Quando cita-se um dos melhores meias que já atuou pela Premier League, o nome de David Silva que atualmente joga pelo Manchester City da Inglaterra e que também já defendeu a seleção da Espanha, deve ser levado em conta.

David Josué Jiménez Silva nasceu em 08/01/1986 em Arguineguín, cidade das Ilhas Canárias, território espanhol. Antes de jogar pelo Manchester City, o meia espanhol teve passagens por 3 equipes do futebol espanhol, dentre essas o Valencia, clube que o formou profissionalmente. Porém, o que mais se sabe sobre David Silva? Por quais clubes ele jogou? Quais feitos atingiu até aqui na sua carreira

Juvenil

David Silva quando tinha apenas 10 anos de idade

Como já foi dito anteriormente, David Silva nasceu em Arguineguín, nas Ilhas Canárias. David é filho de Fernando Jiménez – ex-policial que era responsável pela segurança do estádio do Valencia CF – e de Eva Silva.

David Silva deu os seus primeiros passos no futebol na equipe juvenil do UD San Fernando, equipe cujo centro de treinamento se localizava próxima a cidade de Maspalomas. Inicialmente, ele atuava como goleiro, antes de atuar como ponta e/ou como meio-campista e além disso, passou a se basear no futebol do seu ídolo nessa época, o dinamarquês Michael Laudrup. Quanto tinha 14 anos de idade, David Silva recebeu uma oferta para se tornar um jogador das categorias de base do Valencia e claro, aceitou essa oferta de imediato.

A Carreira de David Silva em Números

 

Valencia

Categorias de Base

Em 2000, quando tinha apenas 14 anos, David Silva passou a jogar nas categorias de base do Valencia Club de Fútbol. Ele permaneceu no elenco juvenil do clube até completar 17 anos. Na temporada 2003-04, David atuou pela equipe B do Valencia onde disputou 14 jogos e marcou 1 gol, porém a sua estreia como profissional mesmo só ocorreu na temporada seguinte.

Eibar

2004-05

Produto do sistema juvenil do Valencia, o clube o emprestou para uma outra equipe e assim sendo, David Silva fez a sua estreia como profissional nessa temporada – 2004-05 – com a camisa do Eibar, clube que naquela época disputava a La Liga2 (Segunda Divisão do Futebol Espanhol).

Ao término dessa temporada, David Silva disputou 35 jogos e marcou 4 tentos. Quanto ao Eibar, terminou a La Liga2 em 4º lugar – atrás apenas de Cádiz, Celta de Vigo e Deportivo Alavés respectivamente – e por pouco não subiu para a 1ª divisão, pois os 3 primeiros colocados são promovidos para a elite do futebol nacional.

  • Números de David Silva na sua 1ª e única Temporada no Eibar
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2004-05
35 *4 ? ? ? ?

Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados.

* Gols válidos pela La Liga2

Celta de Vigo

2005-06

Após o fim do empréstimo ao Eibar, o Valencia optou por emprestar David Silva novamente e o clube da vez era o uma equipe recém-promovida a 1ª divisão do futebol espanhol, o Celta de Vigo.

Em 28 de agosto de 2005, na estreia do Celta de Vigo nessa edição da La Liga, Fernando Vázquez – técnico do Celta de Vigo naquela época – colocou o jovem jogador de apenas 19 anos em campo somente aos 33 minutos da segunda etapa no lugar do ponta argentino Gustavo López. Quanto ao resultado da partida, vitória dos Celestes – Celta de Vigo – por 2-0 diante do Málaga. Na rodada seguinte da La Liga em 10/09/2005, jogou somente os últimos 5 minutos da surpreendente vitória dos Celestes por 3-2 sobre o Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu (estádio do Real Madrid).

Em 18/09/2005, em partida válida pela 3ª rodada do Campeonato Espanhol, David Silva ganhou a sua 1ª chance de iniciar entre os titulares e diferentemente dos 2 jogos anteriores onde o Celta de Vigo saiu de campo com a vitória, dessa vez sofreu uma derrota por 1-0 para o Racing Santander em pleno Balaídos (estádio do Celta de Vigo).

Em 23/10/2005, em jogo da 8ª rodada da La Liga, o jovem jogador de apenas 19 anos marcou o seu primeiro gol pelo seu novo clube e com isso, vitória dos Celestes por 1-0 sobre o Espanyol no Balaídos.

Em 22 de janeiro de 2006, em jogo da 20ª rodada da La Liga, David Silva marcou o seu segundo tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Málaga fora de casa.

Em 26/02/2006, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol, o jovem de agora 20 anos marcou o segundo gol da vitória por 2-0 sobre o Cádiz.

Em 30/04/2006, em jogo da 35ª rodada da La Liga, o jogador revelado nas categorias de base do Valencia marcou o seu último tento com a camisa do Celta de Vigo no triunfo por 2-0 sobre o Deportivo La Coruña.

Em suma, na sua 1ª e única temporada com a camisa dos Celestes, David Silva disputou 38 partidas, fez 4 gols e proveu 4 assistências. Quanto ao Celta de Vigo, terminou o Campeonato Espanhol em 6º lugar e com isso, obteve vaga para a fase de grupos da Copa da UEFA 2006-07, um feito e tanto para uma equipe recém-promovida e além disso, foi eliminado nas oitavas-de-finais da Copa do Rei.

  • Números de David Silva na sua 1ª e única Temporada no Celta de Vigo
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
38 *4 4 2 0 2671

* Gols válidos pela La Liga

  • O vídeo abaixo mostra os melhores lances de David Silva atuando pelo Celta de Vigo
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 17 de novembro de 2014 por CeltaVigo Channel

 

Valencia

2006-07

Após o fim do empréstimo ao Celta de Vigo, David Silva se reapresentou ao Valencia logo no início da janela de transferências do verão da temporada 2006-07 e em 9 de agosto de 2006, Quique Sánchez Flores – técnico do Valencia naquela época – o colocou em campo aos 29 minutos da segunda etapa no lugar de Vicente, porém essa substituição não surtiu efeito e assim sendo, o Red Bull Salzburg da Áustria venceu o Valencia por 1-0 no 1º confronto da última fase pré-eliminatória da UEFA Champions League (Liga dos Campeões). No segundo confronto contra a equipe austríaca em 22/08/2006, David iniciou entre os titulares e marcou o terceiro gol da vitória do time espanhol por 3-0 e com isso, o Valencia se classificou para a fase de grupos da UEFA Champions League 2006-07.

Em 05/11/2006, em jogo da 9ª rodada da La Liga, o camisa 21 – David Silva – do Valencia marcou o único tento da sua equipe no empate em 1-1 com o Espanyol. Três dias depois, marcou um dos gols do triunfo por 2-0 sobre o RC Portuense no segundo confronto da 4ª fase da Copa do Rei e com isso, os “Che” – Valencia – se classificaram para as oitavas-de-finais desse torneio.

Em 18 de fevereiro de 2007, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Espanhol, o jovem meia de 21 anos foi um dos destaques da vitória por 2-1 sobre o Barcelona no Mestalla – estádio do Valencia CF – ao marcar o segundo gol da sua equipe na partida. Três dias depois, os “Che” estavam em campo novamente para o primeiro confronto das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões contra a Internazionale da Itália e o camisa 21 foi decisivo novamente e marcou um dos gols do empate em 2-2 com o time italiano fora de casa. Posteriormente, as duas equipes empataram em 0-0 no segundo confronto no Mestalla e seguindo o critério do gol fora de casa, o time espanhol avançou para a fase seguinte.

Em 04/04/2007, no primeiro confronto das quartas de final da UEFA Champions League diante do Chelsea da Inglaterra fora de casa, David Silva marcou o único tento da sua equipe no empate em 1-1 com o time inglês. Posteriormente, o Chelsea venceu o Valencia no Mestalla por 2-1 e com isso, os “Che” estavam eliminados do torneio.

Em 05/05/2007, em jogo da 33ª rodada da La Liga, o camisa 21 dos “Che” marcou o segundo gol da vitória por 2-1 sobre o Deportivo La Coruña fora de casa. Na rodada seguinte – em 13/05/2007 -, marcou o seu 8º e último tento nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Real Zaragoza.

Em suma, na sua 1ª temporada como profissional com a camisa dos “Che”, David Silva disputou 49 partidas, fez 8 gols e proveu 3 assistências. Quanto ao Valencia, terminou o Campeonato Espanhol em 4º lugar e com isso, teria de disputar novamente a fase pré-eliminatória da Liga dos Campeões na temporada seguinte. Além disso, o clube chegou até as quartas-de-finais da UEFA Champions League e foi eliminado nas oitavas-de-finais da Copa do Rei.

  • Números de David Silva na sua 1ª Temporada no Valencia
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2006-07
49 *8 3 5 1 3431

* 8 gols dos quais 4 foram pela La Liga, 2 pela UEFA Champions League, 1 pela fase pré-eliminatória da UEFA Champions League e 1 pela Copa do Rei

2007-08

Logo no primeiro jogo do Valencia nessa temporada em 14 de agosto de 2007, David Silva marcou um dos gols da vitória por 3-0 sobre o Elfsborg da Noruega no Mestalla no primeiro confronto da última fase pré-eliminatória da UEFA Champions League. No segundo confronto contra a equipe norueguesa, vitória por 2-1 fora de casa e com isso, os “Che” garantiram a vaga para a fase de grupos do maior torneio da Europa.

Em 15/09/2007, em jogo da 3ª rodada da La Liga, o camisa 21 do Valencia marcou o seu segundo tento nessa temporada na vitória por 2-1 sobre o Real Valladolid.

Em 26/09/2007, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Espanhol, o jovem meia de 21 anos marcou o seu 3º tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Getafe.

Logo após a derrota para o Sevilla por 3-0 em 28/10/2007, Quique Sánchez Flores foi demitido do cargo de treinador dos “Che” e enquanto procurava por outro treinador, definiu-se que Óscar Fernández assumiu a equipe interinamente por 2 jogos e depois de duas derrotas, o clube anunciou que o seu novo treinador seria o holandês Ronald Koeman.

Em 23 de janeiro de 2008, no primeiro confronto das quartas-de-finais da Copa do Rei contra o Atlético de Madrid, David Silva marcou o único gol da vitória do Valencia nessa partida. Posteriormente, o time colchonero – Atlético de Madrid – venceu os “Che” por 3-2 no segundo confronto, mas seguindo o critério do gol fora de casa, o Valencia seguiu adiante nessa competição.

Em 20/03/2008, no segundo confronto da semifinal da Copa do Rei diante do Barcelona, o camisa 21 foi decisivo ao dar o passe para Juan Mata marcar o terceiro e último gol do triunfo dos “Che” por 3-2 sobre a equipe catalã e com isso, com um placar agregado de 4-3 – houve um empate em 1-1 no primeiro confronto – o Valencia se garantiu na final dessa edição da Copa do Rei.

Em 16/04/2008, o Valencia e o Getafe decidiram o título da Copa do Rei e assim como ocorreu na semifinal, David Silva foi fundamental na vitória do Valencia por 3-1 nessa partida, pois proveu assistências para os gols de Juan Mata e Alexis Ruano e assim sendo, pela 7ª vez na sua história, o Valencia se sagrava campeão desse torneio. Mesmo com a conquista desse título, cinco dias depois o Valencia sofreu uma goleada por 5-1 ante o Athletic Bilbao e isso desagradou a diretoria do clube e em decorrência disso, Koeman foi demitido e Voro – técnico interino – assumiu o comando do time até o fim dessa temporada.

Em 07/05/2008, em jogo da 36ª rodada da La Liga, o camisa 21 marcou o seu 7º e último tento nessa temporada e com isso, o Valencia venceu o Real Zaragoza por 1-0.

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa dos “Che”, David Silva disputou 50 partidas, fez 7 gols e proveu 11 assistências. Quanto ao Valencia, além de ter sido o campeão da Copa do Rei, terminou o Campeonato Espanhol em 10º lugar e terminou em último lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões.

  • Números de David Silva na sua 2ª Temporada no Valencia
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2007-08
50 *7 11 8 1 4045

* 7 gols dos quais 5 foram pela La Liga, 1 pela fase pré-eliminatória da UEFA Champions League e 1 pela Copa do Rei

2008-09

Logo no início dessa temporada, o Valencia anunciou que o novo técnico do time seria Unai Emery e na sua estreia em 17 de agosto de 2008 no primeiro confronto da decisão da Supercopa da Espanha contra o Real Madrid, o novo treinador estreou com vitória (3-2). Uma semana depois – em 24/08/2008 -, mesmo com David Silva marcando um dos gols do Valencia no segundo confronto, os “Blancos” – Real Madrid – venceram os “Che” por 4-2 e com isso, o Valencia teve de se contentar com o vice-campeonato.

No mesmo mês – agosto de 2008 -, David Silva estendeu o seu contrato com o Valencia por mais 5 temporadas em meio ao interesse de várias equipes da Premier League (Campeonato Inglês).

Devido à uma lesão em um dos tornozelos, o camisa 21 dos “Che” ficou sem jogar de setembro até meados de dezembro.

Em 3 de janeiro de 2009, em jogo da 17ª rodada da La Liga, David Silva marcou um doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – na vitória dos “Che” por 3-1 sobre o Atlético de Madrid.

Em 09/05/2009, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Espanhol, o camisa 21 do Valencia marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 3-0 sobre o Real Madrid, porém nessa mesma partida rompeu o músculo do abdutor e com isso, não pôde jogar as 4 últimas rodadas da La Liga.

Em suma, na sua 3ª temporada com a camisa dos “Che”, David Silva teve a sua temporada abreviada pelas lesões, mas ainda assim disputou 27 partidas, fez 6 gols e proveu 8 assistências. Quanto ao Valencia, terminou o Campeonato Espanhol em 6º lugar e com isso, garantiu vaga na fase pré-eliminatória da Copa da UEFA. Além disso, o Valencia chegou até as quartas-de-finais da Copa do Rei e foi eliminado na fase de 16 avos da Copa da UEFA.

  • Números de David Silva na sua 3ª Temporada no Valencia
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
27 *6 8 6 0 2008

* 6 gols dos quais 4 foram pela La Liga, 1 pela Supercopa da Espanha e 1 pela Copa da UEFA

2009-10

Em 13 de setembro de 2009, em jogo da 2ª rodada da La Liga, David Silva marcou o seu primeiro tento nessa temporada na vitória dos “Che” por 4-2 sobre o Real Valladolid fora de casa.

Em 01/10/2009, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Europa League, o camisa 21 marcou o seu segundo tento nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre o Genoa da Itália no Mestalla.

Em 6 de janeiro de 2010, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da Copa do Rei, David Silva marcou o único tento da sua equipe na derrota por 2-1 ante o Deportivo La Coruña em pleno Mestalla. Posteriormente, as duas equipes empataram em 2-2 no segundo confronto e com consequência, os “Che” estavam fora dessa edição do torneio.

Em 10/01/2010, em jogo da 17ª rodada da La Liga, o camisa 21 dos “Che” marcou o segundo gol da vitória por 3-1 sobre o Xerez. Na rodada seguinte do campeonato, teve uma grande atuação na goleada por 4-1 sobre o Villareal ao fazer 1 gol nessa partida e além do tento marcado, proveu assistência para 1 dos 2 gols de David Villa e também proveu assistência para o gol de Éver Banega.

Em 18/03/2010, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Europa League, David Silva foi um dos destaques de um jogo eletrizante contra o Werder Bremen da Alemanha, ao qual as duas equipes empataram em 4-4, pois o camisa 21 do Valencia deu passes para 2 dos 3 gols de David Villa e também deu o passe para o gol de Juan Mata; 3 assistências num único jogo. Por conseguinte, o Valencia avançou para a próxima fase seguindo o critério do gol fora de casa; empates em 1-1 no Mestalla e 4-4 no Weserstadion respectivamente. Posteriormente, o Valencia foi eliminado na fase seguinte pelo time que viria a ser o campeão da UEFA Europa League 2009-10, o Atlético de Madrid.

Em 15/04/2010, em jogo da 32ª rodada da La Liga, o camisa 21 dos “Che” marcou o seu primeiro e único doblete nessa temporada e assim sendo, vitória por 2-0 sobre o Athletic Bilbao.

Em 04/05/2010, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Espanhol, David Silva marcou o seu último tento com a camisa do Valencia na vitória por 3-1 sobre o Xerez no Mestalla e além do tento marcado, proveu assistência para 1 dos 2 gols de Juan Mata no jogo.

Em suma, na sua última temporada com a camisa dos “Che”, David Silva disputou 40 partidas, fez 10 gols e proveu 11 assistências. Quanto ao Valencia, terminou o Campeonato Espanhol em 3º lugar, atrás apenas de Barcelona e Real Madrid respectivamente, chegou até as quartas de final da UEFA Europa League e foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Rei.

  • Números de David Silva na sua 4ª e última Temporada no Valencia
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
40 *10 11 9 1 3176

* 10 gols dos quais 8 foram pela La Liga, 1 pela UEFA Europa League e 1 pela Copa do Rei

Títulos que conquistou no Valencia

  • Copa do Rei 2007-08
  • O vídeo abaixo mostra os melhores momentos de David Silva com a camisa do Valencia
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 12 de agosto de 2014 por Kreaativ’ J

 

Manchester City

2010-11

Em 30 de junho de 2010, o Manchester City da Inglaterra anunciou que havia chegado a um acordo com o Valencia sobre a transferência de David Silva e que ele ingressaria no clube inglês em um contrato de 4 temporadas, antes do início da temporada 2010-11. Além disso, estima-se que o Manchester City desembolsou 33 milhões de euros (cerca de 149,2 milhões de reais) para contar com o meia espanhol.

David Silva sendo apresentado como o mais novo reforço do Manchester City

Em 14/07/2010, o time que disputa a Premier League (Campeonato Inglês) sacramentou a contratação do jogador espanhol e assim sendo, deu à ele a camisa número 21, mesmo número que ele usou no Valencia e que sempre usava na seleção da Espanha. Vale destacar que o Manchester City já havia tentado contratar ele e David Villa em 2008, porém o clube inglês optou por não pagar a quantia de 135 milhões de libras (o equivalente a 720,7 milhões de reais) para tirar os 2 jogadores do Valencia.

Em 14/08/2010, na estreia dos Cityzens – Manchester City – nessa edição da Premier League, Roberto Mancini – técnico do City naquela época – promoveu a estreia de David Silva no seu novo time entre os titulares, porém não foi uma estreia tão ruim, mas poderia ter sido melhor, pois o City e o Tottenham empataram em 0-0.

Em 16/09/2010, na estreia do Manchester City na fase de grupos da UEFA Europa League, David Silva marcou o seu primeiro tento pelo seu novo clube no triunfo por 2-0 sobre o Red Bull Salzburg em solo austríaco.

Em 17/10/2010, em jogo da 8ª rodada da Premier League, o meia espanhol entrou em campo aos 20 minutos da segunda etapa no lugar de Emmanuel Adebayor e no minuto seguinte deu o passe para Carlos Tévez marcar o primeiro gol da vitória dos Cityzens por 3-2 sobre o Blackpool e além disso, vale ressaltar que o camisa 21 marcou o último gol do City na partida. Este foi o primeiro gol de David Silva na Premier League. Quatro dias depois, mas dessa vez em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da UEFA Europa League, o espanhol deu passes para 2 dos 3 gols de Adebayor na vitória por 3-1 sobre o Lech Poznań da Polônia.

As atuações de David Silva lhe renderam muitos elogios e não foi por acaso que recebeu 3 prêmios consecutivos de “Melhor Jogador do mês do Manchester City”; foi eleito o melhor jogador da equipe do mês de outubro, novembro e de dezembro respectivamente.

Em 12 de fevereiro de 2011, em jogo da 27ª rodada da Premier League, o novo camisa 21 dos Cityzens “ganhou” um gol na derrota por 2-1 ante o rival Manchester United sendo que o chute de Edin Džeko desviou na costa dele e foi parar nas redes da equipe adversária.

Em 02/03/2011, em confronto válido pelas oitavas-de-finais da Copa da Inglaterra, David Silva marcou o terceiro gol da vitória dos Cityzens por 3-0 sobre o Aston Villa e com isso, avançaram para a fase seguinte dessa competição. Três dias depois, mas dessa vez em jogo válido pela 29ª rodada da Premier League, David Silva marcou o único gol da vitória sobre o Wigan.

Em 03/04/2011, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Sunderland no Etihad Stadium (estádio do Manchester City).

Em 14/05/2011, em partida válida pela final da Copa da Inglaterra, David Silva jogou os 90 minutos da vitória por 1-0 sobre o Stoke City e com esse resultado, o Manchester City se sagrou campeão dessa competição pela 5ª vez na sua história. Além disso, este foi o primeiro título do espanhol com a camisa do City.

Em suma, na sua 1ª temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 53 partidas, fez 6 gols e proveu 14 assistências. Quanto ao Manchester City, além de ter sido o campeão da Copa da Inglaterra, terminou o Campeonato Inglês em 3º lugar, chegou até as oitavas de final da UEFA Europa League e foi eliminado na 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de David Silva na sua 1ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
53 *6 14 3 0 3817

* 6 gols dos quais 4 foram pela Premier League, 1 pela UEFA Europa League e 1 pela Copa da Inglaterra

2011-12

Na estreia do Manchester City nessa edição da Premier League em 15 de agosto de 2011, David Silva marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Swansea no Etihad Stadium e além do gol marcado, o espanhol também foi eleito “The Man of the Match” (o homem do jogo). Ele também marcou o primeiro gol da vitória dos Cityzens por 3-2 sobre o Bolton Wanderers na rodada seguinte do campeonato e foi novamente eleito “The Man of the Match”.

Em 10/09/2011, em jogo da 4ª rodada da Premier League, o camisa 21 deu passes para 2 dos 3 gols de Sergio Agüero e com isso, vitória dos Cityzens por 3-0 sobre o Wigan. Após uma série de boas atuações do meia espanhol, Roberto Mancini – técnico dos Cityzens – o comparou a Andres Iniesta e Xavi Hernández, os seus 2 colegas da seleção espanhola e também disse que “David Silva era um dos melhores jogadores do mundo”. Nos 3 jogos seguintes do City na Premier League, o camisa 21 proveu 3 assistências, uma assistência em cada partida.

Em 01/10/2011, David Silva recebeu o prêmio de “Melhor Jogador do Mês de Setembro da Premier League 2011-12”. Ainda convém lembrar que esta foi a primeira vez que o Manchester City contava com jogadores que venceram os prêmios de melhor do mês em meses consecutivos, com Edin Džeko sendo o vencedor desse prêmio no mês anterior.

No primeiro “Dérbi de Manchester” – nome dado ao clássico entre Manchester City e Manchester United – dessa temporada em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Inglês em 23/10/2011, David Silva provou mais uma vez ser peça fundamental no ataque da sua equipe ao marcar o quinto gol da goleada por 6-1 sobre o rival em pleno Old Trafford – estádio do Manchester United – e não parou por aí, também contribuiu com assistência para 1 dos 2 gols de Džeko. Dois dias depois, em entrevista a uma estação de rádio espanhola, David Silva revelou que recusou propostas de Barcelona e também do Real Madrid para assinar com o City e que desejava permanecer no clube inglês por anos. Ele comentou: “Real Madrid e Barcelona são ótimas equipes, mas estou feliz aqui e gostaria de ficar aqui por muitos anos”.

Em 05/11/2011, em jogo da 11ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o seu 4º tento nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre o Queens Park Rangers fora de casa.

Em 07/12/2011, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, David Silva marcou o seu 5º tento nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Bayern de Munique da Alemanha, porém mesmo com esse resultado, os Cityzens terminaram em 3º lugar no grupo A da Liga dos Campeões e apesar da estarem eliminados desse torneio, ao menos já estavam automaticamente classificados para a fase de mata-mata da UEFA Europa League.

Em 11 de abril de 2012, em jogo da 33ª rodada da Premier League, o camisa 21 do City marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o West Bromwich.

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 49 partidas, fez 8 gols e proveu 21 assistências; 17 destas só na Premier League o que o tornou no jogador que mais proveu assistências nessa edição do campeonato e por conta disso, foi um dos selecionados para fazer parte da “Seleção Ideal da Premier League 2011-12”. Quanto ao Manchester City, foi o campeão da Premier League 2011-12, vice-campeão da FA Community Shield (Supercopa da Inglaterra), chegou até as semifinais da Copa da Liga Inglesa, eliminado nas oitavas de final da UEFA Europa League e também foi eliminado na 3ª rodada da Copa da Inglaterra.

  • Números de David Silva na sua 2ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
49 *8 21 1 0 3876

* 8 gols dos quais 6 foram pela Premier League, 1 pela UEFA Champions League e 1 pela UEFA Europa League

2012-13

Em 17 de setembro de 2012, David Silva assinou um novo contrato com o Manchester City, contrato no qual estendeu o seu vínculo com o clube até o ano de 2017.

Após um jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014, ao qual David Silva sofreu uma lesão, fez com que ele perdesse 4 partidas pelo Manchester City entre os meses de outubro e de novembro, mas assim que se recuperou, no seu retorno aos gramados em 11/11/2012 em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 21 dos Cityzens contribuiu com assistência para o gol de Džeko na vitória por 2-1 sobre o Tottenham.

Em 17/11/2012, em jogo da 12ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Aston Villa no Etihad Stadium.

Em 19 de janeiro de 2013, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Inglês, David Silva marcou os gols da vitória por 2-0 sobre o Fulham. Convém lembrar que esse foi o único doblete do camisa 21 nessa temporada.

Em 09/03/2013, em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Inglaterra, o meia espanhol foi um dos principais destaques da goleada por 5-0 sobre o Barnsley ao marcar o último gol do seu time e além disso, também contribuiu com assistências para 2 dos 3 gols de Carlos Tévez.

Em 30/03/2013, em jogo da 31ª rodada da Premier League, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Newcastle.

Após a derrota para o Wigan na final da Copa da Inglaterra, Roberto Mancini foi demitido e para o restante da temporada Brian Kidd – técnico interino – foi o responsável por comandar o City.

Em suma, na sua 3ª temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 41 jogos, fez 5 gols e proveu 13 assistências; foi o 8º jogador que mais proveu assistências nessa edição da Premier League ao lado de Steven Gerrard do Liverpool. Quanto ao Manchester City, apesar de ter iniciado a temporada com a conquista do título da Supercopa da Inglaterra, foi o vice-campeão do Campeonato Inglês e da Copa da Inglaterra, terminou em último lugar no grupo D da Liga dos Campeões e foi eliminado na 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa.

  • Números de David Silva na sua 3ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
41 *5 13 2 0 3203

* 5 gols dos quais 4 foram pela Premier League e 1 pela Copa da Inglaterra

2013-14

Com a demissão de Roberto Mancini antes do fim da temporada anterior, o Manchester City foi comandado por um interino no restante da temporada. Antes do início dessa temporada (2013-14), o clube anunciou a contratação de um novo treinador, tratava-se de Manuel Pellegrini e na estreia do novo técnico em 19 de agosto de 2013 em partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Inglês, David Silva iniciou entre os titulares e marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Newcastle no Etihad Stadium.

Em 19/10/2013, em jogo da 8ª rodada da Premier League, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu 2º tento nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre o West Ham fora de casa e além do gol marcado, proveu a assistência para 1 dos 2 gols de Kun Agüero.

Em 02/11/2013, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Inglês, o meia espanhol marcou o seu 3º tento nessa temporada na goleada por 7-0 sobre o Norwich City. Três dias depois, o Manchester City jogou contra o CSKA Moscou da Rússia em confronto válido pela 3ª rodada da Liga dos Campeões, novamente o camisa 21 foi um dos destaques do time ao dar o passe para 1 dos 2 gols de Sergio Agüero, no entanto, teve de deixar o campo mais cedo devido à uma suspeita de lesão na panturrilha, o que se confirmou dias depois e em decorrência disso, ficou de fora dos gramados por 5 semanas.

No seu retorno aos gramados em 10/12/2013 em partida válida pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, David Silva marcou o primeiro gol da vitória do City por 3-2 sobre o Bayern de Munique em plena Allianz Arena, na Alemanha. Quatro dias depois, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu 5º tento nessa temporada na goleada por 6-3 sobre o Arsenal no Etihad Stadium.

Em 15 de março de 2014, em jogo da 30ª rodada da Premier League, o camisa 21 do City foi o principal destaque da vitória da sua equipe sobre o Hull City fora de casa ao marcar o primeiro gol do time na partida e aos 45 minutos do segundo tempo, deu o passe para Edin Džeko selar o resultado; vitória dos Cityzens por 2-0.

Em 29/03/2014, em partida válida epla 32ª rodada do Campeonato Inglês, David Silva marcou o único tento dos Cityzens no empate com o Arsenal no Emirates Stadium (estádio do Arsenal), em outras palavras, as duas equipes empataram em 1-1. Com essas atuações mais recentes, o meia espanhol foi nomeado como o “Jogador do Mês de março do Manchester City”.

Em 13/04/2014, em jogo da 34ª rodada da Premier League, o camisa 21 do City marcou o seu 8º e último tento nessa temporada na derrota por 3-2 ante o Liverpool.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 40 partidas, fez 8 gols e proveu 16 assistências; 10 destas só pela Premier League, o que o tornou no 3º jogador que mais proveu assistências no campeonato ao lado de Ricke Lambert do Southampton e de Wayne Rooney do Manchester United e ficando atrás apenas de Steven Gerrard (14 assistências) e de Luis Suárez (13 assistências), ambos do Liverpool. Quanto ao Manchester City, foi o campeão da Premier League e da Copa da Liga Inglesa e também chegou até as quartas-de-finais da Copa da Inglaterra e foi eliminado nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League.

  • Números de David Silva na sua 4ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
40 *8 16 6 0 3043

* 8 gols dos quais 7 foram pela Premier League e 1 pela UEFA Champions League

2014-15

No primeiro jogo do Manchester City nessa temporada em 10 de agosto de 2014, David Silva saiu do banco logo após o intervalo para entrar no lugar de Samir Nasri na decisão da FA Community Shield de 2014 diante do Arsenal e mesmo com a sua entrada, nada pôde fazer; derrota ante os Gunners – Arsenal – por 3-0. Dois dias após essa partida, ele assinou uma extensão de contrato com o City por mais 5 temporadas.

Assim como ocorreu na temporada anterior, em 17/08/2014, estreia dos Cityzens nessa edição da Premier League, o camisa 21 marcou o seu primeiro tento nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Newcastle em pleno St James’ Park (estádio do Newcastle).

Em 25/10/2014, em jogo da 9ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o único tento dos Cityzens na derrota por 2-1 ante o West Ham. Quatro dias depois, David Silva jogou os 10 primeiro minutos das oitavas-de-finais da Copa da Liga Inglesa contra o Newcastle e teve de deixar o campo para a entrada de Nasri devido à uma lesão no joelho. Ainda convém lembrar que essa lesão tirou o camisa 21 de ação por 5 semanas. Além disso, o Manchester City foi eliminado da Copa da Liga Inglesa pelo Newcastle; derrota por 2-0 em pleno Etihad Stadium.

Em 20/12/2014, em jogo da 17ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o seu primeiro doblete nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Crystal Palace. Nas duas rodadas seguintes da Premier League, David Silva marcou 2 gols; 1 gol na vitória por 3-1 sobre o West Bromwich e também marcou 1 gol no empate em 2-2 com o Burnley.

Em 21 de fevereiro de 2015, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Inglês, David Silva marcou o seu 2º e último doblete nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Newcastle no Etihad Stadium e além dos 2 gols marcados, deu o passe para o gol de Džeko. No início do mês seguinte – março de 2015 -, David Silva foi premiado como o “Jogador do Mês de fevereiro do Manchester City”.

Em 04/03/2015, em jogo da 28ª rodada da Premier League, o camisa 21 dos Cityzens chegou a marca de 10 tento nesse campeonato pela primeira vez na sua carreira ao marcar o primeiro gol da vitória por 2-0 sobre o Leicester. Com mais uma boa performance, o meia espanhol recebeu elogios de Jamie Redknapp que o descreveu como um “maestro” por suas atuações no City, enquanto o seu companheiro de equipe, Edin Džeko, o chamou de “melhor jogador da Premier League”.

Em 19/04/2015, em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Inglês, em uma disputa de bola, David Silva foi atingido pelo cotovelo de Cheikhou Kouyaté, exigindo 8 minutos de tratamento antes de ser substituído por Samir Nasri. Felizmente, os testes confirmaram que ele não havia fraturado o maxilar.

Em 10/05/2015, em jogo da 36ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o seu último tento nessa temporada na goelada por 6-0 sobre o Queens Park Rangers e além do tento marcado, sofreu um pênalti que foi convertido por Agüero e também contribuiu com assistência para mais 1 gol dele (Kun Agüero) nessa partida.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 42 jogos, fez 12 gols – o que o tornou no 10º maior goleador da Premier League ao lado de Grazziano Pellè do Southampton e de Wayne Rooney do Manchester United – e proveu 14 assistências. Quanto ao Manchester City, foi o vice-campeão da Supercopa da Inglaterra e do Campeonato Inglês, foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões e não teve um bom desempenho na Copa da Inglaterra e na Copa da Liga Inglesa.

  • Números de David Silva na sua 5ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
42 *12 14 9 0 3282

* Gols válidos pela Premier League

2015-16

Na estreia do Manchester City na edição dessa Premier League em 10 de agosto de 2015, David Silva foi um dos destaques da vitória por 3-0 sobre o West Bromwich fora de casa ao marcar o primeiro gol da sua equipe e além do tento, também contribuiu com assistência para o gol do zagueiro Vincent Kompany. Na rodada seguinte, não fez gols, mas compensou com assistências para os gols de Kompany e de Fernandinho no triunfo por 3-0 sobre o Chelsea no Etihad Stadium. Depois disso, contribuiu com uma assistência para o gol de Fernandinho na vitória por 2-0 sobre o Watford na 4ª rodada e com isso, foi nomeado para os prêmios de Jogador do Mês do Manchester City e da Premier League em agosto, vencendo somente o primeiro.

Durante um jogo das Eliminatórias da Eurocopa de 2016 contra a seleção de Luxemburgo, David Silva sofreu uma lesão no tornozelo e isso o afastou dos gramados por 6 semanas e assim sendo, voltou a jogar em 28/11/2015 em confronto válido pela 14ª rodada da Premier League, quando entrou em campo aos 30 minutos do segundo tempo no lugar de Raheem Sterling. No entanto, foi um retorno para se esquecer, pois o City foi derrotado pelo Southampton pelo placar de 3-1.

Em 08/12/2015, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu 2º tento nessa temporada na vitória por 4-2 sobre o Borussia Mönchengladbach da Alemanha. Ao término dessa fase, o Manchester City terminou na liderança de um grupo desse torneio pela primeira vez desde que passou a disputá-la.

Em 16 de janeiro de 2016, em jogo da 22ª rodada da Premier League, “El Mago” – apelido dado pelos torcedores do City – marcou o seu 3º tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Crystal Palace e além do tento marcado, deu o passe para o gol de Fabian Delph.

Em 24/02/2016, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Dínamo de Kiev da Ucrânia, David Silva marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre a equipe ucraniana fora de casa.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 36 partidas, fez 4 gols e proveu 12 assistências; 11 pela Premier League 2015-16 o que o tornou no 5º jogador que mais deu passes para gols ao lado de James Milner do Liverpool e de Riyad Mahrez do Leicester. Quanto ao Manchester City, foi o campeão da Copa da Liga Inglesa, terminou o Campeonato Inglês em 4º lugar, chegou à semifinal da UEFA Champions League e foi eliminado nas oitavas de final da Copa da Inglaterra.

  • Números de David Silva na sua 6ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
36 *4 12 2 0 2793

* 4 gols dos quais 2 foram pela Premier League e os outros 2 pela UEFA Champions League

2016-17

Mesmo tendo sido bem-sucedido sob o comando do Manchester City, Manuel Pellegrini não teve o seu contrato renovado, pois o clube já estava apalavrado com o renomado Pep Guardiola e assim sendo, no primeiro jogo sob o comando do novo técnico em 13 de agosto de 2016, estreia dos Cityzens na Premeir League, David Silva capitaneou o time pela primeira vez desde que chegou ao clube em junho de 2010. Quanto a estreia do City nessa edição da Premier League, vitória por 2-1 sobre o Sunderland no Etihad Stadium.

Em 16/08/2016, o Manchester City enfrentou o Steua Bucareste da Romênia visando uma vaga na fase de grupos da UEFA Champions League 2016-17 e nesse primeiro confronto entre as duas equipes, David Silva marcou o seu 1º tento nessa temporada na goleada por 5-0 do City sobre o time romeno. Posteriormente, com a classificação praticamente garantida, Guardiola optou por descansar seus principais jogadores – dentre eles David Silva – e mesmo jogando com um time recheado de reservas, o City venceu o Steua Bucareste no Etihad Stadium por 1-0 e com isso, se classificou para a fase de grupos dessa edição da Liga dos Campeões.

Em 23/11/2016, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu 2º tento nessa temporada no empate em 1-1 com o Borussia Mönchengladbach na Alemanha.

Em 14/12/2016, em jogo da 16ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o seu 1º tento nessa edição do campeonato no triunfo por 2-0 sobre o Watford.

Em 6 de janeiro de 2017, em confronto válido pela 3ª rodada da Copa da Inglaterra, David Silva marcou o terceiro gol da goleada por 5-0 sobre o West Ham e com isso, os Cityzens seguiram adiante nesse torneio.

Em 11/03/2017, em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Inglaterra, o camisa 21 do City marcou o primeiro gol da vitória por 2-0 sobre o Middlesbrough. Posteriormente, os Cityzens foram eliminados dessa competição na fase seguinte pelo Arsenal na prorrogação.

Em 06/05/2017, em jogo da 36ª rodada da Premier League, “El Mago” marcou o primeiro gol da goleada por 5-0 sobre o Crystal Palace. Na rodada seguinte, em 13/05/2017, ele marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Leicester.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 45 partidas, fez 8 gols e proveu 11 assistências. Além disso, “El Mago” levou o seu primeiro prêmio Etihad de Jogador da Temporada por sua excelente contribuição, conforme votado pelos fãs do clube. Quanto ao Manchester City, terminou o Campeonato Inglês em 3º lugar, chegou até as semifinais da Copa da Inglaterra, foi eliminado nas oitavas de final da UEFA Champions League e não fez uma boa campanha na Copa da Liga Inglesa onde sequer chegou às oitavas-de-finais.

  • Números de David Silva na sua 7ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
45 *8 11 7 0 3646

* 8 gols dos quais 4 foram pela Premier League, 2 pela Copa da Inglaterra, 1 pela fase pré-eliminatória da UEFA Champions League e 1 pela UEFA Champions League

2017-18

David Silva iniciou a temporada 2017-18 onde proveu 8 assistências em 13 rodadas dessa edição da Premier League e com isso, tornou-se no jogador que mais proveu assistências naquele momento e não só do Campeonato Inglês, também era o maior “garçom” das 5 grandes ligas europeias; campeonatos inglês, espanhol, alemão, italiano e francês.

Em 14 de outubro de 2017, em jogo da 8ª rodada da Premier League, o meia espanhol marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 7-2 sobre o Stoke City no Etihad Stadium.

Em 30/11/2017, David Silva assinou um novo contrato com os Cityzens no qual estendeu o seu vínculo com o clube até o ano de 2020. Três dias depois de assinar um novo contrato com o City, o camisa 21 marcou o seu 2º tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o West Ham. Nas duas rodadas seguintes da Premier League, David Silva marcou 3 gols; 1 gol na vitória por 2-1 sobre o Manchester United no Old Trafford e fez 2 gols na goleada por 4-0 sobre o Swansea.

Em 25 de fevereiro de 2018, em partida válida pela final da Copa da Liga Inglesa, o camisa 21 dos Cityzens marcou o terceiro gol da vitória por 3-0 sobre o Arsenal no estádio do Wembley em Londres e com isso, pela 5ª vez na sua história, o Manchester City se sagrava campeão desse torneio. Quatro dias depois (01/03/2018), Arsenal e Manchester City se enfrentaram novamente, mas dessa vez o confronto era válido pela 28ª rodada da Premier League e assim como ocorreu no duelo anterior, o placar se repetiu e o meia espanhol marcou 1 dos 3 gols da vitória do City novamente, a única diferença é que o jogo teve como palco o Emirates Stadium (estádio dos Gunners).

Em 12/03/2018, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Inglês, David Silva marcou os gols da vitória do City por 2-0 sobre o Stoke City.

Em 22/04/2018, em jogo da 35ª rodada da Premier League, “El Mago” marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 5-0 sobre o Swansea no Etihad Stadium.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 40 partidas, fez 10 gols e proveu 14 assistências; 11 destas pela Premier League 2017-18 o que o tornou no 3º jogador que mais proveu assistências ao lado de Raheem Sterling e atrás apenas de mais 2 companheiros de clube, Kevin De Bruyne (16 assistências) e Leroy Sané (15 assistências). Por conta da boa temporada que fez, o camisa 21 dos Cityzens foi indicado para a “Seleção Ideal da Premier League 2017-18”. Quanto ao Manchester City, foi o campeão do Campeonato Inglês e da Copa da Liga Inglesa, chegou até as quartas de final da Liga dos Campeões e foi eliminado nas oitavas de final da Copa da Inglaterra.

  • Números de David Silva na sua 8ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
40 *10 14 6 0 3198

* 10 gols dos quais 9 foram pela Premier League e 1 pela Copa da Liga Inglesa

2018-19

Em 19 de agosto de 2018, em jogo da 2ª rodada da Premier League, David Silva marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 6-1 sobre um clube recém-promovido – subiu para a 1ª divisão – Huddersfield Town.

Em 15/09/2018, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu 50º gol no campeonato no triunfo por 3-0 sobre o Fulham em sua 253ª aparição na competição. Ainda convém lembrar que esta também foi o seu jogo de número 350 com a camisa do Manchester City; muitas marcas numa única partida.

Em 02/10/2018, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, “El Mago” marcou o seu 3º tento nessa temporada na vitória por 2-1 sobre o Hoffenheim na Alemanha.

Em 04/11/2018, em jogo da 11ª rodada da Premier League, David Silva marcou o terceiro gol da goleada por 6-1 sobre o Southampton no Etihad Stadium. Nas duas rodadas seguintes desse campeonato, o meia espanhol marcou 2 gols; 1 gol na vitória por 3-1 no “Derby de Manchester” e na goleada por 4-0 sobre o West Ham.

Em 30/12/2018, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Inglês, o camisa 21 dos Cityzens marcou o primeiro gol da vitória por 3-1 sobre o Southampton em pleno St Mary’s Stadium (estádio do Southampton).

Em 18 de maio de 2019, em confronto válido pela final da Copa da Inglaterra, “El Mago” iniciou entre os titulares e marcou o seu último tento nessa temporada na goleada por 6-0 sobre o Watford e com esse triunfo, pela 6ª vez na sua história, o Manchester City se sagrava campeão desse torneio.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos Cityzens, David Silva disputou 50 partidas, fez 10 gols e proveu 14 assistências. Quanto ao Manchester City, conquistou a inédita “Tríplice Coroa Inglesa” – campeão da Copa da Inglaterra, Copa da Liga Inglesa e do Campeonato Inglês – e além disso, também foi o campeão da Supercopa da Inglaterra de 2018 e chegou até as quartas de final da UEFA Champions League.

  • Números de David Silva na sua 9ª Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
50 *10 14 4 0 3727

* 10 gols dos quais 6 foram pela Premier League, 3 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Inglaterra

2019-20

Em 26 de junho de 2019, antes do início dessa temporada, David Silva anunciou que após o fim da temporada 2019-20 iria deixar o Manchester City.

Em 21/09/2019, em jogo da 6ª rodada da Premier League, o camisa 21 dos Cityzens marcou o seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 8-0 sobre o Watford.

Em 19/10/2019, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Inglês, “El Mago” marcou o seu 2º tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Crystal Palace em pleno Selhurst Park (estádio do Crystal Palace). Na rodada seguinte, o meia espanhol marcou o segundo gol da vitória por 3-0 sobre o Aston Villa no Etihad Stadium.

Até aqui, David Silva disputou 22 jogos, fez 3 gols e proveu 8 assistências.

  • Números de David Silva na sua 10ª e atual Temporada no Manchester City
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
22 *3 8 0 0 **1439

* Gols válidos pela Premier League

** a temporada 2019-20 está em andamento

Títulos que conquistou no Manchester City

  • Premier League 2011-12, 2013-14, 2017-18 e 2018-19
  • Copa da Inglaterra 2010-11 e 2018-19
  • Copa da Liga Inglesa 2013-14, 2015-16, 2017-18 e 2018-19
  • FA Community Shield (Supercopa da Inglaterra) de 2012, 2018 e 2019
  • O vídeo abaixo mostra todos os gols que David Silva marcou pelo Manchester City na Premier League, 57 gols
  • Este vídeo foi publicado no YouTube há cerca de 1 mês por Man City

 

Números de David Silva na Seleção Espanhola

 

Espanha

Seleções de Base

David Silva representou a Espanha pela 1ª vez na Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2003 que realizou-se na Finlândia. O jogador das categorias de base do Valencia marcou 3 tentos nesse Mundial no qual a seleção espanhola chegou na final e perdeu para o Brasil.

Posteriormente, David Silva passou a ser convocado para os jogos da seleção sub-20 e sub-21 e na Copa do Mundo FIFA Sub-20 de 2005, marcou 4 gols e foi o 4º maior goleador dessa competição ao lado de Grazziano Pellè da Itália e atrás apenas de Lionel Messi da Argentina (6 gols), Fernando Llorente (5 gols) que era o seu compatriota e de Oleksandr Aliyev da Ucrânia (5 gols).

Seleção Principal

Após a eliminação ante a seleção francesa nas oitavas-de-finais da Copa do Mundo FIFA de 2006, deu-se início a renovação da seleção espanhola e assim sendo, Luis Aragonés convocou David Silva para um amistoso contra a Romênia em 15 de novembro de 2006 e surpreendentemente, a “joia” das categorias de base do Valencia foi escalado entre os titulares, porém essa foi uma estreia para se esquecer, pois a Espanha perdeu para a Romênia por 1-0.

Posteriormente, as boas atuações de David Silva no Valencia e também em alguns jogos com a camisa da “Fúria” – seleção espanhola – fizeram com que Aragonés desse sequência a ele e em 22 de agosto de 2007, em um amistoso contra a Grécia, ao qual a Espanha venceu por 3-2, David Silva marcou os seus 2 primeiros tentos pela seleção principal.

Euro 2008

Depois de se destacar no Valencia e em alguns jogos com a camisa da seleção espanhola, Aragonés convocou David Silva para a disputa da Eurocopa de 2008, torneio que realizar-se-ia em 2 países, Áustria e Suíça.

Em 10 de junho de 2008, a Espanha estreou com vitória por 4-1 sobre a Rússia na fase de grupos dessa edição da Euro. Convém lembrar que David Silva iniciou essa partida como titular. Na rodada seguinte da fase de grupos, o camisa 21 – David Silva – deu o passe para Fernando Torres marcar o primeiro gol da Espanha no triunfo por 2-1 sobre a Suécia. Com a vaga para a fase de mata-mata praticamente garantida, Luis Aragonés optou por poupar alguns atletas, dentre eles David Silva e assim sendo, o camisa 21 viu do banco a Espanha vencer a Grécia por 2-1 e garantir o 1º lugar do grupo D.

Nas quartas de final, um jogo duro para a Espanha, pois enfrentou a atual campeã mundial – a Itália foi a campeã da Copa do Mundo de 2006 – e após 120 minutos de um empate em 0-0, as duas seleções decidiram a vaga para a fase seguinte nos pênaltis e a “Fúria” levou a melhor e venceu por 4-2 e com isso, seguiu adiante na competição.

Na semifinal, a Espanha enfrentou a Rússia novamente e assim como ocorreu na fase de grupos, os espanhóis venceram os russos, mas dessa vez por 3-0 e o autor do 3º gol da Espanha foi David Silva.

Na final, a Espanha enfrentou a Alemanha e durante o jogo, o camisa 21 da seleção espanhola se envolveu em um incidente com o alemão Lukas Podolski. Depois de puxar Podolski para o chão, o alemão aproximou-se de David Silva, o que resultou em uma troca de ofensas e para a sorte de ambos, o árbitro deixou passar. Logo depois, Luis Aragonés substituiu David Silva por Santi Cazorla, na tentativa de acalmar as tensões. Quanto ao resultado da partida, vitória da “Fúria” por 1-0 sobre a Alemanha e com isso, pela 2ª vez na sua história, a Espanha se sagrava campeão de uma edição da Eurocopa.

David Silva celebrando a conquista do título da Euro 2008
  • Desempenho de David Silva na Euro 2008
Pd Gm A CA CV Mj
 5 1  1  0 0 443

Copa das Confederações FIFA de 2009

Mesmo com a conquista do título da Euro 2008, Luis Aragonés não permaneceu no cargo de treinador da seleção espanhola e com a sua saída quem assume o comando da “Fúria” é Vicente Del Bosque que simplesmente deu seguimento ao esquema implementado por Aragonés, o estilo “tiki-taka”; sistema de jogo no futebol caracterizado por amplo domínio da posse de bola, pelos constantes toques laterais e pelo repúdio pelo “chutão” – rifar a bola – e com a bola trabalhada por várias áreas do campo, sempre visando manter a posse de bola.

Em meia a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, por ser a atual campeã da Eurocopa, a Espanha teve de disputar a Copa das Confederações FIFA de 2009 na África do Sul e diferentemente do que vinha acontecendo antes com Aragonés onde era escalado entre os titulares com certa frequência, a troca de treinadores fez com que David Silva passasse a frequentar o banco e assim sendo, na estreia da Espanha nessa edição de Copa das Confederações em 14 de junho de 2009, o camisa 21 saiu do banco aos 24 minutos da segunda etapa para entrar no lugar de Fernando Torres. Quanto ao resultado da partida, goleada por 5-0 sobre a Nova Zelândia.

Na segunda rodada da fase de grupos da Copa das Confederações, David Silva ficou no banco até os 22 minutos do segundo tempo, quando entrou no lugar de Santi Cazorla de um jogo no qual a seleção espanhola venceu o Iraque por 1-0. Por fim, o camisa 21 viu do banco a Espanha vencer a seleção anfitriã – África do Sul – por 2-0 e se classificar para a fase de mata-mata desse torneio em 1º lugar no grupo A.

Na semifinal, a Espanha enfrentou os Estados Unidos e do banco, o camisa 21 viu os seus compatriotas saírem de campo com uma derrota por 2-0 e com isso, a seleção espanhola teve de se contentar com a disputa do 3º lugar.

Em 28/06/2009, a África do Sul e a Espanha disputaram o 3º lugar da Copa das Confederações FIFA de 2009. Depois de um primeiro tempo sem gols, Del Bosque fez duas alterações logo aos 12 minutos do segundo tempo e em uma dessas trocas, David Villa deu lugar a David Silva e com um empate em 2-2 no tempo regulamentar, as duas seleções tiveram de jogar a prorrogação onde a Espanha venceu a partida por 3-2 com um gol de Xabi Alonso.

  • Desempenho de David Silva na Copa das Confederações FIFA de 2009
Pd Gm A CA CV Mj
 3 0  0  0 0 107

Copa do Mundo FIFA de 2010

Em 05/09/2009, em partida válida pela 7ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, David Silva marcou o seu segundo doblete com a camisa da seleção espanhola na goleada por 5-0 sobre a Bélgica.

Na última rodada das Eliminatórias em 14/10/2009, o camisa 21 voltou a ser destaque ao marcar o segundo tento da Espanha na goleada por 5-2 sobre a Bósnia e Herzegovina e além do tento marcado, proveu assistência para 1 dos 2 gols de Álvaro Negredo.

Ao término das Eliminatórias, a Espanha foi a 1ª colocada do grupo 5 com uma campanha impecável onde somou 30 pontos em 10 rodadas; venceu todas as partidas. Como resultado, se classificou diretamente para a Copa do Mundo FIFA de 2010 que realizar-se-ia na África do Sul.

Em 16 de junho de 2010, a “Fúria” estreou na fase de grupos da Copa do Mundo e David Silva foi o titular, porém a Suíça surpreendeu e venceu a seleção espanhola por 1-0 e o camisa 21 ficou em campo até os 17 minutos da segunda etapa, quando Del Bosque colocou o centroavante Fernando Torres no seu lugar. Na partida seguinte, Del Bosque fez algumas modificações na escalação da Espanha e com isso, David Silva foi parar no banco, mas em compensação, a vitória veio; triunfo por 2-0 sobre Honduras. Por fim, o camisa 21 viu do banco a Espanha vencer o Chile na última rodada da fase de grupos pelo placar de 2-1 e com isso, mesmo com a derrota na estreia, terminou em 1º lugar no grupo H e se classificou para a fase de mata-mata dessa edição da Copa do Mundo.

Nas oitavas de final, a Espanha enfrentou Portugal e venceu por 1-0. Na fase seguinte, nova vitória por 1-0, dessa vez sobre o Paraguai.

Na semifinal, a Espanha enfrentou a Alemanha e assim como nos 2 jogos anteriores, venceu por 1-0. Vale ressaltar que depois de ficar no banco por 4 partidas, David Silva jogou os últimos 4 minutos desse jogo.

Na final, a Espanha jogou contra os Países Baixos – Holanda – e após um empate em 0-0 no tempo regulamentar, contou com um gol de Andrés Iniesta nos últimos minutos do segundo tempo da prorrogação e com isso, pela 1ª vez na sua história, a Espanha era a campeã da Copa do Mundo.

  • Desempenho de David Silva na Copa do Mundo FIFA de 2010
Pd Gm A CA CV Mj
 2 0  0  0 66

Euro 2012

Logo após a conquista do inédito título da Copa do Mundo, a Espanha jogou contra o México em 11/08/2010 e no último minuto de jogo, David Silva evitou a derrota da seleção espanhola, em outras palavras, Espanha e México ficaram no empate em 1-1.

Na estreia da Espanha nas Eliminatórias da Euro 2012 em 03/09/2010, o camisa 21 da “Fúria” marcou um dos gols da goleada por 4-0 sobre Liechtenstein. No mês seguinte, em mais uma partida válida pelas Eliminatórias da Euro 2012, marcou de cabeça o terceiro gol da vitória por 3-1 sobre a Lituânia.

Em um amistoso contra a Colômbia em 9 de fevereiro de 2011, David Silva entrou em campo aos 31 minutos do segundo tempo no lugar de Xabi Alonso e 10 minutos depois, marcou o único gol da vitória da Espanha.

Em 11/10/2011, em partida válida pela última rodada do grupo I das Eliminatórias da Eurocopa de 2012, pela 3ª vez na sua carreira, David Silva marcou um doblete com a camisa da seleção espanhola no triunfo por 3-1 sobre a Escócia e além dos 2 gols marcados, também contribuiu com assistência para o gol de David Villa.

Ao término das Eliminatórias, mais uma campanha impecável da Espanha que somou 24 pontos em 8 jogos; 8 vitórias, sem empates e sem derrotas.

Antes do início da Eurocopa de 2012 que realizar-se-ia na Polônia e na Ucrânia, a Espanha jogou 6 amistosos e em 3 destes, David Silva comprovou a boa fase e marcou 3 gols.

Em 10 de junho de 2012, a Espanha fez a sua estreia nessa edição da Eurocopa com um empate em 1-1 com a Itália. Vale destacar que o camisa 21 foi o autor do passe para o gol de Cesc Fàbregas, gol que evitou a derrota da seleção espanhola na estreia. Diferentemente da Copa do Mundo FIFA de 2010, dessa vez Del Bosque bancou David Silva entre os titulares na rodada seguinte, ele não decepcionou e além de marcar o segundo gol da goleada por 4-0 sobre a Irlanda, proveu assistências para os outros 3 gols da Espanha; 2 gols de Fernando Torres e 1 gol de Cesc Fàbregas. Por fim, a Espanha encerrou a fase de grupos da Euro 2012 com uma vitória por 1-0 sobre a Croácia e com isso, terminou em 1º lugar no grupo C e se classificou para a fase de mata-mata desse torneio.

Nas quartas-de-finais, a Espanha enfrentou a França e venceu por 2-0. Na semifinal, a seleção espanhola teve um jogo mais duro, onde empatou em 0-0 com Portugal após 120 minutos de partida e com isso, as duas seleções tiveram de decidir a vaga para a final nos pênaltis e a “Fúria” levou a melhor e venceu por 4-2.

Na final, a Espanha reencontrou a Itália e logo aos 14 minutos da primeira etapa, com um cruzamento de Cesc Fàbregas, David Silva marcou de cabeça o primeiro gol da vitória por 4-0 sobre a seleção italiana e com isso, pela 2ª vez consecutiva e pela 3ª vez na sua história, a Espanha se sagrava campeã da Eurocopa.

David Silva segurando o troféu da Euro 2012

Posteriormente, David Silva foi incluído na “Seleção da Euro 2012” pelas suas boas performances no torneio.

  • Desempenho de David Silva na Euro 2012
Pd Gm A CA CV Mj
 6 2  4  0 0 412

Copa das Confederações FIFA de 2013

Em meio a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014, por ser a atual campeã da Eurocopa e também da Copa do Mundo, a Espanha tinha de disputar a Copa das Confederações que realizar-se-ia no Brasil e por ter a confiança de Del Bosque, foi novamente convocado para a disputa de mais uma competição.

Em 17 de junho de 2013, a Espanha estreou na fase de grupos dessa edição da Copa das Confederações diante do Uruguai e David Silva viu do banco a seleção espanhola vencer essa partida por 2-1. Na rodada seguinte, o camisa 21 foi escalado entre os titulares diante do Taiti e marcou 2 gols no “massacre” espanhol por 10-0 sobre a seleção taitiana e além dos gols, também proveu assistência para 1 dos 3 gols de David Villa. Por fim, no último jogo da fase de grupos dessa edição da Copa das Confederações, David Silva entrou em campo aos 9 minutos da segunda etapa no lugar de Cesc Fàbregas e a seleção espanhola encerrou essa fase com uma vitória por 3-0 sobre a Nigéria e com isso, se classificou para a fase de mata-mata desse torneio.

Na semifinal, a Espanha enfrentou a Itália e após 120 minutos de um empate em 0-0, as duas seleções definiram o finalista nos pênaltis e a seleção espanhola levou a melhor novamente e venceu essa disputa por 7-6. Ainda convém lembrar que David Silva iniciou essa partida entre os titulares, mas foi substituído pouco depois do início do segundo tempo.

Na final, Del Bosque optou por modificar a escalação da seleção espanhola diante do Brasil, e com isso, o camisa 21 viu do banco a Espanha perder para a seleção anfitriã pelo placar de 3-0.

  • Desempenho de David Silva na Copa das Confederações FIFA de 2013
Pd Gm A CA CV Mj
 3 2  1  0 0 179

Copa do Mundo FIFA de 2014

Diferentemente das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010 e das Eliminatórias da Euro 2012, dessa vez a Espanha não terminou as Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014 com uma campanha impecável, onde venceu todos os jogos que disputou e além disso, David Silva havia marcado gols nas duas eliminatórias citadas acima, no entanto, não fez gols nessas Eliminatórias.

Ao término dessa edição das Eliminatórias, a Espanha somou 20 pontos em 8 partidas – 6 vitórias e 2 empates -, mas mesmo assim conseguiu terminar em 1º lugar no grupo I e com isso, se classificou para a fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2014 que realizar-se-ia no Brasil.

Em 13 de junho de 2014, a seleção espanhola fez a sua estreia nessa edição da fase de grupos da Copa do Mundo e como já era costume, David Silva iniciou essa partida entre os titulares, porém essa foi uma estreia para se esquecer, pois os espanhóis perderam para os Países Baixos por 5-1. Na rodada seguinte, o camisa 21 iniciou entre os titulares novamente e a Espanha perdeu para o Chile por 2-0. Por fim, a Espanha jogou contra a Austrália na última rodada e diferentemente dos 2 jogos anteriores, o camisa 21 não iniciou entre os titulares e assim sendo, só entrou em campo aos 39 minutos da segunda etapa no lugar de Xabi Alonso. Quanto ao resultado da partida, vitória por 3-0 sobre a seleção australiana.

Apesar de ter obtido a vitória sobre a seleção australiana na última rodada, a Espanha só jogou a 3ª rodada para cumprir tabela e com isso, o sonho da conquista do bicampeonato teve de ser adiado para 2018.

  • Desempenho de David Silva na Copa do Mundo FIFA de 2014
Pd Gm A CA CV Mj
 3 0  0  0 0 174

Euro 2016

Depois de balançar a rede por duas vezes na goleada por 10-0 sobre o Taiti na Copa das Confederações FIFA de 2013, David Silva voltou a marcar 1 tento em 8 de setembro de 2014, na estreia da Espanha nas Eliminatórias da Euro 2016, ao qual o camisa 21 marcou iniciou entre os titulares e fez o 4º gol da goleada por 5-1 sobre a Macedônia e também proveu assistência para o gol de Pedro e sofreu o pênalti que foi convertido por Sergio Ramos.

Em 12/10/2014, em jogo da 3ª rodada das Eliminatórias, David Silva fez o 1º gol da goleada por 4-0 sobre Luxemburgo e além do tento marcado, deu o passe para o gol de Paco Alcácer.

Em 14 de junho de 2015, em partida válida pela 6ª rodada do grupo C das Eliminatórias, o camisa 21 da “Fúria” marcou o único gol da vitória sobre Belarus.

Ao término das Eliminatórias da Eurocopa de 2016, a Espanha somou 27 pontos em 10 rodadas – 9 vitórias e uma derrota – e novamente, terminou em 1º lugar no grupo C e assim sendo, se classificou para a fase de grupos da Euro 2016 que realizar-se-ia na França.

Em 13 de junho de 2016, a Espanha estreou nessa edição da Eurocopa com uma vitória por 1-0 sobre a República Checa e assim como vinha ocorrendo nas Eliminatórias, David Silva foi escalado entre os titulares. Na rodada seguinte, com o camisa 21 iniciando entre os titulares mais uma vez, triunfo por 3-0 sobre a Turquia. No entanto, na última rodada da fase de grupos, derrota por 2-1 ante a Croácia e devido à isso, a Espanha terminou em 2º lugar no grupo D da Euro 2016 e se classificou para a fase de mata-mata dessa competição.

Nas oitavas de final, a Espanha enfrentou a Itália e perdeu por 2-0 e assim sendo, a “Fúria” deu adeus ao sonho de conquistar o título da Eurocopa pela 3ª vez seguida e 3 dias após este revés, Vicente Del Bosque anunciou a sua aposentadoria do futebol.

  • Desempenho de David Silva na Euro 2016
Pd Gm A CA CV Mj
 4 0  0  1 0 334

Copa do Mundo FIFA de 2018

Com o anúncio da aposentadoria de Vicente Del Bosque, a Federação Real Espanhola de Futebol agiu rápido e definiu que o novo treinador da “Fúria” seria Julen Lopetegui e na estreia do novo técnico em 01/09/2016 em um amistoso contra a Bélgica, David Silva marcou os gols da vitória por 2-0 sobre os belgas.

Em 05/09/2016, na estreia da Espanha nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, o camisa 21 marcou um doblete na goleada por 8-0 sobre Liechtenstein e além dos 2 tentos marcados, deu o passe para o gol de Vitolo.

Em 24 de março de 2017, em jogo da 5ª rodada das Eliminatórias, David Silva marcou o primeiro gol da goleada por 4-1 sobre Israel. Posteriormente, o camisa 21 da seleção espanhola chegou a marca de 6 gols em 8 partidas sendo que em 11/11/2017, em um amistoso contra a Costa Rica, marcou um doblete na goleada por 5-0 sobre os costarriquenhos e além disso, também contribuiu com assistência para o gol de Jordi Alba. Ainda convém lembrar que a Espanha fez mais uma boa campanha nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 ao somar 28 pontos – 9 vitórias e 1 empate – em 10 rodadas e com isso, se classificou novamente para mais uma edição de Copa do Mundo.

Antes da estreia da Espanha na Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia, um imbróglio entre Lopetegui e a Federação Real Espanhola mediante ao interesse do Real Madrid em contratá-lo e no fim das contas, Lopetegui deixou o comando da seleção espanhola e com isso, Fernando Hierro assumiu o time e na estreia em 15 de junho, com David Silva como titular, Espanha e Portugal protagonizaram um jogo eletrizante no qual as duas seleções empataram em 3-3. Na rodada seguinte, vitória por 1-0 sobre o Irã e por fim, empate em 2-2 com o Marrocos na última rodada da fase de grupos dessa edição da Copa do Mundo, mas vale ressaltar que Portugal também não venceu o Irã na última rodada e com isso, a Espanha terminou em 1º lugar no grupo B.

Nas oitavas de final, a Espanha enfrentou a seleção anfitriã – a Rússia – e com o empate em 1-1 no tempo regulamentar, jogaram a prorrogação e com a persistência do empate, as duas seleções decidiram a vaga para a fase seguinte nos pênaltis onde os russos levaram a melhor e venceram por 4-3 e com isso, a seleção espanhola teve de adiar o sonho do bicampeonato para 2022. Ainda convém lembrar que David Silva foi substituído aos 22 minutos do segundo tempo por Andrés Iniesta e coincidentemente, esse foi o último jogo de ambos com a camisa da “Fúria”.

  • Desempenho de David Silva na Copa do Mundo FIFA de 2018
Pd Gm A CA CV Mj
 4 0  0  0 0 327
Aposentadoria da seleção espanhola

Em 13/08/2018, David Silva anunciou no seu perfil do twitter que havia tomado uma decisão e anunciou a sua aposentadoria da seleção espanhola com a seguinte declaração: “Não é fácil, depois de tudo que vivi, sentar e escrever estas linhas. Foram dias e semanas de análises e reflexões para tomar a decisão de terminar minha etapa na seleção espanhola de futebol. Sem dúvida, é uma das decisões mais difíceis de minha carreira que comunico com agradecimento e humildade”, escreveu Silva no começo da carta. “Vou feliz por tudo que conquistei. Vivi e sonhei com uma equipe que será lembrada para sempre e ponho fim a uma etapa carregada de emoção por todos os momentos que me vêm à memória, como a figura de Luis Aragonés, um professor de quem nunca esqueceremos”.

Ainda convém lembrar que David Silva foi o 4º maior artilheiro da história da “Fúria” com 35 gols, ficando atrás apenas de David Villa (59 gols), Raúl González (44 gols) e de Fernando Torres (38 gols) respectivamente e também foi o 6º jogador com mais partidas pela seleção espanhola, ficando atrás apenas de Sergio Ramos (170 jogos), Iker Casillas (167 jogos), Xavi Hernández (133 jogos), Andrés Iniesta (131 jogos) e de Andoni Zubizarreta (126 jogos).

  • O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores momentos de David Silva com a camisa da “Fúria”
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 8 de setembro de 2016 por Fitness Guide

TOTAL

Pd Gm A CA CV Mj
123 35 32 10 0 7872
Prêmios individuais
  • Bola de bronze da Copa do Mundo Sub-17: 2003
  • Troféu Pedro Zaballa: 2005
  • Jogador do mês do Manchester City: outubro, novembro, dezembro de 2010; setembro de 2011, março, dezembro de 2014; fevereiro, agosto de 2015; janeiro de 2017
  • Jogador do Mês da Premier League: setembro 2011
  • Líder em assistências da Premier League 2011-12 (17 assistências)
  • Melhor jogador do Manchester City no ano: 2011–12, 2016–17
  • Equipe do Ano PFA da Premier League: 2011–12, 2017–18
  • Melhor equipe da Eurocopa: 2012
  • Medalla de Oro de Canarias: 2010
  • Real Ordem de Mérito Esportivo: 2011
  • 44º melhor jogador do ano de 2016 (The Guardian)
  • 51º melhor jogador do ano de 2016 (Marca)

Considerações Finais

Com base em todos os números apresentados aqui pode-se concluir que apesar de David Silva usar sempre a camisa de número 21, ele é um autêntico camisa 10, pois sua visão, precisão de passe, capacidade de ler o jogo, escolher um passe e controlar o andamento do jogo de sua equipe, fizeram com que ele se tornasse um dos melhores jogadores do mundo em sua posição, bem como um dos melhores meias da história da Premier League, e não foi por acaso que ganhou o apelido de “El Mago”. Um jogador que é ótimo na criação de jogadas e assim sendo, é um meio-campista central, mas também é capaz de jogar como falso 9 e também já jogou como ponta e é devido à isso que além de municiar seus companheiros de equipe, também faz gols.

E para vocês? David Silva foi ou ainda é um dos melhores meias da atualidade?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
 

Deixe uma resposta