória por 3-2 sobre o Bristol City no segundo jogo da semifinal desta competição, o gol que selou o resultado da partida, ele também deu o passe para o gol de Agüero neste jogo.

Em 31/01/2017, em confronto pela 25ª rodada da Premier League diante do West Bromwich, o camisa 17 repetiu a atual que teve no jogo diante do Bristol City e marcou 1 gol na vitória por 3-0 sobre os Baggies – West Bromwich – e também proveu uma assistência nesta partida, para o gol de Fernandinho. Ao final deste jogo, De Bruyne foi eleito o melhor jogador da partida. Dez dias depois, outra grande atuação do belga pela Premier League na goleada por 5-1 sobre o Leicester, pois neste jogo ele proveu 3 assistências, passes para 2 gols de Agüero e 1 gol de Sterling e como consequência, ele elevou a sua contagem de assistências para 14.

Em 25/02/2018, De Bruyne começou a decisão da Copa da Liga Inglesa diante do Arsenal entre os titulares e jogou os 90 minutos deste jogo cujo placar foi uma vitória de 3-0 dos Cityzens e além disso, este foi o 1º troféu de Pep Guardiola sob o comando do Manchester City.

Em 31/03/2018, em partida válida pela 32ª rodada da Premier League, o belga deu o passe para o gol de Gabriel Jesus na vitória dos Cityzens por 3-1 sobre o Everton em pleno Goodison Park – estádio do Everton – e como consequência, o Manchester City só precisava de mais uma vitória para garantir o título do Campeonato Inglês de forma antecipada. Duas rodadas depois, o Manchester City venceu o Tottenham por 3-1 fora de casa e se sagrava campeão da Premier League 2017-18.

Em 22/04/2018, em confronto pela 35ª rodada da Premier League, o camisa 17 marcou o seu último tento nesta temporada na goleada por 5-0 sobre o Swansea.

Em 13/05/2018, em partida válida pela última rodada do Campeonato Inglês e além disso, este também era o último jogo do Manchester City na temporada 2017-18, De Bruyne deu o passe para o único gol, de Gabriel Jesus, deste jogo, ao qual os Cityzens venceram o Southampton e com isso, os comandados de Pep Guardiola chegaram a marca de 100 pontos na Premier League. Além disso, pela segunda temporada consecutiva, o belga foi o jogador que mais proveu assistências na Premier League, 16 assistências. Ele também foi eleito o melhor jogador da temporada 2017-18 do Manchester City.

  • Números de De Bruyne na sua 3ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
 52 *12  21  6 4189

* 12 gols dos quais 8 foram pela Premier League, 2 pela Copa da Liga Inglesa, 1 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Inglaterra

2018-19

Após a boa campanha da Bélgica na Copa do Mundo FIFA de 2018, De Bruyne jogou a primeira rodada da Premier League em 12 de agosto de 2018, quando entrou no lugar de Riyad Mahrez aos 15 minutos da segunda etapa e 4 minutos após a sua entrada, os Cityzens marcaram o segundo gol e decretaram o resultado do jogo; vitória do Manchester City por 2-0 sobre o Arsenal. Três dias depois de jogar a sua 1ª partida nesta temporada, ele sofreu uma lesão no joelho durante uma sessão de treinamento, com vários sites de notícias relatando que ele poderia potencialmente não jogar por até três meses.

Em 17/08/2018, o clube confirmou que o camisa 17 havia sofrido uma lesão no ligamento colateral lateral em seu joelho direito, sem necessidade de cirurgia, e que ele realmente ficaria de fora dos gramados por 3 meses.

Em 20/10/2018, em jogo da 9ª rodada da Premier League, De Bruyne entrou no lugar de Bernardo Silva aos 13 minutos do segundo tempo em uma partida na qual os Cityzens golearam o Burnley por 5-0. Estes foram os primeiros minutos do camisa 17 em campo após a lesão no início da temporada. Três dias depois, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o belga iniciou o jogo contra o Shakhtar Donetsk da Ucrânia entre os titulares e proveu a assistência para o gol do zagueiro Aymeric Laporte no triunfo por 3-0 sobre a equipe ucraniana fora de casa.

Em 01/11/2018, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa, o meio-campista belga atuou entre os titulares na vitória por 2-0 sobre o Fulham, no entanto, saiu de campo aos 41 minutos da segunda etapa e após a partida foi constatado que ele sofreu uma lesão no ligamento do joelho e em decorrência disso, ficaria de fora dos gramados por mais um tempo.

Esperava-se que esta nova lesão mantivesse De Bruyne de fora dos gramados por um período de 5 a 6 semanas, mas o belga retornou aos treinamentos muito antes do esperado e após 3 semanas, já estava treinando com os companheiros de clubes.

Em 15/12/2018, em jogo da 17ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 17 jogou os últimos 15 minutos de uma partida onde o Manchester City venceu o Everton por 3-1. Três dias depois, em partida válida pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa, Guardiola escalou De Bruyne entre os titulares e ele não decepcionou e marcou o único tento dos Cityzens na partida e saiu de campo aos 26 minutos da segunda etapa para dar lugar a Gündogan. Quanto ao jogo, Manchester City e Leicester empataram em 1-1 e com isso, as duas equipes teriam de decidir a vaga para a fase seguintes nos pênaltis e os Cityzens levaram a melhor nas penalidades e venceram por 3-1.

Em 22/12/2018, em jogo da 18ª rodada da Premier League, De Bruyne entrou em campo aos 17 minutos do segundo tempo no lugar de Fabian Delph e nos últimos minutos da partida marcou 1 tento, porém mesmo com o gol do belga, os Cityzens perderam para o Crystal Palace por 3-2 em pleno Etihad Stadium.

Em 9 de janeiro de 2019, no primeiro jogo da semifinal da Copa da Liga Inglesa, o belga marcou o seu terceiro tento nesta temporada no goleada por 9-0 sobre o Burton Albion.

Em 26/01/2019, em partida válida pela 4ª rodada da Copa da Inglaterra, o camisa 17 teve uma grande atuação em nova goleada por 5-0 sobre o Burnley porque além de marcar 1 dos gols dos Cityzens no jogo, deu um passe para Bernardo Silva marcar o gol dele na partida.

Em 03/04/2019, em jogo da 33ª rodada da Premier League, De Bruyne marcou o seu 5º tento nesta temporada na vitória por 2-0 sobre o Cardiff no Etihad Stadium.

Em 17/04/2019, no segundo confronto das quartas-de-finais da UEFA Champions League contra o Tottenham, o belga teve uma grande atuação e deu passes para os 2 gols de Raheem Sterling neste embate e também deu o passe para Agüero marcar o seu único gol no jogo, porém mesmo com uma vitória por 4-3 sobre o rival londrino, o Manchester City foi eliminado da Liga dos Campeões porque havia perdido o primeiro confronto por 1-0 no White Hart Lane e devido a regra do gol fora de casa, o Tottenham se classificou para a fase seguinte da competição.

Veja Também!  Assistir ao gol de Matheus Peixoto que fez Bragantino 3 x 0 Londrina - Série B

Em 18/05/2019, na final da Copa da Inglaterra contra o Watford, o camisa 17 entrou em campo aos 10 minutos da segunda etapa no lugar de Rihad Mahrez e 6 minutos depois, marcou o seu último tento nesta temporada e depois do tento marcado, ainda deu o passe para Gabriel Jesus marcar um dos seus 2 gols nesta partida e com uma “lavada” (6-0) sobre os Hornets – Watford -, o Manchester City se sagrou campeão da Copa da Inglaterra 2018-19.

Em suma, na sua 4ª temporada com a camisa dos Cityzens, Kevin De Bruyne disputou 32 jogos, fez 6 gols e proveu 11 assistências. O rendimento do belga com a camisa do Manchester City costuma ser melhor, porém as lesões o atrapalharam nesta temporada. Quanto ao Manchester City, iniciou a temporada conquistando o título da FA Community Shield, foi campeão da Premier League, foi campeão da Copa da Inglaterra e também foi o campeão da Copa da Liga Inglesa. No entanto, foi eliminado nas quartas-de-finais da Liga dos Campeões por uma equipe inglesa.

  • Números de De Bruyne na sua 4ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
 32 *6  11  2 1828

* 6 gols dos quais 2 foram pela Premier League, 2 pela Copa da Inglaterra e os outros 2 pela Copa da Liga Inglesa

Títulos que conquistou no Manchester City

  • Premier League 2017-18 e 2018-19
  • Copa da Liga Inglesa (EFL Cup) 2015-16, 2017-18 e 2018-19
  • Copa da Inglaterra (FA Cup) 2018-19
  • FA Community Shield 2018

 

  • O vídeo abaixo mostra 20 dos 41 gols que De Bruyne marcou com a camisa do Manchester City
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 16 de maio de 2019 por Football24Jack

 

Os Números de De Bruyne na Seleção da Bélgica

 

Bélgica

Seleções de Base

Antes de jogar pela seleção principal da Bélgica, ele teve passagens pela seleção sub-18 – onde fez 1 gol em 7 jogos -, pela seleção sub-19 – fez 1 gol em 10 jogos – e ele também teve passagem pela seleção sub-21 e nesta última, ele só jogou duas partidas e não marcou gols e também não proveu assistências, mas apesar de não ter rendido nas seleções de base, ele seguia se destacando pelos clubes em que atuava e no ano de 2010, ele foi convocado pela primeira vez pela seleção principal de seu país.

Seleção Principal

Na primeira vez em que De Bruyne esteve presente na Seleção Principal da Bélgica, ele não entrou em campo e assim sendo, em 19 de maio de 2010, ele viu os seus compatriotas do banco vencerem o amistoso contra a Bulgária por 2-1, mas ainda no mesmo ano, em 11 de agosto, pela 1ª vez na sua carreira, ele jogou uma partida pela seleção principal de seu país, porém esta foi uma estreia para se esquecer, pois ele entrou na partida logo após o intervalo e mesmo assim, os “Diabos Vermelhos” – a Bélgica – perderam para a seleção da Finlândia por 1-0.

De Bruyne passou a ser regularmente convocado para a seleção principal da Bélgica durante a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2014 e em 12 de outubro de 2012, em confronto válido pela 3ª rodada da fase de grupos das Eliminatórias, o meia recém contratado pelo Chelsea e que estava emprestado ao Werder Bremen, marcou o seu primeiro gol com a camisa da seleção belga na vitória por 3-0 sobre a Sérvia e além de ter marcado um tento nesta partida, ele também proveu uma assistências neste jogo, para o gol de Christian Benteke.

  • O vídeo abaixo mostra o primeiro gol de Kevin De Bruyne com a camisa da seleção belga
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 12/10/2012 por Goal

Em 22 de março de 2013, De Bruyne marcou o seu segundo gol pela Bélgica no triunfo por 2-0 sobre a Macedônia em mais uma partida válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2014. Em 7 de junho do mesmo ano, o camisa 7 da seleção belga (De Bruyne) marcou o seu 3º tento pelas Eliminatórias na vitória por 2-1 sobre a Sérvia e nesta partida, além de marcar um dos gols da vitória belga, ele também proveu uma assistência neste jogo, para o gol de Marouane Fellaini.

Em 15/10/2013, em jogo válido pela última rodada das Eliminatórias a Bélgica jogou “para o gasto” e empatou em 1-1 com o País de Gales e o autor do gol dos Diabos Vermelhos nesta partida foi o De Bruyne. Em suma, a Bélgica terminou na 1ª colocação do grupo A com 26 pontos em 10 jogos, 8 vitórias e 2 empates, um grupo que além da seleção belga contava com Croácia, Escócia, Macedônia, País de Gales e Sérvia e no total, o camisa 7 marcou 4 tentos e proveu 4 assistências nos 10 jogos das Eliminatórias e assim sendo depois de uma ausências de 12 anos, a Bélgica estava de volta a uma disputa de Copa do Mundo FIF de 2014, realizada no Brasil.

Copa do Mundo FIFA de 2014

Em 13 de maio de 2014, o técnico Marc Wilmots anunciou a lista de convocados para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2014 e o nome de De Bruyne estava presente nesta lista e logo na estreia da Bélgica na Copa diante da Argélia no estádio do Mineirão em Belo Horizonte, o camisa 7 foi um dos destaques do jogo ao prover uma assistência para o gol de Fellaini e com isso, os belgas venceram os argelinos por 2-1 e assim sendo, a FIFA elegeu De Bruyne como o melhor jogador deste jogo. Assim como ocorreu nas Eliminatórias, onde se classificou sem muitas dificuldades, a Bélgica também não encontrou dificuldades em se classificar para a fase de mata-mata desta Copa e após a vitória por 2-1 de virada sobre a Argélia, os Diabos Vermelhos venceram a Rússia por 1-0 e a Coreia do Sul por 1-0 novamente.

Em 01/07/2014, em jogo válido pelas oitavas de final desta Copa diante dos Estados Unidos, após 90 minutos de um empate em 0-0, logo no início da prorrogação o camisa 7 fez o primeiro gol da seleção belga e no final do primeiro tempo da prorrogação, De Bruyne deu o passe para o centroavante Lukaku marcar o segundo gol dos Diabos Vermelhos e mesmo levando um gol depois, os belgas conseguiram se classificar para as quartas-de-finais da Copa do Mundo FIFA de 2014.

O adversário das quartas de final era a Argentina e o sonho dos belgas de chegar a uma final de Copa do Mundo acabou neste jogo, pois foram derrotados por 1-0 pelos argentinos no tempo regulamentar.

Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa
 4 1  2  0 390

Euro 2016

A Copa do Mundo mal havia acabado e a Bélgica e as outras seleções europeias começaram a disputar as Eliminatórias para a Euro 2016 e em 10 de outubro de 2014, pela primeira vez na sua carreira, De Bruyne marcou um doblete – 2 gols – na goleada da seleção belga por 6-0 sobre a Andorra e além de marcar 2 tentos neste jogo, o camisa 7 também deu o passe para o gol de Origi nesta partida e como consequência, com mais um triunfo, essa geração se igualou a seleção belga de 1986; um recorde no número de vitórias em uma competições europeias.

Em 10 de outubro de 2015, o camisa 7 marcou um dos gols em nova goleada sobre a Andorra – desta vez por 4-1 – e com isso, a Bélgica estava classificada para a Eurocopa 2016, competição que seria realizada na França. Três dias depois, De Bruyne marcou um dos gols na vitória por 3-1 sobre Israel, garantindo a liderança da seleção belga neste grupo.

Em 31 de maio de 2016, o técnico Marc Wilmots anunciou os convocados para a disputa da Euro 2016 e o De Bruyne estava entre os 23 jogadores convocados para este torneio. O grupo no qual a Bélgica estava contava com as seguintes seleções: Irlanda, Itália e Suécia. Em 13/06/2016, a seleção belga estreou com uma derrota na Euro 2016 de 2-0 para a Itália, mas na partida seguinte diante da Irlanda, a Bélgica venceu os irlandeses por 3-0 e o camisa 7 deu o passe para o primeiro gol da partida, para o gol de Romelu Lukaku. No último confronto pela fase de grupos diante da Suécia, os belgas levaram a melhor e venceram os suecos por 1-0 e com mais uma vitória, os Diabos Vermelhos estavam classificados para as oitavas-de-finais da Euro 2016.

O adversário das oitavas de final era a seleção da Hungria e mesmo sendo um jogo de mata-mata, os belgas golearam os húngaros por 4-0 e De Bruyne foi eleito o melhor jogador desta partida, pois ele proveu duas assistências neste jogo, para os gols de Toby Aldeiweireld e de Eden Hazard e por conseguinte, a seleção belga se classificou para as quartas de final da Euro 2016.

O adversário das quartas de final era o País de Gales e apesar do favoritismo da Bélgica, eles foram surpreendidos e perderam por 3-1 e o sonho de conquistar a Euro teve de ser adiado para 2020.

Pd Gm A CA CV Mj na Euro 2016
 5  3  0 450

Copa do Mundo FIFA de 2018

Após a eliminação na Eurocopa, a seleção belga mudou de treinador, sai Marc Wilmots e entra Roberto Martínez.

Durante as Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, De Bruyne não marcou sequer um gol, no entanto, nas 7 partidas em que ele disputou ele proveu 4 assistências e assim como ocorreu na disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2014, a seleção da Bélgica também não encontrou dificuldades em se classificar para a Copa do Mundo FIFA de 2018, pois em 10 jogos, os belgas conquistaram 28 pontos – 9 vitórias e 1 empate -, com destaque para as goleadas por 9-0 sobre Gibraltar e 8-1 sobre a Estônia.

Em 4 de junho de 2018, o técnico Roberto Martínez anunciou a lista de 23 jogadores – a lista final – para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2018, realizada na Rússia e como já era costume, De Bruyne estava nesta lista.

Em 18/06/2018, a seleção belga fez a sua estreia nesta Copa diante da seleção do Panamá e os belgas levaram a melhor e venceram por 3-0 e mesmo não fazendo gols, o camisa 7 deu o passe para um dos gols de Romelu Lukaku neste jogo. Na partida seguinte, a Bélgica goleou a Tunísia por 5-2 e como a vaga para as oitavas de final já estava garantida, Roberto Martínez optou por poupar alguns jogadores diante da Inglaterra e De Bruyne foi um dos jogadores que foi poupado para a fase de mata-mata desta Copa e mesmo sem o camisa 7 e muitos dos seus titulares em campo, os Diabos Vermelhos venceram os ingleses por 1-0 e além da classificação, garantiram a 1ª colocação do grupo G.

O adversário da Bélgica nas oitavas-de-finais era o Japão e depois de sair atrás do placar no primeiro tempo – os belgas estavam perdendo por 2-0 -, Martínez fez duas alterações e a seleção belga conseguiu virar o placar nos últimos minutos de jogo e com a vitória por 3-2 sobre os japoneses, a seleção belga iria enfrentar o Brasil nas quartas de final.

Como já disse acima, a Bélgica teria o Brasil pela frente e após um jejum de 2 anos e 9 meses sem marcar um gol pela seleção da Bélgica em competições oficiais, De Bruyne fez um dos gols na vitória dos Diabos Vermelhos por 2-1 sobre o Brasil e após o jogo, não foi por acaso que ele foi eleito o melhor jogador desta partida. Com este resultado, esta geração da Bélgica se igualava a seleção belga de 1986 que assim como esta geração, também chegou até as semifinais.

O adversário da Bélgica nas semifinais era a França e não foi desta vez que os belgas chegaram a uma final de Copa do Mundo, pois perderam por 1-0 e assim sendo, a seleção belga teve de se contentar com a disputa do 3º lugar.

Na disputa de terceiro lugar contra a Inglaterra, a Bélgica venceu por 2-0 e o camisa 7 foi um dos destaques do jogo ao dar o passe para o gol de Eden Hazard e com isso, esta foi a melhor campanha dos belgas em uma Copa do Mundo.

Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa
 6 1  2  1 540

Eliminatórias da Euro 2020

Após a disputa da Copa do Mundo, De Bruyne só voltou a atuar pela seleção da Bélgica em 8 de junho de 2019 em um jogo válido pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020, ao qual a seleção belga venceu o Cazaquistão por 3-0. Três dias depois, em mais uma partida válida pelas Eliminatórias da Euro, o camisa 7 da Bélgica marcou um dos gols do triunfo por 3-0 sobre a Escócia e além do tento marcado neste jogo, proveu a assistência para um dos 2 gols de Lukaku.

  • O vídeo abaixo mostra alguns gols e assistências de De Bruyne com a camisa da seleção da Bélgica
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 30 de abril de 2016 por MicoHD

Total

Pd Gm A CA CV Mj
70 16 28 4 5594

Prêmios individuais

  • Melhor jogador da partida da Copa do Mundo de 2014: Bélgica 2-1 Argélia
  • Melhor jogador da Bundesliga 2014/2015
  • Futebolista Alemão do Ano: 2015
  • 13º melhor jogador do ano de 2016 (The Guardian)
  • 33º melhor jogador do ano de 2016 (Marca)
  • 10º melhor jogador do ano de 2017 (Marca)
  • 4º melhor jogador do ano de 2017 (The Guardian)
  • Equipe do Ano PFA da Premier League: 2017–18
  • Melhor jogador do Manchester City na temporada 2015-16
  • Melhor jogador do Manchester City na temporada 2017-18

Considerações Finais

Com todos os números e após analisar toda a trajetória da carreira de De Bruyne pode-se concluir que ele é um jogador que joga como meia e também como meia-atacante, mas se necessário joga como ponta ou como um segundo atacante.

Ainda convém lembrar que a sua principal especialidade não é marcar gols e sim colocar os companheiros em condições de fazer os gols e não é por acaso que ele bateu o recorde de assistências na história da Bündesliga – Campeonato Alemão – e nas duas últimas temporada ele foi o jogador que mais proveu assistências na Premier League – Campeonato Inglês – e além disso, pode-se descrevê-lo como um dos melhores jogadores no setor da criação das jogadas e como senão bastasse, ele também tem um bom chute de média a longa distância.

E para vocês? Kevin De Bruyne é um dos jogadores mais completos da atualidade? Ele é um dos melhores jogadores do mundo neste momento?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui