Quando cita-se um dos melhores centroavantes do futebol europeu da atualidade, o nome de Edin Džeko, jogador que atua na Roma da Itália e na seleção da Bósnia e Herzegovina deve ser levado em conta.

Edin Džeko nasceu em 17/03/1986 em Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegovina, mas convém lembrar que naquela época o seu país ainda não existia, portanto quando ele veio ao mundo, ele era um cidadão iugoslavo; da antiga Iugoslávia que atualmente se dividiu em 7 países. Antes de jogar pela Roma da Itália, Džeko iniciou a sua carreira como jogador no Željezničar Sarajevo da Bósnia e Herzegovina e posteriormente jogou por mais alguns clubes, dentre eles o Wolfsburg da Alemanha, time no qual ele se consagrou ao se tornar o maior artilheiro da história do clube. Porém, o que mais se sabe sobre a carreira de Džeko? Em quais clubes ele jogou? Quais feitos ele atingiu até aqui na sua carreira?

Juvenil

Como já foi dito acima, Džeko nasceu em Sarajevo, atual capital da Bósnia e Herzegovina, um país que se tornou independente em 01/03/1992, pois até então, assim como a Croácia, a Eslovênia, a Macedônia e Kosovo, a Bósnia e Herzegovina fazia parte da Iugoslávia.

Em um de seus relatos, o filho de Midhat e de Belma -Džeko – descreve parte de sua infância: “Eu tinha seis anos quando a guerra começou”, disse ele. “Foi terrível. A minha casa foi destruída, então nós (ele e a família dele) fomos morar com os meus avós. A família inteira estava lá, talvez 15 pessoas, todas em um apartamento de 35 metros quadrados. Foi muito difícil.”

Džeko após um treino pelo FK Željezničar

O futebol parecia um mundo distante. “Muitos jogadores de futebol começam a jogar bola na rua, mas para mim isso era impossível”, disse Džeko. “Mas quando a guerra acabou, eu estava muito mais forte, mentalmente. Depois da guerra eu costumava brincar com os meus amigos nas ruas, na escola e então o meu pai me levou para fazer testes no Željezničar”.

O estádio deste clube estava na linha de frente e quando o cerco foi finalmente levantado, a primeira coisa que os jogadores e oficiais tiveram que fazer foi localizar e tirar as minas do gramado do estádio.

 

A Carreira e os Números de Džeko nos clubes em que jogou

 

Željezničar Sarajevo

Categorias de Base

Jogando pelo clube desde os 10 anos de idade, no ano de 2003, Džeko assinou o seu primeiro contrato profissional com o Fudbalski Klub Željezničar, clube popularmente conhecido como Željezničar Sarajevo. Apesar de jogar como centroavante atualmente, naquela época ele jogava na posição de meio-campo.

2003-04

Na sua primeira temporada como jogador profissional do Željezničar Sarajevo, o técnico Amar Osim costumava escalar Džeko no meio-campo e assim sendo, na temporada 2003-04, a sua primeira como profissional, marcou 4 tentos em vinte e uma partidas disputadas. Quanto ao Željezničar Sarajevo, terminou a Premijer Liga – Campeonato Bósnio – em 2º lugar ao somar 59 pontos em 30 rodadas, ficando atrás apenas do Široki Brijeg.

  • Números de Džeko na sua 1ª Temporada no Željezničar Sarajevo
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2003-04
21 *4 ? ? ? ?

Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

* Gols válidos pela Premijer Liga

2004-05

Na sua segunda e última temporada como jogador do Željezničar, Džeko marcou apenas 2 gols em 20 jogos disputados. Quanto ao clube da capital bósnia, pela segunda temporada consecutiva terminou a Premijer Liga em 2º lugar, somou 51 pontos em 30 rodadas, ficando atrás apenas do Zrinjski Mostar.

Enquanto atuou com a camisa do Željezničar Sarajevo, o jovem “meia” de 1,93 metros de altura era considerado um jogador com pouca habilidade técnica.

  • Números de Džeko na sua 2ª e última Temporada no Željezničar Sarajevo
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2006-07
20 *2 ? ? ? ?

* 2 gols dos quais 1 foi pela Premijer Liga e 1 pela Copa da Bósnia

  • O vídeo abaixo mostra os melhores lances de Džeko com a camisa do Željezničar Sarajevo
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 10 de dezembro de 2012 por ismartv

 

Ústí nad Labem

2005-06

Džeko atuando pelo Ústí nad Labem

Aos 19 anos de idade, por indicação de Jiří Plišek – técnico checo que comandou o Željezničar Sarajevo na temporada 2004-05 -, Džeko foi vendido para o Teplice, clube da República Checa, por 25 mil euros (o equivalente a 108 mil reais), um valor que para os dirigentes do Željezničar Sarajevo era o mesmo que “ganhar na loteria”, revelou um ex-diretor do clube. Porém, para dar rodagem para o jogador bósnio, o Teplice o emprestou para o Ústí nad Labem, clube da 2ª divisão do futebol checo.

Na sua passagem pelo Ústí nad Labem, Džeko disputou 15 partidas e marcou 6 gols, mas não ficou até o fim da temporada, pois o técnico Vlastimil Marecek – técnico do Teplice – estava o observando e vendo que ele se adaptou ao futebol checo, pediu pelo retorno de Edin Džeko.

  • Números de Džeko na sua 1ª e única Temporada no Ústí nad Labem
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
15 *6 ? ? ? ?

* Gols válidos pela 2.liga

Teplice

2005-06

Em 20 de fevereiro de 2006, em jogo da 17ª rodada da Fortuna Liga – 1ª divisão do futebol checo -, o técnico Vlastimil Marecek promoveu a estreia de Džeko com a camisa do Teplice após substituir o atacante Jiri Kaufman no início da segunda etapa da partida contra o 1.FK Příbram, ao qual o Teplice venceu por 2-1. Na rodada diante do Tescoma Zlín, o bósnio foi escalado pela primeira vez como titular, porém o Teplice e o Tescoma Zlín ficaram no empate em 0-0.

Em 12/03/2006, em partida válida pela 20ª rodada da Fortuna Liga, o agora centroavante bósnio entrou em campo novamente após o intervalo, desta vez no lugar do volante Michal Dolezal, e marcou o seu primeiro tento com a camisa do Teplice no empate em 3-3 com o Viktoria Plzeň.

Em 02/04/2006, em jogo da 23ª rodada do Campeonato Checo, Džeko entrou em campo como substituto aos 37 minutos da segunda etapa e marcou o terceiro tento do Teplice no triunfo por 3-1 sobre o FC Vysočina Jihlava.

Em 26/04/2006, em jogo da 26ª rodada da Fortuna Liga, Edin Džeko iniciou a partida entre os titulares e marcou o seu último tento nesta temporada na vitória por 2-1 sobre o Chmel Blšany.

Em suma, na sua primeira temporada com a camisa do Teplice, o bósnio marcou 3 gols em 13 jogos disputados. Quanto ao clube, terminou em 4º lugar no Campeonato Checo.

  • Números de Džeko na sua 1ª Temporada no Teplice
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
13 *3 890

* Gols válidos pela Fortuna Liga

2006-07

Em 30 de julho de 2006, na estreia do Teplice na Fortuna Liga 2006-07, Marecek escalou Džeko entre os titulares, mas mesmo com ele em campo, o Teplice e o Zbrojovka Brno empataram em 0-0.

Em 13/08/2006, em jogo da 3ª rodada da Fortuna Liga, Džeko marcou o seu primeiro tento no campeonato na vitória por 3-2 sobre o Slovácko.

Em 24/09/2006, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Checo, o centroavante bósnio marcou o seu primeiro doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – da temporada na vitória por 3-0 sobre o 1.FK Příbram.

Em 18 de abril de 2007, em jogo da 23ª rodada da Fortuna Liga, Džeko marcou o seu décimo tento nesta temporada e assim sendo, o Teplice venceu o 1.FK Příbram por 1-0.

Em 09/05/2007, em partida válida pela 27ª rodada da Fortuna Liga, o centroavante bósnio marcou os 2 gols do triunfo dos Skláři – Teplice – por 2-1 sobre o České Budějovice. Na rodada seguinte do Campeonato Checo em 13/05/2007, Džeko marcou o segundo tento – o seu último gol com a camisa do Teplice – dos Skláři no empate em 2-2 com o Sigma Olomouc.

Em suma, na sua segunda e última temporada atuando pelo FK Teplice, Edin Džeko disputou 35 partidas, fez 14 gols e proveu uma assistência. Além disso, convém lembrar que ele e o David Střihavka do Baník Ostrava foram os vice-artilheiros da Fortuna Liga 2006-07 com 13 gols cada um, ficando atrás apenas de Luboš Pecka do Mladá Boleslav que marcou 16 gols em 30 rodadas e também não pode-se esquecer que o jovem centroavante bósnio de 21 anos de idade foi eleito o melhor jogador estrangeiro da Fortuna Liga 2006-07. Quanto ao Teplice, terminou o Campeonato Checo em 8º lugar.

  • Números de Džeko na sua 2ª e última Temporada no Teplice
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2006-07
35 *14 1 2 2860

* 14 gols dos quais 13 foram pela Fortuna Liga e 1 pela Copa da República Tcheca

 

Wolfsburg

2007-08

Džeko sendo apresentado como o mais novo reforço do Wolfsburg

Devido as suas atuações pelo FK Teplice no Campeonato Checo, Felix Magath, treinador do VfL Wolfsburg da Alemanha, pediu a contratação de Edin Džeko e assim sendo, o clube da Baixa Saxônica – Wolfsburg – atendeu ao pedido do técnico e desembolsou 4 milhões de euros (o equivalente a 17,2 milhões de reais) para contratar o centroavante bósnio de 21 anos em definitivo.

Em 5 de agosto de 2007, no primeiro jogo do Wolfsburg na temporada 2007-08, um confronto válido pela 1ª fase da Copa da Alemanha, Džeko iniciou a partida entre os titulares e logo na sua estreia pelo seu novo clube, marcou um dos gols na goleada por 4-0 sobre o Würzburger FC. Seis dias depois, desta vez na estreia do Wolfsburg na Bundesliga 2007-08 (Campeonato Alemão 2007-08), o bósnio não iniciou a partida entre os titulares, mas depois de entrar no lugar do meia Daniel Baier aos 15 minutos da segunda etapa, proveu a assistência para Sergiu Radu marcar o únicos gol do Wolfsburg nesta partida, a qual o clube da Baixa Saxônica foi derrotado por 3-1 pelo Arminia Bielefeld em plena Volkswagen Arena, estádio do Wolfsburg.

Em 22/09/2007, em jogo da 6ª rodada da Bundesliga, Džeko marcou o seu primeiro gol nesse campeonato no triunfo por 2-1 sobre o Energie Cottbus.

Em 06/10/2007, em jogo da 9ª rodada da Bundesliga, o centroavante bósnio entrou no lugar do meia Jacek Krzynowek aos 8 minutos do segundo tempo e nos minutos finais da partida, marcou o único gol da vitória do Wolfsburg sobre o Hansa Rostock.

Em 01/12/2007, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Alemão, Džeko saiu do banco logo após o intervalo e em apenas 3 minutos, marcou o segundo tento do Wolfsburg na partida e assim sendo, o clube da Baixa Saxônica e o Eintracht Frankfurt ficaram no empate em 2-2. Nas duas rodadas seguintes da Bundesliga, o bósnio iniciou as partidas entre os titulares e fez 2 gols nesses jogos: na derrota por 3-1 diante do Stuttgart e na goleada por 4-0 sobre o Borussia Dortmund.

Em 7 de maio de 2008, em jogo da 32ª rodada da Bundesliga, o centroavante bósnio marcou o terceiro tento do Wolfsburg na vitória por 3-2 sobre o Eintracht Frankfurt em plena Commerzbank Arena, estádio da equipe de Frankfurt. Três dias depois, em mais uma partida válida pela Bundesliga, o camisa 9 – Džeko – do clube da Baixa Saxônica marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Stuttgart.

Em suma, na sua primeira temporada como jogador do Wolfsburg, Edin Džeko disputou 33 partidas sendo que em 17 delas ele iniciou entre os titulares, fez 9 gols e proveu 7 assistências. Quanto ao Wolfsburg, terminou o Campeonato Alemão em 5º lugar e com isso, obteve vaga para a Copa da UEFA e além disso, o clube da Baixa Saxônica chegou nas semifinais da Copa da Alemanha sendo eliminado pelo Bayern de Munique que foi o campeão desta competição.

  • Números de Džeko na sua 1ª Temporada no Wolfsburg
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2007-08
33 *9 7 3 2131

* 9 gols dos quais 8 foram pela Bundesliga e 1 pela Copa da Alemanha

2008-09

Em julho de 2008, o Wolfsburg contratou mais um jogador bósnio para integrar o seu elenco, trata-se do meia Zvjezdan Misimović e com isso, o desempenho de Džeko melhorou significativamente nessa temporada.

Apesar de uma lesão no início desta temporada, uma lesão que tirou Džeko da estreia do Wolfsburg na DFB Pokal (Copa da Alemanha) 2008-09 e da Bundesliga 2008-09, em 24 de setembro de 2008, em partida válida pela 2ª fase da Copa da Alemanha, o centroavante bósnio marcou os seus primeiros gols nessa temporada na goleada por 7-0 sobre o FC Oberneuland; marcou 4 dos 7 gols do clube da Baixa Saxônica, este foi o primeiro hat-trick -ocorre quando um jogador faz 3 ou mais gols numa mesma partida – da carreira de Edin Džeko.

Em 05/10/2008, em jogo da 7ª rodada da Bundesliga, o camisa 9 marcou o seu primeiro tento nesse campeonato no empate em 2-2 com o Schalke.

Em 06/11/2008, na estreia do Wolfsburg na fase de grupos da Copa da UEFA, Džeko marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na goleada por 5-1 sobre o Heerenveen da Holanda.

Em 22/11/2008, em jogo da 14ª rodada da Bundesliga, o centroavante bósnio marcou o seu segundo doblete dessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Stuttgart.

Durante a primeira metade da temporada 2008-09, Edin Džeko marcou 13 gols e proveu 9 assistências, mas depois da pausa de inverno que ocorre entre os meses de dezembro e de janeiro, toda a equipe do Wolfsburg melhorou significativamente.

Em 7 de fevereiro de 2009, em jogo da 19ª rodada do Campeonato Alemão, o camisa 9 marcou o seu terceiro doblete da temporada e assim sendo, o clube da Baixa Saxônica venceu o Bochum por 2-0. Após este jogo, Džeko marcou 8 gols em 6 jogos seguidos; marcou 1 gol na vitória por 2-0 sobre o Eintracht Frankfurt, os 2 tentos da vitória por 2-1 sobre o Hertha Berlim, fez 1 gol e proveu uma assistência no triunfo por 3-1 sobre o Hamburgo, 2 tentos na derrota por 5-2 diante do Werder Bremen nas quartas-de-finais da Copa da Alemanha, fez o único gol da vitória sobre o Karlsruher e por fim, marcou 1 gols gols da vitória por 4-3 sobre o Schalke 04.

Apesar da eliminação nas quartas-de-finais na Copa da Alemanha diante do Werder Bremen e também diante do Paris Saint-Germain da França na fase de 16 avos da Copa da UEFA, o Wolfsburg seguia vencendo todos os jogos da Bundesliga desde a vitória por 2-0 sobre o Bochum e em 04/04/2009, em partida válida pela 26ª rodada da Bundesliga, Džeko marcou o seu sexto doblete da temporada na goleada por 5-1 sobre o Bayern de Munique e após este triunfo sobre a equipe bávara – Bayern -, o clube da Baixa Saxônica assumiu a liderança do Campeonato Alemão e na rodada seguinte, o centroavante bósnio marcou o primeiro gol de mais uma vitória do Wolfsburg; triunfo por 2-1 sobre o Borussia Mönchengladbach fora de casa.

Em 02/05/2009, em jogo da 30ª rodada da Bundesliga, o camisa 9 marcou o seu segundo hat-trick nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Hoffenheim. Na rodada seguinte, o Wolfsburg tropeçou diante do Stuttgart e perdeu por 4-1, mas convém lembrar que o único tento do clube da Baixa Saxônica nesta derrota foi marcado por ele, Edin Džeko.

Em 12/05/2009, em partida válida pela 32ª rodada da Bundesliga, o centroavante bósnio foi o destaque da vitória por 3-0 sobre o Borussia Dortmund ao marcar 2 dos 3 gols do Wolfsburg nesse jogo e além do doblete, deu o passe para Grafite – o seu companheiro de ataque – marcar o gol dele na partida. Na rodada seguinte, mais uma grande atuação de Džeko; fez 3 gols na goleada por 5-0 sobre o Hannover 96 e novamente voltou a dar uma assistência para Grafite que marcou 2 gols nesse jogo.

Em 23/05/2009, na última rodada (34ª) da Bundesliga 2008-09, o camisa 9 marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 5-1 sobre o Werder Bremen.

Em suma, na sua segunda temporada como jogador do Wolfsburg, Džeko disputou quarenta e duas partidas, fez 36 gols e proveu 12 assistências e mesmo tendo feito tantos gols, ele não foi o artilheiro da Bundesliga 2008-09, ele foi o vice-artilheiro do campeonato ao marcar 26 gols em 34 rodadas, ficou atrás apenas de seu companheiro de ataque, o brasileiro Grafite que marcou 28 gols e além disso, o seu compatriota – Zvjezdan Misimović – foi o jogador que mais proveu assistências na Bundesliga 2008-09 e assim sendo, os 3 jogadores formaram um trio que ficou conhecido como “triângulo mágico”. Estas performances lhe renderam o prêmio de Melhor Jogador da Temporada 2008-09 da Bundesliga. Apesar de atrair o interesse do Milan da Itália, Džeko decidiu ficar, renovando o contrato com o clube da Baixa Saxônica até junho de 2013.

  • Números de Džeko na sua 2ª Temporada no Wolfsburg
Veja Também!  Placar em tempo real de Wolfsburg x Oleksandria Futebol Ao vivo Online - Europa League
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
42 *36 12 5 3529

* 36 gols dos quais 26 foram pela Bundesliga, 6 pela Copa da Alemanha e 4 pela Copa da UEFA

2009-10

Mesmo levando o Wolfsburg a conquista de um título inédito, do Campeonato Alemão, Felix Magath deixou o cargo de treinador do clube da Baixa Saxônica e foi treinar uma outra equipe da Bundesliga, o Schalke 04, e para o seu lugar, o Wolfsburg contratou Armin Veh e na sua estreia como treinador, em 31 de julho de 2009, em um jogo válido pela 1ª fase da Copa da Alemanha, Džeko marcou 1 dos gols na goleada por 4-1 sobre o SV Wehen Wiesbaden e proveu assistências para 2 gols; para o gol de Grafite e para um dos 2 gols do compatriota Zvjezdan Misimović.

Em 18/09/2009, em jogo da 6ª rodada da Bundesliga, o camisa 9 marcou o seu primeiro doblete dessa temporada na vitória por 2-1 sobre a equipe do treinador que levou o Wolfsburg ao título da Bundesliga 2008-09, o Schalke 04.

Em 30/09/2009, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões), o bósnio marcou o seu primeiro tento nesse torneio, mas não foi o suficiente, pois o clube da Baixa Saxônica perdeu por 2-1 para o Manchester United da Inglaterra no Old Trafford, estádio da equipe inglesa.

Em 28/11/2009, em jogo da 14ª rodada da Bundesliga, Džeko marcou o seu segundo doblete nessa temporada no empate em 2-2 com o Werder Bremen no Weserstadion, estádio da equipe de Bremen.

Em 08/12/2009, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o centroavante bósnio marcou o único tento do Wolfsburg na derrota por 3-1 diante do Manchester United em plena Volkswagen Arena, porém mesmo com a eliminação nessa competição, por ter terminado em 3º lugar no grupo, o clube da Baixa Saxônica foi contemplado com uma vaga na fase de mata-mata da UEFA Europa League.

Em 6 de março de 2010, em jogo da 25ª rodada da Bundesliga, Džeko marcou o seu terceiro doblete da temporada na goleada por 4-1 sobre o Bochum. Na rodada seguinte do Campeonato Alemão, o centroavante bósnio voltou a se destacar ao marcar mais um doblete, desta vez na goleada por 4-0 sobre o Borussia Mönchengladbach.

Em 27/03/2010, em partida válida pela 27ª rodada da Bundesliga, o camisa 9 marcou o seu quinto doblete da temporada e assim sendo, o Wolfsburg venceu o Mainz 05 por 2-0. Na rodada seguinte do Campeonato Alemão, o bósnio marcou mais um doblete, na goleada por 4-0 sobre o Hoffenheim e além dos 2 gols marcados nessa partida, também deu o passe para o gol do compatriota Zvjezdan Misimović.

Em 01/05/2010, em jogo da penúltima (33ª) rodada do Campeonato Alemão, Džeko marcou o único tento do Wolfsburg no empate em 1-1 com o Borussia Dortmund no Signal Iduna Park, estádio da equipe de Dortmund. Uma semana depois – em 08/05/2010 -, o camisa 9 marcou o seu último gol nessa temporada na vitória por 3-1 sobre o Eintracht Frankfurt na Volkswagen Arena.

Džeko recebeu das mãos do companheiro de clube – Grafite – o troféu de artilheiro da Bundesliga 2009-10.

Em suma, nessa temporada, Edin Džeko disputou 48 partidas, fez 29 gols e proveu 13 assistências e mesmo fazendo menos gols em relação a temporada anterior, o bósnio foi o artilheiro da Bundesliga 2009-10 com 22 gols marcados em 34 rodadas. Quanto ao clube da Baixa Saxônica, terminou o Campeonato Alemão em 8º lugar, terminou a fase de grupos da UEFA Champions League em 3º lugar e posteriormente, chegou até as quartas-de-finais da UEFA Europa League.

  • Números de Džeko na sua 3ª Temporada no Wolfsburg
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
48 *29 13 5 4293

* 29 gols dos quais 22 foram pela Bundesliga, 4 pela UEFA Champions League, 2 pela Copa da Alemanha e 1 pela UEFA Europa League

2010-11

Após uma sequência de resultados ruins entre os meses de janeiro e de fevereiro de 2010, Armin Veh não resistiu e foi demitido e para o seu lugar, o Wolfsburg optou por uma solução caseira, tratava-se de Lorenz-Günther Köstner, técnico da equipe b do clube da Baixa Saxônica, e ele ficou sob o comando do time até o fim da temporada anterior. Para o início desta temporada, o Wolfsburg contratou Steve McClaren.

Em 20 de agosto de 2010, na estreia do clube da Baixa Saxônica na Bundesliga 2010-11, Džeko marcou o seu primeiro tento nessa temporada na derrota por 2-1 diante do Bayern de Munique. Na rodada seguinte do Campeonato Alemão, em 28/08/2010, ao fazer 2 gols na derrota por 4-3 diante do Mainz 05, o centroavante bósnio se tornou o maior artilheiro do Wolfsburg na história da Bundesliga ao atingir a marca de 59 gols em 96 jogos e com isso, superou uma marca que pertencia a Diego Klimowicz que marcou 57 gols em 149 partidas.

Em 30/10/2010, em jogo da 10ª rodada da Bundesliga, o camisa 9 marcou os gols da vitória do Wolfsburg por 2-0 sobre o Stuttgart.

Em 22/12/2010, em partida válida pelas oitavas de final da Copa da Alemanha, Džeko marcou o seu último tento com a camisa do Wolfsburg na derrota por 3-1 diante do Energie Cottbus, pois na janela de transferências de inverno, o bósnio se transferiu para o Manchester City da Inglaterra. Mesmo depois de quase 10 anos, Edin Džeko ainda é o maior artilheiro da história do clube da Baixa Saxônica.

  • Números de Džeko na sua 4ª e última Temporada no Wolfsburg
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
19 *11 3 5 1698

* 11 gols dos quais 10 foram pela Bundesliga e 1 pela Copa da Alemanha

Títulos que conquistou no Wolfsburg

  • Bundesliga 2008-09
  • O vídeo abaixo mostra os melhores momentos de Džeko com a camisa do Wolfsburg
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 9 de março de 2011 por AMIR HADŽIABDIĆ

 

Manchester City

2010-11

Džeko ao lado do técnico Roberto Mancini sendo apresentado como o mais novo reforço dos Cityzens

Depois de muita especulação, Roberto Mancini, treinador do Manchester City da Inglaterra naquela época, confirmou em 3 de janeiro de 2011 que o clube havia desembolsado 27 milhões de libras (o equivalente a 137,5 milhões de reais) para chegar a um acordo com o Wolfsburg para contratar o centroavante bósnio Edin Džeko e com isso, ele se tornou a segunda maior contratação da história do clube até então, pois a maior contratação da história dos Cityzens – Manchester City – até aquele momento era a de Robinho que custou 32,5 milhões de libras em 2008, quando o brasileiro atuava pelo Real Madrid da Espanha.

A taxa de transferência de Džeko foi a 6ª maior da história da Premier League – Campeonato Inglês – na época. Além disso, esta quantia quebrou o recorde das taxas de transferências na história da Bundesliga e até então, ele era o bósnio mais caro da história, assim como um  jogador da ex-Iugoslávia naquele momento. O recorde anterior da antiga Iugoslávia durou mais de uma década – a taxa de transferência paga pelo Real Madrid ao Fenerbahçe da Turquia pela contratação de Elvir Baljić em 1999 (26 milhões de euros).

Após a realização dos exames médicos em Londres em 05/01/2011, o centroavante bósnio viajou para Manchester e dois dias depois, ele foi confirmado como o mais novo reforço dos Cityzens e assinou um contrato válido por 4 anos e meio.

Em 15/01/2011, em jogo da 23ª rodada da Premier League, Mancini promoveu a estreia de Džeko e o escalou entre os titulares e apesar de não ter feito gols no seu primeiro jogo com a camisa do Manchester City, ao menos deu o passe para Yaya Touré marcar o terceiro gol dos Cityzens na vitória por 4-3 sobre o Wolverhampton.

Em 30/01/2011, Džeko marcou a sua estreia na Copa da Inglaterra ao marcar o gol que evitou a derrota do Manchester City frente ao Notts County e assim sendo, as duas equipes ficaram no empate em 1-1. No replay [2] em 20/02/2011, o bósnio foi um dos destaques na goleada por 5-0 sobre o Notts County ao marcar 1 dos 5 gols e além disso, proveu a assistência para o gol de Carlos Tévez nessa partida. Quatro dias após a goleada sobre o Notts County, o Manchester City disputava uma vaga para as oitavas-de-finais da UEFA Europa League diante do Aris Thessaloniki da Grécia e após um empate em 0-0 no confronto anterior, desta vez o bósnio marcou 2 tentos no triunfo por 3-0 sobre a equipe grega e com isso, a vaga para a fase seguinte dessa competição era dos Cityzens.

Em 25/04/2011, em jogo da 34ª rodada da Premier League, o novo camisa 10 – Džeko – do Manchester City marcou o único gol da vitória sobre o Blackburn Rovers. Convém lembrar que este foi o primeiro gol de Džeko no Campeonato Inglês.

Em 14/05/2011, Džeko viu do banco o Manchester City vencer o Stoke City por 1-0 na final da Copa da Inglaterra 2010-11 e assim sendo, conquistava o seu primeiro troféu pelo seu novo clube.

Em 22/05/2011, na última rodada (38ª) da Premier League 2010-11, o centroavante bósnio marcou o seu sexto e último tento com a camisa dos Cityzens nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Bolton Wanderers e com esse resultado, somando-se ao tropeço do Arsenal diante do Fulham, o Manchester City obteve a vaga para a fase de grupos da UEFA Champions League 2011-12.

  • Números de Džeko na sua 1ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
21 *6 3 1 1306

* 6 gols dos quais 2 foram pela Premier League, 2 pela Copa da Inglaterra e 2 pela UEFA Europa League

2011-12

Logo no primeiro jogo do Manchester City na temporada 2011-12 em 7 de agosto de 2011, Džeko foi escalado entre os titulares e marcou um dos gols dos Cityzens na decisão da FA Community Shield contra o Manchester United, porém mesmo com o bósnio fazendo o gol dele nessa partida, os Red Devils – Manchester United – levaram a melhor e venceram por 3-2.

Em 28/08/2011, em jogo da 3ª rodada da Premier League, o camisa 10 marcou o seu primeiro hat-trick (4 gols) pelo seu novo clube na goleada por 5-1 sobre o Tottenham em pleno White Hart Lane, estádio dos Spurs (Tottenham). Por ter marcado 4 gols nessa partida e mais 2 gols nos 2 jogos anteriores – marcou 1 gol na goleada por 4-0 sobre o Swansea e marcou mais 1 gol na vitória por 3-2 sobre o Bolton Wanderers -, ele foi eleito “o melhor jogador do mês de agosto da Premier League”.

Em 23/10/2011, em jogo da 9ª rodada da Premier League, Džeko foi um dos destaques do “derby de Manchester” – clássico entre Manchester City e Manchester United – ao marcar um doblete na goleada por 6-1 sobre o rival em pleno Old Trafford e além dos 2 gols marcados nessa partida, também deu o passe para o gol do meia David Silva. Observação: ele fez esses 2 gols e proveu essa assistência em pouco mais de 20 minutos, pois entrou em campo aos 25 minutos da segunda etapa no lugar de Mario Balotelli. Três dias após a goleada sobre o rival, os Cityzens entravam em campo novamente, mas desta vez em um confronto válido pelas oitavas-de-finais da Copa da Liga Inglesa contra o Wolverhampton e iniciando a partida entre os titulares, deu o passe para Adam Johnson abrir o placar e depois disso, marcou 2 gols na goleada por 5-2 sobre os Wolves (Wolverhampton).

Após um jejum de 2 meses sem marcar gols, marcou pela última vez em 05/11/2011 na vitória por 3-2 sobre o Queens Park Rangers, em 16 de janeiro de 2012, ele pôs um fim a essa seca e marcou o único tento do Manchester City na vitória sobre o Wigan e com isso, os Cityzens ampliaram a sua vantagem sobre os Red Devils na liderança da Premier League 2011-12; 3 pontos na frente do rival.

Por ter terminado a fase de grupos da Liga dos Campeões em 3º lugar, apesar de estar eliminado do maior torneio da Europa, pelo menos os Cityzens obtiveram classificação para a fase de mata-mata da UEFA Europa League e em 22/02/2012, no segundo confronto contra o Porto de Portugal, Džeko marcou o segundo gol do Manchester City na goleada por 4-0 sobre a equipe portuguesa no Etihad Stadium e como já havia vencido o primeiro confronto por 2-1 lá em Portugal, os Cityzens se classificaram para as oitavas-de-finais da Liga Europa e quis o destino que o Manchester City enfrentasse outra equipe portuguesa, o Sporting -, mas desta vez com um empate em 3-3 no placar agregado, o Sporting levou a melhor pelo critério do gol fora de casa e eliminou os Cityzens dessa competição.

Ao final dessa temporada, surgiram rumores de que o técnico da seleção da Bósnia e Herzegovina – Safet Sušić -, pediu para que Džeko saísse do Manchester City e se transferisse para um clube com mais tradição, tais como a Juventus e como o Bayern de Munique, mas posteriormente o agente do centroavante negou esses relatos.

Em 13/05/2012, na última rodada (38ª) da Premier League 2011-12, o camisa 10 marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 3-2 sobre o Queens Park Rangers.

Em suma, na sua 2ª temporada nos Cityzens, Edin Džeko disputou 43 partidas, fez 19 gols e proveu 9 assistências. Quanto ao Manchester City, foi o campeão da Premier League 2011-12 e o centroavante bósnio foi um dos top-10 artilheiros do campeonato.

  • Números de Džeko na sua 2ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
43 *19 9 2 2396

* 19 gols dos quais 14 foram pela Premier League, 3 pela Copa da Liga Inglesa, 1 pela UEFA Europa League e 1 pela FA Community Shield

2012-13

Em 12 de agosto de 2012, o Manchester City e o Chelsea iniciaram a temporada 2012-13 disputando o título da FA Community Shield 2012 e mesmo jogando apenas nos últimos minutos dessa decisão, Džeko conquistou o seu terceiro título pelos Cityzens desde que assinou com o clube. Quanto ao jogo, os Cityzens venceram os Blues por 3-2.

Em 19/08/2012, na estreia do Manchester City na Premier League 2012-13, o centroavante bósnio marcou o seu primeiro tento nessa temporada na vitória por 3-2 sobre o Southampton. Duas semanas após a vitória sobre os Saints – Southampton -, o camisa 10 marcou o seu segundo tento nessa temporada em jogo da 3ª rodada da Premier League, ao qual o Manchester City venceu o Queens Park Rangers por 3-1 e além de ter feito 1 gol nessa partida, proveu a assistência para o atacante argentino Carlos Tévez marcar o gol dele nesse jogo.

Em 18/09/2012, na estreia dos Cityzens na fase de grupos da UEFA Champions League, Džeko entrou no lugar de David Silva aos 18 minutos da segunda etapa e 5 minutos depois, o bósnio marcou o seu gol nesse jogo, porém isso não foi o suficiente para evitar a derrota por 3-2 ante o Real Madrid no Santiago Bernabéu em Madri, na Espanha. Diferentemente das duas temporadas anteriores onde o Manchester City terminou em 3º lugar na fase de grupos, desta vez o clube terminou em último (4º) lugar e assim sendo, sequer obteve vaga para a fase de mata-mata da UEFA Europa League.

Em 29/09/2012, em partida válida pela 6ª rodada da Premier League, o camisa 10 entrou no lugar do volante Javi García aos 41 minutos do segundo tempo e ele só precisou de 1 minuto em campo para marcar o segundo gol dos Cityzens nesse jogo e com isso, vitória por 2-1 sobre o Fulham em pleno Craven Cottage.

Veja Também!  Como assistir Colón x Atlético-MG Futebol AO VIVO – Copa Sul-Americana

Em 20/10/2012, em jogo da 8ª rodada do Campeonato Inglês, Džeko saiu do banco aos 34 minutos da segunda etapa e marcou os gols do Manchester City no triunfo por 2-1 sobre o West Bromwich fora de casa.

Em 11/11/2012, em partida válida pela 11ª rodada da Premier League, o centroavante bósnio saiu mais uma vez do banco para dar mais uma vitória aos Cityzens diante do Tottenham, partida na qual os Cityzens venceram por 2-1.

Em 29/12/2012, em jogo da 20ª rodada da Premier League, o camisa 10 iniciou a partida entre os titulares e marcou o seu segundo e último doblete nessa temporada no triunfo por 4-3 sobre o Norwich City. Nos 2 jogos seguintes do Campeonato Inglês, ele iniciou como titular e marcou o segundo gol da vitória por 3-0 sobre o Stoke City e depois, na rodada seguinte marcou o segundo gol do triunfo por 2-0 sobre o Arsenal em pleno Emirates Stadium (estádio do Arsenal). Convém lembrar que diante dos Gunners – Arsenal -, o bósnio poderia ter feito 2 gols senão tivesse uma cobrança de pênalti aos 9 minutos da primeira etapa.

Em 7 de maio de 2013, em jogo da 36ª rodada do Campeonato Inglês, Džeko marcou o único tento da vitória dos Cityzens sobre o West Bromwich no Etihad Stadium. Uma semana depois, em mais uma partida válida pela Premier League, o centroavante bósnio marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Reading.

Em suma, nessa temporada, o camisa 10 disputou 45 partidas, fez 15 gols e proveu 7 assistências. Quanto ao Manchester City, terminou a Premier League em 2º lugar, ficando atrás apenas do Manchester United e assim sendo, o único título que os Cityzens conquistou nessa temporada foi o da Supercopa da Inglaterra de 2012 no início dessa temporada.

  • Números de Džeko na sua 3ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
45 *15 7 6 2505

* 15 gols dos quais 14 foram pela Premier League e 1 pela UEFA Champions League

2013-14

Com a saída de Roberto Mancini do comando do Manchester City ao final da temporada anterior, o clube anunciou o técnico Manuel Pellegrini para o lugar dele e na sua primeira partida como treinador dos Cityzens em 19 de agosto de 2013, na estreia do City na Premier League 2013-14, escalou Džeko entre os titulares e apesar de não ter feito gols na goleada por 4-0 sobre o Newcastle, o bósnio proveu assistências para os gols de David Silva e de Sergio Agüero respectivamente. Na rodada seguinte, o camisa 10 marcou o seu primeiro tento nessa temporada, mas mesmo com o gol dele, o Manchester City perdeu por 3-2 para o Cardiff.

Em 17/09/2013, na estreia do Manchester City na fase de grupos da Liga dos Campeões, o centroavante bósnio marcou o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o Viktoria Plzeň da República Checa. Diferentemente das temporadas anteriores onde os Cityzens foram eliminados na fase de grupos desse torneio, desta vez o clube inglês terminou em 1º lugar na fase de grupos e chegou a fase de mata-mata onde foi eliminado pelo Barcelona da Espanha nas oitavas-de-finais.

Em 17/12/2013, em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Liga Inglesa, Džeko marcou o seu primeiro doblete nessa temporada no triunfo por 3-0 sobre o Leicester.

Em 28/12/2013, em jogo da 19ª rodada da Premier League, o bósnio marcou o seu 50º gol pelo Manchester City em uma partida na qual os Cityzens venceram o Crystal Palace por 1-0 no Etihad Stadium.

Em 8 de janeiro de 2014, no primeiro confronto da semifinal da Copa da Liga Inglesa, o camisa 10 marcou o seu segundo doblete nessa temporada na goleada por 6-0 sobre o West Ham e além dos 2 gols marcados, deu o passe para Álvaro Negredo fazer 1 dos seus 3 gols nesse jogo. Posteriormente, o bósnio viu do banco os Cityzens vencer o segundo confronto por 3-0 e por fim, em 02/03/2014, o Manchester City venceu o Sunderland por 3-1 e conquistou o título da Copa da Liga Inglesa 2013-14.

Paralelamente a disputa da Premier League e da Copa da Liga Inglesa, os Cityzens também seguiam vivos na disputa do título da Copa da Inglaterra e em 15/01/2014, no replay da 3ª rodada dessa competição, Džeko marcou o seu terceiro doblete nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Blackburn Rovers e além dos 2 gols marcados, deu o passe para Agüero fazer o gol dele nesse jogo.

Em 25/03/2014, em jogo da 28ª rodada da Premier League, o camisa 10 marcou um doblete no “derby de Manchester” e assim sendo, os Cityzens venceram os Red Devils por 3-0 em pleno Old Trafford.

Em 27/04/2014, em jogo da 36ª rodada do Campeonato Inglês, Džeko marcou o primeiro gol do Manchester City no triunfo por 2-0 sobre o Crystal Palace e com esse resultado, mesmo com uma rodada a menos, os Cityzens se beneficiaram da derrota dos Reds – Liverpool – para o Chelsea e diminuíram a diferença de 6 para 3 pontos. Na rodada seguinte, o Manchester City contou com uma grande atuação do seu camisa 10 que marcou um doblete na vitória por 3-2 sobre o Everton em pleno Goodison Park (estádio do Everton).

Em 07/05/2014, em jogo adiado da 29ª rodada da Premier League, o centroavante bósnio marcou os seus últimos 2 gols nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Aston Villa e posteriormente, na última rodada do Campeonato, os Cityzens bateram o West Ham por 2-0 e conquistaram o título da Premier League 2013-14.

Em suma, na sua penúltima temporada como jogador do Manchester City, Edin Džeko disputou 48 partidas, fez 26 gols e proveu 16 assistências. Pode-se dizer que esta foi a melhor temporada do bósnio com a camisa dos Cityzens, pois além de ter feito parte da conquista de 2 títulos numa mesma temporada, foi um dos artilheiros da Premier League 2013-14 e além disso, o camisa 10, o Agüero e o Yaya Touré fizeram 53 dos 102 gols do time no campeonato.

  • Números de Džeko na sua 4ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
48 *26 16 7 3241

* 26 gols dos quais 16 foram pela Premier League, 6 pela Copa da Liga Inglesa, 2 pela UEFA Champions League e 2 pela Copa da Inglaterra

2014-15

Em 17 de agosto de 2014, na estreia do Manchester City na Premier League 2014-15, Džeko iniciou entre os titulares e deu o passe para David Silva abrir o placar na vitória por 2-0 sobre o Newcastle em pleno St. James’ Park, estádio dos Magpies (Newcastle). Três dias após o triunfo sobre os Magpies, o bósnio assinou um novo contrato de 4 anos com o clube, em outras palavras, ele estendeu o seu vínculo com os Cityzens até o ano de 2018.

Em 24/09/2014, em partida válida pela 3ª fase da Copa da Liga Inglesa, o camisa 10 marcou os seus primeiros 2 gols nessa temporada na goleada por 7-0 sobre o Sheffield Wednesday. Três dias após aplicar tal goleada, o bósnio teve outra grande atuação, mas desta vez em jogo válido pela 6ª rodada da Premier League e marcou o seu segundo segundo e último doblete nessa temporada no triunfo por 4-2 sobre o Hull City.

Em 08/11/2014, em jogo da 11ª rodada da Premier League, Džeko entrou no lugar de Fernandinho aos 19 minutos do segundo tempo, porém só ficou em campo por apenas 4 minutos, pois nessa partida ele sofreu uma lesão na panturrilha, uma lesão que o afastou dos gramados por cerca de 2 meses.

Em 21 de fevereiro de 2015, em jogo da 26ª rodada da Premier League, o camisa 10 marcou o seu primeiro gol após o seu último tento em 29/09/2014 e assim sendo, o Manchester City goleou o Newcastle por 5-0 e não foi só isso, ele também sofreu o pênalti que foi convertido por Agüero nos primeiros minutos de jogo. Na rodada seguinte – em 01/03/2015 – do Campeonato Inglês diante do Liverpool, o camisa 10 marcou o seu último tento com a camisa dos Cityzens na derrota por 2-1 diante dos Reds.

Em suma, na sua última temporada como jogador do Manchester City, Edin Džeko disputou 32 jogos, fez 6 gols e proveu 4 assistências. Quanto aos Cityzens, terminaram a Premier League em 2º lugar, ficando atrás apenas do Chelsea, foram eliminados pelo Barcelona nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões, foram eliminados nas oitavas-de-finais da Copa da Liga Inglesa pelo Newcastle, foram eliminados na 4ª rodada da Copa da Inglaterra pelo Middlesbrough e perderam o título da Supercopa da Inglaterra para o Arsenal no início da temporada, ou seja, uma temporada para se esquecer, porém obtiveram a classificação para a fase de grupos da UEFA Champions League 2015-16.

  • Números de Džeko na sua 5ª e última Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
32 *6 4 3 1556

* 6 gols dos quais 4 foram pela Premier League e 2 pela Copa da Liga Inglesa

Títulos que conquistou no Manchester City

  • Premier League 2011-12 e 2013-14
  • Copa da Inglaterra 2010-11
  • Copa da Liga Inglesa 2013-14
  • FA Community Shield 2012
  • O vídeo abaixo mostra os 72 gols que Džeko marcou com a camisa do Manchester City
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 7 de agosto de 2015 por Citizen Skade

 

Roma

2015-16

Džeko sendo apresentado como o mais novo reforço da Associazone Sportiva Roma

Após meses de especulação sobre uma possível mudança de ares na janela de transferências de verão de 2015, essa especulação se confirmou em 12 de agosto de 2015, quando Edin Džeko assinou oficialmente com a Roma, com um empréstimo de 4 milhões de euros com uma opção de compra no valor de 11 milhões de euros (o equivalente a 47,7 milhões de reais) que se tornaria obrigatória depois de determinadas metas relacionadas ao desempenho. Estas cláusulas foram ativadas em 01/10/2015, tornando Džeko um membro permanente do clube da capital italiana.

Em 22/08/2015, na estreia da Roma na Serie A – Campeonato Italiano – 2015-16, o técnico Rudi Garcia o escalou entre os titulares e ele deu o passe para o lateral Alessandro Florenzi marcar o único tento dos “Giallorossi” no empate em 1-1 com o Hellas Verona. Na rodada seguinte, o centroavante bósnio marcou o seu primeiro tento pelo seu novo clube na vitória por 2-1 sobre a Juventus no Stadio Olimpico (estádio da Roma).

Em 08/11/2015, em jogo da 12ª rodada do Campeonato Italiano, o novo camisa 9 da Roma – Džeko – marcou o seu primeiro gol no “Derby della Capitale” – clássico entre Roma e Lazio – e assim sendo, os “Giallorossi” levaram a melhor e venceram por 2-0. Na rodada seguinte, o centroavante bósnio marcou o segundo gol da Roma no empate em 2-2 com o Bologna.

Em 21 de fevereiro de 2016, em jogo da 26ª rodada da Serie A, Džeko teve a sua melhor atuação nesta temporada pelo seu novo clube na goleada por 5-0 sobre o Palermo, pois além de marcar 2 dos 5 gols da Roma nesse jogo, proveu assistências para o gol de Seydou Keita e para um dos 2 tentos de Mohamed Salah nessa partida.

Em 03/04/2016, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Italiano, o novo camisa 9 marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 4-1 sobre a Lazio.

Em suma, na sua 1ª temporada pelo seu novo clube, Edin Džeko disputou 39 partidas, fez 10 gols e proveu 6 assistências. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano em 3º lugar, foi eliminada nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões pelo Real Madrid, foi eliminada nas oitavas-de-finais da Copa da Itália e Rudi Garcia não ficou no comando do clube até o fim dessa temporada, dando lugar a Luciano Spalletti.

  • Números de Džeko na sua 1ª Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
39 *10 6 4 1 2555

* 10 gols dos quais 8 foram pela Serie A e 2 pela UEFA Champions League

2016-17

Depois de uma decepcionante primeira temporada pelo seu novo clube, no qual Džeko marcou apenas 10 gols, logo no início da temporada 2016-17 mais uma decepção; eliminado nos play-offs da Liga dos Campeões pelo Porto, mas por outro lado, na estreia dos “Giallorossi” na Serie A 2016-17 em 20 de agosto de 2016, o camisa 9 marcou 1 dos gols na goleada por 4-0 sobre a Udinese e além do gol marcado nesse jogo, sofreu o pênalti que foi convertido por Diego Perotti.

Em 21/09/2016, em jogo da 5ª rodada da Serie A, o centroavante bósnio marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Crotone.

Em 02/10/2016, em jogo da 7ª rodada do Campeonato Italiano, Džeko marcou o primeiro gol da vitória por 2-1 sobre a Internazionale. Nas 3 rodadas seguintes do Campeonato Italiano, o camisa 9 marcou 5 gols; fez 2 gols no triunfo por 3-1 sobre o Napoli, fez 1 gol e proveu uma assistência na goleada por 4-0 sobre o Palermo e fez 2 gols na vitória por 3-1 sobre o Sassuolo.

Com a marca de 12 gols em apenas 15 jogos da Serie A nessa temporada, 17 gols em 20 no geral, igualando o início da temporada que Gabriel Batistuta (2000-01) teve, em que ele ganhou o título do campeonato com a Roma.

Em 24/11/2016, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Europa League, o centroavante bósnio marcou o seu primeiro hat-trick com a camisa da Roma na vitória por 4-1 sobre o Viktoria Plzeň e além dos 3 gols marcados nesse jogo, deu o passe para Diego Perotti marcar o gol dele nessa partida.

Em 27/11/2016, em jogo da 14ª rodada da Serie A, o camisa 9 marcou o seu quinto doblete nessa temporada na vitória por 3-2 sobre o Pescara.

Em 7 de fevereiro de 2017, em partida válida pela 23ª rodada da Serie A, Džeko marcou o seu sexto doblete nessa temporada na goleada por 4-0 sobre a Fiorentina no Stadio Olimpico. Nove dias depois, no primeiro confronto da fase de 16 avos da UEFA Europa League, o centroavante bósnio marcou o seu segundo e último hat-trick nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Villareal da Espanha no “La Cerámica”, estádio do time espanhol. Posteriormente, o camisa 9 viu do banco o Villareal vencer a Roma por 1-0 em pleno Stadio Olimpico, mas por ter vencido o primeiro confronto com uma boa margem de gols, os “Giallorossi” se classificaram para a fase seguinte desse torneio.

Em 12/03/2017, em jogo da 28ª rodada do Campeonato Italiano, o camisa 9 marcou o segundo gol da vitória da Roma por 3-0 sobre o Palermo e com isso, se tornou o 4º jogador na história do clube a chegar a marca de 30 gols em todas as competições em uma única temporada.

Em 01/04/2017, em jogo da 30ª rodada da Serie A, Džeko marcou os gols da Roma na vitória por 2-0 sobre o Empoli e com isso, chegou a mais uma marca; 33 gols numa única temporada, superando os recordes de 32 gols de Rodolfo Volk e de Francesco Totti.

Em 07/05/2017, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Italiano, o centroavante bósnio marcou o seu oitavo e último doblete nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Milan e além dos 2 gols marcados nesse jogo, deu o passe para o gol de El Shaarawy.

Em 28/05/2017, na última rodada da Serie A 2016-17, o camisa 9 marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 3-2 sobre a Genoa e além do gol marcado, proveu assistências para os gols de Daniele De Rossi e de Diego Perotti respectivamente.

Em suma, na sua 2ª Temporada atuando pela Roma, Edin Džeko disputou 51 jogos, fez 39 gols e proveu 15 assistências e além disso, foi o artilheiro da Serie A 2016-17 com 29 gols marcados em 38 rodadas e assim sendo, também foi o vencedor do prêmio Capocannoniere – concebido ao artilheiro do campeonato – e isso fez dele o primeiro jogador bósnio a ganhar esse prêmio. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano em 2º lugar, atrás apenas da Juventus, foi eliminada nas oitavas-de-finais da Europa League pelo Lyon da França e chegar até as semifinais da Copa da Itália.

  • Números de Džeko na sua 2ª Temporada na Roma
Veja Também!  Assistir aos gols, lances e melhores momentos de PSV 3 x 2 Sporting - UEFA Europa League 2019/20
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2016-17
51 *39 15 5 4038

* 39 gols dos quais 29 foram pela Serie A, 8 pela UEFA Europa League e 2 pela Copa da Itália

2017-18

Com a saída de Luciano Spalletti do comando da Roma antes do início desta temporada – aceitou a oferta da Internazionale -, quem assume o comando da equipe da capital italiana é Eusebio Di Francesco e após uma estreia com vitória na Serie A 2017-18, em 26 de agosto de 2017, em jogo da 2ª rodada do Campeonato Italiano, Džeko marcou o único gol da Roma na derrota por 3-1 diante da Internazionale. Nos 5 jogos seguintes da Roma nessa temporada – 1 deles válido pela fase de grupos da Liga dos Campeões -, o bósnio marcou 7 gols; fez 2 gols na vitória por 3-0 sobre o Hellas Verona, fez 2 gols na goleada por 4-0 sobre o Benevento, fez 1 gol e proveu uma assistência no triunfo por 3-1 sobre a Udinese, fez 1 gol na vitória por 2-1 sobre o Qarabag do Azerbaijão e por fim, fez 1 gol na vitória por 2-0 sobre o Milan.

Em 09/10/2017, Džeko foi um dos 30 jogadores a serem nomeados para o prêmio FIFA Ballon D’Or de 2017 pelo jornal francês France Football.

Em 18/10/2017, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, marcou o seu terceiro doblete nessa temporada no empate em 3-3 com o Chelsea no Stamford Bridge em Londres, na Inglaterra.

Em 3 de março de 2018, em jogo da 27ª rodada da Serie A, Džeko marcou o seu quarto doblete nessa temporada na vitória por 4-2 sobre o Napoli em pleno San Paolo, estádio da equipe napolitana.

Em 13/03/2018, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League contra o Shakhtar Donetsk da Ucrânia, o camisa 9 marcou o único gol da vitória da Roma sobre a equipe ucraniana e apesar da derrota por 2-1 no primeiro jogo entre as duas equipes, pelo critério do gol fora de casa, os “Giallorossi” se classificaram para a fase seguinte.

Em 04/04/2018, no primeiro jogo das quartas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Barcelona da Espanha, o centroavante bósnio marcou o único gol na derrota da Roma por 4-1 para a equipe espanhola no Camp Nou, mas este foi um gol que foi fundamental, pois no segundo contra entre as duas equipes em 10/04/2018, ele foi o principal destaque na vitória por 3-0 sobre o Barcelona no Stadio Olimpico ao marcar um dos 3 gols e além do gol marcado, sofreu o pênalti que foi convertido por Daniele De Rossi e assim sendo, pela primeira vez em mais de 30 anos, a equipe da capital italiana chegava a uma semifinal de Liga dos Campeões.

Em 24/04/2018, no primeiro confronto da semifinal da UEFA Champions League contra o Liverpool da Inglaterra, o camisa 9 marcou um dos gols na derrota por 5-2 para a equipe inglesa no Anfield Road, estádio dos Reds. Paralelamente a disputa da Liga dos Campeões, a Roma seguia fazendo uma boa campanha no Campeonato Italiano e 4 dias após o jogo contra o Liverpool, Džeko marcou o seu último doblete nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Chievo.

Em 02/05/2018, no segundo confronto da semifinal da UEFA Champions League contra o Liverpool, o centroavante bósnio marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 4-2 sobre a equipe inglesa e além do gol marcado nesse jogo, deu o passe para um dos 2 gols de Radja Nainggolan. Diferentemente dos 2 jogos anteriores onde passou para a fase seguinte com o critério do gol fora de casa, desta vez a Roma não conseguiu avançar para a fase seguinte da Liga dos Campeões.

Em suma, nessa temporada, Edin Džeko marcou 24 gols – 16 desses gols marcados na Serie A 2017-18, fazendo dele o 6º maior goleador do campeonato – e proveu 7 assistências em 49 jogos disputados. Quanto a Roma, terminou em 3º lugar no Campeonato Italiano, chegou até as semifinais da Liga dos Campeões e foi eliminada nas oitavas-de-finais da Copa da Itália pelo Torino.

  • Números de Džeko na sua 3ª Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
49 *24 7 7 4112

* 24 gols dos quais 16 foram pela Serie A e 8 pela UEFA Champions League

  • O vídeo abaixo mostra todos os gols que Džeko marcou com a camisa da Roma até o mês de janeiro de 2018
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 23 de janeiro de 2018 por Legionario Decimo

2018-19

Em 19 de agosto de 2018, na estreia da Roma na Serie A 2018-19, Džeko marcou o seu primeiro tento nessa temporada e assim sendo, os “Giallorossi” venceram o Torino por 1-0.

Em 02/10/2018, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o camisa 9 marcou o seu primeiro e único hat-trick até aqui na goleada por 5-0 sobre o Viktoria Plzeň da República Checa. Até hoje, Edin Džeko é o único jogador bósnio que marcou uma hat-trick na história da Liga dos Campeões.

Na rodada seguinte da fase de grupos da UEFA Champions League em 23/10/2018, ele marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o CSKA Moscou da Rússia e além dos 2 gols marcados nesse jogo, também deu o passe para Cengiz Ünder marcar o gol dele no jogo.

Em 27 de janeiro de 2019, em jogo da 21ª rodada do Campeonato Italiano, Džeko marcou o seu segundo doblete nessa temporada no empate em 3-3 com a Atalanta.

Em 23/02/2019, em partida válida pela 25ª rodada da Serie A, o centroavante bósnio marcou o seu terceiro doblete nessa temporada na vitória por 3-2 sobre o Frosinone.

Até aqui, Edin Džeko disputou 30 partidas, fez 12 gols e proveu 7 assistências.

  • Números de Džeko na sua 4ª e atual Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
30 *12 7 8 1 **2363

* 12 gols dos quais 7 foram pela Serie A e 5 pela UEFA Champions League

** esta temporada ainda está em andamento

 

Os Números de Džeko na seleção da Bósnia e Herzegovina

 

Bósnia e Herzegovina

Seleções de Base

A primeira vez em que Edin Džeko vestiu a camisa da seleção da Bósnia e Herzegovina foi quando ele atuou pela seleção sub-19 e além disso, também fez parte da seleção sub-21 que disputou a fase de play-off para o Campeonato Europeu Sub-21, torneio disputado na Holanda em 2007. Os primeiros jogos da Bósnia nesta competição foram contra a Armênia e contra a Noruega; a seleção bósnia venceu a Armênia por 3-2 e empataram com a Noruega em 1-1, se classificando para o playoff contra a República Checa. Na primeira partida, a Bósnia perdeu por 2-1, mas no segundo, as duas seleções empataram em 1-1. Džeko marcou apenas 1 gol nesse torneio.

Seleção Principal

Em 2 de junho de 2007, em um jogo das Eliminatórias para a Eurocopa de 2008, o técnico Fuad Muzurović apostava no jovem centroavante do Wolfsburg – Džeko – e assim sendo, promoveu a estreia dele na seleção principal da Bósnia e Herzegovina e ele retribuiu a confiança do treinador e logo na sua estreia pela seleção principal do seu país, marcou um dos gols na vitória por 3-2 sobre a Turquia. Posteriormente, a seleção bósnia terminou em 4º lugar no grupo C e com isso, ficou de fora da Euro 2008.

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010

Em 10 de setembro de 2008, em partida válida pela 2ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, Džeko marcou o seu primeiro doblete com a camisa da seleção bósnia na goleada por 7-0 sobre a Estônia e além dos 2 gols marcados, proveu a assistência para o gol de Senijad Ibričić.

Em 28 de março de 2009, o comentarista de esportes bósnio, Marjan Mijajlović, nomeou Džeko de “Diamante Bósnio” durante um jogo contra a Bélgica em Genk no qual ele marcou um gol notável e nesse mesmo jogo, deu o passe para o gol de Zlatan Bajramović em uma partida na qual a Bósnia e Herzegovina venceu a Bélgica como visitante por 4-2. Quatro dias depois, as duas seleções se enfrentaram novamente, mas desta vez o jogo ocorreu em Sarajevo (capital da Bósnia e Herzegovina), o “Diamante Bósnio” teve outra grande atuação e marcou os gols da vitória por 2-1 sobre a seleção belga.

No final da fase de grupos das Eliminatórias, a Bósnia somou 19 pontos após 10 rodadas e terminou em 2º lugar no grupo, atrás apenas da Espanha. Porém, para obter a vaga para a fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2010, a seleção bósnia teria de passar por Portugal na repescagem e com duas derrotas por 1-0, o sonho da vaga inédita para a Copa do Mundo foi adiado para 2014. Apesar de não obter a vaga para a Copa do Mundo FIFA de 2010 na África do Sul, o destaque ficou por conta de Džeko que foi o vice-artilheiro das Eliminatórias com 9 gols ao lado de Wayne Rooney da seleção da Inglaterra, ficando atrás apenas de Theofanis Gekas da seleção da Grécia que marcou 10 gols.

Eliminatórias da Euro 2012

Nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2012, a seleção da Bósnia e Herzegovina terminou a fase de grupos em 2º lugar, atrás apenas da França e além disso, Džeko marcou 4 gols nas 10 rodadas dessa edição das Eliminatórias. Por ter terminado em 2º lugar, a Bósnia teve de disputar a repescagem contra a mesma seleção que a eliminou da Copa do Mundo de 2010, Portugal e mais uma vez, a seleção portuguesa eliminou a seleção bósnia de uma competição.

Copa do Mundo FIFA de 2014

Em 8 de setembro de 2012, na estreia da Bósnia e Herzegovina nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014, o “Diamante Bósnio” marcou o seu primeiro hat-trick com a camisa da seleção bósnia na goleada por 8-1 sobre o Liechtenstein e além dos 3 gols, proveu uma assistência para um dos 2 gols de Zvjezdan Misimović e, ao mesmo tempo, tornou-se no maior goleador da história da Bósnia e Herzegovina, com 24 gols. O recorde anterior pertencia a Elvir Bolić, que marcou 22 gols com a camisa da seleção bósnia.

Ao final das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014, Džeko se consolidou como o vice-artilheiro das Eliminatórias, com 10 gols – ficando atrás apenas de Robin van Persie da seleção da Holanda que marcou 11 gols – e além disso, a Bósnia e Herzegovina se classificou para o primeiro grande torneio da sua história.

Em junho de 2014, o técnico Safet Sušić divulgou a lista dos 23 jogadores convocados para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil e o nome do “Diamante Bósnio” estava nessa lista e assim sendo, em 16/06/2014, a Bósnia e Herzegovina fez a sua estreia nessa edição da  Copa do Mundo contra a Argentina e esta foi uma estreia para se esquecer, pois a seleção bósnia perdeu por 2-1. Na rodada seguinte da fase de grupos, derrota por 1-0 para a Nigéria.

Em 25/06/2014, na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2014, com a equipe já eliminada da competição, Džeko marcou o primeiro gol da vitória por 3-1 sobre o Irã

  • Desempenho de Džeko na Copa do Mundo FIFA de 2014
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa
 3 1  0  0 264

Eliminatórias da Euro 2016

Pouco tempo após a eliminação na fase de grupos na Copa do Mundo FIFA de 2014, em agosto do mesmo ano, Emir Spahić anunciou a sua aposentadoria da seleção bósnia e com isso, o técnico Safet Sušić nomeou Džeko como o novo capitão da seleção.

Em 28 de março de 2015, em partida válida pela 5ª rodada das Eliminatórias da Eurocopa de 2016, o “Diamante Bósnio” marcou o seu segundo hat-trick com a camisa da seleção bósnia e assim sendo, a Bósnia e Herzegovina venceu a Andorra por 3-0. Nos 3 jogos seguintes das Eliminatórias, o camisa 11 marcou 3 gols; fez 1 gol na vitória por 3-1 sobre Israel, fez o único gol na derrota por 3-1 para a Bélgica e fez 1 gols em mais um triunfo por 3-0 sobre a Andorra. Ao final destas Eliminatórias, a Bósnia terminou em 3º lugar no grupo e devido a isso, teve de disputar a repescagem contra a Irlanda.

Em 13/11/2015, no primeiro confronto contra a seleção irlandesa, Džeko marcou o gol da Bósnia no empate em 1-1 com a Irlanda em Sarajevo. Posteriormente, no segundo confronto entre as duas seleções em 16/11/2015, jogando diante dos seus torcedores a seleção da Irlanda levou a melhor e venceu a Bósnia e Herzegovina por 2-0 e com isso, eliminou a seleção bósnia da Euro 2016 na França.

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018

Em 10 de outubro de 2016, em partida válida pela 3ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, Džeko marcou os gols da vitória da Bósnia e Herzegovina por 2-0 sobre o Chipre, porém na rodada seguinte – em 13/11/2016 – contra a Grécia, pela primeira vez na carreira, o camisa 11 foi expulso com a camisa da seleção de seu país ao se envolver em uma altercação com Kyriakos Papadopoulos e consequentemente, não só o centroavante bósnio como o jogador grego receberam um cartão vermelho. Convém lembrar que este foi o primeiro e único cartão vermelho que Džeko recebeu atuando pela seleção da Bósnia e Herzegovina.

Em 28 de março de 2017, em um amistoso contra a Albânia, o camisa 11 marcou o primeiro gol da vitória por 2-1 sobre a seleção albanesa e com isso, se tornou o primeiro jogador a fazer 50 gols com a camisa da seleção bósnia.

Ao final das Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2018, a Bósnia e Herzegovina ficou em 3º lugar no grupo H e em decorrência disso, sequer disputou a repescagem e estava fora de mais uma edição de Copa do Mundo.

Liga das Nações da UEFA B

Até o momento, Džeko disputou 4 partidas por esta competição e fez gols em duas partidas; fez o único gol da vitória sobre a Áustria e fez os gols do triunfo por 2-0 sobre a Irlanda do Norte.

  • O vídeo abaixo mostra 52 dos 55 gols que Džeko marcou com a camisa da seleção da Bósnia e Herzegovina
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 11 de outubro de 2017 por dfTV

Total

Pd Gm A CA CV Mj
99 55 11 12 1 8162
Prêmios individuais
  • Melhor jogador da Bundesliga na temporada 2008-09
  • Futebolista Bósnio do Ano – 2009, 2010, 2011/2012
  • Melhor jogador do mês de agosto de 2011 da Premier League
  • 73º melhor jogador do ano de 2016 (Marca)
Artilharias
  • Copa da Alemanha 2008–09 (6 gols)
  • Bundesliga 2009–10 (22 gols)
  • Copa da Liga Inglesa 2013–14 (6 gols)
  • Copa Audi de 2013 (2 gols)
  • Serie A 2016–17 (29 gols)
  • UEFA Europa League 2016–17 (8 gols)

Considerações Finais

Com base em todos os números analisados e apresentados até aqui pode-se concluir que Edin Džeko é conhecido pela sua presença física, força e capacidade de se posicionar dentro da grande aérea. Ele também é capaz de chutar bem com ambos os pés. Onde quer que ele tenha jogado, ele sempre foi conhecido pelos impressionantes recordes de gols, jogando principalmente como atacante.

Durante o tempo em que atuou pelo Manchester City, Džeko era considerado um “super-sub”, já que ele marcou muitos gols importantes saindo do banco, um rótulo que ele mesmo rejeitou em várias ocasiões.

E para vocês? Edin Džeko é um dos melhores centroavantes da atualidade? Ou apenas um jogador que cumpre e muito bem a sua função (fazer gols)?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui