Quando cita-se um dos melhores laterais direitos brasileiros do futebol, o nome de Daniel Alves que atualmente joga pelo Paris Saint-Germain da França e que também atua pela Seleção Brasileira deve ser levado em conta.

Daniel Samuel Alves da Silva nasceu em 06/05/1983 em Juazeiro, no estado da Bahia. Antes de jogar na Europa e do sucesso na seleção brasileira, Dani Alves se destacou no Esporte Clube Bahia. Porém, o que mais se sabe sobre a carreira dele? Quantos títulos conquistou ao longo de sua carreira? Por quais clubes ele jogou?

Juvenil

Antes de dar os seus primeiros passos no futebol, aos 4 anos de idade, Daniel Alves se levantava com o seu pai às 4 horas da manhã para estar às 5 no campo de Salitre que é uma cidade que se situa à 30 km de Juazeiro. Lá, ele ajudava o pai todos os dias trabalhando incansavelmente no campo. Como senão bastasse, havia um outro problema: o clima.

Para se ter uma ideia, o clima desta região é dividido em 6 meses de chuva e 6 meses de seca. Com tais complicações, a agricultura era muito difícil, um ano dava dinheiro e no outro não, e assim por diante.

Daniel Alves ajudava e fazia o que podia para sobreviver, mas mesmo com todas estas adversidades, ele nunca deixava a sua paixão de lado: jogar futebol com seus amigos nos campos de terra do sertão da região nordeste do Brasil. Além disso, o pai de Dani Alves também era apaixonado por futebol e não foi por acaso que ele montou o seu próprio time de futebol; o Palmeiras de Salitre. Dani, com apenas 10 anos de idade costumava atuar como um ponta e sempre estava acompanhado por jogadores mais velhos do que ele. Com o passar do tempo, Daniel Alves foi recuando de posição no campo até situar-se como lateral direito.

Aos 13 anos de idade, Daniel passou a atuar pelo Juazeiro Social Clube. Ele treinava dia e noite nas categorias juvenis da equipe e por este motivo, constantemente faltava as aulas. Lá, Dani Alves conheceu José Carlos Queiroz, técnico do Juazeiro, o qual à convite do amigo Cláudio Carneiro, que assumiu o Juazeiro de 1998 até 2000, foi quem levou Daniel para o Esporte Clube Bahia – clube que é popularmente conhecido como Bahia -, ainda com 15 anos de idade.

 

A Carreira e os Números de Daniel Alves nos clubes em que jogou

 

Bahia

Categorias de Base

Requerido para treinar a equipe de juniores do Bahia, o técnico José Carlos Queiroz levou o Lucas – um zagueiro da equipe de Juazeiro – e ele não foi o único, o técnico também levou o Daniel e assim sendo, aos 15 anos de idade, Daniel Alves passou a morar em Salvador – capital do estado da Bahia – e apesar das dificuldades que passou, nada o impediu de ir em busca do seu maior sonho, que era de se tornar um jogador de futebol.

A desejada chegada a equipe principal do Bahia caiu do céu quando Daniel estava se preparando para uma viagem com a equipe B do clube para a disputa da Copa Nordeste em Recife (estado do Pernambuco). O responsável por dar a notícia foi o coordenador da equipe que lhe disse para se apresentar à Evaristo de Macedo – ex jogador do Barcelona e do Real Madrid – para fazer parte da primeira equipe. Apesar de não acreditar nisso no início, chegando a pensar que isso fosse uma piada, “a ficha só foi cair” quando um dos emissários do clube confirmou esta notícia.

2001

Após alguns anos nas categorias de base do Bahia, com as contusões do lateral direito Denílson que era o titular da equipe e de Mantena que era o seu reserva imediato, Daniel Alves teve a sua primeira chance entre os titulares do profissional do clube na reta final do Brasileirão – Campeonato Brasileiro – de 2001 e assim sendo, em 11/11/2001, em jogo da 23ª rodada do campeonato, ele fez a sua estreia no time profissional do Bahia e logo no primeiro jogo da sua carreira, não decepcionou e além de sofrer um pênalti que foi convertido por Robson, também proveu uma assistência para outro gol de Robson que marcou os gols da vitória do Bahia por 3-0 sobre o Paraná.

Depois de se destacar no triunfo diante do Paraná Clube e arrancar um “ah, ah, ah, Daniel é titular” da torcida do tricolor baiano, Evaristo de Macedo atendeu ao pedido dos torcedores e escalou o Daniel Alves como o titular da equipe nos jogos seguintes e naquela época, o time que após 27 rodadas terminasse entre os 8 primeiros colocados, se classificava para a fase de mata-mata do campeonato e com a soma de 45 pontos – 13 vitórias e 6 empates -, o Bahia terminou em 8º lugar e se classificou para as quartas-de-finais do Brasileirão 2001.

Em 05/12/2001, o Bahia jogou contra o São Caetano no Anacleto Campanella – estádio do São Caetano – e após um empate em 0-0 no tempo regulamentar e a expulsão de Daniel Alves no início da prorrogação, o resultado permaneceu o mesmo e por ter feito a melhor campanha na fase de pontos corridos, o São Caetano se classificou para a fase seguinte do Campeonato Brasileiro.

  • Números de Daniel Alves na sua 1ª Temporada no Bahia
Pd Gm A CA CV Mj no ano de 2001
 6  1  0 1 455

Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2002

Com a saída de Evaristo de Macedo do comando do Bahia logo no início do ano, quem assume o comando do tricolor baiano é Raimundo Nonato Tavares da Silva que é popularmente conhecido como Bobô, mas vale ressaltar que mesmo com a troca de treinadores, Daniel Alves seguiu como titular absoluto da lateral direita do Bahia.

Daniel Alves jogando uma partida válida pelo Brasileirão contra o Santos

Depois de acompanhar a conquista dos títulos do campeonato baiano de 2001 e da Copa do Nordeste no mesmo ano, desta vez atuando como titular, Daniel Alves foi uma das peças fundamentais na conquista do título do Nordestão 2002 – Copa do Nordeste – em cima do rival Vitória e além disso, com um maior número de jogos nesse ano, Daniel Alves marcou os seus primeiros gols como profissional.

Quanto a campanha do Bahia no Brasileirão 2002, o “esquadrão de aço” somou apenas 30 pontos – 8 vitórias, 6 empates e 11 derrotas – em 25 rodadas do campeonato nacional, mas mesmo não obtendo a vaga para a fase de mata-mata do Brasileirão 2002, o tricolor baiano conseguiu se manter na primeira divisão do futebol brasileiro por ter terminado o campeonato em 19º lugar; neste ano o campeonato contava com 26 clubes e os 4 últimos colocados foram rebaixados para a série b do Campeonato Brasileiro.

  • Números de Daniel Alves na sua 2ª e última Temporada no Bahia
Pd Gm A CA CV Mj no ano de 2002
 52 *5  ?  ? ? ?

* 5 gols dos quais 2 foram pelo Brasileirão, 2 pela Copa do Brasil e 1 pela Copa do Nordeste

Títulos que conquistou no Bahia

  • Campeonato Baiano de 2001
  • Copa do Nordeste 2001 e 2002
  • O vídeo abaixo mostra uma entrevista do ex-treinador Bobô relembrando a passagem de Daniel Alves pelo Bahia
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 11 de maio de 2017 por Mussucity News

 

Sevilla

2002-03

Daniel Alves sendo apresentado como o mais novo reforço do Sevilla

No início do segundo semestre de 2002, Daniel Alves foi contratado pelo Sevilla da Espanha, inicialmente por empréstimo de uma temporada, mas mesmo sendo jogador do Sevilla, Daniel disputou o restante do Campeonato Brasileiro pelo Bahia, mas logo no início do ano de 2003, se apresentou ao seu novo clube e assim sendo, fez a sua estreia pelo seu novo clube em uma partida da Copa do Rei.

Em 23 de fevereiro de 2003, em jogo da 23ª rodada da La Liga (Campeonato Espanhol), Daniel Alves fez jogou a sua primeira partida neste campeonato ao substituir o meia Paco Gallardo aos 32 minutos do segundo tempo. Quanto ao jogo, o Sevilla venceu o Espanyol por 1-0.

Em 03/05/2003, em partida válida pela 32ª rodada da La Liga, o técnico Joaquín Caparrós escalou o lateral direito brasileiro como titular pela primeira vez desde a sua chegada ao clube, porém o Sevilla foi derrotado pela Real Sociedade no Anoeta – estádio da Real Sociedad – por 1-0.

Ao término desta temporada, Daniel havia atuado em 11 jogos sendo que só 10 desses jogos foram válidos pela La Liga e 1 pela Copa do Rei e com as suas boas atuações durante o empréstimo, agradou aos torcedores e aos dirigentes do clube espanhol e assim sendo, em 1 de janeiro de 2003, o Sevilla ativou a cláusula de compra do lateral direito brasileiro e desembolsou 550 mil euros (o equivalente a 2,4 milhões de reais) para tê-lo no seu elenco em definitivo. Quanto a campanha do Sevilla nos campeonatos que disputou: chegou até as quartas-de-finais da Copa do Rei e terminou o Campeonato Espanhol em 10º lugar.

  • Números de Daniel Alves na sua 1ª Temporada no Sevilla
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2002-03
 11  0  0 274

 

2003-04

Na estreia do Sevilla na La Liga 2003-04, Joaquín Caparrós escalou Daniel Alves entre os titulares e com um gol de Júlio Baptista, os “Rojiblancos” – Sevilla – venceram o Atlético de Madrid.

Em 09 de novembro de 2003, em jogo da 11ª rodada da La Liga, Daniel marcou o seu primeiro gol com a camisa do Sevilla na goleada por 4-1 sobre o Real Madrid no Ramón Sánchez Pizjuán (estádio dos Rojiblancos). Após o triunfo sobre os “Blancos” – Real Madrid -, o lateral foi convocado para a disputa da Copa do Mundo Sub-20 com a Seleção Brasileira e com a conquista do título. Além disso, Dani Alves foi um dos destaques na conquista deste título e também foi eleito o terceiro melhor jogador do torneio.

Em 8 de janeiro de 2004, no primeiro confronto contra o Villareal válido pelas oitavas-de-finais da Copa do Rei, o Sevilla superou o adversário fora de casa e venceu por 3-1. Ainda convém lembrar que um dos 3 gols dos “Rojiblancos” nesta partida foi marcado pelo lateral direito brasileiro.

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa do Sevilla, Daniel se tornou titular absoluto e assim sendo, disputou 36 partidas, fez 2 gols e proveu 5 assistências. Quanto ao Sevilla, terminou o Campeonato Espanhol em 6º lugar e chegou até as semifinais da Copa do Rei.

  • Números de Daniel Alves na sua 2ª Temporada no Sevilla
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2003-04
 36 *2  5  17 3020

* 2 gols dos quais 1 foi pela La Liga e o outro pela Copa do Rei

2004-05

Assim como ocorreu na temporada anterior, na estreia do Sevilla na La Liga 2004-05 em 29 de agosto de 2004, Caparrós escalou Daniel Alves entre os titulares diante do Albacete em uma partida na qual os “Rojiblancos” venceram por 1-0.

Em 19/12/2004, em jogo da 16ª rodada da La Liga, Daniel marcou o seu primeiro tento nesta temporada no triunfo por 2-1 sobre o Real Bétis.

Em 10 de maio de 2005, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol, o lateral direito brasileiro estava no banco de reservas até os 34 minutos do segundo tempo e no último minuto de jogo, marcou o gol que definiu o resultado desta partida; vitória por 3-1 sobre o Espanyol.

Em suma, na sua 3ª temporada como jogador do Sevilla, Daniel Alves disputou 48 partidas, fez 2 gols e proveu uma assistência. Quanto aos “Rojiblancos”, terminaram o Campeonato Espanhol em 6º lugar novamente, chegou até as oitavas-de-finais da Copa da UEFA e chegou até as quartas-de-finais da Copa do Rei.

  • Números de Daniel Alves na sua 3ª Temporada no Sevilla
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2004-05
 48 *2  1  11 1 3606

* Gols válidos pela La Liga

2005-06

Com a saída de Joaquín Caparrós do comando do Sevilla, quem assume o cargo de treinador da equipe é Juande Ramos e sob o comando do novo treinador na estreia da La Liga em 28 de agosto de 2005, Daniel Alves jogou os 90 minutos da vitória por 1-0 sobre o Racing Santander.

Em 16/10/2005, em jogo da 7ª rodada da La Liga, o lateral direito brasileiro foi o autor do único gol da vitória sobre o Athletic Bilbao.

Em 27/11/2005, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol, Daniel Alves marcou o seu segundo tento nesta temporada no triunfo por 2-0 sobre o Real Zaragoza.

Em 13 de maio de 2006, em jogo adiado da 34ª rodada da La Liga, Daniel marcou o seu terceiro e último tento nesta temporada na vitória por 3-2 sobre o Barcelona no Ramón Sánchez Pizjuán.

Além de ter marcado 3 gols nesta temporada, Daniel Alves também foi uma peça importante na conquista do título da Copa da UEFA e por falar em título, o Sevilla fez a seguinte trajetória rumo ao título deste torneio> eliminou o Mainz 05 da Alemanha na fase pré-eliminatória com um placar agregado de 2-0 e com isso, o Sevilla obteve a vaga para a fase de grupos da Copa da UEFA.

Na fase de grupos, os “Rojiblancos” somaram 7 pontos e com isso, terminaram em 1º lugar no grupo H que contava com o Bolton Wanderers da Inglaterra, Vitória de Guimarães de Portugal, Besiktas da Turquia e com o Zenit São Petersburgo da Rússia.

Na fase de 16 avos, a primeira fase do mata-mata, com um placar agregado de 3-0 – vitória por 1-0 fora de casa e uma vitória por 2-0 na Espanha -, o Sevilla eliminou o Lokomotiv de Moscou da Rússia.

Nas oitavas-de-finais, com um placar agregado de 2-1 – derrota por 1-0 fora de casa e vitória por 2-0 jogando em casa -, os “Rojiblancos” eliminaram o Lille da França.

Nas quartas-de-finais, o Sevilla reencontrou o Zenit da Rússia e com um placar agregado de 5-2 – empate em 1-1 fora de casa e vitória por 4-1 jogando em casa -, a equipe espanhola levou a melhor e avançou para a fase seguinte.

Nas semifinais, o Sevilla enfrentou o Schalke 04 da Alemanha e após um empate em 0-0 em solo alemão, o time espanhol venceu por 1-0 na prorrogação e como resultado, os “Rojiblancos” se classificaram para a final da Copa da UEFA 2005-06.

A final, em partida única, foi disputada no Phillips Stadion em Roterdã, na Holanda e o Sevilla atropelou o Middlesbrough da Inglaterra – vitória por 4-0 – e assim sendo, pela primeira vez na história do clube, os “Rojiblancos” se sagraram campeões da Copa da UEFA.

Em suma, na sua 4ª temporada com a camisa do Sevilla, Dani Alves disputou 50 jogos, fez 3 gols e proveu 15 assistências e além disso, foi incluído na seleção da La Liga 2005-06. Quanto aos “Rojiblancos”, além da conquista do título da Copa da UEFA 2005-06, o clube terminou o Campeonato Espanhol em 5º lugar e chegou até as oitavas-de-finais da Copa do Rei.

  • Números de Daniel Alves na sua 4ª Temporada no Sevilla
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2005-06
 50 *3  15  22 1 4430

* Gols válidos pela La Liga

2006-07

Logo no primeiro jogo da temporada 2006-07 em 25 de agosto de 2006, o Sevilla jogava contra o Barcelona uma partida que valia o título da Supercopa da UEFA – campeão da Liga dos Campeões contra o campeão da Copa da UEFA – e os “Rojiblancos” surpreenderam e venceram o Barcelona por 3-0 e com este resultado, o Sevilla se sagrava campeão da Supercopa da UEFA de 2006.

Em 29/11/2006, em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa da UEFA 2006-07, pela primeira vez na sua carreira, Daniel Alves marcou um doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols num mesmo jogo – na goleada por 4-0 sobre o Grasshopper da Suíça em pleno Hardturm (estádio da equipe suíça).

Daniel Alves celebrando um dos seus gols e logo atrás, Luís Fabiano

Em dezembro do mesmo ano (2006), Dani Alves assinou um novo contrato com o Sevilla no qual ele estendia o seu vínculo com o clube por mais algumas temporadas.

Em 20/12/2006, em jogo da 16ª rodada da La Liga, o lateral direito brasileiro marcou o seu terceiro tento nesta temporada na goleada por 4-0 sobre o Deportivo La Coruña.

Em 18 de fevereiro de 2007, em jogo da 23ª rodada do Campeonato Espanhol, Daniel Alves marcou o segundo tento dos “Rojiblancos” no triunfo por 3-1 sobre o Atlético de Madrid.

Em 03/03/2007, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol, o lateral direito brasileiro marcou o seu último tento nesta temporada na vitória por 2-1 sobre o Barcelona e além do gol marcado, deu o passe para Aleksandr Kerzhakov marcar o gol dele no jogo.

Ainda convém lembrar que assim como ocorreu na temporada anterior, o Sevilla foi o campeão da Copa da UEFA 2006-07 e a caminhada dos “Rojiblancos” rumo a conquista deste título foi a seguinte> mesmo sendo o atual campeão da Copa da UEFA, o Sevilla teve de jogar a fase pré-eliminatória e com um placar agregado de 6-1 sobre o Atomitos da Grécia, o time espanhol se classificou para a fase de grupos.

Na fase de grupos, o Sevilla se encontrava no grupo C juntamente com o AZ Alkmaar da Holanda, Braga de Portugal, Grasshoppers da Suíça e com o Slovan Liberec da República Checa e ao final desta fase, o time espanhol somou 7 pontos – duas vitórias, 1 empate e uma derrota – e terminou em 2º lugar.

Na fase de 16 avos, o Sevilla enfrentou o Steua Bucareste da Romênia e com um placar agregado de 3-0 – vitória por 2-0 no primeiro confronto e vitória por 1-0 no segundo confronto -, a equipe espanhola se classificou para a fase seguinte.

Veja Também!  Onde assistir Granada x Barcelona Futebol AO VIVO – Campeonato Espanhol 2019/20

Nas oitavas-de-finais, os “Rojiblancos” encontraram muitas dificuldades em passar pelo Shakhtar Donetsk da Ucrânia porque após um empate em 2-2 no Ramón Sánchez Pizjuán, o Sevilla teria de vencer o duelo em solo ucraniano e foi o que aconteceu; o Sevilla venceu o segundo jogo por 3-2 na prorrogação.

Nas quartas-de-finais, o Sevilla enfrentou o Tottenham da Inglaterra e após uma vitória por 2-1 no Ramón Sánchez Pizjuán, o time espanhol foi até Londres e arrancou um empate em 2-2 no tempo regulamentar e com isso se classificou para a fase seguinte.

Nas semifinais, o Sevilla enfrentou uma equipe do mesmo país – Osasuna – e mesmo com a derrota por 1-0 no primeiro confronto, os “Rojiblancos” reverteram esta desvantagem jogando em casa e venceram o Osasuna por 2-0 e pela segunda vez consecutiva, o Sevilla disputaria uma final de Copa da UEFA.

Em 16/05/2007 em Glasgow, na Escócia, o Sevilla e o Espanyol decidiram o título da Copa da UEFA e após um empate em 1-1 no tempo regulamentar, mais um empate na prorrogação (2-2) e com isso, o campeão teve de ser decidido nos pênaltis e assim sendo, mesmo com o Daniel Alves desperdiçando um dos pênaltis, o Sevilla levou a melhor e venceu por 3-1.

Em suma, na sua penúltima temporada com a camisa do Sevilla, Daniel Alves disputou 58 jogos, fez 5 gols e proveu 16 assistências e assim como ocorreu na temporada anterior, ele foi incluído novamente para a seleção da La Liga e além disso, Dani Alves foi o segundo jogador que mais proveu assistências (11 assistências) na La Liga 2006-07, ficando atrás apenas de David Villa do Valencia que proveu 12 assistências. Quantos aos “Rojiblancos”, terminaram o Campeonato Espanhol em 4º lugar, assim obtiveram a vaga para a fase de grupos da Liga dos Campeões da temporada seguinte, foram campeões da Copa da UEFA 2006-07 e também foram os campeões da Copa do Rei 2006-07 ao vencer o Getafe por 1-0 na final.

  • Números de Daniel Alves na sua 5ª Temporada no Sevilla
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2006-07
 58 *5  16  17 4474

* 5 gols dos quais 3 foram pela La Liga e 2 pela Copa da UEFA

2007-08

Após alguns anos jogando na Espanha, Daniel adquiriu a nacionalidade espanhola e isso excluía a necessidade de uma autorização de trabalho para jogar em qualquer outro país membro da União Europeia.

Em 1 de agosto de 2007, em uma entrevista para o canal SporTV, Daniel manifestou pela primeira vez o seu desejo de sair do Sevilla e ir para um grande clube europeu e em maio de 2008, voltou a reiterar o seu desejo de sair do clube. O primeiro clube a fazer uma oferta pelo lateral direito foi o Chelsea da Inglaterra e o empresário de Daniel Alves chegou a ir até Londres para negociar com o Chelsea, mas a diretoria do Sevilla recusou a oferta do clube inglês e além disso, o clube londrino não foi o único a fazer uma oferta pelo lateral direito brasileiro, pois o Barcelona também o fez, porém José María del Nido – presidente do Sevilla naquela época – considerou as duas ofertas como “muito abaixo do esperado” e como senão bastasse, desdenhou das ofertas:

“Por 25 milhões de euros eu envio as chuteiras de Daniel para que coloquem em um lateral deles. Ele é um grande jogador, talvez o melhor lateral-direito do mundo.” 

Quanto a temporada 2007-08, logo no primeiro jogo dos “Rojiblancos” nessa temporada em 11/08/2007, vitória por 1-0 sobre o Real Madrid no primeiro confronto da decisão da Supercopa da Espanha. Posteriormente, os comandados de Juande Ramos venceram o segundo confronto por 5-3 e com isso, o Sevilla era o campeão da Supercopa da Espanha de 2007.

Em outubro do ano de 2007, o Tottenham faz uma oferta milionária e mesmo em meio a temporada, o técnico Juande Ramos deixa o comando do Sevilla e para o lugar dele, os “Rojiblancos” apostaram em Manolo Jiménez, um técnico que comandava um clube da segunda divisão espanhola.

Em 12/12/2007, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões), Daniel Alves marcou o seu primeiro tento nesta temporada na vitória por 3-0 sobre o Slavia Praga da República Checa.

Em 6 de janeiro de 2008, em jogo da 18ª rodada da La Liga, o lateral direito brasileiro marcou um dos gols do triunfo por 3-0 sobre o Real Bétis e além do gol marcado, deu o passe para Luís Fabiano marcar um dos seus 2 gols nesta partida.

Em 04/03/2008, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League, Daniel Alves marcou um dos gols da vitória do Sevilla por 3-2 sobre o Fenerbahçe da Turquia no Ramón Sánchez Pizjuán e além do gol marcado, deu a assistência para o gol de Frédéric Kanouté no jogo e com este resultado, o mesmo pelo qual a equipe turca venceu os “Rojiblancos” no primeiro confronto, a partida foi para a prorrogação e com a persistência deste placar, a vaga para a fase seguinte teve de ser decidida nos pênaltis e o Daniel Alves não converteu a sua penalidade e com isso, o Fenerbahçe levou a melhor e venceu o Sevilla por 3-2 na disputa por pênaltis e como consequência, fim da linha para o Sevilla na Liga dos Campeões.

Em 13/04/2008, em jogo da 32ª rodada da La Liga, Daniel marcou o seu último tento com a camisa dos “Rojiblancos” na vitória por 3-2 sobre o Mallorca em pleno Son Moix – estádio do Mallorca – e além de fazer um dos gols do Sevilla nesta partida, proveu a assistência para o gol de Kanouté no jogo.

Em suma, na sua última temporada com a camisa do Sevilla, Daniel Alves disputou 48 jogos, fez 4 gols e proveu 25 assistências sendo que 14 destas assistências foram válidas pela La Liga 2007-08, o que fez dele o terceiro jogador que mais proveu assistência no campeonato, ficando atrás apenas de Guti do Real Madrid (17 assistências) e de Ariel Ibagaza do Mallorca (15 assistências). Quanto aos “Rojiblancos”, iniciaram a temporada conquistando o título da Supercopa da Espanha, foram derrotados pelo Milan na decisão da Supercopa da UEFA, terminaram o Campeonato Espanhol em 5º lugar e chegaram até as oitavas-de-finais da Copa do Rei.

Após mais um temporada de destaque com a camisa do Sevilla, durante a sua coletiva de despedida, Daniel disse que “gostaria retornar ao clube no futuro” e que “chegou ao Sevilla como um menino e saiu como um homem”. Ele também agradeceu ao técnico Joaquín Caparrós, pois aprendeu e evoluiu muito sob o comando dele.

  • Números de Daniel Alves na sua 6ª e última Temporada no Sevilla
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2007-08
 48 *4  25  15 3 4163

* 4 gols dos quais 2 gols foram pela UEFA Champions League e os outros 2 gols pela La Liga

Títulos que conquistou no Sevilla

  • Copa da UEFA 2005-06 e 2006-07
  • Supercopa da UEFA 2006
  • Supercopa da Espanha 2007
  • Copa do Rei 2006-07
  • O vídeo abaixo mostra o primeiro e último gol de Daniel Alves com a camisa do Sevilla
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 18 de março de 2018 por Football Times TV

 

Barcelona

2008-09

Daniel Alves sendo apresentado como o mais novo reforço do Barcelona

Em 2 de julho de 2008, o Barcelona anunciou a contratação do lateral direito Daniel Alves por 4 temporadas. Estima-se que a equipe catalã – Barcelona – tenha desembolsado 34 milhões de euros (o equivalente a 148,4 milhões de reais) para ter o lateral direito brasileiro em seu plantel. Soma-se a este valor – €34 milhões – mais 6 milhões de euros dependendo do seu desempenho nas temporadas seguintes.

Em 13/08/2008, no primeiro jogo do Barcelona nesta temporada, o primeiro confronto da fase pré-eliminatória da UEFA Champions League contra o Wisła Kraków da Polônia, o técnico Pep Guardiola escalou Dani Alves entre os titulares e o Barcelona venceu a equipe polonesa por 4-0 no Camp Nou (estádio do Barcelona). Posteriormente, o Barça perdeu para o Wisła Kraków por 1-0 em solo polonês, mas como havia vencido o primeiro confronto por um placar elástico, o clube catalão obteve a classificação para a fase de grupos da UEFA Champions League 2008-09.

Em 25/10/2008, em jogo da 8ª rodada da La Liga, pela primeira vez desde que assinou com o Barça, Daniel marcou o seu primeiro tento pelo seu novo clube na goleada por 5-0 sobre o Almería.

Em 06/12/2008, em partida válida pela 14ª rodada da La Liga, Daniel Alves marcou o seu segundo tento com a camisa do Barça na goleada por 4-0 sobre o Valencia.

Em 8 de fevereiro de 2009, em jogo da 22ª rodada do Campeonato Espanhol, Dani Alves marcou o terceiro gol da vitória do Barça por 3-1 sobre o Sporting Gijón.

Em 22/03/2009, em jogo da 28ª rodada da La Liga, o lateral direito brasileiro marcou o quinto gol da equipe catalã na goleada por 6-0 sobre o Málaga.

Em 10/05/2009, em partida válida pela 35ª rodada da La Liga, Daniel Alves marcou o seu último tento nesta temporada no empate em 3-3 com o Villareal no Camp Nou.

Em 27/05/2009, o Barcelona enfrentou o Manchester United da Inglaterra na final da UEFA Champions League e devido à uma suspensão em decorrência do terceiro cartão amarelo no segundo jogo das semifinais contra o Chelsea, Dani Alves não pôde jogar. Em compensação o Barcelona se sagrou campeão da UEFA Champions League 2008-09 e o caminho rumo a conquista do terceiro título da história do clube catalão foi este> como já foi dito antes, o Barcelona passou pelo Wisła Kraków da Polônia na fase pré-eliminatória da Liga dos Campeões e assim sendo, obteve a vaga para a fase de grupos do maior torneio da Europa.

Na fase de grupos, o Barcelona jogou contra o Basel da Suíça, Sporting de Portugal e contra o Shakhtar Donetsk da Ucrânia. Ao final desta fase, o Barça somou 13 pontos – 4 vitórias, 1 empate e uma derrota – e com isso, terminou a fase de grupos em 1º lugar.

Após um sorteio, definiu-se que o adversário do Barcelona nas oitavas de final seria o Lyon da França e com um placar agregado de 6-3 – empate em 1-1 na França e um triunfo por 5-2 no Camp Nou -, a equipe catalã levou a melhor e avançou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, o Barcelona enfrentou o Bayern de Munique da Alemanha e com um placar agregado de 5-1 – goleada por 4-0 no Camp Nou e um empate em 1-1 em Munique -, a equipe catalã levou a melhor novamente e se classificou para as semifinais da UEFA Champions League 2008-09.

Na semifinal, o Barça enfrentou o Chelsea da Inglaterra e após um empate em 0-0 no Camp Nou, a equipe catalã teve de obter a classificação no Stamford Bridge em Londres e com um empate em 1-1, seguindo o critério do gol fora de casa, o Barcelona conseguiu se classificar para a final da UEFA Champions League 2008-09.

Na final da UEFA Champions League 2008-09 no Stadio Olimpico em Roma, na Itália, o Barcelona bateu o Manchester United por 2-0 e com isso, o clube catalão fechou a temporada com a conquista da “tríplice coroa”: campeão da UEFA Champions League 2008-09, campeão da La Liga 2008-09 e campeão da Copa do Rei 2008-09.

  • Números de Daniel Alves na sua 1ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
 54 *5  14  13 4702

* Gols válidos pela La Liga

2009-10

Em 23 de agosto de 2009, no segundo jogo do Barcelona na temporada 2009-10, a equipe catalã venceu o Athletic Bilbao por 3-0 e como já havia vencido o primeiro confronto por 2-1, o clube catalão já iniciou esta temporada com a conquista da Supercopa da Espanha de 2009. Cinco dias depois (28/08/2009), ao vencer o Shakhtar Donetsk da Ucrânia por 1-0 na prorrogação, a equipe catalã também se sagrou campeã da Supercopa da UEFA de 2009.

Na estreia do Barça na La Liga 2009-10 em 31/08/2009, outra grande atuação do lateral direito brasileiro que proveu assistências para os gols de Seydou Keita e de Zlatan Ibrahimović respectivamente no triunfo por 3-0 sobre o Sporting Gijón.

Em 19/09/2009, em jogo da 3ª rodada da La Liga, Daniel marcou o seu primeiro tento nesta temporada na goleada por 5-2 sobre o Atlético de Madrid no Camp Nou e além do gol marcado, o lateral direito também deu o passe para Lionel Messi marcar 1 dos seus 2 gols nesta partida.

Em 21/11/2009, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Espanhol, Dani Alves marcou o único gol do Barça no empate em 1-1 com o Athletic Bilbao em San Mamés (estádio do Athletic Bilbao).

Em 23 de janeiro de 2010, em jogo da 19ª rodada da La Liga, o lateral direito brasileiro marcou o seu último tento nesta temporada na vitória por 3-0 sobre o Real Valladolid em pleno Estadio Nuevo José Zorrilla e além do gol marcado, deu o passe para o meia Xavi marcar o gol dele nesta partida.

Em suma, na sua 2ª temporada como jogador do Barcelona, Daniel Alves disputou 48 jogos, fez 3 gols e proveu 15 assistências sendo que 10 delas foram pela La Liga 2009-10 e com isso, ao lado de Messi, foi o segundo jogador que mais proveu assistências no campeonato, ficando atrás apenas de Xavi que proveu 14 assistências em 38 rodadas de Campeonato Espanhol. Quanto a temporada do Barça, iniciou conquistando 2 títulos: Supercopa da Espanha e Supercopa da UEFA. Ainda sobre a mesma temporada, foi o campeão da La Liga 2009-10, campeão do Mundial Interclubes da FIFA de 2009 e além disso, chegou até as semifinais da UEFA Champions League 2009-10 e foi eliminado pelo Sevilla nas oitavas-de-finais da Copa do Rei.

  • Números de Daniel Alves na sua 2ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
 48 *3  15  11 1 4257

* Gols válidos pela La Liga

2010-11

No segundo jogo da decisão da Supercopa da Espanha de 2010 em 21 de agosto do mesmo ano, Daniel Alves deu o passe para um dos 3 gols de Messi diante do seu ex-clube – o Sevilla – e com isso, o Barcelona iniciava a temporada 2010-11 conquistando mais um título da Supercopa da Espanha. Ainda convém lembrar que a equipe catalã havia perdido por 3-1 no primeiro confronto.

Na estreia do Barça na fase de grupos da UEFA Champions League em 14/09/2010, o lateral direito brasileiro marcou o seu primeiro tento nesta temporada na goleada por 5-1 sobre o Panathinaikos da Grécia.

Em 30/10/2010, em jogo da 9ª rodada da La Liga, Daniel Alves fez valer a “lei do ex” e marcou um dos gols na goleada por 5-0 sobre o Sevilla.

Em 19 de março de 2011, em jogo da 29ª rodada da La Liga, Daniel marcou o seu terceiro tento nesta temporada no triunfo por 2-1 sobre o Getafe.

Em 06/04/2011, no primeiro confronto das quartas-de-finais da UEFA Champions League, o lateral direito brasileiro marcou o seu último tento nesta temporada na goleada por 5-1 sobre o Shakhtar Donetsk da Ucrânia e além do gol marcado, deu o passe Xavi marcar o seu único gol nesta partida.

Por falar em Liga dos Campeões, pela 4ª vez na história do clube, o Barcelona se sagrou campeão deste torneio e a trajetória rumo a conquista do título da UEFA Champions League 2010-11 foi assim> após o sorteio dos grupos, definiu-se que o Barcelona jogaria contra o Copenhague da Dinamarca, o Panathinaikos da Grécia e contra o Rubin Kazan da Rússia nesta fase e após 6 rodadas, a equipe catalã somou 14 pontos – 4 vitórias e 2 empates – e com isso, se classificou em 1º lugar no grupo D.

Nas oitavas-de-finais, o Barcelona enfrentou o Arsenal da Inglaterra e depois de perder o primeiro confronto por 2-1 no Emirates Stadium em Londres, a equipe catalã venceu os Gunners – Arsenal – por 3-1 no Camp Nou e com isso, avançou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, o Barça enfrentou o Shakhtar Donetsk da Ucrânia e após uma goleada por 5-1 no Camp Nou, o clube catalão venceu a equipe ucraniana fora de casa por 1-0 e sem dificuldades, avançou para a fase seguinte.

Nas semifinais, o Barcelona enfrentou o rival Real Madrid e com um placar agregado de 3-1 – vitória por 2-0 no Santiago Bernabéu e um empate em 1-1 no Camp Nou -, a equipe catalã se classificou para a final da UEFA Champions League 2010-11.

O palco da final da Liga dos Campeões 2010-11 foi o estádio do Wembley em Londres, na Inglaterra e o adversário do Barcelona era o mesmo que o da final da UEFA Champions League 2008-09 – o Manchester United – e assim como ocorreu naquela ocasião, a equipe “blaugrana” – Barcelona – levou a melhor e venceu os Red Devils – Manchester United – por 3-1 e com isso, o Barça se sagrava tetracampeão da UEFA Champions League.

Daniel Alves erguendo o troféu da UEFA Champions League 2010-11

Em suma, na sua 3ª temporada como jogador do Barcelona, Daniel Alves disputou 54 partidas, fez 4 gols e proveu 20 assistências sendo que 15 destas assistências foram pela La Liga 2010-11, fazendo dele o 3º jogador que mais proveu assistências no campeonato, ficando atrás apenas do seu companheiro de equipe – Lionel Messi – que proveu 18 assistências e de Mesut Özil do Real Madrid que proveu 17 assistências. Quanto a temporada do Barcelona, além de ser o campeão da Supercopa da Espanha, da UEFA Champions League e da La Liga 2010-11, a equipe catalã foi a vice-campeã da Copa do Rei 2010-11.

  • Números de Daniel Alves na sua 3ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
 54 *4  20  13 4641

* 4 gols dos quais 2 foram pela UEFA Champions League e os outros 2 pela La Liga

2011-12

Logo no início da temporada 2011-12, o Barcelona conquistará mais 2 títulos; a Supercopa da Espanha de 2011 sobre o rival Real Madrid e o da Supercopa da UEFA de 2011 sobre o Porto de Portugal.

Em 29 de outubro de 2011, em jogo da 11ª rodada da La Liga, Daniel Alves marcou o seu primeiro gol nesta temporada na goleada por 5-0 sobre o Mallorca e além do gol marcado, deu o passe para um dos 3 gols de Lionel Messi nesta partida.

Veja Também!  Assistir ao gol de Clayson que fez Corinthians 2 x 1 Bahia - Brasileirão

Em 25 de janeiro de 2012, no segundo confronto das quartas-de-finais da Copa do Rei, o lateral direito brasileiro marcou o seu segundo tento nesta temporada no empate em 2-2 em mais uma edição do “El Clásico” – clássico entre Barcelona e Real Madrid – e como já havia vencido o primeiro confronto por 2-1 no Santiago Bernabéu, a equipe catalã levou a melhor sobre o rival novamente e se classificou para as semifinais do torneio local. Posteriormente, o Barcelona venceu o Athletic Bilbao por 3-0 na final e se sagrou como o campeão da Copa do Rei 2011-12.

Em 26/02/2012, em jogo da 25ª rodada da La Liga, Daniel Alves marcou o seu último tento na temporada no triunfo por 2-1 sobre o Atlético de Madrid em pleno Vicente Calderón (estádio do Atlético de Madrid).

Em suma, na sua 4ª temporada como jogador do Barcelona, Dani Alves disputou 52 jogos, fez 3 gols e proveu 18 assistências. Quanto a temporada do Barça, foi o campeão da Supercopa da Espanha de 2011, da Supercopa da UEFA de 2011, da Copa do Rei e também do Mundial Interclubes da FIFA de 2011, no entanto, desta vez foi o vice-campeão da La Liga 2011-12 e chegou até as semifinais da UEFA Champions League 2011-12.

  • Números de Daniel Alves na sua 4ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
 52 *3  18  13 2 4193

* 3 gols dos quais 2 foram pela La Liga e 1 pela Copa do Rei

2012-13

Com a saída de Pep Guardiola do comando do Barcelona no final da temporada anterior, quem assume o comando da equipe é Tito Vilanova e apesar da vitória por 3-2 sobre o Real Madrid na estreia do novo treinador em 23 de agosto de 2012, no segundo confronto contra o Real Madrid a equipe catalã perdeu por 2-1 e com o critério do gol fora de casa, o Real Madrid sagrou-se campeão da Supercopa da Espanha de 2012.

Em 20/11/2012, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, Daniel Alves marcou o seu primeiro e único gol na temporada no triunfo por 3-0 sobre o Spartak de Moscou da Rússia.

Em suma, na sua 5ª temporada com a camisa do Barça, Daniel Alves disputou 47 partidas, fez 1 gol e proveu 9 assistências. Quanto ao Barcelona, apesar da conquista do título da La Liga 2012-13, ficou só nisso, pois foi o vice-campeão da Supercopa da Espanha de 2012, chegou até as semifinais da Copa do Rei sendo eliminado pelo Real Madrid e chegou até as semifinais da Liga dos Campeões.

  • Números de Daniel Alves na sua 5ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
 47 *1  9  6 3756

* Gol válido pela UEFA Champions League

2013-14

Após o fim da temporada 2012-13, decidiu-se que Tito Vilanova não permaneceria no comando do clube catalão mesmo com a conquista do título da La Liga 2012-13 e para o seu lugar, o Barcelona resolveu apostar em um técnico argentino, trata-se de Gerardo Martino e na estreia do novo treinador em 18 de agosto de 2013, em partida válida pela 1ª rodada da La Liga 2013-14, o novo camisa 22 da equipe catalã – Daniel Alves alterou a numeração da sua camisa (de 2 para 22) para homenagear o ex-companheiro Éric Abidal – marcou o seu primeiro tento na temporada na goleada por 7-0 sobre o Levante. Dez dias depois, sob o comando do novo treinador, o Barcelona conquistou o seu primeiro título nesta temporada, o título da Supercopa da Espanha de 2013.

Em 14/09/2013, em jogo da 4ª rodada da La Liga, o lateral direito brasileiro fez valer a “lei do ex” e marcou de cabeça o primeiro gol do Barça no triunfo por 3-2 sobre o Sevilla.

Em 18 de fevereiro de 2014, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões contra o Manchester City da Inglaterra, Dani Alves marcou um dos gols da vitória por 2-0 sobre a equipe inglesa em pleno Etihad Stadium (estádio do Manchester City). No segundo confronto entre as duas equipes em 12/03/2014, o camisa 22 do Barça marcou o seu último tento na temporada no triunfo por 2-1 sobre o clube inglês no Camp Nou e com um placar agregado de 4-1, a equipe catalã avançou para a fase seguinte. Posteriormente, o Barcelona foi eliminado pelo Atlético de Madrid nas quartas-de-finais da UEFA Champions League 2013-14.

Em suma, na sua 6ª temporada como jogador do Barça, Dani Alves disputou 42 jogos, fez 4 gols e proveu 4 assistências. Quanto ao Barcelona, apesar da conquista do título da Supercopa da Espanha de 2013 no início da temporada, ficou só nisso, pois foi o vice-campeão da La Liga e também da Copa do Rei e chegou até as quartas-de-finais da UEFA Champions League.

  • Números de Daniel Alves na sua 6ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
 42 *4  4  9 3734

* 4 gols dos quais 2 foram pela UEFA Champions League e os outros 2 pela La Liga

2014-15

Após o fim da temporada 2013-14, o Barcelona optou por não renovar o contrato de Gerardo Martino e com a saída dele quem assume o comando da equipe é Luis Enrique e na estreia do novo treinador em 24 de agosto de 2014, vitória por 3-0 sobre o Elche no Camp Nou.

Na estreia do Barça na fase de grupos da Liga dos Campeões contra o APOEL Nicosia do Chipre no Camp Nou, Daniel Alves fez o seu jogo de número 300 com a camisa da equipe blaugrana e para celebrar esta ocasião, vitória do Barcelona por 1-0 sobre a equipe cipriota.

Por falar em Liga dos Campeões, o Barcelona foi o campeão do torneio nesta temporada e a trajetória da equipe blaugrana rumo a conquista do título foi assim> o Barcelona estava no grupo F e no mesmo grupo estavam o Ajax da Holanda, o Paris Saint-Germain da França e o APOEL Nicosia do Chipre. Ao final desta fase, a equipe catalã somou 15 pontos – 5 vitórias e uma derrota – e com isso, se classificou em 1º lugar nesse grupo.

Nas oitavas-de-finais, o Barça enfrentou o Manchester City da Inglaterra e com um placar agregado de 3-1 – vitória por 2-1 fora de casa e nova vitória por 1-0 no Camp Nou -, a equipe catalã levou a melhor e se classificou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, o Barcelona reencontrou o Paris Saint-Germain e com um placar agregado de 5-1 – vitória por 3-1 em Paris e por 2-0 no Camp Nou -, o clube catalão avançou para a fase seguinte.

Nas semifinais, o Barcelona enfrentou o Bayern de Munique da Alemanha e após uma vitória por 3-0 no primeiro confronto, a equipe alemã levou a melhor no segundo confronto e venceu por 3-2, mas com uma vantagem de 5-3 no placar agregado, o Barça obteve a classificação para a final da UEFA Champions League 2014-15.

Em 6 de junho de 2015, o Olympiastadion em Berlim, na Alemanha, foi o palco da final entre o Barcelona e a Juventus da Itália e com um triunfo por 3-1 no tempo regulamentar, o Barça venceu a equipe italiana e pela 5ª vez na história do clube, conquistou o título do maior torneio europeu.

Daniel Alves segurando o troféu da UEFA Champions League 2014-15

Em 09/06/2015, Dani Alves renovou o seu contrato com o Barcelona por mais duas temporadas.

Em suma, na sua penúltima temporada com a camisa do Barça, Daniel Alves disputou 46 partidas e proveu 11 assistências. Quanto ao Barcelona, conquistou todos os títulos que disputou nesta temporada: campeão da La Liga 2014-15, campeão da Copa do Rei 2014-15 e por fim, campeão da UEFA Champions League 2014-15. Pela segunda vez na história do clube, a equipe conquistava a “Tríplice Coroa”.

  • Números de Daniel Alves na sua 7ª Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
 46  11  14 1 3935

 

2015-16

Antes do início da temporada 2015-16, Daniel Alves deixou de utilizar a camisa 22 e passou a utilizar a camisa de número 6 que até então pertencia ao meia Xavi Hernández.

Logo no primeiro jogo do Barça na temporada 2015-16 em 11 de agosto de 2015, com um triunfo por 5-4 sobre o Sevilla na prorrogação, a equipe catalã se sagrou campeã da Supercopa da UEFA de 2015 e com isso, o novo camisa 6 conquistava o seu 20º título com a camisa do Barcelona.

Daniel Alves segurando o troféu da Supercopa da UEFA de 2015

Em 02/12/2015, no segundo confronto da 4ª fase da Copa do Rei, o lateral direito brasileiro marcou o seu último tento com a camisa do Barcelona na goleada por 6-1 sobre o Villanovense. Como as duas equipes empataram em 0-0 no primeiro confronto, o clube catalão avançou para a fase seguinte. Posteriormente, o Barça conquistou este torneio ao vencer o Sevilla por 2-0 em 22 de maio de 2016. No final do mesmo mês (maio), a saída de Daniel Alves do Barcelona foi confirmada.

Em suma, na sua última temporada com a camisa do Barça, Daniel Alves disputou 48 partidas, fez 1 gol e proveu 8 assistências. Quanto ao Barcelona, foi o campeão da La Liga 2015-16, campeão da Copa do Rei, campeão da Supercopa da UEFA e também foi o campeão do Mundial Interclubes da FIFA de 2015, no entanto, foi o vice-campeão da Supercopa da Espanha e chegou até as quartas-de-finais da Liga dos Campeões.

  • Números de Daniel Alves na sua 8ª e última Temporada no Barcelona
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
 48 *1  8  13 3824

* Gol válido pela Copa do Rei

Títulos que conquistou no Barcelona

  • UEFA Champions League 2008-09, 2010-11 e 2014-15
  • Supercopa da UEFA 2009, 2011 e 2015
  • Mundial Interclubes da FIFA 2009, 2011 e 2015
  • La Liga 2008-09, 2009-10, 2010-11, 2012-13, 2014-15 e 2015-16
  • Supercopa da Espanha de 2009, 2010, 2011 e 2013
  • Copa do Rei 2008-09, 2011-12, 2014-15 e 2015-16
  • O vídeo abaixo mostra todos os gols de Daniel Alves com a camisa do Barcelona
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 3 de junho de 2016 por FC Barcelona

 

Juventus

2016-17

Daniel Alves sendo apresentado como o mais novo reforço da Juventus

Em 27 de junho de 2016, a Juventus anunciou a assinatura de Daniel Alves em um contrato de duas temporadas e com a opção por uma renovação por mais uma temporada.

Em 20/08/2016, na estreia da Juventus na Serie A (Campeonato Italiano) 2016-17, o técnico Massimiliano Allegri promoveu a estreia do lateral direito brasileiro e o escalou entre os titulares e na estreia da Juve no campeonato, vitória por 2-1 sobre a Fiorentina.

Em 21/09/2016, em jogo da 5ª rodada do Campeonato Italiano, o novo camisa 23 – Daniel Alves – da Juventus marcou o seu primeiro gol com a camisa do seu novo clube na goleada por 4-0 sobre o Cagliari. Seis dias depois, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, Daniel marcou o seu segundo tento pelo seu novo clube na goleada por 4-0 sobre o Dinamo Zagreb da Croácia e além do gol marcado, deu o passe para o gol de Paulo Dybala nesse jogo.

Em 27/11/2016, em jogo da 14ª rodada da Serie A, Daniel Alves sofreu uma lesão na derrota por 3-1 sobre a Genoa, uma lesão que o tirou dos gramados por cerca de 2 meses.

Em 5 de fevereiro de 2017, totalmente recuperado da lesão que sofreu na partida contra a Genoa, Dani Alves jogou os últimos 10 minutos do “Derby d’Italia” – clássico entre a Juventus e a Internazionale – ao qual a equipe de Turim – Juventus – venceu por 1-0 em jogo da 23ª rodada da Serie A.

Em 22/02/2017, no primeiro confronto das oitavas-de-finais da Liga dos Campeões, o novo camisa 23 marcou o seu terceiro tento com a camisa da equipe de Turim na vitória por 2-0 sobre o Porto no estádio do Dragão, em Portugal.

Em 28/04/2017, em jogo da 34ª rodada do Campeonato Italiano, Daniel Alves marcou um dos gols do empate em 2-2 com a Atalanta.

Em 03/05/2017, no primeiro confronto da semifinal da UEFA Champions League contra o Monaco, o camisa 23 deu os passes para os 2 gols do centroavante argentino Gonzalo Higuaín em pleno Stade Lous II, em Mônaco. Seis dias depois, as duas equipes voltaram a se enfrentar e a equipe italiana venceu o time monegasco por 2-1 sendo que o segundo gol da Juventus foi marcado pelo Daniel Alves.

Em 17/05/2017, na decisão da Copa da Itália, o lateral direito brasileiro marcou o primeiro gol da vitória da equipe de Turim por 2-0 sobre a Lazio.

Em 03/06/2017, Daniel Alves disputou a sua 4ª final de Liga dos Campeões da sua carreira, porém diferentemente do que ocorreu nas outras 3 vezes em que se saiu como vencedor, desta vez as coisas foram diferentes e a Juventus perdeu para o Real Madrid por 4-1 no Millenium Stadium em Cardiff, no País de Gales.

Em 29/06/2017, Daniel Alves teve o seu contrato com a Juventus rescindido por consentimento mútuo.

Em suma, na sua primeira e única temporada com a camisa da Juventus, o brasileiro disputou 33 partidas, fez 6 gols e proveu 7 assistências. Quanto a “Velha Senhora” – Juventus -, foi a campeã da Serie A 2016-17 e também da Copa da Itália 2016-17 e além disso, foi a vice-campeã da UEFA Champions League 2016-17.

  • Números de Daniel Alves na sua 1ª e única Temporada na Juventus
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2016-17
 33 *6  7  8 2543

* 6 gols dos quais 3 foram pela UEFA Champions League, 2 pela Serie A e 1 pela Copa da Itália

Títulos que conquistou na Juventus

  • Serie A 2016-17
  • Copa da Itália 2016-17
  • O vídeo abaixo mostra os gols que Daniel Alves marcou e as assistências que ele proveu com a camisa da Juventus
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 19 de setembro de 2018 por Imxortal

 

Paris Saint-Germain

Logo Paris Saint-Germain

2017-18

Daniel Alves sendo apresentado como o mais novo reforço do Paris Saint-Germain

Em 12 de julho de 2017, Daniel Alves estava livre no mercado e assim sendo, assinou um contrato por duas temporadas com o Paris Saint-Germain da França.

Em 29/07/2017, no primeiro jogo do PSG nesta temporada, na decisão da Supercopa da França de 2017, o técnico Unai Emery escalou o novo camisa 32 – Daniel Alves – da equipe parisiense entre os titulares e ele estreou em grande estilo porque além de fazer um dos gols da vitória por 2-1 sobre o Monaco, também proveu a assistência para o gol de Adrien Rabiot.

Em 27/09/2017, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o lateral direito brasileiro marcou o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o Bayern de Munique no Parc des Princes, em Paris.

Em 22/11/2017, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o novo camisa 32 do PSG marcou o seu terceiro tento nesta temporada na goleada por 7-1 sobre o Celtic da Escócia no Parc des Princes.

Em 13/12/2017, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa da Liga Francesa, Daniel Alves marcou o seu quarto tento nesta temporada no triunfo por 4-2 sobre o Strasbourg.

Em 18 de março de 2018, em jogo da 30ª rodada da Ligue 1 (Campeonato Francês), o lateral direito brasileiro marcou o seu quinto e último tento com a camisa do PSG nesta temporada na vitória por 2-1 sobre o Nice em plena Allianz Riviera (estádio do Nice).

Em 08/05/2018, em partida válida pela final da Copa da França, Daniel Alves iniciou esse jogo entre os titulares e o Paris Saint-Germain venceu o Les Herbiers por 2-0 e apesar do triunfo, Daniel saiu de campo lesionado aos 41 minutos da segunda etapa para dar lugar ao belga Thomas Meunier. Esta lesão tirou Daniel da Copa do Mundo FIFA de 2018 e além disso, também fez com que ele perdesse os 4 primeiros meses da temporada 2018-19.

Em suma, na sua 1ª temporada como jogador do clube parisiense, Dani Alves disputou 41 jogos, fez 5 gols e proveu 10 assistências. Quanto ao Paris Saint-Germain, foi o campeão da Supercopa da França, foi o campeão da Copa da Liga Francesa, campeão da Ligue 1 e campeão da Copa da França, no entanto, o PSG foi eliminado nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões pelo Real Madrid.

  • Números de Daniel Alves na sua 1ª Temporada no Paris Saint-Germain
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
 41 *5  10  7 1 3263

* 5 gols dos quais 2 foram pela UEFA Champions League, 1 pela Ligue 1, 1 pela Supercopa da França e 1 pela Copa da Liga Francesa

2018-19

Com a saída de Unai Emery após o fim da temporada anterior, quem assume o comando do Paris Saint-Germain é Thomas Tuchel.

Em 28 de agosto de 2018, através de um post em sua página no Instagram, Daniel Alves anunciou que mudaria a numeração da sua camisa, o até então camisa 32 passaria a ser o camisa 13 do PSG e de acordo com o lateral direito brasileiro, escolheu a camisa de número 13 em homenagem à lenda brasileira Mário Jorge Lobo Zagallo.

Em 24/11/2018, em jogo da 14ª rodada da Ligue 1, Daniel Alves retornou aos gramados e jogou os últimos 20 minutos da partida contra o Toulouse, a qual o clube parisiense venceu por 1-0.

Em 3 de abril de 2019, em partida válida pela semifinal da Copa da França, o novo camisa 13 do Paris Saint-Germain marcou o seu primeiro tento na temporada na vitória por 3-0 sobre o Nantes e além do gol marcado, sofreu um pênalti que foi convertido por Kylian Mbappé.

Em 17/04/2019, em jogo da 28ª rodada da Ligue 1, Daniel Alves marcou 2 gols na mesma partida, porém um destes gols foi contra na derrota por 3-2 diante do Nantes.

Em 27/04/2019, em partida válida pela final da Copa da França 2018-19, Daniel marcou o gol que inaugurou o placar do jogo, porém isso não foi o suficiente e após um empate em 2-2 no tempo regulamentar com o Rennes, as duas equipes tiveram de jogar a prorrogação e com a persistência do empate, PSG e Rennes tiveram de decidir o título na disputa por pênaltis e os “Les Rennais” – Rennes – levaram a melhor nas penalidades e venceram por 6-5 e com isso, eram os campeões da Copa da França 2018-19.

Veja Também!  Como assistir Santos x Mirassol Futebol AO VIVO – Campeonato Paulista Sub-20 2019

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa do clube parisiense, Daniel Alves disputou 32 jogos, fez 3 gols e proveu 8 assistências. Quanto ao Paris Saint-Germain, foi o campeão da Supercopa da França, foi o campeão da Ligue 1, vice-campeão da Copa da França, chegou até as quartas-de-finais da Copa da Liga Francesa e foi eliminado pelo Manchester United nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League.

  • Números de Daniel Alves na sua 2ª Temporada no Paris Saint-Germain
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
 32 *3  8  5 2248

* 3 gols dos quais 2 foram pela Copa da França e 1 pela Ligue 1

Títulos que conquistou no Paris Saint-Germain

  • Ligue 1 2017-18 e 2018-19
  • Supercopa da França de 2017
  • Copa da França 2017-18
  • Copa da Liga Francesa 2017-18
  • O vídeo abaixo mostra 5 dos 8 gols que Daniel Alves marcou com a camisa do Paris Saint-Germain
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 6 de junho de 2018 por Caneleiros Rezenha

 

Os Números de Daniel Alves na Seleção Brasileira

 

Brasil

Seleções de Base

Em 2003, Daniel Alves foi convocado pela Seleção Brasileira sub-20 para a disputa da Copa do Mundo FIFA Sub-20 de 2003. Os brasileiros conquistaram o título do Mundial sub-20 ao vencer a Espanha por 1-0 na final, em 19 de dezembro de 2003. Daniel foi um dos destaques do Brasil no torneio e ele foi eleito o terceiro melhor jogador desta competição.

 

Seleção Principal

Em 10 de outubro de 2006, em um amistoso contra o Equador, aos 23 minutos do segundo tempo, o técnico Dunga substituiu Maicon por Daniel Alves e assim sendo, o até então lateral direito do Sevilla fazia a sua estreia pela seleção principal do Brasil em um jogo no qual a “seleção canarinho” – Brasil – venceu a seleção equatoriana por 2-1.

Copa América 2007

Convocado para a disputa da Copa América de 2007 na Venezuela, Daniel Alves jogou os últimos 11 minutos da derrota por 2-0 diante do México na estreia. Posteriormente, o lateral direito do Sevilla jogou as duas partidas seguintes da fase de grupos como titular; vitória por 3-0 sobre o Chile e vitória por 1-0 sobre o Equador respectivamente. Com a soma de 6 pontos, o Brasil se classificou em 2º lugar neste grupo.

Nas quartas-de-finais, Daniel Alves viu do banco a seleção brasileira golear a seleção chilena por 6-1.

Nas semifinais, o Brasil enfrentou o Uruguai e Daniel viu do banco as duas seleções empatarem em 2-2 no tempo regulamentar e este empate persistiu na prorrogação e como consequência, as duas seleções tiveram de decidir a vaga para a final nos pênaltis e a seleção brasileira levou a melhor nesta disputa e venceu por 5-4.

Na final, Daniel Alves iniciou o embate contra a Argentina como titular e não decepcionou, pois marcou um dos gols do triunfo do Brasil por 3-0 e com este resultado, a seleção brasileira se sagrou campeã da Copa América de 2007.

  • O vídeo abaixo mostra os gols da final da Copa América de 2007
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 2 de julho de 2010 por centraldacopa

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa América de 2007
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa América
 4 1  1  2 212

Copa das Confederações FIFA de 2009

Em 15 de junho de 2009, Dunga escalou Daniel Alves entre os titulares e ele deu o passe para Kaká abrir o placar da vitória do Brasil por 4-3 sobre o Egito na estreia da Copa das Confederações. Nos 2 jogos seguintes da fase de grupos deste torneio, Daniel viu do banco a seleção brasileira vencer os Estados Unidos e a Itália por 3-0.

Nas semifinais da Copa das Confederações, o Brasil enfrentou a África do Sul e aos 37 minutos do segundo tempo, Dunga abdicou do lateral esquerdo André Santos e colocou o Daniel Alves no lugar dele e nos últimos minutos da partida em uma cobrança de falta, Daniel marcou o gol da vitória da seleção brasileira e com isso, o Brasil se classificou para a final da Copa das Confederações FIFA de 2009.

Na final, o Brasil enfrentou os Estados Unidos e com um triunfo por 3-2, a “seleção canarinho” levou a melhor e se sagrou campeã da Copa das Confederações FIFA de 2009. Ainda convém lembrar que o Daniel Alves jogou os últimos 25 minutos desta partida.

  • O vídeo abaixo mostra o gol que Daniel Alves marcou diante da seleção da África do Sul nas semifinais da Copa das Confederações FIFA de 2009
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 25 de junho de 2009 por VictorioFran

 

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa das Confederações FIFA de 2009
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa das Confederações
 3 1  1  1 122

Copa do Mundo FIFA de 2010

Desde a grande atuação contra o Uruguai nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, a qual o Brasil venceu a “Celeste Olímpica” – Uruguai – por 4-0 com um dos gols sendo marcado por Daniel Alves, segundo os jornalistas e a mídia, a partir daí ele e o Maicon passaram a disputar uma vaga pela posição de titular e o segundo venceu esta “disputa acirrada” e se tornou o titular e assim sendo, o Brasil se classificou em 1º lugar nas Eliminatórias e após o sorteio dos grupos, definiu-se que a seleção brasileira jogaria na fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2010 contra as seleções de Portugal, Costa do Marfim e da Coreia do Norte.

Em 15 de junho de 2010, o Brasil estreou na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul contra a Coreia do Norte e com o primeiro gol sendo marcado por Maicon, o Brasil venceu a seleção norte-coreana por 2-1. Na partida seguinte, triunfo por 3-1 sobre a Costa do Marfim e na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo, a seleção brasileira jogou contra Portugal e mesmo com Daniel Alves de titular e jogando no meio-campo, Brasil e Portugal não saíram do empate em 0-0.

Classificado em 1º lugar no grupo G, o Brasil enfrentou o 2º lugar do grupo H – Chile – nas oitavas-de-finais e não encontrou dificuldades e venceu por 3-0. Nesta partida, Daniel Alves jogou entre os titulares novamente.

Nas quartas-de-finais, o Brasil enfrentou a Holanda e apesar do bom primeiro tempo, a seleção brasileira foi surpreendida na segunda etapa e foi eliminada com uma derrota de 2-1 diante dos holandeses.

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa do Mundo FIFA de 2010
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa
 5  0  0 310

Copa América 2011

Após a eliminação nas quartas-de-finais da Copa do Mundo FIFA de 2010, Dunga deixa o comando da seleção brasileira e para o seu lugar, a CBF – entidade máxima do futebol brasileiro – aposta em Mano Menezes e mesmo com a troca no comando da seleção, Daniel Alves foi um dos remanescentes da Copa do Mundo. Mano Menezes deixou Maicon de lado, jogador de quem Daniel era reserva. Em 2 amistosos pós-copa contra o Irã e contra a Ucrânia, o até então lateral direito do Barcelona correspondeu e marcou 2 tentos, 1 em cada amistoso.

Em 2011, foi convocado por Mano para a disputa da Copa América na Argentina e após o empate em 0-0 na estreia contra a Venezuela e após outro empate, desta vez em 2-2 com o Paraguai, Mano Menezes optou por dar uma nova chance ao Maicon e no último jogo da fase de grupos da Copa América de 2011, a seleção brasileira venceu o Equador por 4-2.

Nas quartas-de-finais, o Brasil voltou a jogar contra o Paraguai e novamente do banco, Daniel Alves viu um empate em 0-0 no tempo regulamentar e este mesmo placar persistiu na prorrogação e com isso, a seleção brasileira teve de decidir a vaga com a seleção paraguaia nos pênaltis e levou a pior; derrota por 2-0.

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa América de 2011
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa América
 2  0  0 180

Copa das Confederações FIFA de 2013

Após a eliminação nas quartas-de-finais da Copa América de 2011 e a perda da medalha de ouro nas Olimpíadas de 2012, Mano Menezes não resistiu a pressão e deixou o cargo de treinador da seleção brasileira e para o seu lugar, a CBF resolveu apostar em Luiz Felipe Scolari e sob o comando do novo treinador, Daniel Alves voltou a ser o titular.

Na estreia do Brasil na Copa das Confederações FIFA de 2013 diante do Japão, o lateral direito do Barcelona deu o passe para Paulinho marcar o segundo tento do Brasil no triunfo por 3-0 sobre a seleção japonesa. Nos 2 jogos seguintes da fase de grupos, vitórias por 2-0 sobre o México e por 4-2 sobre a Itália respectivamente.

Por ter terminado em 1º lugar no grupo A, o Brasil enfrentou o 2º colocado do grupo B – o Uruguai – e venceu por 2-1 e com este resultado, a seleção brasileira se classificou para a final da Copa das Confederações FIFA de 2013.

Na final da Copa das Confederações, o Brasil enfrentou a Espanha e com uma boa atuação, os brasileiros venceram os espanhóis por 3-0 e assim sendo, pela 4ª vez na sua história, a seleção brasileira se sagrou campeã de uma edição de Copa das Confederações.

Daniel Alves beijando o troféu da Copa das Confederações FIFA de 2013
  • Desempenho de Daniel Alves na Copa das Confederações FIFA de 2013
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa das Confederações
 5  1  1 450

Copa do Mundo FIFA de 2014

No primeiro amistoso após a conquista do título da Copa das Confederações FIFA de 2013, uma infelicidade para Daniel Alves, pois marcou o único gol da partida, porém foi um gol contra e com isso, a Suíça “carimbou” a faixa de campeão do Brasil.

Em 7 de maio de 2014, o Felipão – Luiz Felipe Scolari – anunciou os nomes dos jogadores que iriam disputar a Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil e o nome de Daniel estava nesta lista e assim sendo, o treinador o escalou entre os titulares na estreia da Copa do Mundo diante da Croácia, ao qual a seleção brasileira venceu de virada por 3-1. Nos 2 jogos seguintes do Brasil na Copa do Mundo de 2014, empate em 0-0 com o México e goleada por 4-1 sobre o Camarões e com isso, o Brasil se classificou em 1º lugar no grupo A.

Nas oitavas-de-finais, o Brasil enfrentou o Chile e após um empate em 1-1 no tempo regulamentar e na prorrogação, as duas seleções tiveram de decidir a vaga para a fase seguinte nos pênaltis e a seleção brasileira levou a melhor nas penalidades e venceu por 3-2 e com isso, se classificou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, a seleção brasileira enfrentou outra seleção sul-americana e para este jogo, Felipão fez algumas alterações e dentre elas, Daniel Alves foi trocado por Maicon e com uma nova escalação, o Brasil venceu a Colômbia por 2-1 e se classificou para as semifinais da Copa do Mundo FIFA de 2014.

Nas semifinais, Daniel Alves viu do banco a seleção brasileira sofrer uma das suas piores derrotas de toda a sua história, o Brasil sofreu uma goleada de 7-1 para a Alemanha e com isso, teve de se contentar com a disputa do 3º lugar.

Na disputa do 3º lugar, Daniel viu mais uma derrota do banco, desta vez por 3-0 para a seleção da Holanda e com isso, mesmo jogando a Copa do Mundo como o anfitrião, o Brasil terminou a Copa do Mundo FIFA de 2014 em 4º lugar.

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa do Mundo FIFA de 2014
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa
 4  0  1 390

Copa América 2015

Após o 4º lugar da Copa do Mundo FIFA de 2014, Luiz Felipe Scolari não foi mantido como o técnico da seleção brasileira e para o seu lugar, a CBF optou por apostar em Dunga novamente e Daniel Alves não foi convocado pelo novo treinador para os amistosos pós-copa, porém antes do início da disputa da Copa América de 2015 no Chile, Danilo que vinha jogando como o titular se lesionou e para o lugar dele, Dunga resolveu apostar em Daniel Alves e logo na estreia do Brasil nesta edição da Copa América, o lateral direito do Barcelona iniciou a partida entre os titulares e proveu a assistência para o gol de Neymar no triunfo por 2-1 sobre o Peru. Nos 2 jogos seguintes do Brasil, derrota por 1-0 para a Colômbia e vitória por 2-1 sobre a Venezuela e com isso, a seleção brasileira se classificou para a fase seguinte.

Nas quartas-de-finais, o Brasil jogou contra o Paraguai e mesmo com o Daniel Alves dando o passe para o gol de Robinho, a seleção brasileira e a paraguaia empataram em 1-1 e com isso, tiveram de decidir a vaga para a fase seguinte nos pênaltis e nas penalidades, o Paraguai levou a melhor e venceu o Brasil por 4-3. Como consequência, a seleção brasileira estava fora da Copa América de 2015.

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa América de 2015
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa América
 4  1  1 360

Copa América Centenário 2016

Com as boas atuações na Copa América de 2015, Dunga voltou a convocar Daniel Alves e desta vez, a seleção brasileira estava para disputar uma edição especial da Copa América – 100 anos da CONMEBOL (entidade máxima do futebol sul-americano) – e logo na estreia do Brasil, o lateral direito que estava para ser contratado pela Juventus iniciou entre os titulares, porém o Brasil e o Equador não balançaram as redes; em outras palavras, as duas seleções empataram em 0-0. No jogo seguinte, o Brasil aplicou uma goleada de 7-1 sobre o Haiti e vale ressaltar que 2 destes 7 gols, tiveram a contribuição de Daniel Alves; proveu assistências para 1 dos 2 gols de Renato Augusto e para o gol de Lucas Lima.

Na última partida do Brasil na fase de grupos da Copa América Centenário, após um gol polêmico, a seleção brasileira caiu na primeira fase deste torneio diante do Peru e esta eliminação precoce custou o emprego de Dunga que foi demitido do cargo de treinador da seleção brasileira.

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa América Centenário de 2016
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa América
 3  2  0 270

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018

Antes da demissão do Dunga, ele comandou a seleção brasileira nas 6 primeiras rodadas das Eliminatórias e apesar da campanha irregular – duas vitórias, 3 empates e uma derrota -, em um desses jogos – contra o Paraguai -, Daniel Alves marcou o gol que evitou a derrota do Brasil em solo paraguaio; as duas seleções empataram em 2-2. Até aqui, esta foi a última vez que o lateral direito balançou as redes com a camisa da seleção brasileira.

Com a demissão do Dunga após a eliminação precoce na Copa América Centenário, quem assume o comando da seleção brasileira é Adenor Leonardo Bacchi, mais popularmente conhecido como Tite. Sob o comando do novo treinador, o Brasil saiu do 6º lugar e terminou as Eliminatórias em 1º lugar.

Convocado para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia, Daniel Alves não pôde disputar esta Copa devido a uma lesão sofrida em uma partida com a camisa do Paris Saint-Germain. Posteriormente, o Brasil foi eliminado pela Bélgica nas quartas-de-finais da Copa do Mundo.

Copa América 2019

Mesmo com a eliminação na Copa do Mundo de 2018, Tite foi mantido no cargo de treinador da seleção brasileira e com o Daniel Alves recuperado de lesão, o técnico da “seleção canarinho” o convocou para a disputa da Copa América de 2019 que está sendo realizada no Brasil e além disso, Daniel Alves é o atual capitão do time.

  • Desempenho de Daniel Alves na Copa América de 2019
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa América
 2  0  0 *180

* esta competição ainda está em andamento

TOTAL

Pd Gm A CA CV Mj
111 7 18 17 1 8007
Prêmios individuais
  • Melhor jogador da Copa da UEFA 2005–06
  • Melhor jogador da Supercopa da UEFA 2006
  • Time do Ano da UEFA 2007, 2009, 2011, 2015, 2017
  • Time do Ano da FIFA 2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2017, 2018
  • Equipe do ano – ESM (European Sports Media) 2006–07, 2008–09, 2009–10, 2010–11
  • Melhor lateral-direito da La Liga 2005-06, 2006-07, 2008–09 e 2009-10
  • FIFPro World XI: 2009, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2017, 2018
  • 43º melhor jogador do ano de 2012 (The Guardian)
  • Copa das Confederações – Equipe do campeonato 2009, 2013
  • 78º melhor jogador do ano de 2016 (The Guardian)
  • Equipe ideal da Ligue 1: 2017–18

Considerações Finais

Com base em todos os dados e números analisados até aqui pode-se concluir que Daniel Alves é um dos melhores laterais direitos da sua geração. Além de atuar como lateral direito, se necessário ele também atua como lateral esquerdo e como meia de criação, pois ele é dotado com uma boa precisão e distribuição de passes o que lhe permite se conectar com os meio-campistas, e faz dele um “garçom” – provedor de assistências na gíria do futebol – eficaz ao longo do flanco direito.

No entanto, apesar de sua habilidade ofensiva, ele atraiu críticas na mídia por negligenciar o aspecto defensivo de seu jogo. Durante o seu tempo com a Juventus e com o Paris Saint-Germain, ele também jogou como um meio-campista central nestas ocasiões.

E para vocês? Daniel Alves é um dos melhores laterais direitos da atualidade? Foi um dos melhores laterais direitos ou ainda “tem muita lenha para queimar”?

 
Siga o Futebol Stats também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui